Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Como escolher se todos merecem?





A Solidariedade.. Ai a Solidariedade... 

Dá-me cabo da cabeça, porque tantas são as causas, as pessoas, as situações que precisam de ajuda e a possibilidade e disponibidade de cada um de nós acaba por ser relativa...

E para mim que tenho um blog e uma página de Facebook direcionadas para um público de mamãs e papás ( à partida gente com alguma sensibilidade extra a estes temas, principalmente quando mete crianças) , sinto diáriamente um espécie de pressão e uma núvem de obrigatoriedade para divulgar algumas situações. Mas são tantas... Infelizmente. e cada vez mais vêm à asta pública. 

O problema não é ajudar um, dois, três. é conseguir fazê-lo em consciência e... " escolher"... Porquê ajudar o Rodrigo e  não o Gustavo, o Martim, a Márcia, o Mateus?... E todos os dias me chegam apelos ;(

Estes foram apenas alguns dos nomes que me apareceram na net quando, no Google pesquisei " Vamos ajudar...". E lá vem o rol...

As páginas de facebook são muitas, e infelizmente os meninos em questão estão doentes, alguns esperam dadores, outros têm pais com poucas posses e precisam de ajuda monetária para os tratamentos complicados.. e a verdade.. é que todas estas situações me partem o coração.

E como ajudar, quando não se é milionário e não se pode distribuir dinheiro por todos eles que  o merecem ( sim.. o dinheiro é o " veneno" da sociedade e sem ele efectivamente muito dificil procurar novas curas, médicos, instituições de saúde...)? Sim, porque para mim... que sentido faz fazer para um e não para outros? A hipótese mais obvia seria divulgar, claro...Mas minha página ficaria inundada deste apelos e só deles, sem espaço para mais nada... Isto se eu me permitisse a entrar com o coração em cada uma destas tristes mas esperançosas histórias de força. Dos meninos e dos seus pais.

Não que as suas causas não me toquem, muito antes pelo contrário... o problema está mesmo em " escolher" o que não tem que ser escolhido. Ah... e muita atenção, que depois também existem os burlões... os que pedem dinheiro inventando uma triste e tocante história. Deplorável, desses nem falo, que não são o meu foco.

As minhas palavras e espaço vão para quem precisa mesmo e por isso, decidi escrever este post. Para pedir a quem desse lado tem um coração solidário e que depois de dar uma volta por estas páginas, se tenha sentido mais tocado por esta ou por aquela história, por este ou por aquele sorriso, por este ou por aquele apelo.. que tente dar o seu contributo da melhor forma.

E já agora, deixo aqui também o espaço para que enviem mais páginas de apelo ( relativas a crianças- não que também não me custe ver adultros em apuros, mas se vamos por aí a angústia da incapacidade seria ainda maior) de que tenham conhecimento ou que vos sejam próximas.

Eu não quero sequer imaginar o que os pais destes meninos e meninas e de tantos outros que adoecem gravemente sentem, o que será a provação deles... mas sinto-me, também por ser Mãe, totalmente solidária e acreditem que não são raras as vezes que os meus pensamentos estão com eles.

Muitas das vezes em que estou zangada com algo, em que o " mundo" me fez alguma, em que o cansaço quase me derruba, em que os meus filhos não param de chorar ou embirrar... muitas dessas vezes, respiro fundo, páro um segundo e agradeço a Deus pelo facto de ter dois filhos saudáveis.. sim, porque isso é O Importante. Tudo o resto vira detalhes perto dessa hipótese acontecer.

Por isso, aqui vai o meu pequeno mas sentido contributo. Para que desse lado conheçam as Histórias, os medos, os sonhos e os rostos destes meninos e destes pais que lutam, tendo a esperança como melhor amiga e as páginas sociais da internet como aliadas, de forma a chegarem ao máximo de pessoas possíveis, num grito virtual que muito importante pode ser para a recuperação dos seus filhotes.

Uma palavra de força, coragem  muito amor para todos eles. E uma " chamada à realidade" a todos nós... que muitas vezes nos queixamos por tudo e por nada.

Cá vão (atenção que há vários meninos com o mesmo nomes, mas as situações são diferentes)  :

Vamos ajudar o Rodrigo

Vamos ajudar o Gustavo

Vamos ajudar a Cecília

Vamos ajudar o Mateus

Vamos ajudar o Rodrigo

Vamos ajudar o Lucas

Vamos ajudar o Martim

Vamos ajudar a Beatriz

Vamos ajudar o Simão

Vamos ajudar a Lara

Vamos ajudar a Leonor

Vamos ajudar o Gonçalo

Vamos ajudar o Tiago

Vamos ajudar o Tomás


E... muitas mais se encontram na net...

Tivesse eu poderes sobrenaturais... e ajudá-los-ia a todos ;(