Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

As respostas a todas as perguntas sobre a minha dieta...

Hoje é dia de voltar a falar da dieta. Quem me acompanha sabe que a Dieta Pronokal tem sido a minha companheira nos últimos meses. E agora que já passaram 4 meses desde o seu início e 8 quilos de lombo ( e rabo e barriga e afins tambem lol) é hora de responder de uma forma informal a questões que e têm colocado tanto nos  meus Facebooks, como no meu Instagram acerca de todo este processo. 

IMG_20160316_130006.jpg

 Quem quiser reler exatamente sobre o método, entender o o processo, as refeições... e ver fotos minhas do "antes e depois" podem passar: Aqui, aqui e aqui.

 

E depois de todos esses pormenores, ora vamos lá responder a tanta dúvida e confusão que por aí pairou durante estes meses. As principais questões serão agora respondidas aqui pela magraaaaa ;) E por ordem de interesse desmonstrado ou devido à quantidade de vezes repetidas. Ora bem:

 

1- A dieta é muito cara?

 

Percebe-se que seja das maiores preocupações, numa época em que "tudo é tão caro" e em que o nível de vida tem vindo a descer. No entanto, não se pode dar um valor certo, só uma ideia de que cada refeição ficará à volta de 3 euros e pouco e que, numa fase inicial ( 1, 2 meses) temos que comer 5 vezes. Com essa base, torna-se fácil fazer contas, mas percebam também, que dependendo do peso a perder, pode-se, por exemplo, logo na segunda ou terceira semana, se tudo estiver a correr nos "trinques", começar a consumir menos produtos da marca, introduzindo elementos da nossa "alimentação normal". Façam também contas ao fato, muito importante de que... enquanto só comem o que a Pronokal "deixa", as contas do supermercado , dos restaurantes, do café... quase desaparecem, por isso até pode compensar para aquelas pessoas que consomem atualmente muitos produtos na rua ou compram muitas mercearias.

 

2- Quanto tempo se tem que fazer?

 

Depende mesmo. Mas podemos encontrar aqui uma lógica. Se eu perdi 8 quilos em menos de dois meses... Agora... atenção, cada caso é um caso e por isso é que somos sempre acompanhados pelos nutricionistas do método e pelo nosso médico. Como a ideia desta "dieta" é entrar num estado de cedose ( em que não temos nem açúcar nem hidratos no organismo e depois, os vamos reentroduzindo pouco a pouco) a primeira fase é a mais "dura", rígida e dispendiosa. E é aqui que se perde a maior parte do peso, depois vai sendo mais gradual e menos galopante... 

O Método divide-se em três etapas: Ativa, Adaptação Fisiológica e Manutenção. Eu, já estou na manutenção... mas já "cavalguei" muito até aqui... só eu que sei ;)

Ahhh e uma das coisas que mais gostei em todo este processo, foi saber que tinha sempre periodicamente (normalmente de 15 em 15 dias) que me "apresentar" e mostrar resultados. Comigo essa "obrigatoriedade" funciona. Assim sentia, não só que tinha que "cumprir" , como me esforçava para que não me "dessem na cabeça"...

IMG_20160329_201032.jpg

IMG_20160330_131951.jpg

 3- É preciso fazer exercício físico?

 

Pertinente esta questão, porque... sim, para quem deseja resultados duradouros e sérios, claro que o exercício é essencial, mas atenção!...Não na primeira fase. De todo! O nosso organismo está fraco, mais do que o normal, e apesar de termos feitos análises (sabendo que está tudo normal, ou não teriamos começado a dieta), apesar de estarmos a tomar suplementação, apesar de estarmos a comer de 3 em 3 horas... apesar disso tudo, o corpo está a habituar-se à Cedose e, não tendo açucar e hidratos, recorre às reservas de gordura para funcionar (e assim as queima, certo?).

Resumindo... mesmo quem está a habituada a "malhar", tem mesmo que abrandar o ritmo. Pode-se, por exemplo, fazer caminhadas na primeira fase e alguns exercícios muito soft encontrados no site da Pronokal. Mas... não estranhem, ok? Porque conforme a nossa alimentação vai normalizando... sim... exercício, exercício, exercício. De forma gradual, até encontrar o que mais gostamos e com o que nos sentimos melhor. Aqui em Lisboa, no espaço de assistência presencial da Pronokal, na Av. República, existem sempre personal trainners que, com hora marcada antecipadamente, nos ajudam a encontrar o que podemos fazer em cada fase, nos ensinam exercícios... é top!

IMG_20160401_162142.jpg

IMG_20160330_113453.jpg

4- Porque é que vejo tantos comprimidos nas fotos?

 

Não são "comprimidos" grrrr..... são suplementos alimentares. Sódio, Potássio, Vitaminas, Magnésio, Cálcio, Omega 3 e 6... tudo o que ao suprimir alguns alimentos da nossa dieta diária, podemos  estar a não dar em quantidade suficiente ao nosso corpo. E aqui entre nós, olhem que muito do sucesso da dieta tem a ver com a suplementação bem tomada, a horas certas e sem grandes esquecimentos. Não é muito fácil, não é, assumo, mesmo para mim que já estava habituada a fazê-lo (eu sou um bocadinho "suplement freak" ). Por isso, arranjei uma caixinha com compartimentos onde os coloquei com uma espécie de calendário com as horas e quantidades. E assim lá me fui habituando. Até porque mesmo agora, já com a minha alimentação a normalizar, ainda os continuo a tomar, em menor quantidade é certo, mas contínuo...

IMG_20160325_140132.jpg

 5- Quanto peso se perde?

 

Essa é a pergunta que todas/os querem ver respondida... E claro que a resposta é... "Depende! Queriam respostas incentivadoras?? Humm... mas olhem que as há, anyway...

Este é um "depende" com estatísticas. Segundo o estudo Pronokal, a perda de peso que se consegue após 15 dias é de 5,31 kg frente aos 2,34 da dieta hipocalórica e, após 2 meses, essa perda é quase três vezes maior (13,69 kg vs 4,88 kg).

A duração do tratamento depende da quantidade de quilos que o paciente necessita perder. Embora possamos assegurar que a perda é muito mais rápida do que em outras dietas e que se perde localmente onde mais se tem gordura.

Por isso, é esperar que o nosso organismo reaja bem a todos estes estímulos muito bem sedimentados e estudados.

 

6- Como se pode começar a fazer a dieta? 

 

O primeiro passo é contactar a marca e os seus especialistas ( Aqui, podem encontrar um formulário e também aquele número de telefone que tantas vezes publiquei: 707 78 82 10). O passo seguinte será combinarem com um médico ou médica de clinica geral da vossa área para seguirem com a primeira consulta. E só ele ou ela irá prescrever a primeira encomenda. Sim, porque aqui, só podemos ir buscar comidinha com ordem médica, ah pois é!

IMG_20160305_112026.jpg

 7- Depois de se acabar pode-se engordar?

 

Desde o início e até dois anos depois de finalizar o tratamento, o paciente recebe o apoio e o assessoramento da equipa de profissionais da PronoKal®: nutricionistas, técnicos em atividade física e especialistas em coaching (reforço emocional), o que é, acreditem, fundamental e algo, que a maioria de outras dietas conhecidas não tem. Mas claro está... como com qualquer outra dieta, depois da "ordem de soltura" fica nas nossas mãos. A ideia, é no entanto, que os pacientes tenham, ao longo deste tempo, ganho outros hábitos alimentares, que se tenham reeducado e saibam agora que tudo depende do equilibrio. Que não faz mal se fizermos uma ou outra asneira, se depois compensarmos, no dia seguinte com uma alimentação clean. No meu caso, estes meses, ajudaram-me e estimularam-me a procurar receitas saudáveis, alimentos alternativos, conhecer mais sobre nutrição e.... ir aplicando tudo isso no meu dia a dia.

IMG_20160314_204749.jpg

 8- Achas mesmo que precisavas da Pronokal para fazer dieta? Não conseguias só com força de vontade?

 

Epa...conseguir tudo se consegue... ou não... senão não andaria há quase dois anos a acumular peso que não " me assistia" aqui no corpinho... Há quem consiga, sim, não digo que não. E há quem o faça com muito cuidado e muita cabeça, principalmente se for acompanhada por especialistas como nutricionistas, naturopatas... mas como a maioria que  faz dietas não vai, de todo, por esse caminho... não deixa de ser um perigo. Procurar dietas na net ou em livros, ou fazer a dieta da amiga da amiga pode ser um enorme erro. Sequelas para a saúde, situações "Yo-yo" ( engorda-emagrece...) e muitas vezes... mesmo com restrições... não conseguir emangrecer e ir perdendo, por isso o ânimo, voltando rápidamente ao mesmo "vício da comida". 

A verdade é que o fato de vermos o peso e o corpo a mudar num curto período de tempo, nos oferece o ânimo e a auto-estima que precisamos para ir, mesmo depois da fase mais restritiva do método, mantendo um equilibrio, para "não estragar" o que já foi tão orgulhosamente alcançado.

Sim. Eu sei que para mim, este "empurrãozinho" da Pronokal foi mesmo essencial em todo este meu processo de reencontrar um corpo e um peso saudável. Mas não... milagres não existem (ou se existirem, acredito que tenham outras tarefas pendentes;)).. e agora... volta a estar nas minhas mãos. Wish me luck!!

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post