Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Só eu é que sei....

Ontem à noite:  

 

"...A acabar o dia totalmente dedicado a ti, Matilde Estrela, completamente exausta. Das tuas birras, das tuas exigências, das vergonhas que me fazes passar em publico, das tuas más ondas, dos teus gritos. Mas... Completamente grata, pelos momentos de mimo, de brincadeira, de sintonia e de amor...

 

Sei que és muito difícil e que o trabalho que contigo terei pela frente, vai ser duro, mas tenho a certeza de que nunca te abandonarei na ajuda de te encontrares no caminho certo e de encontrares a tranquilidade que te falta ainda agora. És a personalidade forte da tempestade mas também o doce conforto das nuvens fofinhas.

 

Amo te. E estou aqui sempre... Mesmo que me afastes, que digas que não gostas de mim ou que "a culpa é minha" nem sei bem já do quê...

 

Eu sei, meu bem..eu sei que um dia mais tarde, estes dias e historias difíceis serão piada entre nós, enquanto a amizade entre mãe e filha for a nossa cumplicidade do dia a dia certo, amor meu!? Certo...?... Ai como desejo que chegue essa época...

 

-Fotos tiradas hj no #bounce ( foi o possível, já que não quis tirar fotos comigo..), no #aniversariodocanalbigs... Entre gritos, amuos e vergonhaças e tentativas de mãe mostrar em público uma calma e normalidade, que no fundo, ao fim de muitas horas "disto" já não o eram nada...-

 

15232185_1338878549464979_8605799902875272141_n.jp

 

Pai e mãe tatuam mancha igual à filha...

Quando a pequena Honey-Rae nasceu, apresentou dificuldades para respirar e precisou de ser transferida com urgência para uma unidade de tratamentos intensivos. As complicações do parto foram rapidamente resolvidas pelos médicos, mas deixaram marcas. Em toda a lateral direita do corpo da menina, do dedo grande até às costas, ficou a existir uma grande mancha vermelha a cobrir a pele.. A marca de nascença não apresenta qualquer perigo de saúde, mas pode tornar a criança alvo de dedos apontados, gozo, pena... – sejamos sinceros: crianças e adultos podem ser bastante cruéis.

pais-tatuagem4.jpg

 Na tentativa de que nada disso aconteça com a filhota, os ingleses Tanya e Adam Phillips, pais da menina, tomaram uma corajosa decisão: resolveram tatuar uama marca semelhante neles próprios, de forma que a criança não se sentisse diferente deles. “Apesar de ela ser perfeita, aos nossos olhos, eu sabia que outras pessoas iriam cruelmente apontar e olhar para ela. Durante os primeiros meses de vida, sempre que saíamos de casa, eu fazia questão que suas pernas estivessem cobertas. Eu não conseguia lidar com estranhos olhando curiosamente ou sussurrando comentários“, contou Tanya ao jornal inglês Mirror.

 

O casal, que já tinha vontade de fazer uma tatuagem igual, não pensou duas vezes quando os olhares e comentários aumentaram: eles iriam encarar o problema juntos. Agora, com pernas descobertas e manchas à mostra, a família está mais tranquila e pronta para garantir que a menina não se deixe abalar pela marca. “Algumas pessoas vão dizer que é estranho e vão pensar que o que fizemos é extremo, mas na nossa visão nós fizemos isso para garantir que Honey-Rae não se sinta diferente. Agora a família toda tem a mancha chata mas que nos uniu ainda mais“, afirmou.

 

Existe amor maior do que a da paternidade gente minha, já viram?...

 

pais-tatuagem1

pais-tatuagem2

 

pais-tatuagem5

Todas as fotos © Collect

Gosto de todas as coisas da tua cara e do teu corpo...

 

IMG_201412335_032518.jpg 

Afonso Luz deitado na minha cama, à noite, já a preparar-se para dormir, enquanto eu no quarto, no lusco fusco, me despia e vestia o pijama:

 

-Ó mãe... és bonita!

 

Como ele o diz tantas vezes, mesmo... mais de 10 por dia ;) eu respondi num tom querido:

 

- Ó Amor, disses isso tantas vezes que já nem sei o que dizer, fico até envergonhada...

 

Ele:

 

- Não fiques Mãe.. é que és. Gosto mesmo de todas as coisas todas da tua cara e do teu corpo.... ;)

 

Engatatãoooo.....

A ambiguidade de estar feliz... mas não completa.

Gostava de vos falar da felicidade na ausência. 

 

Ou da Tristeza na felicidade.

 

Ou da dificuldade em gerir a ambiguidade de estar a fazer algo que gostamos, mas nunca nos sentirmos completos.. porque faltam eles.

 

Gostava de vos contar, como é dificil, principalmente quando se exercem profissões em que muitas vezes estamos rodeados de outras crianças... não pensar que queriamos as nossas ali. Mas ao mesmo tempo, não as poder ter. Mesmo.

 

Uma coisa é de vez em quando, e vocês, vêem-me bastantes vezes com os meus filhos em eventos e "coisas e loisas", mas a verdade é que muitas vezes essas "coisas e loisas" não deixam de ser trabalho. É um peso que os artistas carregam muitas vezes... o das pessoas acharem que "aquilo se faz com uma perna às costas" ou que "não custa nada".

 

Apesar do ar descontraído e saltitante, não deixo de ter que estar concentrada, não deixo de ter que dar atenção às pessoas que me observam, ao material, à música, à coerência do set, ao tempo entre as danças e auências da mesa de mistura e o timming das músicas, não deixo que ter que estar disponível para os meninos que são fans da Dj Mendinha e que... provavelmente não fazem puto ideia de que ela (ou eu.. porque "ela" é uma personagem que criei) tem filhotes e sente saudades deles ou está preocupada porque algum deles está doentinho ou que morre com remorsos porque uma vez prometeu ao filhote mais velhos que "iria sempre, sempre que a mãe fizesse de dj para meninos"...

 

Mas pronto é assim. Foi assim este fim de semana. Não deixei de me sentir contente e realizada pela quantidade enorme de gente e  fonte de energia boa que ali, no espetaculo da chegada do Pai Natal ao Forum Aveiro, se gerou... mas... pronto... mas...

 

Cada menino a dançar e a cantar me lembrava o Afonso Luz e cada menina de colo, com ar de marota, me lembrava a Matilde Estrela. E enquanto o meu sorriso fazia parte do meu rosto... eram as suas imagens que faziam o brilho (saudoso) dos meus olhos...

 

E pronto, é isto. Sentimento partilhado e exorcizado. Parece que esta confusão (bem legítima) do coração e que me acompanhava desde o fim de semana, me faz menos peso agora. Isso e o fato de ter regressado logo, logo, mal acabei o show, porque a minha Matita estava doente e o meu Afonso ia com os Avós ao Planetário... e eu mal desliguei da adrenalina do meu dj set.. só pensava em cumprir as promessas de estar presente com ambos e em ambas as diferentes situações ;)

 

10523140_722836027786097_3008788364956675438_n.jpg

10565008_722836084452758_1977109856083809352_n.jpg

10500489_722836134452753_994076967062579477_n.jpg

10538458_722836187786081_3371071637411878809_n.jpg

10394571_722836254452741_6614179284902074183_n.jpg

IMG_1666.JPG

IMG_1660.JPG

Mais info sobre a Dj Mendinha / imagens, vídeos e contacto para a contratar...AQUI .

Não hesitem... a verdade é que continuo a adorar o que faço... ai.... ambiguidade de Mãeeeeee.... grrrr.....

 

 

 

" A minha Mãe está apaixonada por mim" ..

O pai , vem buscar o Afonso Luz para ir aos anos do primo Vicente.


Eu despeço-me, cá de cima e entre "conversinha de janela" e "tchaus, até jás", eu digo: "Te amo filho"!!


Ele retribui... "Te amo Mãe" a alto e bom som e entra no carro.


Depois, já mais baixinho em tom de segredo, vira-se para o pai e maroto diz:

" Sabes?... a minha Mãe está apaixonada por mim"...

10301418_716052915131075_8866474129776136041_n.jpg

Fotografia: Pau Storch