Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

A "minha miúda" está linda! Menos 15 quilos e um sorriso ainda mais feliz!

Desta vez, fomos à sede de assistência presencial da PronoKal receber mais umas dicas da nutricionista Ana Rita e mais... "brincar" com as receitas que tanto eu, como a Ana Figueira fomos aprendendo ao longo do nosso processo ( o meu já terminado até ver.... o dela ainda a decorrer) de emagrecimento saudável deste método.

 

A ideia era,  que para além, aqui da Mendinha, querer tirar uns nabos da púcura para perceber como tem sido a sua adaptação a um novo mundo alimentar,  a ver ao vivo e a cores e perceber o que os menos 15 quilos (!!!) já fizeram por esta miúda de 26 anos e que começou este caminho quase com 90 quilos! E que (já) grande diferença, meus Deus!...

7.jpg

 3.jpg

Pedi-lhe que me explicasse como se tem sentido, como tem adaptado à sua vida a novas rotinas, como tem encarado todos os desafios que ao início lhe pareciam tão difíceis, como encaixa todo este "novo mundo" no seu "mundo de sempre":

 

"A minha experiência de alimentação com a Pronokal tem sido bastante enriquecedora por dois motivos:
 17191072_234326690372819_2633313651210510791_n.jpg

 

 
1.º Quando pensamos em fazer dietas, alterar estilos de alimentação ou nos adaptarmos​ a uma realidade alimentar completamente diferente temos logo a sensação que isso dará muito trabalho. Na verdade da mesmo muito trabalho eu já tinha experimentado algumas dietas e no fundo passava os meus dias a pensar em comida, as compras que tinha que fazer, as receitas que tinha que pesquisar as alternativas que tinha, etc. Tudo girava em torno da comida o que acabava por dificultar bastante. Com a pronokal eu tenho que me preocupar com muito pouco ou quase nada e isso para mim fez toda a diferença. Na verdade a Pronokal vou pensada para que os seus pacientes apenas tivessem que se preocupar com uma coisa : Mudar de vida.
 

17321698_10155103206196649_2130689477_n.jpg

2.º Receitas são simples, ingredientes comuns que todos conhecem e conseguem adquirir facilmente e que nos fazem explorar alimentos básicos ao máximo. O facto de termos uma etapa restritiva na primeira fase (sem fome nenhuma posso comprovar) faz com que à medida que vão sendo introduzimos novos alimentos, conseguimos desfrutar ao maximo da refeição de forma equilibrada e reeducada"

5.jpg10.jpg

 Terminámos esta sessão a escolher as próximas refeições que a Ana levou para casa e eu, claro ( que durante mais de 3 meses me alimentei cosncientemente com muitos destes produtos), também lhe dei as minhas opiniões e dicas por experiência própria. Uma vez "dentro do esquema", uma vez habituada aos sabores, texturas e formas de enriquecer com alimentos frescos e "normais" estes "pacotinhos maravilha da PronoKal, tudo se torna tão fácil e até mecânico.

 

Já não há que pensar tanto, só executar... e principalmente, usufruir dos resultados. Esta mulher está linda!! Que gosto, pá....

17238846_10155103208746649_698001866_n.jpg

 

 

 

 

 

O belo do calção nº 36

Postei à tarde esta fotografia no FB...

Apresentava-me toda contente, porque experimentei uns calções pretinhos nº 36 que tanto adorava e que, até à data e depois da gravidez, primeiro nem passavam na perna - pernão lol...  Depois passavam mas o botão não apertava e depois apertava mas fazia aqueles rufegos horríveis na barriga por ficarem ainda tão apertados... e hoje... tchan tchan tchan tchan **** sem grandes esperanças... lá os vesti e caíram quase na perfeição.

Nos comentários, as meninas, perguntavam os meus “truques”.


Alguns deles estão aqui no armário dos segredos... Os meus cremes da MUSTELA que reafirmam e uso religiosamente - junto com os meus perfuminhos, maquilhagens, cuidados faciais da Noviderm e - muito importante - a pílula, que recomecei a tomar este mês, porque não quero correr riscos de engravidar de novo para já.

Depois... amamentação (acho que ajuda mesmo), muita água, sumos e batidos. Cortar no pão e afins, o que posso (porque como sou “pãozeira“ e “bolcheira” não resisto algumas vezes) e a tentativa de 3 aulinhas por semana de ginástica pós parto no meu Centro Pré e Pós Parto.


Ainda sinto que falta um bom pedaço até me sentir “nos trinques”, firme e sem barriga... Já disfarço assim vestida, mas “nuínha” ainda há muita forma a redefinir... Para isso, espero também que a genética vá ajudando e o cansaço da vida de dupla mãe a correr atrás de vingar no seu exigente meio profissional (quem desaparece esquece, não é? E no meu meio ainda mais, não há tempo para ficar parada )... esse cansaço, apesar de não ser nada bom para a saúde... acaba por ser para a “magreza“ lol.... E atenção que isto não é um conselho, é uma constatação...

A verdade é que cada uma de nós tem o seu tempo. Há aquelas que saem da maternidade como se “nada” tivesse passado por elas... e depois aquelas que demoram, por vezes até vários anos, a recuperar. Também não nos podemos esquecer que umas engordaram, no processo da gravidez 10, 11 quilos, outras 20 e tal...

Não stressem, mas também não descuidem, mesmo que demore... É sempre muito positivo cuidar de nós. Passar  o nosso creminho no corpo pela manhã, tirar um tempinho para ir ao ginásio ou caminhar no paredão - as recém mamãs passam horas sentadas... O que interessa é saber que ser Mãe é maravilhoso, mas temos que nos “obrigar” a gostar de nós mesmas. E para isso não há melhor que estabelecer metas e cuidar e nós.

Concordam?

Bj e quero... o “Desafio calção de número abaixo” na vossa mente! E se tiverem fotos... mandem também que eu publico!!