Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Comporta, de porta aberta ;) Uma escapadinha que adorámos!

Este sorriso ao por do sol define o meu estado de espírito durante 4 dias de escapadinha até à Comporta ( No Alentejo, a 120 kms e Lisboa se forem por estrada ou a 50 e pouco se optarem por apanhar o barco Setúbal- Troia e seguir por aí)... Um local delicioso, que fica bem perto de Troia e Alcácer do Sal e que tem uma vida tão própria que só mesmo vivênciando.

IMG_20170722_195215_1.jpg

20229166_10156367263207786_7749609373120302078_n.j

No fundo, gosto de dizer que esta Aldeia da Comporta ( e as suas praias, gente e lifestyle) tem um luxo despojado. Ou seja: marcas, restaurantes, lojas, espaços, conceitos cheios de charme e de qualidade ( não é à toa que a Madonna andou pelo mesmom circuito que eu, um ou dois dias antes de mim eehehe) mas, ao mesmo tempo com uma descontração cheia de bom gosto, onde parece que o tempo passa mais devagar e se consegue saborear tudo de uma forma plena.

IMG_20170722_095337.jpg

20228677_1359987504070943_9127910489183812107_n.jp

20228794_1359439257459101_3825564449172592329_n.jp

Pernoitámos dentro da Herdade da Comporta, na casa "anexo" à Casa Mãe e a 10 passos ( literalmente 10 passos, vejam na primeira foto), da Igrejinha centenária onde aos domingos, os crentes da aldeia assistem à missa. Uma casinha tipicamente alentejana, com jardim, onde os miúdos brincáram, onde eu e o Hugo conversámos à noite e onde tomámos banhos de mangueira...

IMG_20170722_120047_1.jpg

A nossa viagem, surgiu a convite da Casa da Cultura da Comporta, para que conhecessemos o "Comporta Summer Market", que fica exatamente num espaço central e incontornável da aldeia e que não passa despercebido aos visitantes de um target muito específico que passam férias nesta zona. Marcas nacionais, decoração discreta mas tão bonita. Tão bem conseguida ao captar o ambiente de férias e praia Hippy Chic mas despido de pretenções... Será que me estou a fazer entender? ( Quem conhece a Comporta, acho que perceber esta descrição).

20246264_10214232789799337_6490135500193780895_n.j

Entre praias, petiscadas, Centro Cultural e descanso ( o  pouco mas bom que os miúdos permitiram lol) até pintámos um quadro com o artista Rui Miguel Germano da AR Studio, mesmo "aos portões" da nossa casinha de férias ;)

20229397_10214232791679384_8297530217973679357_n.j

20293129_1362125020523858_2322652977646740890_n.jp

 IMG_20170722_201346_1.jpgIMG_20170722_200346.jpg

 A Casa da Cultura / Summer Market está localizado na Rua do Secador na aldeia da Comporta e é dividida em 2 espaços interligados entre si: a Sala Cinema, onde se apresentam expressões culturais com uma agenda dinâmica, plural e multifacetada, respeitando e valorizando a identidade local.  E a Sala 7 Aldeias, onde se recriou o Cais Palafítico da Carrasqueira (Projecto do STUDIO ASTOLFI), é o espaço destinado a ser habitado e dinamizado por diversas marcas/stands nacionais, ou seja, o Summer Market... o local das compras maravilha!IMG_20170722_201658.jpg

Das marcas que por lá vi e tanto gostei:  Shoe Colours, a Palm 3 Sunglasses, Açaí com Granola, Trendy Pillows, Our Sins, Mary G, Lua de Champagne, Cush Cush Comporta Spirit, Caravana Bazaar, Valentim Calçado Artesanal, Latitid, entre outros.

20246287_1359429464126747_1645561651516106549_n.jp

20273112_10156366740147786_132288263_o.jpg

Acho mesmo que as fotos falam por si.. mas se não... peguem mas é no vosso carro e nas vossa famílias e dêem um pulo até lá. Não se vão arrepender. Nós não só  não nos arrependemos como ainda nos falta mais.... ficou o gostinho e isso... é mesmo bom sinal!20289836_10156366740257786_928739233_n.jpg

IMG_20170722_201021.jpgIMG_20170722_200818.jpg

 IMG_20170722_201001 (1).jpg

IMG_20170722_200732.jpg

IMG_20170722_200602.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

Praga- parte 3- zona antiga e passeio de barco

Mais um dia em Praga, em que o foco, foi desta vez, a margem da "Praga Antiga", a parte oeste do Rio Vlatva. É lá que o maior castelo medieval do mundo (no fundo é o complexo que em que está inserido) está e lá também que numa pequena aldeia (e quando falo em pequena... é porque é pequena mesmo... quase que parecia o "Portugal dos Pequeninos") onde, entre outros artistas viveu o escritor Fran Kafka. O chamado "Jardins do Paraíso" e claro,.. a parte da cidade "do outro lado" que também tem uma vida muito própria, talvez um pouco mais artística, boémia, arternativa...IMG_20150507_182003.jpg

IMG_20150507_183050.jpg

IMG_20150507_185556.jpg

IMG_20150507_184130.jpg

IMG_20150507_175930.jpg

 

Captura de Tela 2015-05-12 às 14.35.55.png

IMG_20150507_174651.jpg

IMG_20150507_175728.jpg

 

IMG_20150507_175023.jpg

 

 

 

Captura de Tela 2015-05-12 às 14.34.51.pngCaptura de Tela 2015-05-12 às 14.33.43.png

Captura de Tela 2015-05-12 às 14.35.22.png

Captura de Tela 2015-05-12 às 14.36.45.png

 

Captura de Tela 2015-05-12 às 14.36.16.png

 

O nosso Guia, para além das histórias mirambulantes do povo da cidade que nos ia contando a casa esquina, ainda nos apresentou os Trdelnik, um dos bolos tradicionais da República Checa e me ajudou a encontrar um café expresso.. ok... se não muiro bom, pelo menos aceitável ;)

IMG_20150507_174835.jpg

IMG_20150507_170249.jpg

IMG_20150507_171353.jpg

IMG_20150507_174458.jpg

IMG_20150507_170512.jpg

 

Outro dos pontos altos do dia foi o passeio que eu e a minha mana fizémos ao longo do Rio Vlatva. Pode parecer muito turístico, mas sinceramente é daquelas coisas que vale a pena fazer em qualquer cidade que tenha um rio. A prespetiva que se tem das margens é diferente e ve-se o que de terra não se consegue. Além disso é super tranquilizante e romântico.. Bem fixe!

IMG_20150507_153221.jpg

IMG_20150507_160638.jpg

IMG_20150507_155400.jpg

IMG_20150507_154625.jpg

IMG_20150507_153340.jpg

IMG_20150507_154027.jpg

 

Captura de Tela 2015-05-12 às 14.29.50.png

Captura de Tela 2015-05-12 às 14.31.04.png

 

Praga- parte 2- como uma "habitante local"

  1. O segundo dia em Praga foi um dia mais cool. Saí com a mana da residência Universitária onde ela vive atualmente (em Praga 6), já pela hora do almoço e partimoa ambas para um dia como se fossemos umas checas locais. Compras no supermercado, passeio até ao centro da cidade, e paragem perto da ponte mais emblemática da cidade, a Charles Bridge enquanto bebiamos uma cervejinha.

18384204_4pjfg.jpeg

18384205_TKUoC.jpeg

 

Olhem lá esta ideia... ginásio noturno hãaammmm!? Que tal?IMG_20150506_161805.jpg

IMG_20150506_163201.jpg

IMG_20150506_162407.jpg

Depois, subimos de "tram" (um misto de autocarro e elétrico que povoa as ruas de Praga e que é super eficiente e rápido) até ao Metrónomo, um ponteiro gigante que representa as vítimas do comunismo e como o povo checo nunca se esquecerá delas. Aí... o Letna Park, uma vista brutal e um ambiente meio artístico, meio natural cativaram-me de todo.IMG_20150506_155610.jpg

IMG_20150506_160521.jpg

IMG_20150506_154728.jpg

Passei à porta do "karlovy Lazne", considerado o maior clube de música, discoteca da Europa Central e pronto, como Dj que sou... lá tive que fazer a "macacada"...

IMG_20150506_162007.jpg

Da Charles Bridge arrisquei a "pegar" no Castelo do Praga, que mesmo sendo considerado o maior castelo medieval do mundo... até coube entre os meus dedos, já viram? Sou mesmo também eu uma grande mulher, patra ter conseguido este feito, já viram? ahhahahIMG_20150506_171347.jpg

A cidade de Praga tem, no centro do Rio Moldava ( em Português), ou Vltava (Em Checo), como se queira, uma pequena ilha a que eles chamam "a nossa praia", "tadinhos".... mas é, ok, para além de praia não ter nada é dono de um outro parque fantástico, galerias de arte na rua, estatuas enormes por todos os cantos (estes estranhos bebés são do escultor Checo David Cerny),paredes de street art, um circuito mais alternativo mas mesmo assim com um ar muito interessante e cool. Chama-se ilha de Kampa.IMG_20150506_173228.jpg

IMG_20150506_174144.jpg

IMG_20150506_174816.jpg

IMG_20150506_175422.jpg

IMG_20150506_173516.jpg

IMG_20150506_174539.jpg

Captura de Tela 2015-05-10 às 22.19.26.png

Estar todos estes dias com a minha irmã "caçula" que eu já não via há uns bons meses foi também uma esperiência muito boa, enriqueceu os nossos laços, matou saudades e fez-nos conhecer uma a outra enquanto viajantes (acreditem que no dia a dia e em viagem, podemos ser mesmo muito diferentes). Ah... e agora percebo o encantamento que ela está a viver nesta cidade mágica. In loco é mesmo outra coisa.

Captura de Tela 2015-05-10 às 22.19.48.png

E como entrei completamente com ela e com as amigas na "onda estudante" durante estes dias, nem de outra maneira poderia ter sido ( bem... ficava babadíssima quando nenhum dos colegas e amigos queria acreditar que eu tinha 38 anos... achavam que era piada e davam-me 25, 26 no maximo - venho com o ego em cima, ahahah!!)... terminámos o dia num programa que adorei, a ver um filme checo, da época pós comunista (com legendas em inglês claro!!) na Faculdade de Belas Artes de Praga. É que às quartas feiras esse programa é "for free" e pareceu-me uma excelente iniciativa.

IMG_20150506_204416.jpg

IMG_20150506_205416.jpg

Foi definitivamente mais um grande e proveitoso dia... que treminou a beber um... (imaginem só)... vinho Tinto "Módry Portugal!!!!

IMG_20150506_215127.jpg

 

 

 

Gostam de caminhar? Então vão adorar isto...

Hoje apetece-me sonhar. Com viagens, com paz, usar as cores, o ar, a natureza e sua energia para voar...

 
Não há nada melhor como um passeio por um belo caminho para limpar a nossa cabeça – ou para preenchê-lo com ideias! E por isso, aqui está uma seleção dos mais belos caminhos e trilhos pelo mundo fora ( e sem falhar um português..). 


1 - Spring In Hallerbos Forest, Bélgica
 
 
2 - Rhododendron Laden Path, Monte Rogers, Virginia, EUA
 
 
3 - Padley Gorge, Peak District, Reino Unido
 
 
4 - Spring In Dog Mountain, Washington, EUA
 
 
5 - Dark Hedges, Irlanda
 
 
6 - Bamboo Path, Kyoto, Japão
 
 
7 - Spring In Woodburn, Oregon, EUA
 
 
8 - Caminho até o moinho de vento Halnaker, em Sussex, Reino Unido
 
 
9 - Caminho do Outono, Kioto, Japão
 
 
10 - Wisteria Flower Tunnel Path, Japão
 
 
11 - Winter Forest Path, República Checa
 
 
12 - Trajeto da floresta no outono
 
 
13 - Túnel do Amor, Ucrânia
 
 
14 - Hitachi Seaside Park Path, Japão
 
 
15 - Caminho Springtime, Holanda
 
 
 
16. Estrada de Sintra ao Cabo da Roca ! ( claro... Portugal não podia faltar!)

pt-Estrada-de-Sintra-_en-Sintra´s-road-_es-Carret

 

 

A ambiguidade de estar feliz... mas não completa.

Gostava de vos falar da felicidade na ausência. 

 

Ou da Tristeza na felicidade.

 

Ou da dificuldade em gerir a ambiguidade de estar a fazer algo que gostamos, mas nunca nos sentirmos completos.. porque faltam eles.

 

Gostava de vos contar, como é dificil, principalmente quando se exercem profissões em que muitas vezes estamos rodeados de outras crianças... não pensar que queriamos as nossas ali. Mas ao mesmo tempo, não as poder ter. Mesmo.

 

Uma coisa é de vez em quando, e vocês, vêem-me bastantes vezes com os meus filhos em eventos e "coisas e loisas", mas a verdade é que muitas vezes essas "coisas e loisas" não deixam de ser trabalho. É um peso que os artistas carregam muitas vezes... o das pessoas acharem que "aquilo se faz com uma perna às costas" ou que "não custa nada".

 

Apesar do ar descontraído e saltitante, não deixo de ter que estar concentrada, não deixo de ter que dar atenção às pessoas que me observam, ao material, à música, à coerência do set, ao tempo entre as danças e auências da mesa de mistura e o timming das músicas, não deixo que ter que estar disponível para os meninos que são fans da Dj Mendinha e que... provavelmente não fazem puto ideia de que ela (ou eu.. porque "ela" é uma personagem que criei) tem filhotes e sente saudades deles ou está preocupada porque algum deles está doentinho ou que morre com remorsos porque uma vez prometeu ao filhote mais velhos que "iria sempre, sempre que a mãe fizesse de dj para meninos"...

 

Mas pronto é assim. Foi assim este fim de semana. Não deixei de me sentir contente e realizada pela quantidade enorme de gente e  fonte de energia boa que ali, no espetaculo da chegada do Pai Natal ao Forum Aveiro, se gerou... mas... pronto... mas...

 

Cada menino a dançar e a cantar me lembrava o Afonso Luz e cada menina de colo, com ar de marota, me lembrava a Matilde Estrela. E enquanto o meu sorriso fazia parte do meu rosto... eram as suas imagens que faziam o brilho (saudoso) dos meus olhos...

 

E pronto, é isto. Sentimento partilhado e exorcizado. Parece que esta confusão (bem legítima) do coração e que me acompanhava desde o fim de semana, me faz menos peso agora. Isso e o fato de ter regressado logo, logo, mal acabei o show, porque a minha Matita estava doente e o meu Afonso ia com os Avós ao Planetário... e eu mal desliguei da adrenalina do meu dj set.. só pensava em cumprir as promessas de estar presente com ambos e em ambas as diferentes situações ;)

 

10523140_722836027786097_3008788364956675438_n.jpg

10565008_722836084452758_1977109856083809352_n.jpg

10500489_722836134452753_994076967062579477_n.jpg

10538458_722836187786081_3371071637411878809_n.jpg

10394571_722836254452741_6614179284902074183_n.jpg

IMG_1666.JPG

IMG_1660.JPG

Mais info sobre a Dj Mendinha / imagens, vídeos e contacto para a contratar...AQUI .

Não hesitem... a verdade é que continuo a adorar o que faço... ai.... ambiguidade de Mãeeeeee.... grrrr.....

 

 

 

De volta à estrada... Com o coração na boca e o mix nas mãos ;)







Voltar a estrada é assim.... Emocionante. No fundo... é a minha área. Por isso é um "back to bussiness"

 Mas também um misto de pica profissional e remorso familiar.

Uma espécie de realização por ter o meu público de braços no ar mas também o coração pequenino por ter que deixar os meus pirralhos, o espaço de uma tarde (viagem), uma noite (da atuação), uma manhã (porque tenho obviamente que dormir) e outra tarde de novo (a  viagem de volta). Isto quando não é um fim de semana!!...

O que era tão "chapa 5" antes, tão natural na minha vida., tão bem encaixado na minha rotina de anos de carreira de dj e artista (porque mesmo antes, em reportagem, sempre viajei imenso)...agora... deixa-me o coração pequenino e numa ambiguidade tremenda.




Adoro tocar, adoro a sensação de por as pessoas a dançar, gosto do risco do "live", do aprumo técnico, da leitura da casa onde estou, do público. Gosto de conhecer pessoas novas, que me apreciam, com quem troco experiências e ideias. Gosto de música e de oferecer sons diferentes do que as pessoas estão habituadas. Gosto até de "papar" quilómetros umas vezes a conduzir, outras no conforto de uma comboio, quando estou mais cansada. Mas agora que tenho as minhas crias longe de mim quando viajo em trabalho.. ai meu Deus... sinto-me incompleta e... sempre preocupada.

Juro que tento afastar essa onda de mamã galinha mas é tão dificil. Ainda esta 5a feira quando me preparava , no hotel para a minha atuação da noite, apercebi-me que já não o fazia com o mesmo entusiasmo de antes.  (ainda por cima a Matita estava com febre ;( )

É que esse, sempre foi um momento fútil e agradável de mulher que apreciei.. LOL: Maquilhar-me, pôr a roupinha pipi, olhar e "reolhar" para o espelho, sentir-me a preparar-me para ser a "rainha da noite" ehehhe. Ah.. e usufruir do Hotel (normalmente são giros) num momento só meu. Sempre usei e abusei desses momentos anteriores ao Gig da noite.

Mas esta semana... senti-me diferente. Já aquando do meu " recomeço de estrada" depois de ter o Afonso me senti um pouco assim, mas agora, no 2º round, acho que é diferente, mais intenso ainda... ai... vida, porque tens que ser sempre feita de escolhas???

Ah.... além de que, vocês nem imaginam o que é deitar-me as 7 da manhã.... e 24 horas depois estar na rotina habitual de Mamã que acorda as 7 ou 8 da matina ... Ui, e os 30´s também não ajudam. Demoro muito mais a recuperar.




E agora.... como raio vou eu fazer o trabalhinho de Verão, que está aí à porta? ( sim porque os trabalhos em Lisboa são muito mais raros, as tornées são o pão nosso de cada dia, já que cada terrinha do país tem uma festa no Verão e cada vez há mais bares e discotecas... mesmo em momento de crise..)...Bem, como o vou fazer?... Com o coração na boca e a mesa de mistura nas mãos,,, certo? Lá terá que ser.

Há coisas piores... ( olha eu a convencer-me). Ao menos tenho trabalho, adoro fazê-lo e sei que os meus bebés estão bem acompanhados na minha ausência...

Beijinho e... já agora... oiçam muita música!!! Essa sim, é o antídoto para tudo! ( Sim, porque acreditem que as 3 horas que estou na cabine no meio do meu gig, só ela é o meu foco e me serve alegria...)