Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

O "vai-não vai" do Dia da Mãe e dos "dias que tais"

Ora então o belo do clichet: O Dia da Mãe é ( e deve ser todos os dias). Et voilá! è-o assim como o Dia do Pai, o Dia da Criança, o Dia dos Avós, o Dia da família....o da árvore, o da água, o do animal. Sim, devia ser assim, mas não é. Não que o amor por tudo isto que referi não exista em nós, as pessoas ditas de bem, mas porque o aceleramento da sociedade nos "rouba" o tempo de reflexão, nos leva a atenção para futilidades, nos distrai com o dia-a-dia, nos envolve em preocupações e afazeres...

IMG_20170502_183400_289.jpg

Por isso, para mim que sou Mãe de corpo e alma, este dia que se celebrou no fim de semana foi tão bom. Não tanto pelo que sinto ( aqui sim, o amor, a preocupação, os mimos e até as prendinhas, quando posso, surgem todos os dias da semana, do mês, do ano), mas... por eles. Que, também por imposição social, andaram semanas a preparar surpresas e presentes na escolinha, se desdobraram em segredos com os manos e pai, ajudaram a fazer um filme para mim e até acordaram mais cedo pelo entusiasmo de ir desejar-me um Feliz dia da Mãe.

IMG_20170508_140354_583.jpg

Como percebem, neste meu curto texto, vivo um relação ambigua com os "Dias de..." ( acho que já o tinha referido aqui talvez num qualquer dia dos namorados, ou assim). Tenho um espírito um bocadinho selvagem e sinto-me um pouco "outsider". Gosto de desmistificar "o que todos fazem e dizem só porque sim". Mas.. mas... pois... mas agora sou Mãe ahahah!!.. e a rebeldia desta "miúda" acaba por se derreter perante as minhas migalhinhas de gente a esforçarem-se para mostrar à sua progenitora ( e também ao "seu mundo" que é a escola e os amiguinhos) que a sua é que é a "melhor mãe do mundo".. e assumo.. adoro esse reconhecimento, mesmo que com data marcada.

IMG_20170508_111306_017.jpg

IMG_20170503_091827_014.jpg

O que não gosto mesmo é que o Dia da Mãe (tal como os outros) seja mais um pretexto para as marcas venderem mais e mais. Porque na verdade, "coisas" não nos fazem falta nenhuma, por mais que sejamos todas um bocadinho vaidosas e consumistas ( e atenção, nada de se culpabilizrem por isso, faz parte da educação e "lavagem cerebral" que tivémos durante o nosso crescimento ...) a verdade é que receber mais um lenço, uma camisa,  um colar, um almoço ou jantar ( nós, que o fazermos cada vez mais por regra, não por excessão)... não é nada perto da prendinha da escola ou do vídeo ou foto(s) que eternizam a nossa relação em imagens. E claro.... passar ( mais ) um dia com eles, e eles comigo. Todos com muita saúde e energia para o mimo, a conversa, a risada, as brincadeira e sim... até uma ou outra birrinha, que isso sim é que é ser Família ( este sim, é o meu "lugar comum" lol.. mas que não me canso de perseguir e ser grata por ele).

Screenshot_2017-05-09-11-53-10.png

Deixo-vos algumas imagens do que os Mendinhos fizeram por aí, neste dia. Um passeio perto do Tejo, em Lisboa.Um pedacinho de ronha em casa (sim, isso também pode ser festejar ;))..E um lanche-ajantarado em família, também com a minha mãe e a aminha avózinha ( que festejava no dia seguinte 86 primaveras ...). E pronto...O chichet... do dia perfeito ( fosse Dia da Mãe ou qualquer outro dia do ano). Ai, como a maternidade nos muda ahahahh!! ( quem me viu e quem me vê...)

IMG_20170507_214005_158.jpg