Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Ter um blog... não é tão fácil como parece...

f74c121b202440601f76d82be58e98e7.jpg

Isto às vezes não é fácil. Faz-se mas não é fácil.

 

Isto de ter a obrigação de escrever SEMPRE a toda a hora no blog. Não que desdenhe essa obrigação, longe de mim... fui eu que a crei e agradeço todos os dias o fato de ter seguidoras/es atentas/os e a quem consigo tocar com o que vou partilhando. E é também por isso que não é fácil. Por "vos" falhar. sei lá se não vieram cá ontem de propósito e a porta estava "fechada". Nada de novo há 9 dias Oh God!!...

 

Porque a vida vai andando e uns dias com mais cansaço (e não apetece) e outros dias mais em baixo (e não apetece) e outros dias com tantos temas na cabeça que nem se sabe como e por onde começar (e não apetece). Mas o nó no estômago está cá. Porque sei... que não escrevi. E sei que alguém ( sejam 2 ou 3 pessoas, 2 ou 3 milhões) está à espera.

 

E parece que os dias correm ainda mais depressa, porque no fundo achas que vais ter sempre tempo "hoje" e quando dás por ti, já estás na cama e refilar contra a falta e tempo... e quando notas... estás sem escrever há uma semana e 2 dias! Porque.. porque... sim. E porque a minha cabeça tem andado meio maluca e sem inspiração, acho eu. (sim que isso também existe, ninguém é uma máquina criativa non stop...)

 

Não, não fui de férias (que no fundo nunca tenho efetivamente, dadas as minhas atividades, vou é tendo momentos...), não não estou doente (apesar de ter tido o Afonso malzinho e depois o Hugo a vomitar e eu mesma ter ido uma noite às urgências do Hospital com dores nos ovários..), não não parti o computador (apesar do meu carregador ter ficado 3 dias retido nos CTT, porque me esqueci dele em Peniche, na casa do meu pai e ele mo teve de enviar e entretanto a maquineta ficou sem vida), não.. não nada! Para mim , que sou tão exigente comigo mesma... não há desculpas. Só... um pedido de desculpas. A vocês.

 

Já me aconteceram umas 3 ou 4 vezes desde que tenho o blog, há mais ou menos 3 anos e sempre com uma boa dose de  culpa, acreditem. Por isso, vos digo.. Isto às vezes não é fácil. Faz-se mas não é fácil.

 

Estou aqui. Vocês, leitores "salvam-me" também a  mim mesma. Libertando-me das minhas questões, dos meus fantasmas, sendo os/as ouvintes (leitores/as) que preciso para contar os meus precauços e sentimentos referentes à vida e à minha família. São o barómetro que me faz pensar em todas as opções que faço enquanto mãe. Estou aqui para ficar. E sei que se me alhear um pouco, vocês... pode ser que não. Porque a net e volátil, porque todos vivem de forma muito rápida, porque "como eu há mais" à espera das tais centenas de visualizações que fazem com que te destaques no mercado do digital. Por isso... as coisas fazem-se, mas.. não são fáceis. Existe esta pressão, que eu não quero viver mas que existe, não há volta a dar. Uma semana sem textos... impensável para quem quer ficar por cá como referência.

 

Não apareço aqui há largos dias, mas continuo nas redes sociais, no Instagram, no facebook.. naquilo que considero o rascunho de um blog. Acompanhem-me por lá, não me deixem sozinhas nestas páginas virtuais. Porque estas aqui, as que vejo em branco, dia após dia, aqui no meu amado blog... são para serem cheias da verdade que eu mesma sou. E a verdade, principalmente para aqueles que acham que ter um blog de sucesso, que "funcione" se faz com uma perna às costas...é a de que, quando este espaço se torna rotina e obrigação (mesmo que se goste muito e eu gosto tanto e tanto e tanto...).. Faz-se... mas não é fácil.

 

E é isto. Estar aqui vale a pena, mesmo que me tenha desfocado por uns momentos. Mea culpa, mea culpa! E... quem confessa não merece castigo, pois não? (não se preocupem que eu já me autoflagelo suficientemente lol)

 

Beijo e até já. Im Back. E com tanto para contar e tantas novidades que vou por aí descobrindo dentro deste nosso universo maravilhoso de mães e mulheres atentas à sociedade e aos afetos. Não perdem (nem eu..) por esperar ;) Love you Followers ....

 

6 dias? Porra!...

Acho que nunca tive tanto tempo sem vir aqui. Seis dias em silêncio... e acreditem que sempre com o coração e o pensamento em sobressalto por isso. Ter-vos (como seguidores) e ter este espaço priviligiado de partilha é algo que me lisonjeia. Sei que lutei por ele com toda a minha alma, mas sei que ao virem aqui, vos devo também um agradecimento, primeiro por me terem descoberto, depois por me terem continuado a visitar e agora, dois anos e pouco depois deste Barriga Mendinha ter nascido, por continuarem a ter interesse em seguir as minhas escolhas, pensamentos, sugestões, dúvidas e..  a minha/nossa vida.

 

E é dela que vos falo hoje, de coração aberto. Da minha vida... Quero dizer-vos que todos falhamos e até eu, que pareço sempre tão imparável, falho em tantas áreas da minha vida. Bem, talvez não seja "em tantas" que quero dizer, o que quero explicar é que às vezes há que fazer a escolha horrorosa (custa-me mesmo horrores) do que se tem que "deixar para tráz HOJE". E hoje e hoje e hoje... E é uma escolha tão difícil de fazer para que se consiga chegar a tudo o que nos propomos... Umas vezes tive/tenho que abdicar do tempo com a família, outras vezes estou a trabalhar com a cabeça noutro lado ou tenho mesmo que dizer que não a trabalhos de que tanto precisava na altura. Quantas vezes abdico e abdiquei da companhia dos amigos verdadeiros porque, ofereci a conhecidos ou a companheiros de projetos e trabalho o meu tempo, porque assim o tinha que ser.

 

O blog tem sido prioridade na minha vida. Um dos top 5 da minha caminhada atual, sem dúvida. E tenho-o feito sozinha. Não quero desencantar os seguidores de muitos blogs mas a maioria dos de grande sucesso, já não só feitos pela ou pelo autor. Existem equipas que trabalham quer os conteúdos, quer a parte gráfica ou fotografia, a parte comercial, etc... É assim que crescem, que encontram lugar no mercado, é assim que as pessoas vão "esbarrando" com ele por aí noutras páginas. E eu... sozinha...a remar umas vezes a favor, outras contra... 

 

Faz me pensar, alguras vezes, especialmete como estas,em que durante 6 dias completos, o blog não foi atualizado, se o melhor não seria mesmo ter/procurar esse apoio. Tudo bem que o Barriga Mendinha vive muito da forma pessoal como opino e mostro o meu dia-a-dia.. mas existem temas quase universais às mães e mulheres que podiam ser escritos ou coordenados por outros... sei lá... tenho medo de desvirtuar, mas mais medo tenho de vos desapontar... ao desaparecer assim... ai que dilema!!

 

Posso dar-vos a justificação de que tenho estado com ataques de renite horríveis que me fazem sentir constantemente irritadiça e sonolenta. Posso contar-vos que nos últimos 3 dias tive 5 gigs (espetáculos) de 4, 5 horas cada um. Posso contar-vos que em alguns deles tive que eu própria carregar o material e fazer a montagem...Posso contar-vos que fui à RTP. Que tenho dormido mal e pouco.Que andei a ver casas, a visitar familiares, a negociar contratos, a ter reuniões do meu novo projeto. Posso contar-vos que nem os meus amores bebés vi durante estes 3 dias. Porque a vida que escolhi assim mo exige e o trabalho na minha área e estranhamente sazonal e periódicos (tanto posso ter fases assim como semanas ou meses até em que não sou solicitada para um set). Posso contar-vos que, várias vezes abri o "backoffice" do blog para escrever algo e ou adormeci, ou não estava inspirada, ou simplesmente não podia oferecer uma ou duas horas ao meu blog, porque daqui a meia hopra tinha que estar ali ou uma reunião acoli ou estava a meio de um telefonema de trabalho.

 

Hoje, vim cá pedir-vos desculpa e contar-vos que terei que arranjar forma de resolver estes momentos. Tenho tanto tema e post em stand by, ideias na minha cabeça, imagens já colocadas em pastas para vos mostrar isto ou aquilo... e pronto... andei aqui a "pisar ovos" estes dias... ai como me irrita não conseguir ir a todas...

 

Beijo no coração minha gente e amanhã, que é segunda feira e um dia um pouco mais calmo dos que tenho tido... vou tirar o dia para mimar o meu Barriga Mendinha e escrever como ninguém ok?...

 

Ficam algumas imagens dos meus últimos dias. Uma espécie de Best off, para que vocês entendam a azáfama destes dias ( a parte profissional e piriri... que a entre filhos, gripes e dores de cabeça e pijamas e edredon fica para outro post ;)).

1559577_734338203302546_6810751211509513329_n.jpg

1897995_10204956964462349_7608262287545558327_n.jp

10305967_10202021313573562_2154312885299087639_n (

1958081_10205567562375487_942734660022326183_n.jpg

10801488_734685549934478_1531462964601346995_n.jpg

IMG_20141211_223752.jpg

IMG_20141211_220504.jpg

IMG_20141211_212121.jpg

IMG_20141211_224526.jpg

10425081_734787473257619_4301552614447002268_n.jpg

10425081_734787473257619_4301552614447002268_n.jpg

1969252_734786766591023_3756412811687814305_n.jpg

1394783_734791319923901_2878495579960395526_n.jpg

10419570_734868833249483_5019996472811587369_n.jpg

 10407180_735104676559232_8581992618671034686_n.jpg

10750325_735145389888494_7314639797299298953_o.jpg

Eventos:

Christmas Party Marc Jacobs Lisboa

Inauguração Fnac Oeiras

Festa no bar Santiago Alquimista

Open day de Natal da Loja das Meias de Cascais

 

Outfits:

Marc Jacobs (no primeiro evento)

Todos os outros: Tendências Store

 

 

 

A ambiguidade de estar feliz... mas não completa.

Gostava de vos falar da felicidade na ausência. 

 

Ou da Tristeza na felicidade.

 

Ou da dificuldade em gerir a ambiguidade de estar a fazer algo que gostamos, mas nunca nos sentirmos completos.. porque faltam eles.

 

Gostava de vos contar, como é dificil, principalmente quando se exercem profissões em que muitas vezes estamos rodeados de outras crianças... não pensar que queriamos as nossas ali. Mas ao mesmo tempo, não as poder ter. Mesmo.

 

Uma coisa é de vez em quando, e vocês, vêem-me bastantes vezes com os meus filhos em eventos e "coisas e loisas", mas a verdade é que muitas vezes essas "coisas e loisas" não deixam de ser trabalho. É um peso que os artistas carregam muitas vezes... o das pessoas acharem que "aquilo se faz com uma perna às costas" ou que "não custa nada".

 

Apesar do ar descontraído e saltitante, não deixo de ter que estar concentrada, não deixo de ter que dar atenção às pessoas que me observam, ao material, à música, à coerência do set, ao tempo entre as danças e auências da mesa de mistura e o timming das músicas, não deixo que ter que estar disponível para os meninos que são fans da Dj Mendinha e que... provavelmente não fazem puto ideia de que ela (ou eu.. porque "ela" é uma personagem que criei) tem filhotes e sente saudades deles ou está preocupada porque algum deles está doentinho ou que morre com remorsos porque uma vez prometeu ao filhote mais velhos que "iria sempre, sempre que a mãe fizesse de dj para meninos"...

 

Mas pronto é assim. Foi assim este fim de semana. Não deixei de me sentir contente e realizada pela quantidade enorme de gente e  fonte de energia boa que ali, no espetaculo da chegada do Pai Natal ao Forum Aveiro, se gerou... mas... pronto... mas...

 

Cada menino a dançar e a cantar me lembrava o Afonso Luz e cada menina de colo, com ar de marota, me lembrava a Matilde Estrela. E enquanto o meu sorriso fazia parte do meu rosto... eram as suas imagens que faziam o brilho (saudoso) dos meus olhos...

 

E pronto, é isto. Sentimento partilhado e exorcizado. Parece que esta confusão (bem legítima) do coração e que me acompanhava desde o fim de semana, me faz menos peso agora. Isso e o fato de ter regressado logo, logo, mal acabei o show, porque a minha Matita estava doente e o meu Afonso ia com os Avós ao Planetário... e eu mal desliguei da adrenalina do meu dj set.. só pensava em cumprir as promessas de estar presente com ambos e em ambas as diferentes situações ;)

 

10523140_722836027786097_3008788364956675438_n.jpg

10565008_722836084452758_1977109856083809352_n.jpg

10500489_722836134452753_994076967062579477_n.jpg

10538458_722836187786081_3371071637411878809_n.jpg

10394571_722836254452741_6614179284902074183_n.jpg

IMG_1666.JPG

IMG_1660.JPG

Mais info sobre a Dj Mendinha / imagens, vídeos e contacto para a contratar...AQUI .

Não hesitem... a verdade é que continuo a adorar o que faço... ai.... ambiguidade de Mãeeeeee.... grrrr.....

 

 

 

Amor incondicional e terapeutico





Chegada de viagem, exausta. Direta de Viseu, onde toquei ontem.. mas não podia ficar mais feliz... A vida é um mar de sorrisos quando chegamos perto de um Amor tão inexplicavelmente gigante...

 

 

 

O Afonso pediu me leitinho e pão com mel!! (Yupii!! Ele teve quase 4 dias sem querer comer nada, nem goluseimas, emagreceu, temos andado muito melindrados com a gastroenterite que felizmente está a passar!!). Depois vimos agarradinhos o "Menino das Estrelas" no Baby tv, ele disse "Amo a ti" e adormeceu..

 




A Matilde já diz que tem 1 ano com o dedinho e aponta para os piupius do "céu" da casa da avó Cinda  Tão querida... E para fazer as minhas delícias...acabámos agora as duas a noite, agarradinhas a rir e a fazer cucús e miminhos ... 



Tão bom meu Deus!! O resto?... As coisas menos boas, as pessoas e os acontecimentos com a energia trocada, os mal entendidos, as discussões, o cansaço, as injustiças, os problemas??.. Tudo, tudo passa, melhora.. cura ao chegar a este ninho.



Obrigada meus filhos. Vocês são o meu lar... (e quem me dera passar mais e mais tempo com vocês, sem ter que andar tanto tempo fora... talvez um dia, juro que luto diáriamente e com afinco para que esse dia chegue de vez....)

Quando não estás... imagino-te

E assim eu o o Hugo Caetano estamos a começar um projeto criativo giríssimo. Vamos desvendando mais, pouco a pouco ( até porque nós mesmos ainda o estamos a delinear..).
A ideia vai passar por, fotografar-nos a nós, casal,  com vários elementos usados no nosso dia a dia. Sempre como se o outro estivesse mas só em pensamento. Porque no fundo não estará... 
Um casal, que o é, mas o ser. Se é que me entendem? Ou então, um "Não-casal", que ao não ter o outro presente fisicamente, acaba sempre por o ter... Complicado? Talvez, mas muito interessante, tanto do ponto de vista estético (vou publicando algumas fotos do projeto para vocês terem a noção em primeira mão e me irem dando a vossa opinião), como do ponto de vista simbólico.
A Solidão versus a Companhia.
A Presença versus a Ausência.
A Permanência versus a Fuga.
O Amor versus a Indiferença.
Aqui fica a primeira experiência deste nosso Criative Photo Project chamado : " QUANDO NÃO ESTÁS... IMAGINO-TE" :