Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

As grávidas mais bonitas do planeta... ou, pelo menos, as mais conhecidas...

Hoje aproveito o Dia de Reis... para vos apresentar as Rainhas das rainhas.

Primeiro, porque são algumas das mais emblemáticas Star Ladys do entretenimento mundial (atrizes, cantores, modelos...), depois porque são extremanente bonitas e por fim, mas não menos importante, deram a honra ao mundo de as ver sexys e maravilhosas no seu brilho de mulheres gávidas nas capas das mais consideradas publicações.

Depois de ter feito uma exaustiva pesquisa, estas são as melhores e mais faladas... Algumas acredito que se lembrem, pois foram produções incontornáveis, outras podem ter-vos passado despercebidas. Todas elas são uma inspiração e prova de que mulheres grávidas também são dotadas de grande sensualidade.















Cerveja sem álcool (preta) na gravidez e amamentação?




O que acham disto? Será verdade?
Bem, eu fui de manhã ao supermercado e comprei duas... a ver.
Comprei pretas, porque também já li algures que o malte de cevada ajuda a produção de leite (no entanto, também já me disseram que é mito, mas como é sem alcool, mal não me há de fazer).

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

“Ao observar a ação da cerveja sem álcool no organismo de 80 grávidas, pesquisadores espanhóis concluíram que a bebida melhora em até 30% a capacidade antioxidante do leite materno.

Um estudo feito pelo Hospital Doutor Peset e pela Universidade de Valência, em Espanha aponta que cerveja sem álcool pode aumentar em até 30% a capacidade antioxidante do leite materno. A pesquisa, iniciada em 2008, estudou 80 grávidas saudáveis, de diferentes origens e hábitos e cujos bebés nasceram com o peso adequado para sua idade de gestação.


Para chegar aos resultados, pesquisadores deram a 40 dessas mulheres o equivalente a uma garrafa long-neck de cerveja sem álcool diariamente. No fim, descobriram que houve aumento na capacidade antioxidante do leite delas, o que beneficia não só a mãe como o próprio filho.

A pesquisadora e chefe de Pediatria do Hospital Doutor Peset, Pilar Cardoner, afirmou que o objetivo é demonstrar que a ingestão de um produto rico em antioxidantes como a cerveja sem álcool pode "modificar a capacidade antioxidante do leite humano", e com isso reduzir o risco de doenças cardiovasculares nas crianças.

O estudo aconteceu graças a colaboração entre o Hospital Doutor Peset e o Centro de Informação Cerveja e Saúde, entidade de caráter científico que fomenta a pesquisa sobre as propriedades nutricionais da cerveja e sua relação com a saúde.”