Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Olá Verão... com um Gelado de Melão!

E depois do último artigo da bem comportada Dietista Marta Simões e as dicas para acabar

com a celulite, eis que volta o diabo da Gourmarta com um pequeno doce pecado! É que

chegou o verão e com ele, o calor e o sol, a praia e a areia, o mar e o sal! O remédio para tudo

isto é refrescar e comemorar...com um gelado de fruta fresca da época!

E o eleito é...o Melão! O melão é uma fruta de verão, hidratante e revitalizante. Cerca de

90% da sua constituição é água e é riquíssimo em carotenos, vitamina C, cálcio, potássio e

magnésio! Além disso, esta fruta agradável e sumarenta tem apenas 27 Kcal por cada 100g.

Ora dito isto, deixo-vos hoje com um gelado de melão polvilhado com canela e folhas de

menta! Para esta receita vamos precisar de 600g de melão fresco aos cubinhos, 120g de açúcar

branco, 200ml de natas para bater bem frescas e uma mais uma colher de sopa de açúcar,

folhas de menta e canela para polvilhar.

Cortar o melão aos cubinhos, juntar o açúcar branco e triturar com a varinha mágica ou

liquidificadora até reduzir tudo a puré. Eu fiz com o melão verde, mas o branco também é

óptimo! À parte, bater as natas com a colher de sopa de açúcar até que fiquem em chantilly.

Juntar os dois preparados e envolver muito bem mas suavemente. Colocar a mistura num

tupperware e polvilhar com canela. Tapar e levar ao congelador durante um dia.

O chato é ter mesmo que esperar um dia...mas está pronto! Um gelado fresco, cremoso e

simples! Ao servirem, polvilhem com folhas de menta picadas! O melão, a canela e a menta

ficam tão bem! Quanto a calorias, não se preocupem! Dependendo do grau de gulodice esta

receita dá para 6 a 8 porções. Contas feitas e 100g de gelado (...que já dá para encher a barriga

e deliciar...) tem apenas 130Kcal!

Espero que gostem!

 

 

receita de GOURMARTA

texto de MARTA SIMÕES (hoje menos dietista... e mais gulosa ...)

Adeus celulite!

               

Ora bem, hoje decidi trazer um tema que é uma verdadeira dor de cabeça para a maioria de nós

mulheres! CELULITE! Esse pesadelo que atormenta sempre com a chegada do verão! A celulite

está muito relacionada com o estilo de vida e a alimentação que fazemos! Portanto hoje fala a

Dietista Marta e a Gourmarta fica a descansar!

 

Numa visão mais clínica, a celulite, que tem o nome pomposo de lipodistrofia ginóide, é a pele

com aspecto casca de laranja resultante da inflamação da camada mais profunda da pele,

hipoderme, na qual se acumula a água e onde existem os adipócitos.

Os adipócitos são células que produzem e degradam gordura e que podem inchar até 100 vezes o seu tamanho. Ao

incharem, vão comprimir o sistema de retorno da circulação, favorecendo a retenção de líquidos,

o que vai alterar a estrutura das fibras de suporte da pele dando origem à celulite.

               

Apesar de podermos ter o peso dos fatores hormonais, genéticos, a existência de má circulação

e o stress, é possível adotar medidas que ajudam a combater este problema.

 

Para começar, alimentação saudável! Ah pois! Não há milagres nem bons resultados sem

mudança e força de vontade! Primeiro, relembro a importância de fazer várias refeições ao longo

do dia, ou seja, pequeno-almoço, merenda da manhã, almoço, um ou dois lanches, se a tarde

for longa, jantar e ceia, se a hora de dormir for tarde! Nunca devemos de ficar mais de três horas

sem comer, o ideal é comer de duas em duas horas. Devemos limitar o consumo de produtos

alimentares ricos em açúcares de absorção rápida (açúcares, bolos, doces, pão de leite e pão

branco...) e também as gorduras e alimentos ricos em gordura (nada de fritos, queijos gordos,

empadinhas e rissóis, croissants...).

               

 

Vamos lá apostar nos cereais integrais, no pão escuro, no arroz e massa integral, na fruta fresca,

nas leguminosas frescas e secas (grão, feijão, favas, ervilhas, etc.), nas hortaliças e legumes, na

sopinha e nas saladas. Toca a reduzir o consumo de sal (um grande responsável pela retenção

de líquidos) e optar por temperar com ervas aromáticas e especiarias, limão, etc.

               

A ingestão de álcool deve ser moderada e bebidas com gás e sumos açucarados nem pensar!

E lá vem a velha mas sempre válida recomendação dos sumos naturais, dos chás ou infusões,

para deixar de lado essas bebidas cheias de açúcar, aditivos e conservantes! Claro que a melhor

bebida é sempre a água, que devemos ingerir com frequência ao longo do dia (no mínimo 1,5L).

Mas nada de radicalismos! Podemos sempre cometer um pecado! Comer um bolinho ou um

gelado, umas batatas fritas ou um folhado, sem fazer disso um hábito diário! O equilíbrio é o

segredo e o bom senso tem que imperar!

 

Para além da importância da prática de uma alimentação saudável e adequada, é importante

mexer o corpinho! O sofá e a preguiça, não ajudam em nada! Não ao sedentarismo! E não há

desculpas! Ginásio, natação, bicicleta, corrida ou simplesmente andar, caminhar, optar pelas

escadas e deixar as escadas rolantes para os que delas realmente precisam! Mexermo-nos, faz

bem ao corpo e à mente, ao coração e ao humor! E um coração saudável e feliz traz amor!

               

As roupas demasiadamente apertadas também não ajudam à boa circulação, pelo que devemos

optar sempre por roupas mais confortáveis.

 

Quando aos cremes anti-celuliticos, poderão ser uma ajuda, depois de seguir todos os conselhos dados anteriormente!

Fazer uma massagem eficaz com um bom creme, poderá ajudar a reduzir a celulite...mas minhas queridas amigas, se

não adquirirem um estilo de vida e uma alimentação saudáveis, não há mezinhas! Nem dicas

nem segredos que vos valham! Alimentem-se bem, mexam-se e o benefício será geral!

 

               

Ora bem, hoje decidi trazer um tema que é uma verdadeira dor de cabeça para a maioria de nós

mulheres! CELULITE! Esse pesadelo que atormenta sempre com a chegada do verão! A celulite

está muito relacionada com o estilo de vida e a alimentação que fazemos! Portanto hoje fala a

Dietista Marta e a Gourmarta fica a descansar!

 

Numa visão mais clínica, a celulite, que tem o nome pomposo de lipodistrofia ginóide, é a pele

com aspecto casca de laranja resultante da inflamação da camada mais profunda da pele,

hipoderme, na qual se acumula a água e onde existem os adipócitos.

Os adipócitos são células que produzem e degradam gordura e que podem inchar até 100 vezes o seu tamanho. Ao

incharem, vão comprimir o sistema de retorno da circulação, favorecendo a retenção de líquidos,

o que vai alterar a estrutura das fibras de suporte da pele dando origem à celulite.

               

Apesar de podermos ter o peso dos fatores hormonais, genéticos, a existência de má circulação

e o stress, é possível adotar medidas que ajudam a combater este problema.

 

Para começar, alimentação saudável! Ah pois! Não há milagres nem bons resultados sem

mudança e força de vontade! Primeiro, relembro a importância de fazer várias refeições ao longo

do dia, ou seja, pequeno-almoço, merenda da manhã, almoço, um ou dois lanches, se a tarde

for longa, jantar e ceia, se a hora de dormir for tarde! Nunca devemos de ficar mais de três horas

sem comer, o ideal é comer de duas em duas horas. Devemos limitar o consumo de produtos

alimentares ricos em açúcares de absorção rápida (açúcares, bolos, doces, pão de leite e pão

branco...) e também as gorduras e alimentos ricos em gordura (nada de fritos, queijos gordos,

empadinhas e rissóis, croissants...).

               

 

Vamos lá apostar nos cereais integrais, no pão escuro, no arroz e massa integral, na fruta fresca,

nas leguminosas frescas e secas (grão, feijão, favas, ervilhas, etc.), nas hortaliças e legumes, na

sopinha e nas saladas. Toca a reduzir o consumo de sal (um grande responsável pela retenção

de líquidos) e optar por temperar com ervas aromáticas e especiarias, limão, etc.

               

A ingestão de álcool deve ser moderada e bebidas com gás e sumos açucarados nem pensar!

E lá vem a velha mas sempre válida recomendação dos sumos naturais, dos chás ou infusões,

para deixar de lado essas bebidas cheias de açúcar, aditivos e conservantes! Claro que a melhor

bebida é sempre a água, que devemos ingerir com frequência ao longo do dia (no mínimo 1,5L).

Mas nada de radicalismos! Podemos sempre cometer um pecado! Comer um bolinho ou um

gelado, umas batatas fritas ou um folhado, sem fazer disso um hábito diário! O equilíbrio é o

segredo e o bom senso tem que imperar!

 

Para além da importância da prática de uma alimentação saudável e adequada, é importante

mexer o corpinho! O sofá e a preguiça, não ajudam em nada! Não ao sedentarismo! E não há

desculpas! Ginásio, natação, bicicleta, corrida ou simplesmente andar, caminhar, optar pelas

escadas e deixar as escadas rolantes para os que delas realmente precisam! Mexermo-nos, faz

bem ao corpo e à mente, ao coração e ao humor! E um coração saudável e feliz traz amor!

               

As roupas demasiadamente apertadas também não ajudam à boa circulação, pelo que devemos

optar sempre por roupas mais confortáveis.

 

Quando aos cremes anti-celuliticos, poderão ser uma ajuda, depois de seguir todos os conselhos dados anteriormente!

Fazer uma massagem eficaz com um bom creme, poderá ajudar a reduzir a celulite...mas minhas queridas amigas, se

não adquirirem um estilo de vida e uma alimentação saudáveis, não há mezinhas! Nem dicas

nem segredos que vos valham! Alimentem-se bem, mexam-se e o benefício será geral!

 

 

E como daqui a uns dias é o Dia da Criança, que tal fazermos uma pizza?

 

Vá lá! Levem os vossos filhotes para a cozinha, deixem-nos ser eles a fazer o almoço ou o jantar aí em casa! A Gourmarta ordena!

Não fal mal sujar ou ficar com a ponta do nariz cheia de farinha! O que interessa é que sejam eles a pôr a mão na massa! Diz-me a experiência, quando fazia Ateliers de Culinária nos Atl’s de Verão, que os miúdos adoram!

 

As mãos sujas, a massa peganhenta, tão teimosa e cansativa até ganhar forma, a trabalheira de amassar…e no fim, o brilho orgulhoso nos olhos, quando vêem e pensam: fui eu que fiz! É importante tentar, partilhar, brincar, experimentar…

 

Para a massa precisamos de…

 

…6 colheres de sopa cheias de farinha,

1 colher de café de fermento fresco,

1 colher de café de açúcar,

1 colher de sopa de azeite,

10 colheres de sopa de água

e sal fino q.b.

 

Então fazemos assim…

 

…misturar a farinha com o açúcar e o sal. Colocar o fermento na água e mexer até ficar diluído. O fermento

fresco cheira um bocado mal não acham? Mas faz falta para que a nossa pizza cresça!

Deitar esta mistura da água com o fermento e o azeite por cima da farinha, com o açúcar e o sal e começa

a amassar! Tem que ser com as duas mãos, bem lavadinhas… e aqui é que vai cansar!

 

Amassa, amassa, amassa…até que fique uma massa uniforme e elástica! Enquanto se amassa, pode ser

preciso juntar um pouco mais de farinha, para que a massa deixe de colar! Está pronta quando já não colar

às mãos.

 

Fazer uma bola, colocar num recipiente e tapar com um pano. Deixar repousar durante mais ou menos 1

hora, para que a nossa bola fermente e cresça…! Não vale destapar! Depois de fermentada, já se pode

estender a massa, em cima de uma bancada bem limpa e polvilhada com farinha, com a ajuda de um rolo,

até que fique bem esticada!

Os ingredientes base são o molho de tomate e o queijo mozzarella…Primeiro a polpa de tomate, depois o queijo e por cima, é puxar

pela imaginação! Cebola, mangericão, atum, fiambre ou chourição, azeitonas, ananás, banana, ou camarão!

 

Por fim polvilhar com orégãos e levar ao forno

até que o queijo derreta e a massa comece a

ficar tostada! …e todos para a mesa!

E em latim, já dizia a sábia frase "monet oblectando" ou seja “aprende, brincando!”

 

TEXTO DE: Marta Simões - Nutricionista e Dietista 

RECEITA: Gourmarta

Mini Chefs! Vamos fazer uma Pizza?

 

E como daqui a uns dias é o Dia da Criança, que tal fazermos uma pizza?

 

Vá lá! Levem os vossos filhotes para a cozinha, deixem-nos ser eles a fazer o almoço ou o jantar aí em casa! A Gourmarta ordena!

Não fal mal sujar ou ficar com a ponta do nariz cheia de farinha! O que interessa é que sejam eles a pôr a mão na massa! Diz-me a experiência, quando fazia Ateliers de Culinária nos Atl’s de Verão, que os miúdos adoram!

 

As mãos sujas, a massa peganhenta, tão teimosa e cansativa até ganhar forma, a trabalheira de amassar…e no fim, o brilho orgulhoso nos olhos, quando vêem e pensam: fui eu que fiz! É importante tentar, partilhar, brincar, experimentar…

 

Para a massa precisamos de…

 

…6 colheres de sopa cheias de farinha,

1 colher de café de fermento fresco,

1 colher de café de açúcar,

1 colher de sopa de azeite,

10 colheres de sopa de água

e sal fino q.b.

 

Então fazemos assim…

 

…misturar a farinha com o açúcar e o sal. Colocar o fermento na água e mexer até ficar diluído. O fermento

fresco cheira um bocado mal não acham? Mas faz falta para que a nossa pizza cresça!

Deitar esta mistura da água com o fermento e o azeite por cima da farinha, com o açúcar e o sal e começa

a amassar! Tem que ser com as duas mãos, bem lavadinhas… e aqui é que vai cansar!

 

Amassa, amassa, amassa…até que fique uma massa uniforme e elástica! Enquanto se amassa, pode ser

preciso juntar um pouco mais de farinha, para que a massa deixe de colar! Está pronta quando já não colar

às mãos.

 

Fazer uma bola, colocar num recipiente e tapar com um pano. Deixar repousar durante mais ou menos 1

hora, para que a nossa bola fermente e cresça…! Não vale destapar! Depois de fermentada, já se pode

estender a massa, em cima de uma bancada bem limpa e polvilhada com farinha, com a ajuda de um rolo,

até que fique bem esticada!

Os ingredientes base são o molho de tomate e o queijo mozzarella…Primeiro a polpa de tomate, depois o queijo e por cima, é puxar

pela imaginação! Cebola, mangericão, atum, fiambre ou chourição, azeitonas, ananás, banana, ou camarão!

 

Por fim polvilhar com orégãos e levar ao forno

até que o queijo derreta e a massa comece a

ficar tostada! …e todos para a mesa!

E em latim, já dizia a sábia frase "monet oblectando" ou seja “aprende, brincando!”

 

TEXTO DE: Marta Simões - Nutricionista e Dietista 

RECEITA: Gourmarta

O piquenique perfeito... gourmet, prático e saudável!!

Bem, antes de passarmos à ação... O post em si.. sobre PIQUENIQUES!!! (adorooo) quero apresentar-vos a nossa Marta Simões.. ou antes.. a GOURMARTA ;) Sim, que este é o projeto por que me apaixonei... ao mesmo tempo que me apaixonei por ela, pela pessoa, pela personalidade positiva e num misto de sudável e maroto, se é que me faço entender lol..

 

Ora esta é a Marta (juro que um dia destes a mostro melhor, mas gostei tanto da originalidade e expressão desta foto que teve que ser..) e vai passar a colaborar comigo aqui no blog as 2as e as 4as semanas de cada mês.

 

 

 

 

Et Voilá... antes de avançar, olhem só como esta Marta Dietista Cozinheira ;) se apresenta ao meu núcleo duro Barriga Mendinha:

 

" O meu nome é Marta. Sou dietista de profissão e cozinheira de coração! Licenciei-me em Dietética, pela Escola Superior de Saúde de Faro, Universidade do Algarve. Pelo meu caminho curricular, passei por um estágio curricular no Hospital de Faro, trabalhei num Município, com escolas e refeitórios, colaborei com uma Unidade de Cuidados Continuados. Tenho experiência em Nutrição Clínica e Nutrição Comunitária. Não apoio dietas loucas e desequilibradas.Sou apologista da educação alimentar. Acredito no poder dos alimentos. Adoro meter a mão na massa e brincar com sabores!!"

 

E pronto.. agora que confiam e se vão apaixonar, como eu... vamos às dicas da semana, sobre PIQUENIQUES:

 

 

 

Um piquenique bem planeado pode ser um dia muito especial e as crianças adoram!

 

Escolher bem o sitio, com sombras, cheirinho a pinheiros e musica de pássaros! E se por lá correr uma ribeira, de água fria que o sol aqueceu, a opção “ir ao centro comercial” já perdeu!

 

O menu, esse tem que ser obrigatoriamente leve e seguro!

 

 

Ora se o dia já é tendencialmente de sossego e preguiça, nada de escolher alimentos pesados, de difícil digestão, como feijoadas e “granadas”, enchidos assados e carnes gordurosas que envolvem trabalho, sujidade, grelhadores, carvão e gás, pratos e talheres e uma logística sem fim! Afinal o dia do trabalhador é para não trabalhar, não é?

 

Então vamos escolher um piquenique que exige apenas uma leve preparação em casa!

 

Para o passeio apenas levamos a geleira e a cestinha, a toalha de quadradinhos vermelhos, uns livros e uns brinquedos, e umas almofadinhas para pousar a cabeça, fechar os olhos e ouvir a natureza! Para beber, se estiver calor, nada de refrigerantes, cheios de açúcar e bebidas alcoólicas, estas opções não ajudam em nada a hidratação!

 

 

O conselho é claro, a água, e depois uns belos sumos naturais, de laranja, meloa ou abacaxi, fresquinhos, naturalmente doces e vitaminados, ou um chá frio feito com casca de limão, chá preto, pau de canela e uma pitada de açúcar amarelo!

 

Para comer, nada com  maioneses e natas porque não queremos arriscar acabar o dia com uma forte dor de barriga! Sugiro umas mini sandes de pepino fino ou salmão fumado com queijo creme, ou umas sandes de frango desfiado com ovo cozido e cenoura ralada!

 

Em qualquer uma das sugestões, o azeite e os orégãos são o tempero de eleição! Para acompanhar, porque não umas espetadas de tomate cereja, manjericão e queijo feta ou de melão, uvas e presunto?!

 

Uma salada fresca de alface, gomos de maçã, rodelas finas de limão com casca e hortelã para penicar e umas rodelas de laranja polvilhadas com canela ou raspas de chocolate para finalizar!

 

Um piquenique para saudar a Primavera e os dias mais compridos, as cores e as flores, o céu azul e o sol…se nunca experimentaram agora é a época certa! E, São Pedro, não nos pregues partidas...sê amigo e abre o postigo! 

 

-------