Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Ganhem saúde... e 3 livros top da nutricionista Lillian Barros!

E no meio de tanta festa no "meu" Outubro (ainda faltam 2 festas de Halloween e 2 festas do 3º aniversário da minha Matita... ufff)... acho que é a altura ideal para começar a estruturar um novo detox. Sim... que bem preciso de desentoxicar o organismo dos excessos....

IMG_20151026_123608.jpg

Pode parecer irónico, mas a verdade é que a "vida normal" é mesmo assim, cheia de altos e baixos, momentos em que me consigo "portar bem" e sentir que faço, junto com os meus uma alimentação equilibrada... mas depois... festas, saídas, mettings sociais com amigos e família, falta de tempo... ou até pouca paciência.. levam tudo o perder.

 

Acredito, que seja este um pouco, o ritmo de muitas de vós, das que se preocupam com a saúde e que sabem que ao "sermos o que comemos" é muito importante, mas que, não conseguimos ser tão regradas como queriamos e por isso passamos a vida a dizer "agora é que é".. e mesmo que não seja um "agora para sempre", existe uma coisa importantíssima que acredito, que vams ganhando a cada incursão em novos e mais saudáveis hábitos alimentares: a reeducação da mesma e isso é algo que vai ficando.

 

Saber como nós mesmas e a nossa família se comportam ( o que gostam, o que é mais fácil introduzir, de que maneira, como cozinhar, que alimentos novos integrar nas refeições habituais...) é meio caminho andado para o sucesso... não da Dieta ( esse nome cada vez mais deixa de fazer sentido...) mas sim do estilo de alimentação, da forma de cozinhar, da escolha mais criteriosa dos alimentos. Poucas pessoas entendem a diferença entre uma dieta e um estilo de vida , neste caso alimentar. Se cada pessoa soubesse o poder de cada alimento ganharia um gosto especial em cozinhar e sobretudo a comer.

Detox-Lilian-Barros-770x490.jpg

Este livro, da Lillian Barros (SOPAS, SALADAS e CHÁS DETOX) é um passo importante para recomeçar um regime que faz bem ao nosso corpo e à nossa alma. Ela que que já tinha tido um enorme sucesso ( comigo então, foi total... segui tantas e tantas das suas receitas...) com o Livro Sumos Detox, decidiu agora, que se entra no tempo frio, com os dias mais curtos e em que precisamos de conforto e quentinho na alimentação... apostar nas sopas. E sopas que fazem bem ao nosso organismo.

12046705_867289493340749_1656986963658186760_n.jpg

Mas não só, aqui encontram saladas, snacks, chás, infusões... o ideal para limpar o organismo ( então depois de um mês de festas e comezainas como foi o meu...). E todas as receitas, simples de elaborar e com dicas para saber como levar em recipientes térmicos para o trabalho, como as congelar, portanto... dicas para nos ajudar na rotina alucinante diária e para aprendermos mesmo a descomplicar. Não é facil manter, tal como expliquei no início deste post, mas com um bocadinho de disciplina, força de vontade e uma ajuda como este livro, tudo se vai tornando mais fácil...

1661439_902894526457706_3110463046113680265_n.jpg

12079958_902894359791056_8722937107191836889_o.jpg 

Dito isto, e já que eu mesma ando a experimentar tantas destas receitas cá em casa, quero que duas de vocês ganhem a oportunidade de fazer o mesmo, através de uma parceria entre o blog https://www.facebook.com/BarrigaMendinha e a editora do livro, a MANUSCRITO.

 

 E o que têm de fazer para ganhar? Pois bem....Para concorrerem basta fazerem um like na página de FB Barriga Mendinha e na página de Fb da Manuscrito (https://www.facebook.com/manuscritoeditora?fref=ts). E deixar aqui no Blog (nos comments ) e numa Mensagem no meu Barriga Mendinha (https://www.facebook.com/BarrigaMendinha?ref=hl) o vosso contacto e prova de participação.

 

Podem participar até segunda feira, dia 2 Novembro e logo na 3a feira, sairão os resultados do passatempo, via random (random.org).

 

O que esperam? Este livro ( e este conceito) é mesmo o máximo! Testado e aprovado pela Mendinha ;)

 

 

 

 

5 Alimentos indispensáveis para as crianças e ideias para as incluir na sua alimentação

Uma luta diária, pelo menos cá em casa... mas que como pais conscientes não podemos deixar de travar. Acho que ja sabemos a maioria deles, mas hoje, trago um texto exclusivo que a nutricionista do Holmes Place Alvalade escreveu para o nosso blog e que explica o que temos no que MESMO que insistir. Eu, fiz uma pesquisa de ideias que os poderão cativar, quando a tarefa não for assim tão facil. Claro que o ideal será sempre comer o alimento mais "puro" possível, mas também podem existir umas formas giras de lhes dar a volta e de nos fazer sentir que estamos no caminho certo....Ora vejam lá:

 

A dieta alimentar durante a infância é determinante no desenvolvimento da criança. Após a fase da amamentação passa a ser fundamental, podendo beneficiar ou prejudicar o desenvolvimento físico e intelectual.

 

Deve ser variada e incluir um aporte correto de proteínas, vitaminas e minerais, essenciais à formação óssea, dentes, tecidos, sistema imunológico, nervoso e muscular, podendo estar mais concentrados em alguns alimentos tornando-os, por isso, indispensáveis. Alguns exemplos:

 

1 - FRUTAS 

Podem ser incluídas em qualquer refeição; são coloridas e doces o que facilita uma maior adesão por parte das crianças. Devemos variar entre elas para obter um leque máximo de nutrientes, tendo sempre em atenção as alergias que podem surgir ou existir nestas idades.

polos-de-fruta.jpg

balik-elma.jpg

Trocitos-de-sandía-con-unos-palos-de-helado.jpg

 

frutas-peixe.jpg

fruit-serving1.jpg

 

2 - LEGUMES

 

Estes são muito ostracizados pela maioria das crianças, no entanto, tal como as frutas, são essenciais ao aporte de vitaminas, minerais e fibra e, da mesma forma, devem ser consumidos variadamente. Devemos ter sempre atenção na confeção uma vez que as temperaturas elevadas tendem a retirar alguns dos benefícios destes alimentos.

prato-massa.jpg

th.jpeg 

alimento_2.jpg

Legumes.jpg

 

 

3 - CARNES

 

Tanto a carne como os ovos são excelentes fontes de ferro, nutriente que previne a anemia e faz parte do desenvolvimento do sistema nervoso e circulatório. Devemos preferir as carnes brancas, mas não evitar as restantes.

comida-criativa.jpg

imagem514.png

 

 

4 - CEREAIS e LEGUMINOSAS

 

Arroz, massa, batata, pão e cereais são fontes ricas de hidratos de carbono, principal fonte de enérgica, e como tal, essencial para as crianças. As leguminosas são também boas fontes de ferro, proteína e fibra.

337f71bf54e90e4a5bb0c705c1a82f8d.jpg

67041_352870158152953_860558918_n1.png

imgHandler.jpeg

comida-divertida-1.jpg

 5 - CÁLCIO

 

Não é um alimento mas um mineral essencial ao crescimento ósseo e dentário. As suas fontes são variadas e controversas: leite e seus derivados e folhas verde escuras como a couve e brócolos.

4ew95vy1wd488yttuipmikrya.jpg

ratinho bolacha, queijo, presunto e cebolinha.jpg

crianca-comer-broculos.jpg

 

 

Inês Real

Nutricionista Holmes Place Alvalade

 

Mais dicas do Holmes Place, para ficar em forma

Aproveitando a minha parceria com a melhor cadeia de ginásios do mundo e arredores ( ahahha! Isto dos ginásios é mesmo uma questão de coração, todos acham o seu o top master!! ).. cá ficam mais dicas de uma profissional competente, para todas/os vocês que pretendem encontrar a forma desejada:

Dieta: como ficar em forma até ao verão

O verão já chegou Descubra a dieta a seguir para ficar em forma até lá.

Com a chegada da primavera e do verão saem do armário as roupas mais reduzidas. É nesta altura que a maioria de nós ganha a verdadeira consciência da forma física em que se encontra e decide que é urgente perder os quilos que surgiram, grande parte das vezes, durante o inverno.

Ainda vai a tempo de perder alguns dos quilos a mais até à chegada do verão sem que para isso ponha em risco a sua saúde. Para tal necessita de uma boa dose de exercicio físico, uma dieta alimentar equilibrada e descanso adequado. Conheça mais ao pormenor as dicas que o podem ajudar a chegar ao verão em forma:

  • Defina um objetivo: a primeira decisão a ser tomada é definir um objetivo e estabelecer pequenas metas de peso, que possam ser alcançadas em pouco tempo. Desta forma é mais fácil manter o focus e alcançar uma meta superior a longo prazo. É também importante ganhar consciência que o peso saudável deve ser atingido a longo prazo pois a perda de peso muito rápida pode ter consequências negativas para a sua saúde.
  • Faça 5 a 6 refeições por dia: é importante que não esteja longos períodos de tempo sem comer. Para além de diminuir o metabolismo, saltar refeições leva-o a fazer escolhas alimentares erradas e a comer mais depressa devido à fome que é normal sentir quando fizer uma refeição.

dieta em forma até ao verão

  • Mexa-se mais e trabalhe os músculos: fazer atividade física pelo menos 3 vezes por semana é fundamental para a perda de peso. O aumento da massa muscular promove o aumento do metabolismo, o que faz com que o seu corpo queime mais calorias. Para tal tem de incluir exercícios demusculação na sua rotina de treino.
  • Beba água: é frequente uma pessoa desidratada confundir o estímulo da sede com a sensação de fome, o que leva a que petisque alimentos desmasiado calóricos entre refeições. Para manter o corpo hidratado diariamente é recomendada uma ingestão de 1,5 a 2 litros de água por
  • Aposte em alimentos que controlam a fome: os cereais integrais, os legumes, as sementes e a fruta são alimentos que promovem a saciedade por serem ricos em fibras. Desde que beba a quantidade de água necessária, as fibras são excelentes para reduzir a fome e para diminuir a absorção de gorduras e açúcares pelo organismo. Evite bolachas e barras de cereais, optando por fruta ou cereais como a aveia.

dieta ficar em forma até ao verão

  • Durma mais: descanse pelo menos 7 horas por noite. Uma boa noite de sono é fundamental para equilibrar algumas hormonas que controlam o nosso metabolismo e apetite.

Todas estas dicas são fundamentais para atingir um peso saudável mas é importante ter a noção que devem ser aplicadas durante todo o ano, e não apenas no período que antecipa o verão. Para que consiga manter uma composição corporal saudável e constante ao longo do ano é importante que, para além de ser fisicamente ativo, aprenda a comer de forma adequada e de acordo com as suas necessidades. Se conseguir aplicar estas duas ideias certamente chegará ao verão em boa forma e sem receio de tirar as roupas mais reduzidas do armário.

Margarida Firmo
Nutricionista Holmes Place Alvalade

O desafio da dieta saudável e com 10% de desconto!

jjjj.png

 Ai ai...aquela velha história do " vou começar no dia 1"... tudo mentira... Começar o "detox", a dieta, o comer saudável. Foi, sim, tudo aldrabado... porque ( há sempre um porquê...) dia 1 foi o almoço de ano novo, depois dia 2, tive um jantar com amigos, depois dia 3.. fomos ao Sushi ( e à Coca-Cola e ao gelado no final...) e depois, dia 4... o Afonso chegou do pai e teve que jantar bem... e toca de fazer uma bolonhesa maravilhosa.. Enfim, estamos a dia 6. Dia de Reis e hoje sim, já comecei o dia com um grande smothie que me alimentou na perfeição até há pouco tempo ( misturei grelos, espinafres, pera, maçã, banana, blueberries e proteína em pó, que é o segredo para me manter alimentada como deve ser e sentir-me saciada), e estou disposta agora sim a entrar com tudo ( ou seja, com a versão saudável de mim mesma) no novo ano.

10411111_712119215524445_909517020501055156_n.jpg

 Todos os anos é igual. Em Janeiro e depois... antes do verão. Yá... é um clichet, sim senhora, mas não deixa de ser assim e em qualquer cantinho do mundo em que exista uma mulher dos tempos modernos, preocupada com a imagem, com a beleza e com a auto estima... acredito que estes sejamos dois picos de inscrições no ginásio e inicio de dietas.E pronto, que assim seja, não há que nos sentirmos gozadas por isso. Os maridos então já se sabe, são do mais sarcastico que há... mas depois, sempre que conseguimos baixar ou ou dois números e tornear o corpinho também acabam por ficar todos contentes.. e o esforço?? É nosso, só nosso.

 

Mas existem ajudas. E cada vez mais. Isso também nos confunde não é verdade? O mundo está repleto de cházinhos, mezinhas, suplementos, livros de dietas, personal trainers e metodos "milagrosos". Mas nada o é. (E quemsou eu para dizer mal dos outros produtos... sou, no entanto, habilitada para dizer "bem " dos "meus", dos que conheço a fundo). Tudo, em conjunto, pode funcionar, tudo em conjunto, pode ajudar a que nos sintamos mais saudáveis e que isso se note também no nosso corpo. Agora.. escolher o quê? Ai meu Deus! A que preço, com que garantia? 

1470121_723798887689811_8927437480509532130_n.jpg

 Primeiro, queria dizer-vos que NADA funciona por si só. Todo o creme, suplementação e  até exercicio são uma parte do bolo e se queremos entrar na "era saudável" temos, nem que seja por um período que ser um bocado radicais. Estar atentas ao que comemos e como comemos, perceber porque o fazemos, e tentar alterar algumas rotinas pode ser uma boa.

 

Eu, por exemplo, tenho alguns truques que funcionam comigo. Um deles é... não me sentar ao jantar com a restante família. Sim, porque se nos sentamos os 4... vou acabar por acompanhar o Hugo a "alarvar" e por vezes, até termino os pratos  ( e a fruta) dos meus filhos... Por isso, nestas alturas, dou-lhes o jantar antes e deixo o pai fazer algo que adora e que eu tantas vezes insisto para não fazer: comer no tabuleiro na sala. Assim, cada um sabe de si e eu posso, sem ter que me justificar, beber um batido ou comer só uma sopa.

 

Mas... sim... quem me conhece sabe que sou "viciada" em suplementos alimentares, comprimidinhos naturais que ajudam o organismo a ser mais eficiente, a assimilar mais minerais ou vitaminas, a comer e não nos sentirmos inchadas e acelarar o nosso metabolismo para que a comida seja nossa "aliada" e não inimiga.

 

E é deles que hoje vos falo. O que tomo, em situações "pós- festa", situações de "emergência" em que sinto, que estas duas semanas de Natal, fim de ano e afins... me ofereceram mais que prendinhas fofinhas... mas mais "fofura e gordura" à volta da barriga e celulite a gritar por baixo da pele.. ahhhh!! Que imagem... mas sim... é isso que sinto! Que tenho que desintoxicar e mandar fora tanto doce, hidrato, gordura. 

 

E pronto, vai daí que investi nisto:

 

Body Key Conjunto Mensal

10575 (1).jpeg

 

 

Se fizer bem as contas sai-me mais ou menos  a 9 euros por dia e tenho a vantagem de sentir que me estou a alimentar enquanto emagreço... e não gastar esse dinheiro em restaurantes perto do escritório ou andar a comprar bolachinhas no supermercado mais próximo...

 

Tem um batido, uma sopa de tomate ou de legumes, um redutor de hidratos de carbono e outro de gorduras e um super potente mix vitamínico, o Double X, que contém vitaminas, minerais e concentrados cuidadosamente seleccionados de 23 plantas que proporcionam uma mistura de fitonutrientes... e ajudam a manter-me saudável. (Uma das máximas desta marca é que todos os ingredientes são orgânicos e não há a mera hipóteses deste programa de emagrecimento ter efeitos secundarios... a não ser..  perder gordurinhas ahahah).

90.jpeg

Ah... não vou deixar de fazer os meus batidos sempre que tiver fome e porque acho que frutas e vegetais nunca fizeram mal a ninguém ... 

 

E tudo isto... porque quero emagrecer... mas ter força no corpinho. É que, faça sol ou faça chuva... para a semana (que quando chegam os produtos) quero mesmo recomeçar o ginásio. Devagar, devagarinho... mas para quem tem andado sedentária como eu... tudo o que seja mais que levantar os bebés aos colo, já é coisa boa!

 

Bem, como eu tenho este kit ( e outros, podem ver aqui na página) na minha página de vendas on line ( já viram aí no lado direito da página os links para as minhas páginas de nutrição e beleza?), se vocês quiserem entrar neste desafio comigo... consigo vender-vos tudinho com 10% de desconto, que ainda são 27 euros, olhem que vale a pena ;) Ah e lembram-se de eu perguntar, em cima no texto? "com que garantias"?? Aqui... com 60 dias de garantia de satisfação. Se não gostarem, ou obtiverem resultados, a Bodykey devolve-vos o dinheiro, desde que consigam provar que tomaram tudo direitinho e não fizeram almoçaradas e jantaradas enquanto seguiam o programa claro! ;)

10433284_673087136094320_8904482942494953505_n.jpg

 Seja como for... eu espero que  estes meus "ajudantes de batalha"  (os suplementos, os super alimentos e.. a preserverança aiiii), sejam inseparáveis aqui da Mendinha (dá para trazer os pacotes de sopa para o office por exemplo, o que me pode facilitar a vida) e me foquem no meu desejo de começar o ano saudável e mais magrinha. Apetece-me sentir-me melhor comigo mesma e só o fato de estar a investir em mim, me ajuda a focar na positividade.

 

Quem está comigo? Bom ano minha gente! (Alguma dúvida enviem MP)

 

A alimentação em idade escolar

 

E já que estamos a começar um novo ano, vamos começar bem não acham?

 

A alimentação é, e acho que não restam dúvidas, a base da construção, crescimento e manutenção do organismo.

Comer é essencial à vida. Se comemos mal, funcionamos mal. É na infância que se dá a aquisição e consolidação

de hábitos alimentares. Aquilo que as crianças comem durante o seu crescimento e a maturação biológica, assume

uma enorme importância para a sua saúde e bem-estar, bem como para os adultos que eles virão a ser. Durante a

infância, a alimentação equilibrada potencia a capacidade para estudar e aprender, comunicar, pensar e imaginar,

ou seja, tem uma influência positiva no desenvolvimento emocional, intelectual e social. Fisicamente, aumenta a

capacidade de defesa contra as doenças, promove um crescimento saudável, dá energia e dinamismo físico.

A responsabilidade na educação alimentar é dos pais, dos familiares e da escola...afinal são estes são os modelos

diários, que acabam por ser seguidos, imitados e incutidos. Deixemo-nos de comodismos e facilitismos! Há muito

trabalho a fazer!

               

Deixo-vos aqui as dicas fundamentais que devem seguir...

 

• A roda dos alimentos, 100% criação portuguesa, é um guia óptimo para indicar o caminho certo! Sigam a

roda dos alimentos!

 

• Todas as refeições têm a sua importância ao longo do dia, mas o pequeno-almoço é uma refeição

imprescindível, particularmente em idade escolar, para ajudar na concentração, na promoção de um

comportamento tranquilo e na melhoria de variáveis psicomotoras, nomeadamente ao nível do movimento

e precisão de gestos. A omissão desta refeição pode estar relacionada com a diminuição da capacidade

intelectual, qualidade geral do trabalho, sonolência e fadiga. Não tomar o pequeno-almoço também

implica uma menor ingestão de vitaminas e minerais e consequentemente uma maior ingestão de gorduras

saturadas, e está relacionado com o aparecimento de cáries dentárias, problemas intestinais e os problemas

de sono. O pequeno-almoço deve ser composto por leite ou um substituto deste, fruta e pão ou cereais.

 

• De uma forma geral, a alimentação diária deve incluir cereais e derivados, leite ou substitutos deste,

produtos hortícolas e sopa de legumes (ao almoço e ao jantar), mais peixe do que carne, e 3 a 5 peças de

fruta.

 

• As horas de refeição devem ser momentos de partilha e de convívio! Conversar e saborear, sentados à mesa,

sem pressas! Mas é importante que estabelecer regras e horários.

 

• Coma e incentive o consumo de sopa em casa. Na escola deverão ser as auxiliares, professores ou dietistas

de serviço a fazer essa sensibilização na hora da refeição.

 

• Nunca use a comida como prémio: “se te portares bem, dou-te um doce!”

 

• As crianças devem ser incluídas aos processos de manipulação e confecção dos alimentos, ou seja... devem

pôr a mão na massa! Partilhe os cozinhados com o seu filho sempre que for possível!

 

• A ingestão de doces e comida “fast- food” deve ser esporádica. São prejudiciais se consumidos

frequentemente...se gosta do seu filho, não abuse nem o deixe abusar destes alimentos!

 

• Planeie, antecipadamente, com o seu filho o lanche a levar para a escola. Este deve ser composto por

iogurtes, leite, sumos de fruta pontualmente, fruta, pão com compota, queijo, fiambre, queijo fundido,

etc. Não inclua bolachas com creme, batatas fritas, refrigerantes, bolos, chocolates, croissants entre outros

alimentos pouco saudáveis no lanche do seu filho.

 

• A água está no centro da roda dos alimentos! É vital! Habitue os filhotes a levar sempre uma água na

mochila!

 

• Normalmente as crianças rejeitam alimentos que desconhecem. A introdução de alimentos novos deve ser

feita calma e gradualmente; Nunca desista e dê o exemplo!

 

• As crianças devem aprender a desfrutar da actividade física, devem aprender, antes de mais, a brincar!

Reduza o tempo “não-activo” dispendido com a televisão e jogos de computador.

 

Nunca é demais lembrar que a obesidade é uma doença e atinge cada vez mais a população infantil. Uma criança

obesa ou com uma alimentação errada, será certamente um adolescente e adulto com problemas de saúde. No

futuro terá mais probabilidades de sofrer de patologias cardiovasculares, diabetes tipo II, colesterol elevado e

hipertensão, sem esquecer os distúrbios da personalidade, decorrentes do estigma de ser gordo.

Então...vamos a isto?

As Barrigas.. vistas pelo umbigo da minha ( ups... de dentro da minha tenda...)

 

O meu tempo é curto tão curto... entre Barrigas de Amor, posts pendentes da Barriga Mendinha, uma sessão louca de fotos feita hoje com 6 mudas de roupa com o Pau Storch, mais uma Matilde Estrela a acordar as 6 da manhã e um Afonso Luz a pedir-me agora de noite extrema atenção (e ainda bem!!)... com 4 sets de dj esta semana e ainda preparação dos mesmos, mais cenas de bancos, contabilistas, escolha de escritório e... reuniões... bem.... pronto, só para vos dizer que... não me vou alongar muito em descrições sobre o maravilhoso evento de ontem.. porque...estou podreeee.

 

Vou deixar que as imagens falem por si. Por falta de tempo... mas também por falta de palavras para descrever a grande felicidade que foi, ter, a meu lado um grupo fantástico de mulheres e projetos que deram cor e ofereceram interesse ao meu projeto e stand Barriga Mendinha.

 

Começámos todas, o dia, em pânico... porque.. chovia a potes (e a montagem do espaço foi feita nesse ambiente e de pézinho molhado...), mas afinal, a partir do meio dia, a tempestade passou a bonança e o Parque dos Poetas, em Oeiras começou a ficar povoado de famílias giras e desejosas de ver as lojinhas, conhecer os projetos e ver os espetáculos preparados para elas.

 

E assim foi! E nós.. fizémos parte deste grande dia, desta grande festa, desta grande e simpática família.

 

O ESPAÇO BARRIGA MENDINHA

(Decoração da Momentos & Detalhes e bolo da N'Cakes)

                    

                    

                    

                    

                    

 A MONTAGEM (à chuva lol)

                    

O PROGRAMA DO STAND BM 

                    

 A ATIVIDADE I (Jogo dos Afetos pela Dra Carla Gaspar - Psicologia infantil e do adolescente)

                    

                     

ATIVIDADE II (workshop de imagem para Mamãs pela stylist Bebiana Azevedo Sabino - White Loft Outlet)

                   

                    

ATIVIDADE III (Beauty Salon Advisr com make up da Mary Kay)

                    

                    

                    

                    

ATIVIDADE IV ( workshop de nutrição e dicas de dietética infantil e juvenil pela Dra Marta Correia Simões ou se preferirem... Gourmarta )

                    

                    

                     

AS PESSOAS

Eu...

                   

 Um dos manos organizadores do evento, o João Poiares... quado se apercebeu que ia ficar um dia de sol ***

                   

A visita da bloger Caco Mãe, Ana Lemos ;)

                   

E.. o grupo (quase) todo completo das incansáveis colaboradoras e parceiras deste dia maravilhoso;)

                    

A minha publisher Sofia e a nossa dietista Marta ;)

                     

O meu orgulho nos pormenores da decoração

                     

A visita da minha família, que veio ter connosco depois de almoço e cuja visita me deixou tão contente :)

Matilde Estrela...

                     

E Afonso Luz *

                    

Ah... e as brincadeiras de fim de tarde, dos "meus homens" a que assisti e fotografei de dentro da nossa tendinha;)

                    

A Dj Mendinha (o meu alter ego músical infantil), ainda atuou no mini-palco... já estava eu meia de rastos, mas embuída pela energia do público e dos meus babies..  e então...lá deu a volta e... tcharam!!! Lá conseguiu uma hora de música energética atirando-se a muitos pulos e pinotes e assim se fechou este grande dia com um "sunset infantil" à maneira...

                    

                   

 

Vejam mais AQUI sobre a Dj Mendinha 

E AQUI mais fotos sobre a nossa participação neste evento ;)

O nutricionista Alexandre Fernandes dá-nos as dicas de ouro para evitar os excessos das festas que aí vêm...

Evitar os excessos do Natal e do Ano Novo

 

 

 

 

Quando se fala do Natal imediatamente nos vem Evitar os excessos à cabeça, os conceitos de família, reunião, presentes, comida, comida e mais comida...

Tudo parece que fica mais agradável, saboroso e com requinte e sofisticação que não se encontra no nosso dia a dia, mesmo que seja aquela refeição que estamos habituados a comer quando almoçamos na casa da mãe, da sogra ou da tia.

É nesta altura que as mesas estão repletas de uma variedade de pratos, um mais colorido e saboroso do que o outro. Normalmente, deseja-se experimentar todos, não é verdade?...Alimentos pouco consumidos durante o ano, e então para “matar as saudades” costuma-se comer demais. Pode-se comer tudo, desde que se saiba discriminar as opções mais calóricas e experimentar um pouco, mas realmente um pouco, de cada prato, mas nunca comer demais.

O que é preciso é serenidade. Se for possível tenha a atitude simpática de colocar no seu prato apenas o que lhe trará sensações boas, sem pensar no depois e no que lhe possa originar culpa.

 

E as sobremesas…

No caso das sobremesas, elas devem ser escolhidas cuidadosamente, de nada adianta fazer uma boa selecção dos alimentos durante o jantar e depois se entregar a todos os doces sem restrições. Em geral, as sobremesas são ricas em calorias por possuírem grande quantidade de gordura e açúcar. Deve-se procurar escolher uma das sobremesas entre as seguintes opções de: frutas frescas, salada de frutas, gelatinas e barrinhas de cereais.

As frutas oleaginosas como as nozes, castanhas, avelãs, amêndoas, pinhões e outros não contêm colesterol, mas são uma boa fonte de gorduras. Como resultado, engordam. Se cair na tentação, prefira este tipo de frutas ao natural, ou seja, não se deve enfeitar bolos, tortas, pudins e outras sobremesas com este tipo de frutas porque o valor calórico aumentará e muito.

 

 

 

 

 

Recomendações Alimentares

 

 

Para quem está a emagrecer ou a pensar fazê-lo, o primeiro passo é não perder da mente o objectivo de emagrecer. Por isso, que tal nesta época festiva começar o mês sem exageros? Aqui vão algumas recomendações para que a data possa se limitar a uma confraternização e não a uma confusão alimentar.

 

- Não faça como em todos os anos em que a noite do dia 24 de Dezembro e do Ano Novo seja um exagero no consumo alimentar. Por isso, deve-se dispensar todo o tipo de alimentos altamente calóricos e deve-se optar por uma refeição leve, por exemplo um pouco de carne com batatas e uma salada bem diversificada, mas cuidado com os molhos. Para quem quiser seguir a tradição o bacalhau cozido, também é uma óptima opção;

 

- Coma lentamente e saboreando um alimento de cada vez. A mastigação adequada é um passo importante na manutenção do peso corporal, pois o simples exercício de movimentar o maxilar estimula o centro da saciedade (localizado no hipotálamo), fazendo com que a pessoa fique satisfeita mais rápido, com um menor volume de alimentos. Assim, na hora de se deliciar com o jantar, lembre-se de mastigar várias vezes cada porção de alimento;

 

- Estabeleça horários para as refeições, não salte nenhuma delas e muito menos coma nos intervalos das mesmas;

 

- Faça entre 5 a 7 refeições diárias: pequeno-almoço, meio da manhã, almoço, merenda, jantar e ceia. Mas não se esqueça, não exagere nas quantidades;

 

- Se cometer excessos na noite da consoada e nas seguintes, deve pensar e identificar os factores que fizeram tomar tais atitudes, para tentar corrigi-las no Ano Novo;

 

- Não se deve ir para a noite da consoada com fome. Por isso se normalmente vai para casa de familiares, antes opte por uma pequena refeição rica em cereais ou frutas frescas;

 

- Deve-se planificar as compras. Antes de ir ao supermercado, praça ou ao mercado, fazer uma lista de compras do que é estritamente necessário. Só assim é que se evita os alimentos mais calóricos.

 

- Deve-se criar o hábito de ler o rótulo dos alimentos que compramos. Ter atenção às calorias por porção (ou quantidade), aos vários tipos de ingredientes e evitar os produtos que tenham muita gordura saturada e colesterol;

 

- É fundamental ter sempre em casa frutas frescas. Não é por estarmos numa época festiva que se poderá consumir em grandes quantidades frutas oleaginosas e/ou secas;

 

- Consumir fibras é sempre uma boa opção para aumentar a saciedade (“sensação de estômago cheio”). Deve-se preparar saladas incluindo algumas leguminosas como as ervilhas, lentilhas, soja, milho e outras. Além de aumentar a sensação de estômago cheio, as fibras ajudam no funcionamento intestinal;

 

- Deve-se optar pelas carnes magras (como as aves, o coelho e alguns peixes) e quando prepara-las retirar a pele e a gorduras visíveis, isto porque para além de possuírem muita gordura, aumentam o valor calórico do alimento;

 

- Prefira confeccionar os alimentos em assados, cozidos ou grelhados;

 

-Cozinhe com o mínimo possível de manteiga e/ou banha, escolha e dê preferência aos óleos vegetais, principalmente o azeite;

 

- Inicie a refeição sempre pelas saladas e pelos legumes cozidos para não exagerar na carne ou no peixe e nos acompanhamentos;

 

- Sempre que se encontrar dificuldade em resistir a algum alimento típico da quadra natalícia e que se goste muito, deve-se comer apenas metade da porção (ou da quantidade) que se está acostumado;

 

- Não se deve ficar mais do que 4 horas sem se alimentar, isto fará com que se consuma maior quantidade de alimentos na refeição seguinte;

 

- Deve-se preferir a ingestão de água, a sumos e bebidas alcoólicas. É bom para hidratar o organismo (principalmente quando houve o abuso na ingestão de bebidas alcoólicas) e para evitar a ingestão de alimentos fora dos horários das refeições (deve-se ingerir um copo de água ou de uma infusão toda vez que se tiver aquela vontade de “petiscar” alguma coisa diferente). Por isso, hidrate-se e consuma pelo menos 2 litros de água ou líquidos por dia;

 

- Deve-se evitar as bebidas alcoólicas durante o Natal. E deixe para aproveitar e brindar no Ano Novo. Mas lembre-se: 1g de álcool fornece-nos 7 calorias, então nada de exageros. Por este motivo, entre as opções, prefira os champanhes, do que as cervejas ou vinhos;

 

- Não deve desistir do objectivo a que se propôs, só porque engordou uns quilinhos, tente esforçar-se ao máximo e eliminar o peso adquirido. Uma primeira opção seria intensificar o gasto energético nos dias seguintes ao Natal e no princípio do Ano, o que pode ser viável para algumas pessoas (praticando musculação, natação, hidroginástica, etc, ou seja, para quem frequenta algum health club). Se não praticar exercício físico, uma simples caminhada diariamente, pode ajudar muito na manutenção do peso corporal;

 

- Lembre-se sempre de que o mais importante é mudar os hábitos alimentares através de uma reeducação alimentar, são os maus hábitos que fazem perder o controlo sobre a nossa alimentação.

 

 

Um conselho…

O jantar da noite da consoada, pode ter o habitual Bacalhau Cozido com Todos, ou pode-se preferir um outro prato. Neste caso, aconselha-se: Perna de Cabrito no Forno.

 

 

 

 

 

E como fazer

 

Ingredientes:

2 kg de perna de cabrito

1 kg de batatas

1 cenoura grande

2 cebolas médias

4 dentes de alho

2 dl de azeite

2 dl de vinho branco

2 colheres de sopa de pimentão

1 folha de louro

Alecrim, sal e pimenta q.b

 

Preparação:

Colocar a perna de cabrito num recipiente, juntar o louro, o alecrim, os dentes de alho picados, o pimentão e rege com o vinho. Tempere com sal e pimenta e deixar marinar um pouco

 

Sugestão: Acompanhar este prato, com salada de alface e tomate. Quem preferir pode acompanhar com um pouco de feijão-verde cozido.

 

Calorias: 1120Kcal

Proteínas: 73g Gordura: 61g Hidratos de Carbono: 64g Fibra: 6g Vit.A: 715μg Vit.C: 41mg Vit.D: 0mg Sódio: 223mg Magnésio: 170mg Potássio: 2180mg Cálcio: 64mg Ferro: 8mg (Valores estimados por pessoa).

 

Aproveite estas recomendações e os conselhos alimentares, e evite ganhar alguns quilinhos que se acumulam durante esta época. Acima de tudo, deve procurar não cometer os mesmos erros da noite da consoada, na noite do Ano Novo e entre em 2004 de uma forma mais light.

 

 

Alexandre Fernandes – Nutricionista

Consulte: www.bemnutrir.com

Texto retirado do livro: Alimentação à Lupa, da Editora Livros Horizonte.

 

 

 

Momentos altos do dia de hoje;)



Como 24...ups .. desculpem 12 horas, podem ter tantas pequenas (e intimas) histórias.

Hoje apeteceu-me, não sei por quê, marcar não só na memória mas também aqui no blog as coisas que se não registadas... daqui a uns dias, sendo a minha vida a "folia" que é... cairiam, obviamente no esquecimento ou ficariam no bolo geral e confuso da minha história de vida e de vivências.


Então cá vai. Hoje, destaco:


1- a obsessão do Afonso Luz pelos seus "Musti Munina e Musti Munino Grânde" e "Musti Munina e Musti Munina Pitunino", os peluches da Mustela que ele não dispensa. 

Dorme com os quatro e... pronto vá lá, vá lá... dispensou um "munina pitunina" à irmã, que sempre que toca num destes é um drama dos grandes. 

Apesar de na primeira fase, não ter sido de grandes ciumeiras, agora que a mana começa a ser mais "pessoa" e a mexer nas coisas dele... ui ui.. às vezes pega fogo. Comportamento perfeitamente normal e que me faz até ter grandes sessões de risadas :) 






2- O momento em que percebi que uns calções de ganga "pilintras"que já não me serviam deste ANTES da gravidez do Afonso me caem que nem ginjas!!

Agora que estou tão focada numa alimentação saudável e ginásio, é sempre um motivo de orgulho sentir que o esforço está mesmo a compensar. E apesar de me andar a sentir melhor e de me ver todos os dias ao espelho... são momentos destes que me fazem ficar orgulhosa e hilariante!!

Agora.. é manter e continuar a treinar com o meu PT Luís Marques e a continuar a malhar no meu Holmes Place!! ( a barriguinha ainda pode e vai ficar mais lisa... a seu tempo...)






3- A primeira refeição sólida que a Matilde Estrela experimentou. Já fez 10 meses e estava já na hora de o fazer... Apesar de ela ser comilona, eu estava ansiosa com o resultado deste dia, podia não correr muito bem, alteração de hábitos, de sabores... enfim...

A verdade.. é que.. foi brutal! A miúda ficou em êxtase, dava pulinhos, pedia mais, quase lambia os beiços ;). A iguaria, era puré de batata e hamburguer de frango picadinho. Que... desapareceu num ápice !!

Bem, a alimentação desta miúda, compensa o drama do sono... sim, para dormir tem sido um filme que nem vos conto. Esperneia, chora, dá coices e dá-me murros e aperta-me LOL. Até.. que cai para o lado e adormece ( entre meia a uma hora disto quase todas as noites, já viram??)






E pronto... no meio disto... ainda fui à I4DJ, a escola de produção e djs de um amigo meu, fui buscar material de som do restaurante Eleven, onde toquei há dois dias, fui ao ginásio, corri meia hora, fiz uma aula de "abomináveis" e ainda um circuito nas máquinas, cozinhei o almoço e fiz sopa para os meninos já para o jantar, fechei uma data para Outubro, passei na Mag Dance, a minha agência, fui buscar os babies à escola, fomos dar um beijinho ao Papi Gú ao hospital na vinda para casa... e claro... tratei do nosso blog e Facebook..

Uff... kiss kiss... agora.. é hora de novelas da Sic :)

Boa noite miúdas!!






Como ter uma alimentação saudável durante o tempo quente. Pelo nutricionista Alexandre Fernandes






O Verão é a estação do ano mais propícia ao lazer, especialmente para as idas à praia e
à piscina, para os passeios ao sol, a prática de exercício físico e para apreciar a natureza.
Mas, para poder tirar o máximo partido de um Verão agradável, sem preocupações e
mantendo a Saúde é necessário seguir algumas recomendações:


• Cuidados na Armazenagem e Conservação dos Alimentos

É necessário relembrar que no verão, devido às temperaturas elevadas, os alimentos
podem-se deteriorar mais rapidamente. Assim, ao comprar frutas, verduras e legumes
devemos analisar atentamente o seu estado geral, evitando comprar aqueles que
estiverem murchos, manchados e pisados. A armazenagem deve ser feita logo após
as compras e sob refrigeração. Para isso devem utilizar-se as gavetas inferiores do
frigorífico para as frutas e verduras. Também não se deve esquecer que existe no
frigorífico a parte da congelação, para o armazenamento das carnes e peixes em geral.

As carnes só devem ser conservadas no frigorífico a temperaturas de refrigeração,
quando consumidas no próprio dia em que foram adquiridas. Dessa forma, pode-se
evitar o crescimento e o desenvolvimento de microrganismos prejudiciais à saúde, pois
o consumo de alimentos mal conservados pode conduzir a intoxicações alimentares.

Na praia, onde as temperaturas costumam ser mais altas, deve-se ter um cuidado
especial, por isso, devem-se conservar os alimentos em caixas ou bolsas térmicas e
mesmo em tupperware. Há que ter atenção às sanduíches feitas, especialmente às que
contenham patês, maionese, ovos… pois podem estragar-se facilmente. A refeição ideal
terá frutas e saladas variadas bem lavadas, uma sanduíche de pão de mistura com queijo
flamengo, peito de peru, tomate e cenoura ralada!




• Hidratação

É nesta altura que as perdas de líquidos e de sais minerais pelo organismo são
superiores comparativamente com outras estações do ano, devido à transpiração
excessiva, ao esforço físico ou a alterações do tracto gastrointestinal provocadas pela
ingestão de alimentos contaminados ou mal conservados, que podem levar a vómitos e
diarreias.

Para prevenir a desidratação, devem-se vestir roupas mais leves, fazer exercício
físico nos períodos mais frescos do dia (antes das 10h ou depois das 17h), preferindo
locais arejados e com sombra, e deve-se essencialmente, estar atento à selecção,
conservação e à forma de preparação dos alimentos, não esquecendo de ingerir líquidos
constantemente.


Um adulto perde em condições normais um volume de aproximadamente 2,5 litros
de água por dia. Assim, a ingestão diária deve cobrir a sua eliminação. As frutas e os
legumes contém entre 70 e 95% de água, um ovo contêm 75%, as carnes, aves e os
peixes, entre 40 e 60% e os pães só 35%. O volume restante, de aproximadamente 1,5
litros, deverá ser ingerido sob a forma de líquidos como água pura, chás, sumos, caldos,
entre outras alternativas.

Especialmente no Verão, deve-se ter em atenção as bebidas alcoólicas que são
consumidas com maior frequência, como as cervejas. Quando ingeridas em grandes
quantidades, para além de promoverem alterações psico-motoras, estas bebidas podem
levar a uma desidratação maior, pois o álcool “retira” a água das células, agindo como
um diurético, ou seja, estimula a formação de urina, com a consequente perda de água
pelo organismo.

Deve-se recordar que a libertação de suor é, para além da perda de água, a perda de
sais minerais, principalmente sódio, potássio e cloretos, que são fundamentais para
o equilíbrio electrolítico do organismo e que devem ser repostos. Para isso, uma boa
opção são os sumos de frutas naturais, que são boa fonte destes minerais, vitaminas e
de água. Muitas das vitaminas existentes na fruta têm uma acção antioxidante, ou seja,
ajudam a combater os radicais livres (substâncias que aceleram o envelhecimento das
células e o aparecimento de doenças crónicas). Optar pela fruta da época é o que devia
ser recomendado.



• Alimentação



Outro cuidado que se deve ter no verão (e não só no verão como também, nas restantes
estações do ano) e para manter a nossa saúde, diz respeito à nossa alimentação. Embora
haja uma enorme diversidade e disponibilidade de frutas, verduras e legumes durante
o verão, e estes sejam alimentos ricos em vitaminas, sais minerais, água e fibras, o seu
consumo não vai completar as necessidades diárias dos outros nutrimentos, tais como
proteínas, hidratos de carbono e gorduras.
Apesar do aumento das temperaturas durante o verão provocarem uma ligeira inibição
do apetite, deve-se tomar cuidado com os petiscos e sobremesas, geralmente muito
calóricos e de difícil digestão devido ao elevado teor de gorduras. Uma boa opção será
consumir alimentos menos calóricos e mais saudáveis, substituindo os fritos pelos
assados no forno, os gelados de leite por alguns gelados de frutas, o chocolate por
barrinhas de cereais, etc.


Uma alternativa para contornar a falta de apetite será o consumo de alimentos de
fácil digestão como as saladas, enriquecendo-as com um alimento rico em hidratos de
carbono como batata, massas ou leguminosas secas (milho, ervilhas, favas, lentilhas),
um alimento fonte de proteínas como os queijos magros, fiambre, atum ou ovos. Para temperar
, pode-se usar uma fonte de gordura dando preferência ao azeite (na sua
composição apresenta gordura monoinsaturada e ácidos gordos essenciais), contudo
nunca se deve esquecer que cada grama de gordura fornece 9 calorias, portanto, deve ser
usada em quantidades moderadas. Devem-se trocar os molhos gordos das saladas por
sumo de limão (boa fonte de vitamina C), ervas aromáticas e para enriquecer as saladas
um iogurte natural magro (também boa fonte de proteínas e cálcio). Usar vegetais
de cores variadas é o ideal, isto para evitar a monotonia alimentar e a deficiência de
nutrimentos.

Desta forma, opta-se por uma refeição de fácil digestão e nutricionalmente equilibrada
que contém alimentos que são boas fontes de vitaminas, água, minerais e fibras
(reguladoras), de proteínas (construtoras), de hidratos de carbono e gorduras
(energéticas). Esse equilíbrio entre os nutrimentos deve estar sempre presente em
todas as refeições do dia, repartidas pelas 3 refeições principais e 2 ou 3 lanches nos
intervalos destas, evitando os fritos e os alimentos muito gordos.

Aumentar a ingestão de alimentos que apresentam reduzido valor calórico, como as
verduras, os legumes, as frutas com casca, as leguminosas secas, os cereais integrais,
entre outros, é o que deveria ser aconselhado.


Aproveite o verão!


Tenha sempre em mente os princípios que regem uma alimentação equilibrada que são:


a moderação, a variedade e o  equilíbrio entre os nutrimentos energéticos (presentes
principalmente nos cereais, tubérculos, farinhas e derivados), reguladores (nas verduras,
legumes e frutas), construtores (na carne, peixe, leite, ovos) e energéticos por excelência
(nas gorduras e óleos).

Uma alimentação equilibrada é a base de uma vida saudável. Aproveite o verão, mas
cuide da sua saúde!




Alexandre Fernandes – Nutricionista



Consulte –www.bemnutrir.com

Bora petiscar uma placenta? ;)





Nem sei bem o que diga... Esta senhora ( Kim Kardashian) está sempre no centro de polémicas..

Lá que é muita bonita é, acho que ninguém discorda disso, e com ela e o seu protagonismo e a sua imagem espalhada pelo mundo fora em tudo o que é revista e publicação do social e de moda, as mulheres com curvas voltaram também a ficar em voga, mas a verdade é que o é, não só pela sua genética, mas também a muito custo.

Muitas horas dedicadas a tratamentos de beleza, unhas, cabelos, muito dinheiro gasto em cremes, quilos de maquilhagem.. e agora...uma "ideia peregrina..": Comer a  própria placenta, para ficar "eternamente jovem". 

Ok, ok.. pronto, podem dizer: " mas cada qual faz o que quiser da sua própria placenta"... e eu digo.. "Pois, sim senhora... e cada um também pode fazer o que quiser com o seu chichi e o seu cócó.." Certo? Mas é nojento, não é??

Não é, no entanto a primeira, talvez a mais falada sim, a mais mediática. E à parte da questão da beleza, diz quem acredita nos benefícios de "paparicar" este orgão... que, o mesmo,  ajuda a combater a depressão pós parto, a repor os nutrientes perdidos durante a gravidez e estimula a lactação... Será?

Enfim, a minha questão, à parte do "nojento da coisa" ( acho que já inventaram comprimidos com as propriedades da "coisinha"- menos nojento... mas no fundo ela tem que vir de algum lado não??) é o sublinhar da obcessão da juventude que me está a meter aqui confusão. Partindo mesmo do princípio que esta "iguaria" até nos rejuvenesce...epá... qual de vocês o faria, para atrasar assim uns aninhos de pés de galinha?

Não entendo o pânico instalado nesta sociedade, no que respeita à maturidade de uma mulher, fogo, a que futilidade nos estamos a entregar??

 E se vira mesmo moda? Já imaginaram? Os hospitais e as maternidades passarão a ter um departamento/ serviço take away de placentas grelhadas, cozidas ou estufadas ? ( sim... li algures que o Tom Cruise comeu a da sua filha, quando esta nasceu e que  existem, nos Estados Unidos uma data de livros que ensinam a cozinhar!! sim, a cozinhar a dita... bahghhhhhgggg!)


E esta heimmmm??

Alguém está numa de experimentar??

Não me "obriguem " a ter um 3º filho, para  conseguir encontrar o elixir da juventude... sim... que as outras duas placentas (das minhas gravidezes)... já eram e não há placenta que se aguente tanto tempo!!! :) - quer dizer.. e alguém já terá pensado em congelar e fazer negócio com isso!?

Nos dias de hoje, parece-me mesmo que vale tudo!!