Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Nem é mau estar no Verão em Lisboa. Olhem esta visita!

Que Manhã maravilhosa de domingo esta. 

 

Que sítio de Lisboa brutal. O Museu do Traje já o conhecia, de sempre. É aquele espaço incontornável. (Quem não foi com os pais ou com a escola?) mas... os jardins que o circundam foram uma surpresa para mim. 

 

E assim, ele foi descrito por uma simpática colaboradora do espaço: "Aqui, há um Jardim Botânico, dois prados e uma mata..." ;).

Chama-se Parque Botânico do Monteiro-Mor e é uma pérola Lisbota, ah pois é...

 

Uauuu!!! Eu... e os miúdos ficávamos maravilhados a cada curvinha que dávamos. O Hugo, todo vaidoso por nos ter apresentado este pedacinho escondido de paraíso às portas de Lisboa (fica na zona do Lumiar) e pelas fotos giras que andou a tirar à sua família... e às verdejantes maravilhas deste sítio.

 

Ficam as fotos e a ideia: Não se esqueçam que a cada primeiro domingo de cada mês, as entradas nos Museus ( aqui dentro do jardim, também há o Museu Nacional do Teatro, que não tivémos tempo de visitar) são... gratuitas! Boa sugestão de programa com os miúdos não acham?

 

               

               

                

               

               

               

               

               

 

Fotografia: Hugo Caetano Fotografo

Miúdos Mendinhos vestidos por Zippy

Mãe Mendinha vestida por Yes Zee e calçada por Paez

Felizes de laranja ;)

No último sábado, vestidas de laranjinha, a Mamã Mendinha e a Fiha Estrelinha tiveram um dia cheio e entre outras passeatas, foram até à Ericeira. 

Quem reconhece, o nosso "pano de fundo", o famoso "largo do Jogo da Bola"??...

 

 

 

 

 

Matilde Estrela:

vestido Tuc tuc

ténis prateados Nike

 

Mamã:

Vestido Tendências

Botas Zara

Chapéu Primark

 

Na "cidade das Profissões"


E Finalmente fui à KIDZANIA !!! Digo finalmente, porque ainda nem sequer o o Afonso Luz existia ou era sequer pensado... e euzinha... já achava que este parque temático deveria ser o máximo dos máximos!!


Se existisse quando eu fui criança eu teria sido daquelas que teria feito a cabeça em água aos meus pais para passar lá assentar arraias todo o santo fim  de semana.


Bem e se eu, já levava esta ideia fisgada, devido as descrições, imangens e filosofia pedagógica da coisa... então depois desta minha primeira vez - simmmm, haverão muitas mais, de certeza-, tirei as teimas e sublinhei as certezas... A Kidzania "ruleeessss" !!


O dia que escolhemos era especial, pois foi no âmbito do programa "Pais bem vindos" e nós também pudémos curtir muito o entusiasmo do Afonso Luz de perto (e eu, assumo, puz-me no papel de menina e saboreei muitos dos momentos como tal. Até quando andei no carro dos bombeiros ;)).


  Este programa, muito apreciado pelos pais, iniciou-se há cerca de um ano e oferece a possibilidade dos pais participarem nas atividades simultaneamente com as crianças, num leque de 13 a 14 atividades disponíveis no parque temático.


O feedback que a KidZania tem recebido é bastante positivo uma vez que este programa responde um pouco ao desejo que os adultos têm manifestado de também eles participarem nas atividades com as crianças e terem um papel mais ativo na visita ao parque temático.


O Afonso como tem 2 anos e 5 meses, não conseguiu participar ativamente em muitas das coisas, por isso mesmo, sublinho... irei lá muito mais vezes nos próximos anos. Por ele.. e pela Matilde.. E por mim eheheheh!...


Aqui, partilho algumas imagens da nossa tarde de domingo na " Cidade das profissões", onde os Kidzos são o dinheiro de troca, onde os meninos são tratados por senhores e recebem ordenado pelas suas tarefas e onde.. é sempre de noite!


Brutal!!! É um programa mesmo a fazer.. e mesmo tendo em conta os PREÇOS ( cliquem aqui ) , acredito que vale a pena investir. Eles nunca vão esquecer e vocês também não. Eu, dei por mim, tão babada a ver o meu filho a interagir na perfeição e com a atenção exigida pelos monitores... Que maravilha, digo-vos só...


AQUI têm a descrição de todas as profissões e atividades lúdico-educativas, representativas dos diversos sectores da economia. Passeiem pelo site e fiquem a par do que vão encontrar.


A nossa tarde maravilha.. vem já de seguida...Espero que gostem !































O meu pequeno grande passeio de ano novo...



Já há tanto tempo que não sentia este "cheirinho maravilhoso de tão horrível" nos meus caracóis... Acho que desde a adolescência, quando vinha à pendura da Portela rumo ao Café Roma (que agora é o Mac Donald’s da Av. Roma) com o pessoalzinho das motas... 

Entranhado este aroma a escape e gasolina queimada da Gilera do meu Hugo, que lhe resistiu também na adolescência, a vários pinotes e acidentes e que ele agora recuperou para andar por aí pela cidade. 

Os avós e bisavós fizeram uma visita surpresa cá a casa e quase nos "escorraçaram" para irmos beber um café e ficarem a dar miminhos (sem supervisão lol) à Matilde. Andamos caseiros em demasia e temos pouco tempo para NÓS...

Fomos dar uma volta de acelera, pela cidade do 1 de Janeiro quase vazia de trânsito mas cheia de famílias regadas com as boas intenções do Ano Novo.

Foi o meu "mergulho no mar", as minhas "cuecas azuis", a minha 13ª passa de uva. Passear de acelera de blusão de penas e calças rasgadas, com as mãos nos bolsos do blusão do "meu gajo" e a sentir o ventinho gelado nas pestanas perfeitas ;)

De repente e por minutos deixei de ter filhos e noites mal dormidas, contas para pagar, buscas incessantes de realizações profissionais e questões éticas, estéticas, morais e que tais... problemas de "grandes" portanto...

Voltei a saborear a Rita Rebelde, como me chamou o Hugo ainda há pouco e com ele percorri nesses minutos o meu intervalo de vida dos 15 anos até aqui. Sempre a ser feliz, com a "curte da minha vida", que se decidiu hoje a conduzir-me para ir beber um café.

Bom ano Amor meu. Gostava de te ter conhecido a vida toda e percorrido muita estrada e sonho contigo... Bem... e se calhar, no fundo... conheci...

Agora, que desmontei da mota e voltei à "casa dos adultos" que somos, agradeço ao frio, ao cheiro a gasolina, aos blusões gordos, aos risos, à Avenida de Roma e arredores... esta simples mas intensa entrada em 2013.

Às vezes, um pequeno passeio pode fazer-nos perceber que ainda temos a essência que amamos, apesar do cansaço que a vida nos vai emprestando.