Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

A Disney on ice... é a Disney on Ice, simplesmente TOP!

 Sim.. o espetáculo Disney on Ice, Mundos encantados, onde os personagens mais conhecidos da Disney patinam (fenomenalmente por sinal) volta este fim de semana a Portugal e já é algo incontornável em que a família Mendinha gosta de marcar o ponto. E olhem que já são só  mesmo estes dois dias ( sábado e domingo, dias 12 e 13 de Março)

 

E olhem, que gostei ainda mais deste ano, do que no anterior. O cenários são top (e até neva!!) e a escolha dos momentos Dusney foram muito bem conseguidos. Duas histórias "de meninos" - o Toy Story e o Cars e duas histórias "de meninas" - a Pequena Sereia e o Frozen.

 

Para mim... 3 surpresas que valeram a pena: a Elsa do Frozen e todo o ambiente que esta história conseguiu imprimir no Meo Arena ( pronto, assumo.. qunado oiço o " Já passou, já passou!!!!..." fico toda arrepiada e elas, a Elsa e a Ana patinam nas horas!!) ,  a frota toda em tamanho real do filme "Cars" que esta maravilhosamente bem feita ( o Afonso delirou e eu parecia uma criançola encantada) e..... last but not the leas: a Matita que foi ao palco ;)

 

Sim... durante o número da "Pequena Sereia", quatro crianças que estavam à frente ( e nós estávamos!!) para entrar no submarino apoiado em danças e rodopios pelos caranguejos de serviço e... lá foi a minha pequenina corajosa, muito quietinha, bem comportada e orgulhosa ( podem ver, na foto, a menina que está com uma bandelete/coroa cor de rosa).

 

Digo e volto a sublinhar, que este espétáculo, já se tornou um "ponto a picar" mas não só "porque sim", ou porque os miúdos pedem. Como adulta e ligada ao meio artístico, fico sempre espantada com o profissionalismo incrível dos profissionais que integram o espetáculo. Tanto fazem de boneco, como de principe, como entram e conduzem um carro, ou um peluche gigante, tanto são bons como protagonistas de uma história como se encaixam na perfeição quando têm de estar em grupo e sincronizados. Reparei bem em alguns deles que iam fazendo, um pouco de tudo e fiquei espantada com a capacidade dos mesmos.

 

Ah, para acabar, deixem-me resalvar que os nossos cantores, os que fazem as vozes das personagens são F.e.n.o.m.e.n.a.i.s!! Temos mesmo gente com talento e que canta para caraças ;)

 

Para quem estava na dúvida se devia ir ou não: Sim, sim, sim! Vão, não se arrependerão! I swear!! Serão uns 20 euros bem gastos e acredito que inesquecéveis. Afinal... A Disney on ice... é a Disney on Ice ;)

 

IMG_20160311_175816.jpg

IMG_2470.JPG

IMG_2469.JPG

IMG_2471.JPG

IMG_2474.JPG

IMG_2473.JPG

IMG_2476.JPG

 

IMG_2480.JPG

IMG_2482.JPG

IMG_2484.JPG

IMG_2487.JPG

IMG_2496.JPG

IMG_2505.JPG

IMG_2498.JPG

IMG_2497.JPG

IMG_2512.JPG

IMG_2516.JPG

IMG_2522.JPG

IMG_2533.JPG 

IMG_2525.JPG

 

IMG_2530.JPG

IMG_2536.JPG

IMG_2540.JPG

IMG_2543.JPG

 

 

 

 

VFNO 2015 - o Outfit e as emoções (boas e más)

Ontem foi A noite da moda. E não só a do nosso país. A de 23 países em simultâneo, os que ao longo dos anos têm aderido, à Vogue Fashion Night Out.

 

Saem à rua todas as gerações, ouve-se música em cada canto, multiplicam-se os brindes e as promoções, os famosos misturam-se com os anónimos, os fashion adicts vestem-se a rigor e pronto... é um orgulho fazer parte dela.

 

Além disso... e apesar do muito e intenso trabalho (umas cansativas mas felizes 6 horas de set non stop...), senti-me uma princesa fashion ;)

vfno2015d.jpeg

vfno2015a.jpgvfno2015b.jpg

Vestido e colar de penas: Tendências Store

Sapatos : Zara

Cabelos: Studio Rdv by Ronny Kasta

Make up: Tânia Carvalho para L'oreal Paris

Unhas e Pestanas: HN Portugal

vfno20215f.jpg

vfno2015g.jpg

Como dj já em várias edições, assumo que esta tem sido uma das noites emblemáticas da minha carreira. E explico-vos porquê...

 

Porque mistura tudo o que gosto, me dá prazer. Porque posso passar exatamente o género de música que gosto (para quem não entende muito o que se passa neste meio e profissão, acreditem que não são muitas as vezes que temos liberdade criativa total), num ambiente requintado (desta vez toquei num espaço maravilhoso e cheio de design a cada cantinho dos seus 3 andares, o Roca Lisboa Gallery), porque me posso vestir a rigor e apreciar todo este momento de afago de auto estima, que é tão bem vindo de vez em quando( o penteado, a make up, a escolha da roupa certa ), porque toco cedo ( entre as 7 e a meia noite e finito... nada de noitadas até às 6 da matina) e ainda porque sim... todo o público dança ao meu som (e olhem que, este ano, quase criei uma espécie de pista de Discoteca, frente, à montra do meu spot na Avenida da Liberdade)... inclusivé.... a minha família, alguns amigos e... o mais importante e tudo.. os meus filhos. Orgulhosos e animados.

11987153_10205479738656391_6752677372875137314_n.j

vfno2015c.jpg

Aproveito para abordar este assunto. Sim, não podia deixar de o fazer, até porque no meio de tudo tão perfeito, foi a única coisa que me incomodou efetivamente e porque este meu blog trata os assuntos da maternidade e deles não posso nem quero fugir...

 

Ora bem,enquanto tocava sempre com aquela energia que me é carateristica ( acreditem que às vezes nem eu sei onde a tenho escondida ahhaa... acabo por me surpeender a mim mesma muitas vezes com a resistência e força anímica)... e logo um pouco depois dos meus babies têm aparecido para me ver , acompanhados pela minha doce família (avós, bisavó, pai e tias...)... o Afonsinho quis vir ter comigo à montra onde eu estava a atuar. Saltou para uma banqueta e começou a dançar ( esteve ali tipo.. sei lá... uns 10 minutos talvez).

 

O Hugo, aproxima-se de mim e sussura : "Amor, cuidado, é melhor que o Afonso não esteja aí, já ouvi vários comentários menos bons lá fora...". Comentários? Hummm... Pensei eu, mas que raio? Sim..." Olha... aquela até traz o filho para aqui, que vergonha"... acho que disseram duas ou três críticas e más linguas que por ali passavam. Algumas delas também com crianças pela mão, o que se torna ainda mais irónico e incongruente.

 

Eram 9 e meia da noite, de uma noite especial e muito pontual (a maioria dos eventos não são próprios, obviamente, para miúdos) e o meu "dancarino" e o maior fã da Mamã dj artista, não se conteve e pulou para perto de mim. Outro espírito de artista, a forma-se ali, parece-me a mim... E então? Será que as crianças dessa senhoras maldizentes não dançam e cantam no meio dos serões familiares? Claro que sim. A diferença aqui... é que por acaso a mãe deste pequeno artista tem os olhos sobre si e atua para uma largo número de pessoas. E é a essa realidade a que os meus filhos se vão ambientando e habituando. Daí ser, portanto, também para ele natural, dancar e pular ao meu lado. Virado para o público, no seu misto de entusiasmo e vergonha.

 

Há mesmo tanta gente má onda neste nosso país, gente que aponta o dedo por apontar, que te mete " no mesmo saco de todos os famosos" supostamente negligentes (e já esse ponto de partida tem muito que se lhe diga, enfim...), que te julga como Mãe e educadora, sem saber puto quais são os teus limites, os teus princípios, os teus cuidados com os filhos e com a própria família. E mais ainda, que não tolera que alguém só porque "aparece" seja uma Mulher e Mãe com Ms grandes  e que tenha uma profissão que saia do tradicional, com visibilidade, horários diferentes (e só Deus sabe o esforço que faz para conciliar tudo com a harmonia possível) e... ainda seja feliz com isso e com o orgulho que os seus pequenos pirralhos têm de si... 

vfno2015e.jpg

A Matita, mais reservada e (ontem) com mais sono, não é tanto "destas coisas" e ficou no seu cantinho, ao colo do pai. Ou será talvez pela a idade ainda, a ver vamos.. Mas, pergunto-me eu porque raio, tendo eu a plena noção de que os meus filhos têm a educação adequada às suas necessidades e idades (hoje eram 9 horas da manhã e estavam ambos na escolinha, depois de 9 horas de sono... e porque foi dia de festa!) não lhe(s) darei o gosto, que também tanto me agrada de os deixar estar comigo um bocadinho " no meu escritório"?... Sim, se este é o meu trabalho, este é o meu escritório, certo? Será que assim, poderão essas "velhas do restelo" perceber que há formas de estar na vida diferentes do "chapa 5" em que os princípios de responsabilidade, cuidado e amor à família podem ser tantos ou maiores do que as pessoas com profissões ditas "normais"?

 

Bem, injustiças à parte, a noite foi um must, essa é que é essa! Em tudo. Até pela possibilidade da presença dos meus, durante um pedacinho da noite. Adorei a onda, o público que por lá foi passando ( e parando... para a minha "discoteca improvisada" como ouvi, ainda há pouco, orgulhosamente falarem do "meu spot" no telejornal da RTP), o meu look e o miminhos dos muitos fãns que foram aparecendo e tirando milhares de fotos!

 

E que venha... a VFNO do próximo ano. I cant wait... ahhh... e o Afonso Luz, também não ;)

 

 

 

 

 

 

A ambiguidade de estar feliz... mas não completa.

Gostava de vos falar da felicidade na ausência. 

 

Ou da Tristeza na felicidade.

 

Ou da dificuldade em gerir a ambiguidade de estar a fazer algo que gostamos, mas nunca nos sentirmos completos.. porque faltam eles.

 

Gostava de vos contar, como é dificil, principalmente quando se exercem profissões em que muitas vezes estamos rodeados de outras crianças... não pensar que queriamos as nossas ali. Mas ao mesmo tempo, não as poder ter. Mesmo.

 

Uma coisa é de vez em quando, e vocês, vêem-me bastantes vezes com os meus filhos em eventos e "coisas e loisas", mas a verdade é que muitas vezes essas "coisas e loisas" não deixam de ser trabalho. É um peso que os artistas carregam muitas vezes... o das pessoas acharem que "aquilo se faz com uma perna às costas" ou que "não custa nada".

 

Apesar do ar descontraído e saltitante, não deixo de ter que estar concentrada, não deixo de ter que dar atenção às pessoas que me observam, ao material, à música, à coerência do set, ao tempo entre as danças e auências da mesa de mistura e o timming das músicas, não deixo que ter que estar disponível para os meninos que são fans da Dj Mendinha e que... provavelmente não fazem puto ideia de que ela (ou eu.. porque "ela" é uma personagem que criei) tem filhotes e sente saudades deles ou está preocupada porque algum deles está doentinho ou que morre com remorsos porque uma vez prometeu ao filhote mais velhos que "iria sempre, sempre que a mãe fizesse de dj para meninos"...

 

Mas pronto é assim. Foi assim este fim de semana. Não deixei de me sentir contente e realizada pela quantidade enorme de gente e  fonte de energia boa que ali, no espetaculo da chegada do Pai Natal ao Forum Aveiro, se gerou... mas... pronto... mas...

 

Cada menino a dançar e a cantar me lembrava o Afonso Luz e cada menina de colo, com ar de marota, me lembrava a Matilde Estrela. E enquanto o meu sorriso fazia parte do meu rosto... eram as suas imagens que faziam o brilho (saudoso) dos meus olhos...

 

E pronto, é isto. Sentimento partilhado e exorcizado. Parece que esta confusão (bem legítima) do coração e que me acompanhava desde o fim de semana, me faz menos peso agora. Isso e o fato de ter regressado logo, logo, mal acabei o show, porque a minha Matita estava doente e o meu Afonso ia com os Avós ao Planetário... e eu mal desliguei da adrenalina do meu dj set.. só pensava em cumprir as promessas de estar presente com ambos e em ambas as diferentes situações ;)

 

10523140_722836027786097_3008788364956675438_n.jpg

10565008_722836084452758_1977109856083809352_n.jpg

10500489_722836134452753_994076967062579477_n.jpg

10538458_722836187786081_3371071637411878809_n.jpg

10394571_722836254452741_6614179284902074183_n.jpg

IMG_1666.JPG

IMG_1660.JPG

Mais info sobre a Dj Mendinha / imagens, vídeos e contacto para a contratar...AQUI .

Não hesitem... a verdade é que continuo a adorar o que faço... ai.... ambiguidade de Mãeeeeee.... grrrr.....

 

 

 

O "Open-Day" cá da zona ;)

Agora que estamos na onda dos "open days" (todas as ruelas, shoppings, zonas da cidade têm adoptado estes dias  especiais para ter as lojas abertas até mais tarde, apostar em animações, espetáculos, descontos...)... hoje, mostro orgulhosamente a do meu bairro;)

 

Ontem foi um dia especial para a zona da Guerra Junqueiro, Praça de Londres e Avenida de Roma que entrou em festa logo pela manhã e trouxe às ruas locais muita alegria, preços convidativos, mistura de gerações - não se esqueçam que esta era o bairro dos avós (a minha ainda mora aqui) que está a ser "resgatada" por casais novos e famílias em construção...

                     

                         

                   

 

Para mim, para além disto tudo, foi ainda mais especial e por uma diversidade grande de motivos:

 

1- Estive a tocar num maravilhoso sunset fazendo parte efetiva da moldura desta festa

 

2- Fi-lo num espaço que amo, a Loja Tendências Store, que tantas vezes me veste e onde já criei grandes laços de amizade (impossível não gostar da Paulinha Oliveira e "sus muchachas", só Paulas, Filipas e Belinhas queridas de dar beijinhos)

 

3- E... como o espaço é quase à porta de minha casa, os meus amores todos andaram por lá, cabine fora, cabine dentro a fazer-me companhia e a divertir-se entre amigos (os meus filhotes já são uma espécie de mascote da loja e andaram por lá com o meu Hugo e até a minha Mamã e a minha avó Nor, armadas em vaidosas foram lá ter para fazer umas compras.... e já agora ouvir a Ritinha a pôr música)

             

             

            

 Ora entao vejam lá a nossa festa que foi tão especial (a energia que une as pessoas e sim, o bom gosto muito hippie e bohemian chique desta minha Tendências do coração criaram um grande evento).

 

Ah...  é verdade, minhas amigas (tantas que perguntaram!!), a camisa que vesti era da Tendências sim... mas agora... é minha!!! ehehhe!!

Causou furor eu sei, é muito original e era a última, uma peça vinda da Índia.

 

De qualquer forma, contou-me um passarinho, que no domingo, a Paulinha vai de novo até ao outro lado do mundo buscar material, por isso, fiquem atentas que vão surgir mais preciosidades destas dentro em pouco...

 

Os meninos?

 

Matilde Estrela veste t-shirt com flor e casaquinho de malha Zippy e Afonso Luz calças azuis e polo de riscas também da Zippy ( ah e tanto a coroa de flores da princesa como a fita de índio... são da Tendências ;))

                     

             

             

                        

Este foi o "nosso cantinho" mas se quiserem saber mais do que foi esta grande festa das Avenidas Novas, não hesitem em matar a curiosidade AQUI, a página do evento, onde estão fotos de alguns dos mais de 250 espaços e comerciantes que aderiram a este day and night.. que mexeu com a zona da Avenida de Roma, um sítio de que tanto gosto. 

 

E hoje começa o Rock in Rio Lisboa e esta mamã vai lá dar um pézinho..

 E hoje... começa o Rock in Rio Lisboa :) E faz 10 anos!! Weee!! Vai ser só curte... 

 

Para uns, os fans loucos que irão marcar presença em quase todos os dias(e são muitos acreditem), vai ser a loucura... para mim, que sou Mamã e uma non stop workaholic... HOJE vai ser o dia!

 

 

Aproveitei a onda de Afonso em fim de semana de pai e de Matilde na minha mãe, porque tive ontem programa à noite e ela teve que ficar a dormir lá, para... hoje ir lá dar um ar da minha graça. E sim, apesar de haver muitas bandas e artistas que gostaria de ver ( Rolling Stones a festejar os seus 50!! anos de carreira, o fantástico Justin Timberlake , Arcade Fire, a miúda furação Lorde... ) que não vou chegar sequer a sentir o cheiro lol ... mas acho que para uma Mamã de 2 bebés e que tantas outras vezes se tem que ausentar por trabalho... conseguir ir um dia já não é mau, pois não?

 

E pronto... hoje, qual adolescente a aproveitar o seu momento, irei passar pelo encontro de Bloggers da SAPO e depois... direitinha para a "romaria da Música".

 

Vejam aqui o cartaz, o que eu vou também agora estudar para saber por onde irei andar :

 

Agenda RIR dia 25 Maio

 

 

 

Ok... até já, agora vou-me preparar e... siga!!!!

 

Depois conto tudo ok? Farei muitas selfies, trarei muitas cusquices e ... amanhã.. recomecará a vida e.... aaahhh... e... voltam os meus filhotes (ai vida ambigua de quereres e sentires de Mãe apaixonada.... fogo.. mesmo em festa, não consigo deixar de pensar neles nem de contar os minutos para a sua volta)

 

Beijoossss. Até logo :) 

Music 4 your ears



Desculpem-me a ausência mas este foi um fim de semana daqueles ocupados (e felizes!!) como não tinha há muito.... 

Sets, Música, festas, amigos, família, muita e boa comidinha ( torradas, marmelada, leitão, mexicano, petiscos, fast food e slow food.. you name it....) dormir umas boas horinhas... bem... um must.

Pouco tempo, a não ser para ir postandoa través do i-phone (que se partiu de novo aaargghhhh!!) as fotos dos sítios onde ia passando. Coimbra, Viseu, Carregal do Sal, Mangualde...

Fui e vim de Comboio. Para lá dormitei... para cá, vinha cheia " da pica"... e fiz este set.

Sei que pode não ser muito " mummy thing", mas quem me segue, sabe que que é a minha profissão, a minha paixão, o meu ganha pão.. ;) por isso, também sabem, que os gostos têm que ser partilhados.

Fica uma hora e pouco de " Music hall" bom para as pistas de dança, as viagens de carro, as festinhas de amigos.. uma onda comercial e dançável mas sempre com a batida que eu gosto, mais fortinha... sim, sim... eu gosto de " capum capum"...

Tomem lá... e deixem-me recuperar o folêgo para amanhã vos contar o que eu tenho a dizer sobre este weekend "fora de marido e filhos", que aqui entre nós me ressuscitou e deu asasssssss....

Amo-os tanto... mas "afinal" acho que também me amo a mim ainda !!! ehhehhe! ( e estes sonzinhos são uma "ode" a isso mesmo).


PARTY SILLY LOVE @ SUMMER 2013 - DJ RITA MENDES SET




Amanhã nasce a Dj Mendinha ;)





É amanha, no Dia da Criança que a DJ Mendinha vai nascer e logo logo, sem descanso...  entrar em ação na Festa da Criança no Museu da EDP em Belém!!

Estou nervosa, porque acho que as crianças são o público mais exigente, ao contrário do que se pode pensar..

Se não gostarem.... até podem atirar-me tomates.... ou neste caso, sei lá... algodão doce... LOL!!

Bem, para além disso, ainda ando aqui a fazer pesquisa de músicas para criançada e a ensaiar a minha "Bom dia alegria!" (é assim que se vai chamar a primeira canção) que irei também amanhã cantar... Ui se desafinoooo.... 

Ai!! Porque é que me meti nesta ?... Grrr.... Este medinho engraçado está a fazer-me dar uma importancia "à coisa", que ao princípio não achei que ia dar. Afinal, há anos a fio que toco para plateias de grande público, que falo em directo e ao vivo na tv, em espetáculos.. enfim... pronto, está bem... mas isto é uma linguagem nova, acho que é isso. 

Então já sabem, amanhã e domingo, sempre à mesma hora (17.30) lá estarei eu na Festa da Criança a fazer dançar a criançada com um mini sunset muito especial. Venham lá dar-me uma força e umas palminhas com os vossos pirralhos! Bora??


Beijinhos e até amanhã... 

( PS : para quem não for, depois trago-vos fotos e imagens em vídeo vale??)





Dias aluciantes...


Os últimos dias têm sido alucinantes... por isso tenho tido tempo quase nulo para blogar, quase só com um curto tempo para "facebookar" nos intervalos das "coisas e tais" da minha vida e quase sempre de  i phone na mão a correr de situação complicada para situação delicada, de situação esgotante para situação KO...e agora, já felizmente sem dor de dentes, senão nem quero imaginar...


Enfim, ora vamos lá!


Depois de chegar de viagem de um alucinate fim de semana em que fui a Coimbra a casa do avô Mário apresentar a Matilde (de dia) e fui tocar numa noite memorável perto de Vagos ( a um sítio chamado Covão do Lobo Uhhhhhh)... tudo me aconteceu...




Em primeiro lugar o Sono... Muito sono, sempre e sempre presente. A minha Estrelinha tem estado com tosse e as noites são muito mal passadas- tanto para ela, coitadinha, como para mim que estou sempre em sobressalto... Além de que no sábado me deitei as 7 da manhã e as 11 já estava de olho na estrada para voltar para os meus babies... Valeu me o energético MV da Monavie- desde que conheci e sei que é tudo naturalinho... é o meu fiel companheiro.


Vocês sabem qual a sensação de estar desprovido de noites bem passadas? Com a lacuna de sono a pessoa começa a esquecer e a trocar tudo, falha compromissos, parece uma verdadeira totó... e eu tenho andado assim...


Na própria da 2a feira, de tão cansada que ando, decidi dormitar um pouco depois de levar os meninos ao Rei Bebé... adormeci às 10.30, pensando que ia descansar uma hora. Sabem a que horas acordei (e com mil chamadas não atendidas no telemóvel?) ? às 4 da tarde!! Quando  Hugo chegou a casa, já preocupado porque não o atendia há horas...


Julguei que o Dia da Família era na 3a, quando foi na 4a ... e fiz toda contente, com o meu Afonso Luz, um desenho " a seu mando" representativo da nossa famíla nada tradicional ( com pais, padrastos, namoradas dos pais, manas, primos e tios de "trambos" os lados, muitos avós e muita simbologia gira ). Gritei a todos no Facebook que era o dia de todos... e estava-me a antecipar 24 horas...




Ah... num dos posts que escrevi esta semana no nosso Faxebook da Barriga Mendinha, disse que estava a dar Leitão à Matilde.... ahahhahaha!!! Em vez de Leitinho, que era o que queria escrever!!


Ontem pedi ao meu marido que me trouxesse do Mac batatas "daquelas amarelas, tás a ver Amor"?...

-" Não, haviam de ser verdes!!". disse ele, " só se estivessem estragadas"... LOL


No dia seguinte, o verdadeiro Dia Internacional da Família, acordei bem mais cedinho que as minhas usuais 8.45 da matina para que as 9 da manhã estivesse frente a Camara Municipal de Oeiras para uma gira iniciativa do Barrigas e Companhia onde eu e outras bloggers ( andámos a presentear com sorrisos, balões e frases representativas deste dia comemorativo).


Nesse dia passei um frio de rachar... estavam 8 graus e chuva miúda quando saí de casa (em Maio!!) e eu fui de sandálias e vestidinho.... enfim... à pala disso... ainda estou com tosse, dor de garganta e toda fungosa...


Mas foi giro, muito... bombeiros, polícias, velhinhos, crianças... todos foram presenteados e acreditem, que foi um dos pontos altos da minha semana... a sério. Simples mas tão reconfortante... oferecer palavras, conversa, atenção a pessoas que já não estão habituadas a isso, numa sociedade cada vez mais egoísta e individualista...












Para terminar... os meus 3 útimos dias alucinantes (e acreditem que como os meus dias parecem ter 59 horas e meia... lol... tanta outra coisa aconteceu que saltei, por falta de espaço, de caractéres, tempo e forma de os contar assim mesmo fielmente..).... terminei o dia... sem Luz.


Eu explico... Esqueci-me literalmente de fazer algo que as pessoas "normais" fazem... tipo... pagar a conta da Edp... estão a ver??

Mais ainda... tinha as cartas todas enfiadas debaixo de umas revistas e todas fechadinhas...  pronto! Pimba... 7 e meia da noite e nada de Luz em casa.

Só o nosso.. o Afonso, Afonso Luz, de seu nome, ao menos achou imensa piada ao facto de irmos passar "uma noite muita maluca" só com velas... e de irmos passear para a Avenida de Roma e comer gelados às nove e meia da noite, hora em que ele já costuma estar na ronha...




Para mim? Pois, para mim, foi um "nadica" mais complicado do que para o Afonso... tive que fazer toda a minha higiene e a da Matilde Estrela quase às escuras, tive que aquecer a águinha para o leite "à antiga" e que abdicar do computador e do telemóvel que estavam ambos sem bateria nessa noite, acham normal!???

E para piorar o panorama... a minha querida dona Fátima que me vem ajudar na lide caseira somente de 15 em 15 dias veio.. exatamente no dia a seguir, ou seja ainda sem eletrecidade em casa... ai Karma o meu...
Calhou bem, não? A isto se chama pontaria...




Hoje?? Hoje nem vale a pena entrar em pormenores... entre os preparativos para os Globos de Ouro ( o espetáculo é no Domingo), reuniões falhadas, outra exaustiva de 3 horas, o rolhão do combustivel do carro que encravou e os 400 e tal euros que "larguei" na loja do cidadão.... grrrrr... pois, nem vale a pena, estão a ver não é?

Pronto... tudo isto, para saber de vocês, meus amores seguidores da "blogolândia" Mendinha... se está ou não desculpada esta minha ausência de 3 dias??

Beijos e xis- corações.

Ah e muitos sorrisos. No rosto, na Alma e no peito. Que é sempre assim, que mesmo em alturas dificeis decido encarar a vida!!

;)


De volta à estrada... Com o coração na boca e o mix nas mãos ;)







Voltar a estrada é assim.... Emocionante. No fundo... é a minha área. Por isso é um "back to bussiness"

 Mas também um misto de pica profissional e remorso familiar.

Uma espécie de realização por ter o meu público de braços no ar mas também o coração pequenino por ter que deixar os meus pirralhos, o espaço de uma tarde (viagem), uma noite (da atuação), uma manhã (porque tenho obviamente que dormir) e outra tarde de novo (a  viagem de volta). Isto quando não é um fim de semana!!...

O que era tão "chapa 5" antes, tão natural na minha vida., tão bem encaixado na minha rotina de anos de carreira de dj e artista (porque mesmo antes, em reportagem, sempre viajei imenso)...agora... deixa-me o coração pequenino e numa ambiguidade tremenda.




Adoro tocar, adoro a sensação de por as pessoas a dançar, gosto do risco do "live", do aprumo técnico, da leitura da casa onde estou, do público. Gosto de conhecer pessoas novas, que me apreciam, com quem troco experiências e ideias. Gosto de música e de oferecer sons diferentes do que as pessoas estão habituadas. Gosto até de "papar" quilómetros umas vezes a conduzir, outras no conforto de uma comboio, quando estou mais cansada. Mas agora que tenho as minhas crias longe de mim quando viajo em trabalho.. ai meu Deus... sinto-me incompleta e... sempre preocupada.

Juro que tento afastar essa onda de mamã galinha mas é tão dificil. Ainda esta 5a feira quando me preparava , no hotel para a minha atuação da noite, apercebi-me que já não o fazia com o mesmo entusiasmo de antes.  (ainda por cima a Matita estava com febre ;( )

É que esse, sempre foi um momento fútil e agradável de mulher que apreciei.. LOL: Maquilhar-me, pôr a roupinha pipi, olhar e "reolhar" para o espelho, sentir-me a preparar-me para ser a "rainha da noite" ehehhe. Ah.. e usufruir do Hotel (normalmente são giros) num momento só meu. Sempre usei e abusei desses momentos anteriores ao Gig da noite.

Mas esta semana... senti-me diferente. Já aquando do meu " recomeço de estrada" depois de ter o Afonso me senti um pouco assim, mas agora, no 2º round, acho que é diferente, mais intenso ainda... ai... vida, porque tens que ser sempre feita de escolhas???

Ah.... além de que, vocês nem imaginam o que é deitar-me as 7 da manhã.... e 24 horas depois estar na rotina habitual de Mamã que acorda as 7 ou 8 da matina ... Ui, e os 30´s também não ajudam. Demoro muito mais a recuperar.




E agora.... como raio vou eu fazer o trabalhinho de Verão, que está aí à porta? ( sim porque os trabalhos em Lisboa são muito mais raros, as tornées são o pão nosso de cada dia, já que cada terrinha do país tem uma festa no Verão e cada vez há mais bares e discotecas... mesmo em momento de crise..)...Bem, como o vou fazer?... Com o coração na boca e a mesa de mistura nas mãos,,, certo? Lá terá que ser.

Há coisas piores... ( olha eu a convencer-me). Ao menos tenho trabalho, adoro fazê-lo e sei que os meus bebés estão bem acompanhados na minha ausência...

Beijinho e... já agora... oiçam muita música!!! Essa sim, é o antídoto para tudo! ( Sim, porque acreditem que as 3 horas que estou na cabine no meio do meu gig, só ela é o meu foco e me serve alegria...)


Um dia...




Apetece-me tanto partilhar este poema. Só eu sei porquê mesmo sem haver muita razão para isso agora. 

Um segredo que me faz sentir Musa, especial, palavra eterna e coração na boca.

A poesia e a música. Recorro-lhes nos  momentos em que preciso de acordar a sensibilidade artística.




" um dia, quando a ternura for a única regra da manhã,

acordarei entre os teus braços. a tua pele será talvez demasiado bela.

e a luz compreenderá a impossível compreensão do amor.

um dia, quando a chuva secar na memória, quando o inverno for

tão distante, quando o frio responder devagar com a voz arrastada

de um velho, estarei contigo e cantarão pássaros no parapeito da

nossa janela. 

sim, cantarão pássaros, haverá flores, mas nada disso

será culpa minha, porque eu acordarei nos teus braços e não direi

nem uma palavra, nem o príncipio de uma palavra, para não estragar

a perfeição da felicidade."

José Luis Peixoto