Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Finalmente a divertida sessão fotográfica de Natal...

Finalmente posso mostrar vos a sessão de fotografias de Natal, que aqui os Mendinhos fizeram com a fotógrafa Joana Luís Fotografia.

 

Um fim de tarde, depois da escola, com todos muito cansados mas cheios de vontade de fazer esta sessão. Entre birras e miminhos ( e não são basicamente assim todos os fim de tarde com miúdos, enquanto tentamos tratar da casa e dos afazeres e ainda lhes dar atençao e ter a cabeça no sítio?..), lá conseguimos uns quantos momentos registos de captar em memória. Ora bem, partilho agora esta sessão cujo resultado tanto gostei e que representam a união familiar e o amor que nos une..._MG_6997.jpg

_MG_6976.jpg

_MG_7002.jpg

_MG_7005.jpg

_MG_7009.jpg

_MG_7013.jpg_MG_7041.jpg

_MG_7019.jpg

_MG_7026.jpg

 

_MG_7070.jpg

 

 

 

E já a pensar no outfit de fim dos meus filhotes... fui à compras on line ;)

E Já a pensar no fim de ano dos mas minhas migalhinhas boas ,os "Mendinhos" lindos, cá de casa, acabei de escolher no site on line da Boboli estes coordenados . No fundo, são umas das prendas de Natal aqui da "Mãe Natal" Rita.

 

A Matita, sabe PERFEITAMENTE o que quer e entre muitos tules e brilhos ( é o que ela adora clarooo) escolheu esta saia preta ( ela também gosta muito de cores escuras, vá-se lá perceber...) e o casaquinho "curtinho", ela só os veste assim, tipo boler.

 

Captura de Tela 2016-12-23 às 17.09.01.png

 

Captura de Tela 2016-12-23 às 17.14.53.png

Para o Afonso, (que já  não liga tanto e para quem está tudo bem... lol), escolhi eu uma camisola de malha toda "à senhor" com camisinha incorporada. Vai ficar um "homenzinho" todo chique e quentinho para receber o novo ano, não acham?

 

Captura de Tela 2016-12-23 às 17.28.29.png

Vejam mais AQUI, e aproveitem, os descontos para sócios ( é simples, é só preencher um formulário, fazer a primeira compra e voilá!!)... 

Captura de Tela 2016-12-23 às 17.36.58.png

 

 

Lisboa está linda com as suas luzes

As iluminações de Natal em Lisboa são o ex líbris da capital nesta quadra.

 

Há dois milhões de lâmpadas por toda a cidade, num investimento de 700 mil euros, o dobro do orçamento do ano passado. E pronto... Não sei bem se era aqui que se devia ter gasto este dinheiro, provavelmente não... Mas...epá... mas Lisboa esta mesmo linda, essa é que é essa! Linda como não a via há muito tempo. 

 

Andei a passear pela Baixa, pelo Chiado, pelo Terreiro do Paço e a sensação que tive foi a de ser estrangeira na própria cidade. No bom sentido. Imaginei que era uma turista a apreciar esta cidade linda, calorosa e "quentinha" (se pensarmos bem e se nos abstivermos de pieguices... A verdade é que ontem às 9 da noite estavam 14 amenos graus, o que se compararmos com a maioria das cidade européias nesta data... Não deixa mesmo de ser quente, quentinho não acham?..).

 

E (sem pensar nos milhões gastos) fiquei orgulhosa ao apreciar "as luzes" com um bom gosto tremendo, as feirinhas, as lojas e produtos tradicionais, as senhoras das castanhas com os seus sorrisos amenos, os artistas de rua (num numero como nunca vi...).

 

Lisboa está linda. Ponto. E vale a pena, como eu sinto que há muitos anos não valia... passear, olhando para todos os pormenores com olhos de ver e mesmo para aqueles para quem o espirito de Natal não diz muito, acreditem.. Que se podem e devem deixar levar e embalar por esta onda tradicional e bonita. O Natal esta aqui. No centro da nossa cidade. Senti-o com muito orgulho...received_10155543567297786.jpeg

received_10155543285227786.jpeg

received_10155543285222786.jpeg

received_10155543285102786.jpeg

21566746_770x433_acf_cropped.jpg 

received_10155543285152786.jpeg

1482256895487-1804170264.jpg

 

 

 

Ainda a mesa de Natal... tosca e chique como se quer nestas ocasiões familiares..

Mesmo depois de alguns dias passados, serve este post para ispirar não só o Natal mas também outras ocasiões.

 

A ceia, que foi feita pela primeira vez lá em casa foi decidida à última hora (imaginem... dois dias antes ainda não sabia se iria ser lá ou não) e por isso, também os preparativos foram feitos em "cima do joelho"... mas nem por isso, com menos gosto... tavez só mais desafiante.

 

A verdade é que me orientei com tudo o que já tinha em casa, na minha "Christmas Box" ( a caixa onde guardo as decorações e items de Natal ) e fiz uma mistura de pratos, talheres, cadeiras ( atenção que mesmo parecendo ser feito ao acaso, há que tem em conta o que o sentido estético de cada um porque estes mixes de estilo podem correr muito bem... ou muito mal lol).

 

Esta miscelãnia de estilos é uma inspiração que está na moda e que muito jeito me deu, nesta noite. Porque como não tinha 13 ( era o nosso número de pessoas e pessoinhas à mesa) pratos, talheres e marcadores iguais decidi colocar os que mais me mareceram adquedos em cores e estilos a uma mesa de Natal. E cá está o resultado final e a moral da coisa: Não tenham medo de arriscar. Ninguém precisa de ter um serviço completo Vista Alegre para conseguir uma mesa bem decorada e acolhedora..

 

FB_IMG_1451383090894.jpg

Aqui, uma visão global da mesa. um marcador azul ( Da Zara Home) e  um de madeira ( da Area) , pratos verdes da última coleção da Zara Home, intercalados com brancos simples ( que ja vinham de casa do meu pai) e depois várias cores e feitios a dar cor e vida, em cima de cada um deles. Os clássicos transparentes, tinha-os em três cores: rosa, verde e azul ( uns vintage, da casa da minha tia Celeste, outros comprados no Jumbo, imaginem...) e os lugares a que faltavam... não hesitei em colocar uns da Cutipol, vermelhos. Da cor do Natal ;)

 

Os copos de vários tamanhos que fui intercalando já os tenho há anos e a anos e os talheres, misturei também, chegando a dar um ar de "taberna chique" com os de sobremesa colocados num pote aberto em cima da mesa.

FB_IMG_1451383545426.jpg

Os copos do Boneco de neve do filme Frozen, foram-me entregues pela Disney Portugal.. um diazinho antes do Natal, como presente para o Blog e consequente para os meus pirralhos e achei que fazia sentido, colocá-los aos dois (aos filhos LOL) na cabeceira da mesa com os seus pratos especiais ( comprados já há 2 anos acho na Casa Home) e os seus copões novos e imponentes.

 

A toalha vermelha (inevitavel!!) grande, comprei o ano passado na Hip Zone, uma loja/armazém de decoração e utilidades para a casa .

FB_IMG_1451383957708.jpg

 Ainda consegui, encontrar lá pela minha caixa mágica de Natal, dois pratos de servir muito giros com o Pai Natal desenhado, em tons de verdão e vermelho e o toque foi dado com dois centros de mesa que eu prúpria criei com bagas artificiais, pinhas , azevias... comprados... no "chinoca". A vela prateada é o Ikea e a jarra de metal, que já tinha é de uma coleção antiga da loja Area.

FB_IMG_1451383313271.jpg

 

Ah... por cima da minha mesona tailandesa, coloquei uma toalha verdona que tenho há uns tempos e que usamos muito. É para "todo o serviço" ( comprei no Ikea) mas não deixa de ficar bem nesta mistura explosiva de cores e "puxa" ao Natal, concordam? Aqui... bolos e sobremesas da época, frutos secos e frutas cristalizadas, velinhas natalícias, os guardanapos (que comprei na Primark), a árvore de Natal de madeira vermelha que amo ( da Area) e uma simples envolvência do candeeiro que está normalmente a uso... com fitas tradicionais da árvore de Natal.

FB_IMG_1451383196527.jpg

 

Ah e não podiam faltar as prendinhas que o Afonso e a Matita fozeram na escola para oferecer à família. E acho que neste contexto de decoração ficaram que nem gingas  no cantinho da mesa dos petiscos;)

FB_IMG_1451383703912.jpg

995370_904553386281026_4438506097554066660_n.jpg

 

E por fim... a mesa dos vinhos e dos queijos e patés... que organizei em cima do meu aparador da sala, mas que como é todo de design e tal, achei que nesta ocasião ficava melhor coberto com uma rend antiga qu foi feita pela minha bisavó. E assim... protegidos pela velinha do anjo em porcelana e pela memória das pessoas queriadas da família que já não estão entre nós passámos o nosso acolhedor Natal... efetivamente, a  parte simbólica e emocional das peças que uso é também muito importante para mim e foi importante "tê-los presentes" à mesa.

 

 

 

 

Natal pechincheiro, Natal sem culpas e ainda mais feliz!

natal2.jpg

Este ano vou fazer um post sobre as prendas de Natal.. mas de uma forma "terra a terra". Para quem faz todos os meses contas à vida... Vou deixar de lado as "frescuras" das marcas e o gosto pelas novidades que qualquer blogger inevitavelmente tem e... contar-vos que sou muito "pechincheira" nos presentes que compro para esta época.

 

A verdade, verdadinha é que, apesar de não conseguir, obviamente resisir a uma ou outra coisa mais cara, normalmente para os miúdos, que obviamente já nos pedem brinquedos específicos, a verdade é que nos últimos tempos tenho conseguido fazer algo que sempre achei fascinante numa ou outra pessoa que ouvia dizer que.. ia comprando ao longo do ano.

 

Sempre achei o conceito bem pensado, muito corente e "espertalhão", mas durante muito tempo fora das minhas possibilidades de vida. Não falo de possibilidades monetárias, antes pelo contrário, porque assim poupa-se e não é pouco... mas a verdade é que antes de ter filhos, a minha vida tinha poucas rotinas e essa  "coisa de poupar", assumo, não era a minha especialidade. Acabava sempre no horroso "lufa lufa", dos últimos dias antes do Natal, aos encontrões nos shoppings e a comprar coisas... caras e muitas vezes que nem tinham nada de efetivamente especial e a ver com as pessoas a quem as ia oferecer. Era o "comprar por comprar".12390872_1086429538043216_939541470098683257_n.jpg

Desde que, comecei a conseguir fazer esta gestão de compra de prendas durante o ano ( acho que o faço há 2, 3 anos), restruturei o meu "pensamento consumista" e programei-me para fazer coisas como, por exemplo comprar roupa nos saldos de Verão ou Inverno, já a pensar no ano seguinte e/ou... claro está no Natal e em alguns aniversários... que não calham em épocas de promoções.

 

As vantagens são muitas. Consigo ter tempo para pensar bem nas prendas, se encontro algo que é a "cara de alguém", não hesito em comprar porque sei que vale a pena, não estou a gastar muito e é algo mais personalizado. Mais ainda... ao dia de hoje... já tenho tudo organizado e agora é só embrulhar.

 

Os brinquedos dos miúdos ( que normalmente são caros, principalmente se forem de marcas pedidas por eles e "impingidas" pelos canais de televisão que vêem), por exemplo, comprei todos em promoções e ações de supermercados (todos vão tendo, é só ficar atento a qual e em que periodo vejam folhetos, pesquisem na net....), as prendas dos mais velhos, "enfeirei" em outlets (vivo ao lado de um imaginem....) e mesmo assim.... em fins de semana de hiper hiper promoções, que que os preços chegam a cair até 80%... E é aí que normalmente vou às marcas mais conhecidas, tradicionalmente caras e de renome (ténis, por exemplo, perfumes, malas...).

 

A única chatice... mas que também podemos ver pelo lado positivo ( se gostarmos de trabalhos manuais lol) é que normalmente nos saldos e afins, não se fazem embrulhos nas lojas... por isso, é que em vez de andar nas lojas nas vésperas de Natal.... ando a fazer embrulhos com papeis e saquinhos comprados e outros adaptados por mim. Com papel celofane, de jornal, com sacos de tecido ou serapilheira.. enfim... aí entra a criatividade e... a paciência... E pronto é nesta fase que estamos. Que estou. Nos embrulhos. Hoje os miúdos não estão em casa à noite e vou deitar mãos à obra.

 

Acreditem que fico mesmo orgulhosa, ao olhar para esta foto (e para o chão da minha sala, que está cheio que nem um ovo) e ver que vou conseguir presentear tanta gente e sem ter estado procupada com dinheiros este mês, tendo em conta que dilui as compras ao longo dos meses anteriores e mais ainda... que paguei uma pechincha por isto tudo!! Sem culpas... Uau!! Adoroooooo ;))

 

E pronto... mesmo que não o tenham feito este ano, comecem a pensar nisto para o outro. Larguem lá as vergonhas do que é "baratinho" que é tão bom ou melhor do que o que se paga caro. E digo-vos uma coisa que me incomda muito. É que neste país donimado pela Troika, pela crise e pelos cortes nisto e naquilo, na época de Natal, sinto-me escandalizada com tamanho desperdício de dinheiro. Não digo que não dê prendas. Mas o simbolismo é tão ou mais importante que o valor envolvido. Acredito até, que existam famílias a empenharem-se mais e mais para esta noite do ano. Acho ridículo e mal feito, as pessoas ficam embuídas por um espírito louco de consumismo....

 

E tenho dito. Ah... só para perceberem: a prenda mais barata que está aqui... custou 20 centimos (!!!!)... a mais cara... 10 euros!! Por isso quando falo de poupança... falo mesmo de POUPANÇA!! Abram os olhos pessoal..... quem vende assim em promoções, imaginem o que "enche o bolso" com os valores normais que nos cobram. 

Um sábado de partilha "em família" com a Barrigas de Amor

E que vida cheia tem sido a minha! E, tal como um amigo meu me diz... tenho que dar graças à minha Estrelinha, por tanta coisa boa e energia e saúde para as ir gerindo e encaixando na minha rotina.

 

Sábado de manhã, foi tempo de "filho único" ( a Matita estava muito birrenta e o pai aproveitou para passar a manhã com ela) e eu e o Afonso domos usifruir de uma manhã muito especial. "Totalmente perfeita", como ele próprio disse.. porque teve atividades para crescidos e atividades (e prendas!!) para as crianças... E lá fomos nós, pela marginal, numa bonita manhã, rumo ao Hotel Vila Galé Cascais.

 

Para nós, as 5 bloggers convidadas para este evento privado promovido pelas Barrigas de Amor, houve workshop "Papas-Real", mais um dos projetos da Catarina Beato, a jornalista e blogger de "Os dias de uma princesa", que nestes últimos tempos se tem dedicado de corpo e alma à alimentação saudável. E em particular... às papas de aveia. E aprendemos mesmo muitas dicas. Como misturar os ingredientes, como adoçar, sem açucar, como "convencer" os mais pequenotes a comer de forma mais correta, sem fazer cara feia...

 

12244235_964829343592148_9101060102874487220_o.jpg

IMG_20151123_123728.jpg

E aqui estamos nós, as "5 eleitas", junto da mentora do projeto Barrigas de Amor,a Joana Poiares, que para além de parceira já se tornou amiga...

 

Da esquerda para a direita: a Joana (A Mãe é que sabe), a Patrícia ( Bicharocos Carpinteiros) , a Sara (Definitivamente são dois) , a Vera (As viagens dos Vs) e a Rita "eu mesma" (Barriga Mendinha) juntaram-se a nós no para uma manhã muito feliz...

12238012_964829733592109_5843550117803467800_o.jpg

 

12278779_964840623591020_7715537182998218732_n.jpg

12289651_964840633591019_3218472154144834961_n.jpg

11243713_964828810258868_1138076415617827395_o.jpg

12244431_964828683592214_5346408209021927307_o.jpg

 12244302_964829680258781_4713107497410276378_o.jpg

12239655_964840620257687_2928572009946478814_n.jpg

IMG_20151123_123527.jpg

12240252_964829790258770_2590977162732220883_o.jpg

 E assim foi...Com uma decoração Momentos com design de encher o coração! Muitos mimos da Nintendo que deixaram os mais pequenos em euforia , a PetizEmLinha animou e encantou e com a Mom and Me fizemos decorações de Natal recicladas que são um Amor! 

Feliz Natal a almoçar sozinha...

Dia de Natal.

 

Almoço sozinha frente à tv com o Shrek e a princesa Fiona como barulho de fundo, enquanto me passeio em viagens virtuais por sites de cultura e lazer para saber se há algum programa a fazer hoje à tarde em Lisboa. Por isso, este não é mais um post sobre presentes ou espírito de Natal com criancinhas e família, provavelmente o mais esperado num blog sobre família e maternidade. Este é um post sobre uma mãe, também mulher, ser pensante e emocional. Querem?

 

Não não estou sozinha por obrigação, nem por zangas, nem por não ter por onde ir ou com quem estar. Estou sozinha porque quero. E estou mesmo bem. Agora, depois de um dia 24 cheio e a aguardar que a noite de hoje seja mais uma vez a loucura, numa espécie de rewind da ceia de ontem e de mais uma visita do Pai Natal... era mesmo isto que eu precisava, um momento de namoro entre mim... e a minha manta.

IMG_201412359_031840.jpg

Pode parecer estranho a muitos, talvez até mais por imposição da sociedade mas uma coisa que a maturidade nos dá é isso.. é já não nos pautarmos tanto pelo que os outros acham que é o correto, mas por aquilo que Eu acho que é o correto.

 

E os meus filhos? E a minha família (ou famílias, tendo em conta que tenho várias "frentes" nessa batalha...)? E o tal almoço solidário? Bem, comecemos por aqui.

 

O ano passado passei o almoço do dia de Natal numa associação e estava decidida a fazer o mesmo este ano. Uma forma de aproximar os meus filhos das causas sociais e levar sorrisos e uns miminhos de Natal a quem tem tão menos do que nós. Então? Porque é que não fui? Opá... olhem, coisas à Mendinha, decidi em cima do tempo qual a associação que queria, sugerida por um médico e amigo, que me cedeu o contacto do diretor... mas só o número fixo (e na net quase nada de informações....). A verdade é que liguei umas 5 ou 6 vezes e nunca atenderam. Entretanto.. os dias passaram, e estavamos em terça feira. Já não deu para fazer nada. Mea Culpa, que não me devia ter atrasado nesta combinação, mas como tudo na minha vida é a mil... olha... deixei o essencial "para amanhã" e acabou por correr mal ;(

 

A acrescentar a isso.. o meu príncipe Luz, o Afonso passou o 24 com a família do pai e quando ele me perguntou se tinha algo combinado para hoje, não tive como lhe dizer que não fosse a casa do irmão com ele, onde estão todos os primos que o Afonsinho tanto gosta, a celebrar o Natal confuso que faz as delícias dos putos. Ou seja... essa parte de mim ( sinto-me desmembrada sem um deles, é inevitável não me sentir um pouco triste com este afastamento, mesmo que o finja para fora) só volta hoje ao fim da tarde, para casa da avó Clara (a minha mãe), onde vamos, com essa parte da família, simular a consoada de ontem. 

 

A Estrela, a minha Matilde?! Ui... com essa tem sido a loucura, ontem, noite com a família da casa do pai , única criança... imaginem a excitação. E hoje... eu sugeri ao pai Hugo, irem os dois de novo almoçar com eles, enquanto eu ficaria em casa. Primeiro desconfiou da minha "boa onda", julgou-me chateada com algo... depois expliquei-lhe que este momento mais calmo, tão raro, me iria saber bem... e que no fundo seriam só 3 ou 4 horas. Estranhou que me sentisse bem a almoçar os restos do cabrito de ontem ( o que servi à hora do almoço com a minha irmã, avó, meninos e pai, que está separado da minha mãe por isso, não entra nas outras festividades, mas não queria deixar de estar com ele) num tabuleiro, sentada no sofá.. mas depois acedeu. Fazia sentido eles irem, sim, até porque os bisavós da Matita, que são do Norte, quase não têm oportunidade de vê-la... ah.. e eu ainda me agarrei à desculpa de que tinha ( e tenho, porque como estou aqui a escrever-vos, ainda não tratrei nada disso) que embrulhar alguns dos presentes para a festa da noite, onde ainda seremos 12 ou 13.

 

O Natal para mim é família, união... e acreditem, que assim... "às mijinhas"... tudo me parece estranho e desinteressante , só cansativo uffff.... Sei racionalemente que é assim que tem que ser... mas emocionalmente e sendo fiel aos meus verdadeiros sentimentos referentes a isto, parece que não me faz qualquer tipo de sentido com tanta "subdivisão".... Faço-o, celebro-o pelos outros, não por mim. A acrescentar a tudo isto, a minha separação do pai do Afonso e o estar longe metade da quadra, existem também os meus pais, que não estão juntos há uns 10 anos e família do marido atual da minha mãe. Ah e ainda a parte da Matilde... a da família do Hugo, portanto. quem me dera poder juntar todos, meu Deus! Aí... conhecendo-me como me conheço, não pararia um segundo e o meu coração estaria cheio de Amor e orgulho. Quem me dera poder ser eu a receber em casa. Mas a cas não é grande o suficiente e mais que isso... nenhuma das partes estaria disposta a isso. Entende-se. Ou não... por mim, que tenho um free spirit e uma hippy (chic ;)) forma de pensar. Por mim, receberia família e amigos e até (como já quis em tempos e deu "espiga"...) pessoas solitárias ou necessitadas que me tenham tocado o coração... Não é demagogia, ou querer "parecer bem"... sei que não daria para todos, para se se fizer a diferença na vida de uma pessoa, acredito que já valeu a pena.

 

Enfim... aqui estou eu, neste momento solitário, vivido assim, no meio da incongruência que é a minha vida. Normalmente queixo-me de não conseguir parar um segundo, rodeada de amigos, família, filhos, trabalho, compromissos. E hoje, quando quase todos andam tradicionalmente nessa azáfama... aqui estou eu, a escrever em paz, a usufruir da minha casa (desarrumada mas em plena paz) e a tentar "uliliuzar" este momento para tirar lições, pensar no ano que passou e prespetivar o que aí vem.

 

O tabuleiro está ainda aqui ao meu lado com o resto da refeição, os sonhos e rabanadas em cima do aparador, seduzem-me para serem os seguintes, juntamente com um cafézinho expresso (bebido sem stress, com a Matilde a querer sorvê-lo também ou o Afonso a pedir para mexer na máquina enquanto o tiro..). A árvore de Natal ali ao fundo como se me piscasse mil olhos e fosse cúmplice deste meu momento. Eu... orgulhosa por finalmente, ao fim de tantos anos a andar ao "mando e vontades" alheias, conseguir afincar pé e fazer o que me vai na alma. Neste caso, ainda por cima, sem ferir susceptibilidades, sabendo que ambos os meus filhos estão felizes com quem estão e que já fiz e irei fazer ainda o meu papel de filha, neta e familiar presente, oferecendo carinho, miminhos e tudo o que é exigido no Natal.

o-que-voce-tem-de-diferente1.jpg

Aproveito para ainda desejar uma excelente quadra a todos. Ainda vou a tempo de o fazer e apesar de tudo só agora consegui fazê-lo. Sim, é que ao invés deste momento sozinha, até há pouco, os minutos de pausa são poucos e fico feliz e com a sensação de missão cumprida, de ter utilizado um bom pedaço deste, para escrever um post de Natal diferente, numa experiência que acredito não ser comum, sobre a minha opção (porque gosto de acreditar que sou uma mulher de opções diferentes, mas sempre coerentes e sem ferir os que me rodeiam). Porque no Natal todos deviamos ser, ou pelo menos perseguir, o que nos faz feliz. Ser bom para os outros e também para nós mesmos. E eu... sinto-me hoje, bem assim., a almoçar sozinha.

 

Feliz Natal. Com muito amor, auto-estima, solidariedade e união. Apareçam estes sentimentos de que forma for, mesmo que não sejam da mais tradicional e clichet. 

 

(E agora... bora lá embrulhar mais umas prendas.. que os meus meninos ainda vão hoje à noite, vibrar muito com as surpresas ;))...

 

Desta vez... a mamã também tem direito a wish list de Natal...

E para mim?

Aqui ficam umas ideias de última hora para quem quiser agradar (e muito) aqui a Mendinha.

Estas seriam algumas das minhas escolhas, de mim para mim ahahha:

 

 

Adorei a coleção black da Xus. Estes brilhos cravados na camurça preta são mesmo a minha onda, não são?

        10355726_883758144969695_5136260088184809955_n.jpg

      Captura de Tela 2014-12-21 às 22.01.02.png

 

As novas boca de sino da Salsa. Chamam-se Flare Jane e adoro as de ganga escura. Sou fan de revivalismos e este é mesmo certeiro, sempre achei um piadão e agora que se usam de novo... não quero falhar no trend.

14429_10153390398478242_4874360015073321019_n.jpg

            c37717684b396f9310b23cb9247ec0b0.jpg

 Desde que fui a dj da festa de natal da  Marc by Marc Jacobs, onde tive tempo para ver ao pormenor a coleção toda enquanto passei uma tarde inteira na loja fantástica do Chiado, que fiquei com várias peças debaixo de olho. Mas como ando a precisar "daquela" mala grande onde caiba tudo (desde as fraldas, aos phones e à bolsa de make up...)... acho que esta travel bag, podia fazer me muito jeito. Intemporal, clássica e cheia de estilo... e de espaço...

          10473756_869557169744165_2473474114610609867_n.jpg

Os novos óculos de sol Iridia (com um look muito urbano e chique mas ao mesmo tempo divertido, maravilhosos para os cordenados de  Inverno) da Fendi. Vi-os no open day da Press Club e adorei o carisma e originalidade. Não são a minha cara? 

         65504_10153295486928242_2882460014360262810_n (1).

         FendiDescriptionImage500.jpg

Como não podia faltar.... a minha loja de eleição para os eventos do meu dia a dia, a Tendências Store, não podia ficar de fora, até porque como vou lá tantas vezes, me cou apaixonado por diversas peças. Esta, a que escolhi é especial por isso, a elejo. Um casaco com um corte muito fifties de pele de carneira e que me ficou a matar. Vejam lá:

         IMG_20141220_132731 (1).jpg

          IMG_201412354_015858.jpg

Faz agora um ano que me foi oferecida a famosa bracelete componível da Nomination, ainda me faltam uns quantos links (as pecinhas que encaixam na pulseira) e os temas são imensos e adaptáveis... Acredito que se me conhecerem minimamente, encontram dezenas de tópicos que podem ter a ver comigo... Adoro esta filosofia de joalharia, personalizável e descomplicada. Concordam?

         68961_878875032125751_1251043984207097505_n.jpg

 Ah... e mais uns Maz para a minha coleção. Desde que sou embaixadora da marca em Portugal, que me tenho, obviamente apaixonado pelo conforto e versatilidade destes ténis. Já tenho no armário umas quantas cores e agora, na quadra Natalícia, a mais adequada é, sem dúvida a vermelha, para fazer juz è época. São top!

         10464069_335697326555453_3992626853396380897_n.jpg

         63571_304005643057955_2130079301_n.jpg

Acabo com o meu mais recente desejo. Desde que conheci esta marca, Astristry, que é considerada uma das top 5 luxurious do mundo, e que a comecei a usar... que me rendi. E mesmo assim, não usei ainda a gama Youth-Xtend, que promete reprogramar a nossa pele no espaço de uma semana. Têm-me contado resultados de ficar pasmada.

Para adquirir este kit "milagroso" e luxuoso, entre outros, a loja on-line é esta... 

         2e475805eddca0dcb888956b333a1fb5.jpg

 E pronto... não me vou alongar. Acho que já têm muito por onde escolher não já?..

 

 

 

Decorações de Natal home made...

Desde que fiz a minha rena natalícia meia improvisada na escolinha do Afonso Luz, que me apercebi que os materiais como o feltro, a lã e os tecidos podem ser muito fáceis de trabalhar. Têm a vantagem de serem materiais rásticos que "aceitam" um ou outro ponto tosco e até chegam a ficar muito giros assim.

 

Sugiro-vos uma série de crafts giros e que, foram escolhidos não só pela parte estética e decorativa mas também pela aparente facilidade de execução. Escolhi coisas que eu própria acho que consigo fazer, se não iguais, iguais... adapatando um bocadinho ao que temos em casa... e ao nosso jeito de mãos lol...

 

O que interessa é por a mão na massa... ou antes, a mão... no tecido e surpreender familia e criançada! Vamos ?...

feltro arvores.jpg

estrela fios.jpg

d8b047fb8700654ff0590b1c87565fbd.jpg

d46f8708654ed947c36e720bc1690120.jpg

96122a970a3944114f9012bc3329e546.jpg

58e69aa8602b3918032e0cc01f436d2c.jpg

8b5157e4907ebff06b9fc35894329bf5.jpg

df2668037d48e0663b6b7fee6757410e.jpg

f3e3209cdefae0ff97a18907b2e3f3b8.jpg

0d3c1fecb3a57f96a21ab5a3e2173d06.jpg

491686ba5475df593d4d98a0493421e9.jpg

52830-Diy-Sock-Snowmen.jpg

 36ac62c5755d3dbcf8057c2d3b03ba09.jpg

 

 

 

A nossa rena de Natal, passo a passo. ..

Quem acompanha o meu facebook, sabe que ontem foi um dia louco, com muitos e diferentes

afazeres e que começou assim... esta tinha sido a manhã estipulada,  já na semana anterior,  para estar presente, uma manhã,  no colégio do meu Afonso Luz para uma atividade Natalícia...

 

Todos os pais foram chamados e os que conseguiram comparecer, dividiram-se em tarefas, por dias da semana. Ontem,  que foi o único dia em que me consegui encaixar (e só eu sei com que "ginástica" com as horas cutas do dia...) e era o dia da costura. Tremi... porque, achava eu, que não tinha jeito nenhum... Ainda ontem, vontava ao meu príncipe,  que, aprendi estas artes de coser, lá para os meus 10, 12 anos , com a minha avó Gi, que era exímia nestas coisas e com quem me divertia muito... mas... tipo... passaram... tipo... 26 anos depois disso... e eu quase nunca mais peguei em linhas e agulhas...

 

O meu brio de encarregada de educação falou mais alto e... quando cheguei à sala de aula, olhei para os feltros e o Afonso me disse que queria o roxo (claro..... é a sua estranha cor preferida ;)), fez-se luz!! Lembrei-me das bolachinhas que eu e a Cristina, a minha parceira no projeto Cups&Cakes, temos levado às feirinhas e... decidi fazer uma Rena, inspirada numa dessas cookies.

 

Meti mão na massa (ou antes no tecido...) e com o apoio (mais moral que outra coisa lol... que andou por lá a maior parte do tempo aos pinotes)... este foi o resultado.

 

Todos os passos, estão descritos e mostram que.. mesmo sem muito jeito... se conseguem fazer um craft bem giro. Não acham?  (E eu e o Afonsinho ficámos todos orgulhosos do trabalho da mamã ...

IMG_20141203_095536.jpg

IMG_20141203_095924.jpg

IMG_20141203_101246.jpg

IMG_20141203_102936.jpg

IMG_20141203_104705.jpg

IMG_20141203_110919.jpg

IMG_20141203_111232.jpg

IMG_20141203_113018.jpg

IMG_20141203_113139.jpg

 

IMG_20141203_113419.jpg

Ah...  E vejam aqui as nossas Christmas Cookies,  que me inspiraram: vejam lá se não está um rena familiar eheheh... uma rena Barriga Mendinha, portanto ;)

IMG_20141129_134132.jpg