Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Ganhem saúde... e 3 livros top da nutricionista Lillian Barros!

E no meio de tanta festa no "meu" Outubro (ainda faltam 2 festas de Halloween e 2 festas do 3º aniversário da minha Matita... ufff)... acho que é a altura ideal para começar a estruturar um novo detox. Sim... que bem preciso de desentoxicar o organismo dos excessos....

IMG_20151026_123608.jpg

Pode parecer irónico, mas a verdade é que a "vida normal" é mesmo assim, cheia de altos e baixos, momentos em que me consigo "portar bem" e sentir que faço, junto com os meus uma alimentação equilibrada... mas depois... festas, saídas, mettings sociais com amigos e família, falta de tempo... ou até pouca paciência.. levam tudo o perder.

 

Acredito, que seja este um pouco, o ritmo de muitas de vós, das que se preocupam com a saúde e que sabem que ao "sermos o que comemos" é muito importante, mas que, não conseguimos ser tão regradas como queriamos e por isso passamos a vida a dizer "agora é que é".. e mesmo que não seja um "agora para sempre", existe uma coisa importantíssima que acredito, que vams ganhando a cada incursão em novos e mais saudáveis hábitos alimentares: a reeducação da mesma e isso é algo que vai ficando.

 

Saber como nós mesmas e a nossa família se comportam ( o que gostam, o que é mais fácil introduzir, de que maneira, como cozinhar, que alimentos novos integrar nas refeições habituais...) é meio caminho andado para o sucesso... não da Dieta ( esse nome cada vez mais deixa de fazer sentido...) mas sim do estilo de alimentação, da forma de cozinhar, da escolha mais criteriosa dos alimentos. Poucas pessoas entendem a diferença entre uma dieta e um estilo de vida , neste caso alimentar. Se cada pessoa soubesse o poder de cada alimento ganharia um gosto especial em cozinhar e sobretudo a comer.

Detox-Lilian-Barros-770x490.jpg

Este livro, da Lillian Barros (SOPAS, SALADAS e CHÁS DETOX) é um passo importante para recomeçar um regime que faz bem ao nosso corpo e à nossa alma. Ela que que já tinha tido um enorme sucesso ( comigo então, foi total... segui tantas e tantas das suas receitas...) com o Livro Sumos Detox, decidiu agora, que se entra no tempo frio, com os dias mais curtos e em que precisamos de conforto e quentinho na alimentação... apostar nas sopas. E sopas que fazem bem ao nosso organismo.

12046705_867289493340749_1656986963658186760_n.jpg

Mas não só, aqui encontram saladas, snacks, chás, infusões... o ideal para limpar o organismo ( então depois de um mês de festas e comezainas como foi o meu...). E todas as receitas, simples de elaborar e com dicas para saber como levar em recipientes térmicos para o trabalho, como as congelar, portanto... dicas para nos ajudar na rotina alucinante diária e para aprendermos mesmo a descomplicar. Não é facil manter, tal como expliquei no início deste post, mas com um bocadinho de disciplina, força de vontade e uma ajuda como este livro, tudo se vai tornando mais fácil...

1661439_902894526457706_3110463046113680265_n.jpg

12079958_902894359791056_8722937107191836889_o.jpg 

Dito isto, e já que eu mesma ando a experimentar tantas destas receitas cá em casa, quero que duas de vocês ganhem a oportunidade de fazer o mesmo, através de uma parceria entre o blog https://www.facebook.com/BarrigaMendinha e a editora do livro, a MANUSCRITO.

 

 E o que têm de fazer para ganhar? Pois bem....Para concorrerem basta fazerem um like na página de FB Barriga Mendinha e na página de Fb da Manuscrito (https://www.facebook.com/manuscritoeditora?fref=ts). E deixar aqui no Blog (nos comments ) e numa Mensagem no meu Barriga Mendinha (https://www.facebook.com/BarrigaMendinha?ref=hl) o vosso contacto e prova de participação.

 

Podem participar até segunda feira, dia 2 Novembro e logo na 3a feira, sairão os resultados do passatempo, via random (random.org).

 

O que esperam? Este livro ( e este conceito) é mesmo o máximo! Testado e aprovado pela Mendinha ;)

 

 

 

 

Nova escola, novo sumo ;) Querem ver?..

IMG_20150922_140033.jpg

Este regresso à aulas está a ser épico. Escolinha nova, manos de novo juntos (estiveram separados durante o ano letivo anterior), rotinas diferentes, coleguinhas que chegam à nova vida deles e outras amizades que foram ficando para trás... Ai... tanta novidade que a mãmã... sempre de coraçãozinho apertado, para além de estar mais atenta que nunca às suas reações... anda mais mimalha que nunca.

O exemplo? O mimo diário de levarem Um Bongo Tum Tum para beber no recreio.

 

IMG_20150922_095701.jpg

Acaba por ser uma espécie de truque para um regresso às aulas cheio de ritmo e energia que se leva dentro da mochila da escola. E eles adoram, olhem só ;)) Que carinhas larocas as dos meus pirralhos... Principalmente porque lhes contei a "verdeira história"  do Tum Tum Manga:

 

Provado e aprovado por todos os animais da selva, foi trazido da Australândia pelo divertido Tamburu, o canguru mais viajado do planeta, inseparável das suas congas e do seu sumo de Manga.

IMG_20150922_095549.jpg

E depois de conquistar a selva com o seu ritmo e sabor tão especiais, Um Bongo Tum-Tum Manga irá agora fazer as delícias nos intervalos da escola e quem sabe, transformar o toque do intervalo num contagiante rufar de tambores.

 

( E já que estamos numa de segredos e truques, tome lá: Shiiuuuuu... fiquem atentos porque mais semana menos semana tenho Passatempo e ofertas para vocês aí em casa também!! )

 

IMG_20150922_100024.jpg

 

 

5 Alimentos indispensáveis para as crianças e ideias para as incluir na sua alimentação

Uma luta diária, pelo menos cá em casa... mas que como pais conscientes não podemos deixar de travar. Acho que ja sabemos a maioria deles, mas hoje, trago um texto exclusivo que a nutricionista do Holmes Place Alvalade escreveu para o nosso blog e que explica o que temos no que MESMO que insistir. Eu, fiz uma pesquisa de ideias que os poderão cativar, quando a tarefa não for assim tão facil. Claro que o ideal será sempre comer o alimento mais "puro" possível, mas também podem existir umas formas giras de lhes dar a volta e de nos fazer sentir que estamos no caminho certo....Ora vejam lá:

 

A dieta alimentar durante a infância é determinante no desenvolvimento da criança. Após a fase da amamentação passa a ser fundamental, podendo beneficiar ou prejudicar o desenvolvimento físico e intelectual.

 

Deve ser variada e incluir um aporte correto de proteínas, vitaminas e minerais, essenciais à formação óssea, dentes, tecidos, sistema imunológico, nervoso e muscular, podendo estar mais concentrados em alguns alimentos tornando-os, por isso, indispensáveis. Alguns exemplos:

 

1 - FRUTAS 

Podem ser incluídas em qualquer refeição; são coloridas e doces o que facilita uma maior adesão por parte das crianças. Devemos variar entre elas para obter um leque máximo de nutrientes, tendo sempre em atenção as alergias que podem surgir ou existir nestas idades.

polos-de-fruta.jpg

balik-elma.jpg

Trocitos-de-sandía-con-unos-palos-de-helado.jpg

 

frutas-peixe.jpg

fruit-serving1.jpg

 

2 - LEGUMES

 

Estes são muito ostracizados pela maioria das crianças, no entanto, tal como as frutas, são essenciais ao aporte de vitaminas, minerais e fibra e, da mesma forma, devem ser consumidos variadamente. Devemos ter sempre atenção na confeção uma vez que as temperaturas elevadas tendem a retirar alguns dos benefícios destes alimentos.

prato-massa.jpg

th.jpeg 

alimento_2.jpg

Legumes.jpg

 

 

3 - CARNES

 

Tanto a carne como os ovos são excelentes fontes de ferro, nutriente que previne a anemia e faz parte do desenvolvimento do sistema nervoso e circulatório. Devemos preferir as carnes brancas, mas não evitar as restantes.

comida-criativa.jpg

imagem514.png

 

 

4 - CEREAIS e LEGUMINOSAS

 

Arroz, massa, batata, pão e cereais são fontes ricas de hidratos de carbono, principal fonte de enérgica, e como tal, essencial para as crianças. As leguminosas são também boas fontes de ferro, proteína e fibra.

337f71bf54e90e4a5bb0c705c1a82f8d.jpg

67041_352870158152953_860558918_n1.png

imgHandler.jpeg

comida-divertida-1.jpg

 5 - CÁLCIO

 

Não é um alimento mas um mineral essencial ao crescimento ósseo e dentário. As suas fontes são variadas e controversas: leite e seus derivados e folhas verde escuras como a couve e brócolos.

4ew95vy1wd488yttuipmikrya.jpg

ratinho bolacha, queijo, presunto e cebolinha.jpg

crianca-comer-broculos.jpg

 

 

Inês Real

Nutricionista Holmes Place Alvalade

 

Tempo de qualidade no Dia da Criança

 

E no meio de um fim de semana alucinate, em que entre outras coisas estive no Porto e em Barcelos e ainda... toquei para o programa da Festa da Taça de Portugal... ufff... algo foi também imprescindível. Conseguir, depois de todos estes afazeres, um tempo de qualidade para festejar com os meus dois filhotes, o dia da Criança. Como o tempo não iria ser muito, desta vez, tive que optar, não pela quantidade mas pela qualidade. Uma atividade. Num sítio bonito. Onde se divertissem e aprendessem. E principalmente onde nós, pais, pudéssemos estar involvidos.

 

E assim foi: Pomarte, da Compal, no jardim da Gulbenkian. O ideal, porque para além do que apontei, as atividades (e eram muitas mais, do hip hop, à culinária, à construção de histórias, à intervenção mural, à construção de livros e à expressão plástica e performativa)... consegui encaixar-me na última leva de atividades do dia, às 16h.. depois de toda a azáfama do dia. E depois de terminar ainda aproveitámos o local fantástico para passear com eles.

 

E o que fizémos? Uma coisa tão simples e tão gira! A cada criança (com a ajuda dos pais) se pediu que fizesse um inseto com fruta, legumes e sementes. Nós puxámos pela imaginação e fizémos uma abelha e uma joaninha.... que não durou muito tempo nas mãos da Matita que prontamente comeu o morango que serviu de cabeça à dita.

 

O que interessa aqui reter é que "mexemos" aqui com duas temáticas que considero essênciais para o crescimento saudável de uma criança: a alimentação... e as artes. E aqui entre nós, fiquei mesmo com pena de não ter conseguido ir mais cedo para experimentar mais. Fico à espera da próxima ação.

 

 

IMG_20150531_165528.jpg

IMG_20150531_164530.jpg

 

IMG_20150531_163751.jpg

IMG_20150531_163042.jpg

IMG_20150531_162828.jpg

IMG_20150531_162443.jpg

IMG_20150531_163256.jpg

IMG_20150531_162159.jpg

IMG_20150531_161928.jpg

IMG_20150531_160601.jpg

Como fazer os nossos miúdos comer legumes? O drama....

alimentac3a7c3a3o1.jpg

 Pedi a ajuda de uma nutrocionista do meu Clube Holmes Place, a Inês Real para me dar umas dicas sobre como fazer os meus principes comer legumes... parece que só gostam de "porcaria"  e ando a criar estratagemas para os convencer a entrar numa onda mais saudável. A Inês. não só me deu as dicas... como me enviou um texto para  blog, que querida!! Agradeço-lhe, por mim e.. pelas/os minhas/os leitoras/es. Aqui vai:

 

"Crianças e vegetais são um dilema intemporal. A maioria rejeita os vegetais assim que lhes são apresentados, quer pela cor, quer pelo sabor. No entanto, é um grupo alimentar essencial e algumas estratégias podem ser utilizadas no sentido de aumentar o consumo dos mesmos pelas crianças.

 

Criar pratos imaginativos

 

- Preparar refeições divertidas e coloridas e permitir que as crianças brinquem, de certa forma, com os alimentos. Criar caras com os brócolos e cenouras, cortar os vegetais como o pepino em forma de estrela, são alguns exemplos úteis.

Prato-Menininha.jpg

bnm.jpeg

prato 2.jpg

 Como conseguir que as crianças comam vegetais?

 

- Dar nomes aos vegetais, criar ligação entre a criança e os legumes - eles não são o inimigo!

bhh.jpeg

 Envolver a criança

- Se tiver possibilidade crie uma horta, mostre ao seu filho de onde surgem os vegetais.

- Leve a criança ao mercado; envolvê-la na escolha dos vegetais permite que esta se familiarize com os mesmos.

- Envolva as crianças na preparação e confeção dos vegetais, deixe que a criança lhes toque, explique para que servem. O facto de os conhecerem aumenta a adesão aos mesmos.

hortaa.jpeg

 Esconder e disfarçar os vegetais

 

Sempre que as estratégias anteriores não resultarem podemos tentar ocultar os vegetais para que não sejam detetados. Mas atenção, esta não é a melhor estratégia e pode prolongar a situação por não permitir que a criança se habitue à textura e sabor dos vegetais.

 

- Pode utilizar batidos e sopas trituradas onde não se deteta a forma dos vegetais.

 

- Junte aos vegetais algo que a criança aprecie. Pode enrolar a carne em legumes, juntá-los à massa, fazer um hambúrguer com carne e vegetais, inclui-los em sandes, entre muitos outros.

batidos.jpgimg_1600.jpg

Ter perseverança

 

Não é fácil vermos uma criança a saltar uma refeição que não lhe agrada e a ficar com fome, mas não devemos ceder aos seus caprichos.

 

- Guardar a refeição e esperar que tenham fome, nessa situação volta a apresentar o mesmo prato e a criança acaba por comer o que lá estiver.

 

- Explicar que se não come os vegetais também não irá comer a sobremesa, porque mostrou não ter espaço para a mesma.

 

- Não a alicie com guloseimas, dá poder à criança para chantageá-lo e não irá consumir mais vegetais sem a sua recompensa menos saudável.

 

- Incluir vegetais a todas as refeições promove aceitação e gosto.

 

- Dê o exemplo… tenha sempre vegetais na sua refeição."

 

 

Inês Real

Nutricionista Holmes Place Alvalade

holmes-place-logo-.jpg

 

O pequeno almoço de outros países e a reação que provoca nas crianças! É demais!!

Nos Estados Unidos, o pequeno almoço é famoso pela fartura e diversidade (eu diria mais exagero...:  ovos mexidos, bacon,panquecas, cereais, waffles. Esta é para os norte-americanos, a principal refeição do dia e  que estão habituados a ter.

 

Mas nem todas as culturas alimetares são iguais e a questão que se pôs para este ensaio foi: o que é que as crianças de outros países costumam comer de manhã?

 

O pessoal da Cut Video, com a ajuda dos chefs do Kitchen Bowl, foi saber tin-tin por tin-tin e preparou os alimentos típicos da manhã em países como a Coreia, o Vietname, a Finlândia e o Brasil e depois... tchanan!!!...convidou crianças norte-americanas para prová-los.

 

Na Coreia, os caldos de carne e vegetais arrancaram divertidas caretas dos pequenos e a pimenta presente no tempero talvez tenha sido um pouco mais do que estão acostumados.

 

 Em vez de ovos e panquecas, no Brasil existe o "pãozinho, frutas e café"... – “eu acho esquisito que as crianças bebam café no Brasil“, comentou uma delas.

 

Na Finlândia, o famoso pão com salmão e cebola também não fez muito sucesso e os pratos vietnamitas, apesar de pareceram comida de alienígena – “isso parece tudo menos um pequeno almoço, para mim“, afirmou uma das meninas –, foram considerados “deliciosos”.

 

Já as batatinhas com ovos e salsicha, tipicamente polacas, e a torrada com chocolate da Holanda parecem ter agradado o paladar das crianças. Espertinhos.... ;)

 

A sinceridade e as expressões exageradas dos pequenos tornam o vídeo ainda mais divertido.  Espreitem aqui a maravilha que é:

cafe-manha-criancas1

cafe-manha-criancas2

cafe-manha-criancas3

cafe-manha-criancas4

cafe-manha-criancas5

cafe-manha-criancas6

cafe-manha-criancas7

cafe-manha-criancas9

cafe-manha-criancas10

cafe-manha-criancas11

cafe-manha-criancas12

cafe-manha-criancas13

cafe-manha-criancas14

cafe-manha-criancas15

cafe-manha-criancas16

cafe-manha-criancas18

cafe-manha-criancas19

cafe-manha-criancas20

cafe-manha-criancas21

Todas as imagens: Reprodução YouTube

A alimentação em idade escolar

 

E já que estamos a começar um novo ano, vamos começar bem não acham?

 

A alimentação é, e acho que não restam dúvidas, a base da construção, crescimento e manutenção do organismo.

Comer é essencial à vida. Se comemos mal, funcionamos mal. É na infância que se dá a aquisição e consolidação

de hábitos alimentares. Aquilo que as crianças comem durante o seu crescimento e a maturação biológica, assume

uma enorme importância para a sua saúde e bem-estar, bem como para os adultos que eles virão a ser. Durante a

infância, a alimentação equilibrada potencia a capacidade para estudar e aprender, comunicar, pensar e imaginar,

ou seja, tem uma influência positiva no desenvolvimento emocional, intelectual e social. Fisicamente, aumenta a

capacidade de defesa contra as doenças, promove um crescimento saudável, dá energia e dinamismo físico.

A responsabilidade na educação alimentar é dos pais, dos familiares e da escola...afinal são estes são os modelos

diários, que acabam por ser seguidos, imitados e incutidos. Deixemo-nos de comodismos e facilitismos! Há muito

trabalho a fazer!

               

Deixo-vos aqui as dicas fundamentais que devem seguir...

 

• A roda dos alimentos, 100% criação portuguesa, é um guia óptimo para indicar o caminho certo! Sigam a

roda dos alimentos!

 

• Todas as refeições têm a sua importância ao longo do dia, mas o pequeno-almoço é uma refeição

imprescindível, particularmente em idade escolar, para ajudar na concentração, na promoção de um

comportamento tranquilo e na melhoria de variáveis psicomotoras, nomeadamente ao nível do movimento

e precisão de gestos. A omissão desta refeição pode estar relacionada com a diminuição da capacidade

intelectual, qualidade geral do trabalho, sonolência e fadiga. Não tomar o pequeno-almoço também

implica uma menor ingestão de vitaminas e minerais e consequentemente uma maior ingestão de gorduras

saturadas, e está relacionado com o aparecimento de cáries dentárias, problemas intestinais e os problemas

de sono. O pequeno-almoço deve ser composto por leite ou um substituto deste, fruta e pão ou cereais.

 

• De uma forma geral, a alimentação diária deve incluir cereais e derivados, leite ou substitutos deste,

produtos hortícolas e sopa de legumes (ao almoço e ao jantar), mais peixe do que carne, e 3 a 5 peças de

fruta.

 

• As horas de refeição devem ser momentos de partilha e de convívio! Conversar e saborear, sentados à mesa,

sem pressas! Mas é importante que estabelecer regras e horários.

 

• Coma e incentive o consumo de sopa em casa. Na escola deverão ser as auxiliares, professores ou dietistas

de serviço a fazer essa sensibilização na hora da refeição.

 

• Nunca use a comida como prémio: “se te portares bem, dou-te um doce!”

 

• As crianças devem ser incluídas aos processos de manipulação e confecção dos alimentos, ou seja... devem

pôr a mão na massa! Partilhe os cozinhados com o seu filho sempre que for possível!

 

• A ingestão de doces e comida “fast- food” deve ser esporádica. São prejudiciais se consumidos

frequentemente...se gosta do seu filho, não abuse nem o deixe abusar destes alimentos!

 

• Planeie, antecipadamente, com o seu filho o lanche a levar para a escola. Este deve ser composto por

iogurtes, leite, sumos de fruta pontualmente, fruta, pão com compota, queijo, fiambre, queijo fundido,

etc. Não inclua bolachas com creme, batatas fritas, refrigerantes, bolos, chocolates, croissants entre outros

alimentos pouco saudáveis no lanche do seu filho.

 

• A água está no centro da roda dos alimentos! É vital! Habitue os filhotes a levar sempre uma água na

mochila!

 

• Normalmente as crianças rejeitam alimentos que desconhecem. A introdução de alimentos novos deve ser

feita calma e gradualmente; Nunca desista e dê o exemplo!

 

• As crianças devem aprender a desfrutar da actividade física, devem aprender, antes de mais, a brincar!

Reduza o tempo “não-activo” dispendido com a televisão e jogos de computador.

 

Nunca é demais lembrar que a obesidade é uma doença e atinge cada vez mais a população infantil. Uma criança

obesa ou com uma alimentação errada, será certamente um adolescente e adulto com problemas de saúde. No

futuro terá mais probabilidades de sofrer de patologias cardiovasculares, diabetes tipo II, colesterol elevado e

hipertensão, sem esquecer os distúrbios da personalidade, decorrentes do estigma de ser gordo.

Então...vamos a isto?

O meu desafio pessoal de 10 dias...

Ora, cá vamos nós... ou antes cá vou eu fazer um big Detox. E que detox é este? O de sumos verdes durante 10 dias!!

Já andava a "ameaçar" há algum tempo. Vocês têm visto. Muitas experiências de misturas saudáveis, algumas refeições substituidas por smothies... agora que o Verão e os petiscos me conseguiram "inchar"... resolvi atuar. E atuar através de algo que me fez muito sentido.Procurei algumas opções e este livro, veio ter às minhas mãos. Pesquisei a edoineidade da nutricinista, tentei perceber se me adaptava e... siga... atirei-me à experiência. Ou antes, estou a começar a atirar-me, já que hoje é o primeiro dia... 

 O Programa Sumos Verdes - Detox em 10 Dias diz ser uma experiência transformadora na nossa vida (vamos lá ver isso), pois permite-nos perder peso, aumentar a energia vital e reencontrar a saúde, o bem-estar e a beleza ( li, no livro, que a nossa pele fica um mimo...). Ao contrário das dietas convencionais, este programa faz-nos perder peso de uma forma consistente, uma vez que altera a nossa relação com os alimentos e reeduca o nosso apetite. A palavra-chave é desintoxicar, para que o organismo, liberto de toxinas, possa queimar calorias. Todos os aspetos são detalhadamente explicados em Sumos Verdes - Detox em 10 dias: em que consiste o programa, porquê os sumos verdes, como continuar a perder peso após os 10 dias do programa. È a minha nova bíblia ;)

E pronto. É isto que espero que aconteça. Mas mais ainda... um programa para o qual espero ter força de vontade... Tudo bem que não são sóoooo sumos, sempre posso trincar uns frutos secos e uns legumes e tal a meio do dia, mas a verdade é que eu, mais que comer alarvemente... sou muito petisqueira e venho de um Verão cheio de excessos... Além disso, 4a feira vou tocar para a Figueira da foz (ainda estou a descobrir como vou levar isto tudo em condições) e 5a, na Vougue Fashion Nigh Out, já no Chiado, em Lisboa... e para além de ser numa loja chique onde não vai cair muito bem, andar de garrafinha de sumo verde... também vão haver.. drinks e finger food dos bons... e vou mesmo ter que me controlar.

"Keep Calm and Carry on" Ritinha, calminha contigo e... são só 10 dias.

Os resultados, esses, não se preocupem que partilharei connvosco mal for percebendo se esta coisada é mesmo boa para a saúde e para ficar com melhor ar ;)

 

Ah, se quiserem saber mais, façam como eu e juntem-se ao grupo internacional deste projeto alimentar, neste grupo do Facebook.

Incentivos, imagens, questões, explicações e afins... eu ando a pesquisar algumas das coisas por lá. 

Pega na lancheira...

É já na 4a feira que o Afonso Luz recomeça a escolinha. E que mudança vai ser. Muda de colégio, para o dos mais crescidos, muda de coleguinhas (felizmente uns 4 ou 5 da antiga escola também transitam para lá por isso acredito que se vai sentir mais acompanhado)... e outra grande mudança: A Mãe vai passar a levar o almoço.

 

Já andei a pensar em ideias, muitas, para refeições, que partilharei em breve com vocês mas mais que isso, andei a matar a cabeça na forma ideial para as transportar.

 

Procurei, procurei e eis que encontrei esta marmita ( lancheira, termus.. como lhe queiram chamar) fantástica que tem 4 compartimentos ( dá para sopa, conduto e frutinha cozida e uma sandes para o lanchinho por exemplo ...), mantém o quentinho da comida durante umas boas horas.

               

 

Comprei-as na loja CASA Home e ainda por cima em saldo! Custava 18 euros e eu adquiri-a por 9!

Achei-a gira, mas pouco infantil e já se sabe que com os miúdos... a parte estética conta muito.

 

O resto... foi usar a imaginação. Conheço o filho que tenho, por isso, achei que umas bonecadas giras iam aliciá-lo a ser minimamente simpático para com esta nova fase (sim... porque comer não é assim a coisa preferida da vida dele lol).

 

Andei louca à procura de autocolantes giros e dei de caras com este livro de 500 dos ditos!!!!! Top mesmo ;) Comprei-o  na Imaginarium também em saldo (em vez de 9 euros, estava a 7) .Cada página tem um tema e ele escolheu o dos dinossauros ;)

 

Vai daí, foi só decorar a marmita, que ficou mesmo ao gosto dele.

(ah... claro que com umas quantas lavagens irão eventualemente começar a cair, mas já percebi que é daquela cola que sai bem e olha... quando isso acontecer, já combinámos mudar de tema. Ora temos os bombeiros, ora os piratas, ora os carros ;)... enfim... é só variar)

 

Et voilá! por aqui estamos prontinhos para começar uma nova rotina, que me vai sair do pêlo a mim e que exigirá alguma adaptação da parte dele. Mas como acredito ter sido a melhor escolha ( além de que mais de 50% dos meninos também leva comida de casa, informei-me acerca disso, com medo de que se sentisse "diferente")... cá vamos começar com muita vontade e orgulho... de ser Mamã cozinheira <3 Tudo pelos meus filhos... compreendem não é Mamãs??

 

 

O primeiro dia de ideias saudáveis e saborosas para toda a família é sobre a Melancia!!

 

 

(Re)começo hoje mais uma fase em busca do saudável. E que melhor época para o fazer senão o Verão?

Ideia fáceis e que, para além de nos fazerem bem, ainda são saborosas.

 

Simplicidade que bate aos pontos refeições elaboradas...e calóricas.

 

Ontem, a nossa Dietista Marta Simões deu as dicas (AQUI), agora e por algum tempo, eu vou dando as dicas de como exerço cá por casa estes conselhos maravilhosos. Parece vos bem?

 

Começo, no meu "Day One" a sugerir um simples pequenos almoço de Melancia ( estou a comer quadradinhos dela enquanto escrevo). Boa pºara nós, apelativa para os miúdos e utilizável de tantas maneiras.

 

Os seus benifícios. Tomem lá:É uma fruta hidratante, diurética e depurativa É a rainha das frutas de Verão. Leve, antioxidante e diurética, a melancia fornece água e minerais essenciais para o correcto funcionamento do seu organismo. Além de ser muito refrescante (cerca de 90% da sua polpa é constituída por água), não engorda e é rica em vitaminas (A, C e B) e minerais (cálcio, fósforo e ferro).

 

Agora, umas quantas ideias de apresentação, de seduzir graúdos e miúdos: 

 "geladinhos" de melancia

Limonada com sumo de melancia

Corações de melancia

 

 apresentação de melancia em bolinhas

 

Salada de melancia, azeitonas e pedacinhos de queijo fresco 

 

Estrelinhas de melancia com tiras de morango e mirtilos (eu poria também ananás...)

Limonada de melancia, lima e hortelã

 

Dica para os vossos sumos: podem também juntar gengibre ou morango ou ananás que foica maravilhoso mas atençao: Deixem sempre os carocinhos que são super saudáveis.. comê-los não é nada agradável, mas assim triturados só fazem é bem!

 

Beijinhos e ... boas petiscadas saudáveís!