Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Dicas sobre como melhorar a vossa vida... ( e o início de uma nova parceria)

vanda_ (41).jpg

 A Vanda Boavida entrou na minha.... vida ( claro está) aos trambolhões... mas depressa, com os seus ensinamentos, percebi que tudo deve estar direitinho e arrumadinho, por isso ( e não só) decidi "roubá-la"  para me/ nos ensinar a tirar partido da coisas boas e a minimizar e afastar as más. Como? Através de uma arte milenar, chamada Feng Shui e que muito tem a ver com os ensinamentos que tenho também tido, no meu caminho, à descoberta da Macrbiótica.

 

Ok, "então expliquem-nos lá isso para que percebamos muito bem"... Sim, já sabiam que me iam dizer isso, e por isso e muito mais, decidi colocar umas quantas questões a esta consultura de Feng Shui, o que é exatamente isto, como "funciona" e como pode influênciar (muito a nossa vida).

 

( Aqui entre nós, ela já me deu muitos conselhos e todos me fazem tanto sentido, mas... mas... estou pouco a adaptar-me mentamente a tudo o que devo mudar. É que por vezes, a inércia e o vício das nossas rotinas e até crenças, custam a desapegar-se de nós... A seu tempo e quanto mais vou conhecendo destes conselhos e lógicas, acredito que vá por cada vez em ação do que é  o essencial do Feng Shui, ou seja da harmonização dos espaços...).

IMG_7437.JPG

 

- Explica-me em 3 frases curtas o que é o Feng Shui?

 

O Feng Shui é uma arte milenar chinesa, com mais de 3.000 anos, em que o objetivo é harmonizar os espaços. 

Os chineses comparam os benefícios que o tratamento que o Feng Shui pode proporcionar a um espaço com os resultados que a terapia da acupuntura pode oferecer a um paciente.

 

- Como é que estas mudanças feitas numa casa podem ajudar a influenciar uma vida?

 

O Feng Shui pode funcionar como um detox exterior em que as cores, objetos e posição dos mesmos têm impato na forma como as pessoas se movimentam e se relacionam com o exterior, promovendo um maior equilíbrio e harmonia entre o individuo e o espaço.

 

- Que sugestões dás para os "primeiros passos" de alguém que quer mudar mas não sabe como?

 

Começar por fazer uma limpeza do espaço e verificar quais os objetos fazem sentido continuar a utilizar (roupas, objetos, mobiliário). Tudo o que é desnecessário ou que já não faça sentido deverá ser vendido, dado ou reciclado. A não acumulação e uma boa organização do espaço é fundamental antes de qualquer outra alteração, face a não se verificar qualquer benefício caso o mesmo não seja concretizado.

 

- Quais as regras essenciais para um bom Feng Shui?

 

O Feng Shui deverá adaptar-se à pessoa e não a pessoa ao Feng Shui, logo tem de se ter em conta a profissão, as atividades as motivações e o gosto pessoal ao nível das cores e matérias a utilizar. Esse é o grande desafio do consultor de Feng Shui, utilizar todo o seu conhecimento em função do cliente de forma a que a consulta seja bem sucedida e que as modificações realizadas, sejam um prolongamento do cliente.

 

- Como é que a nossa data de nascimento ou "ki das 9 estrelas" tem influencia em como devemos organizar a casa?

 

Segundo a nossa data de nascimento, podemos obter um número associado “ki das nove estrelas” – podendo ser Água 1, Solo 2, Árvore 3, Árvore 4, Solo 5, Metal 6, Metal 7, Solo 8 ou Fogo 9 e através destes números podemos organizar a nossa casa com base nessa informação, utilizando as 5 transformações (água, árvore, fogo, solo e metal), quer ao nível das cores e materiais e formas.

 

- Como é que uma pessoa que não entende nada de Bússulas e direções sabe como está a sua casa posicionada?

Caso se utilize um método que tenha em consideração a direção da casa, essa orientação e medição deverá ser feita por um profissional, no entanto, numa fase introdutória, podemos fazer algumas modificações na nossa casa utilizando o Feng Shui Moderno, não sendo necessário esse tipo de medições.

 

- Apesar de o Feng Shui ser originário do oriente e não se festejar o Natal em particular, pergunto-te, se no geral, há dicas para épocas festivas?

 

A mudança de ano é muito importante para os Orientais, no entanto o Natal começa a ser também festejado, não devido a crenças religiosas, mas devido a questões económicas (quase a maioria dos objetos Natalícios são fabricados no Oriente). 

 

As roupas utilizadas durante todo o ano-novo geralmente são da cor vermelha ou de cores vibrantes, pois os chineses acreditam que a cor vermelha afugenta os espíritos malignos e a má sorte. As pessoas também vestem roupas novas da cabeça aos pés para simbolizar um novo começo em um novo ano. Vestir novas roupas também significa a posse de pertences suficientes para usar e vestir no novo ano. O vermelho é a cor da sorte (fortuna).

 

O ano-novo chinês é uma referência à data de comemoração do ano novo adotadas por diversas nações do oriente que seguem um calendário tradicional distinto do ocidente, o calendário oriental.  As diferenças entre os dois calendários fazem com que a data de início de cada ano-novo chinês caia a cada ano em uma data diferente do calendário ocidental.