Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

VFNO 2015 - o Outfit e as emoções (boas e más)

Ontem foi A noite da moda. E não só a do nosso país. A de 23 países em simultâneo, os que ao longo dos anos têm aderido, à Vogue Fashion Night Out.

 

Saem à rua todas as gerações, ouve-se música em cada canto, multiplicam-se os brindes e as promoções, os famosos misturam-se com os anónimos, os fashion adicts vestem-se a rigor e pronto... é um orgulho fazer parte dela.

 

Além disso... e apesar do muito e intenso trabalho (umas cansativas mas felizes 6 horas de set non stop...), senti-me uma princesa fashion ;)

vfno2015d.jpeg

vfno2015a.jpgvfno2015b.jpg

Vestido e colar de penas: Tendências Store

Sapatos : Zara

Cabelos: Studio Rdv by Ronny Kasta

Make up: Tânia Carvalho para L'oreal Paris

Unhas e Pestanas: HN Portugal

vfno20215f.jpg

vfno2015g.jpg

Como dj já em várias edições, assumo que esta tem sido uma das noites emblemáticas da minha carreira. E explico-vos porquê...

 

Porque mistura tudo o que gosto, me dá prazer. Porque posso passar exatamente o género de música que gosto (para quem não entende muito o que se passa neste meio e profissão, acreditem que não são muitas as vezes que temos liberdade criativa total), num ambiente requintado (desta vez toquei num espaço maravilhoso e cheio de design a cada cantinho dos seus 3 andares, o Roca Lisboa Gallery), porque me posso vestir a rigor e apreciar todo este momento de afago de auto estima, que é tão bem vindo de vez em quando( o penteado, a make up, a escolha da roupa certa ), porque toco cedo ( entre as 7 e a meia noite e finito... nada de noitadas até às 6 da matina) e ainda porque sim... todo o público dança ao meu som (e olhem que, este ano, quase criei uma espécie de pista de Discoteca, frente, à montra do meu spot na Avenida da Liberdade)... inclusivé.... a minha família, alguns amigos e... o mais importante e tudo.. os meus filhos. Orgulhosos e animados.

11987153_10205479738656391_6752677372875137314_n.j

vfno2015c.jpg

Aproveito para abordar este assunto. Sim, não podia deixar de o fazer, até porque no meio de tudo tão perfeito, foi a única coisa que me incomodou efetivamente e porque este meu blog trata os assuntos da maternidade e deles não posso nem quero fugir...

 

Ora bem,enquanto tocava sempre com aquela energia que me é carateristica ( acreditem que às vezes nem eu sei onde a tenho escondida ahhaa... acabo por me surpeender a mim mesma muitas vezes com a resistência e força anímica)... e logo um pouco depois dos meus babies têm aparecido para me ver , acompanhados pela minha doce família (avós, bisavó, pai e tias...)... o Afonsinho quis vir ter comigo à montra onde eu estava a atuar. Saltou para uma banqueta e começou a dançar ( esteve ali tipo.. sei lá... uns 10 minutos talvez).

 

O Hugo, aproxima-se de mim e sussura : "Amor, cuidado, é melhor que o Afonso não esteja aí, já ouvi vários comentários menos bons lá fora...". Comentários? Hummm... Pensei eu, mas que raio? Sim..." Olha... aquela até traz o filho para aqui, que vergonha"... acho que disseram duas ou três críticas e más linguas que por ali passavam. Algumas delas também com crianças pela mão, o que se torna ainda mais irónico e incongruente.

 

Eram 9 e meia da noite, de uma noite especial e muito pontual (a maioria dos eventos não são próprios, obviamente, para miúdos) e o meu "dancarino" e o maior fã da Mamã dj artista, não se conteve e pulou para perto de mim. Outro espírito de artista, a forma-se ali, parece-me a mim... E então? Será que as crianças dessa senhoras maldizentes não dançam e cantam no meio dos serões familiares? Claro que sim. A diferença aqui... é que por acaso a mãe deste pequeno artista tem os olhos sobre si e atua para uma largo número de pessoas. E é a essa realidade a que os meus filhos se vão ambientando e habituando. Daí ser, portanto, também para ele natural, dancar e pular ao meu lado. Virado para o público, no seu misto de entusiasmo e vergonha.

 

Há mesmo tanta gente má onda neste nosso país, gente que aponta o dedo por apontar, que te mete " no mesmo saco de todos os famosos" supostamente negligentes (e já esse ponto de partida tem muito que se lhe diga, enfim...), que te julga como Mãe e educadora, sem saber puto quais são os teus limites, os teus princípios, os teus cuidados com os filhos e com a própria família. E mais ainda, que não tolera que alguém só porque "aparece" seja uma Mulher e Mãe com Ms grandes  e que tenha uma profissão que saia do tradicional, com visibilidade, horários diferentes (e só Deus sabe o esforço que faz para conciliar tudo com a harmonia possível) e... ainda seja feliz com isso e com o orgulho que os seus pequenos pirralhos têm de si... 

vfno2015e.jpg

A Matita, mais reservada e (ontem) com mais sono, não é tanto "destas coisas" e ficou no seu cantinho, ao colo do pai. Ou será talvez pela a idade ainda, a ver vamos.. Mas, pergunto-me eu porque raio, tendo eu a plena noção de que os meus filhos têm a educação adequada às suas necessidades e idades (hoje eram 9 horas da manhã e estavam ambos na escolinha, depois de 9 horas de sono... e porque foi dia de festa!) não lhe(s) darei o gosto, que também tanto me agrada de os deixar estar comigo um bocadinho " no meu escritório"?... Sim, se este é o meu trabalho, este é o meu escritório, certo? Será que assim, poderão essas "velhas do restelo" perceber que há formas de estar na vida diferentes do "chapa 5" em que os princípios de responsabilidade, cuidado e amor à família podem ser tantos ou maiores do que as pessoas com profissões ditas "normais"?

 

Bem, injustiças à parte, a noite foi um must, essa é que é essa! Em tudo. Até pela possibilidade da presença dos meus, durante um pedacinho da noite. Adorei a onda, o público que por lá foi passando ( e parando... para a minha "discoteca improvisada" como ouvi, ainda há pouco, orgulhosamente falarem do "meu spot" no telejornal da RTP), o meu look e o miminhos dos muitos fãns que foram aparecendo e tirando milhares de fotos!

 

E que venha... a VFNO do próximo ano. I cant wait... ahhh... e o Afonso Luz, também não ;)

 

 

 

 

 

 

A minha versão da Vogue fashion Night Out 2014

Há quem lhe chame os "Santos Populares da Moda", tanta é a gente que sai às ruas de Lisboa para festejar as Tendências e o Lifestyle.

Para mim, a Vogue Fashion Night Out Lisboa tem sido sempre uma noite fantástica de trabalho, com a sorte de estar envolvida com as melhores Marcas nacionais e/ou internacionais.

Desta vez, a convite da Press Club, fui a dj oficial da festa da prestigiada marca de jóias da Tous, na Rua Garrett, no Chiado.

Muito boa onda, muitos amigos e... espero que quem lá passou tivesse achado.. muito boa música ;)

Ficam as imagens:

              

             

 

 

               

              

               

               

 

 

 

 

Veio o champagne, lá se foi o detox...

Pronto... meu dito meu feito....

E ontem.... o Champagne e os canapés da Vogue fashion Night Out, arruinaram o meu detox ;( LOL

Bem, era só isto...

Hoje vou ver se continuo, mas cheia de remorsosssss... Grr...

Acho que para o Mês que vem, vou fazer outro, mas tenho que estar fora de festas e afins. Em reclusão mesmo. Ai, que a vida é cheia de tentações saborosassss...