Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

A pureza e eficácia que entraram na minha vida ;)

Ter dois filhos bebés com idades tão próximas... não é pêra doce. É doce, mas não é pêra não... ;)

Principalmente na hora das refeições.

 

Um com 3 anos, outra com 1 e um mix tremendo de emoções à volta da mini mesa dos meus pequerruchos.

 

Muita alegria uns dias, birras noutros, a piada da aprendizagem das boas maneiras, cozinhada com a sujidade com que a cozinha acabada de limpar fica, quando a Matilde deita o prato do mano ao chão... ou o Afonso cospe tudo para o prato (e só acerta metade), porque diz que tem espinhas (seja peixe, carninha ou... ervilhas ;))..

 

 

Sim é dificíl... mas como em tudo na Maternidade e que por aqui vou descrevendo, é tudo compensado com o sentimento avassalador de Amor, cuidado, atenção e orgulho...

 

E é aqui que entra o post de hoje. O cuidado que temos com eles.

 

A vontade que tenho de os proteger da vida moderna, no pior sentido da palavra (sim, que também há coisas boas) é forte, mas ambígua.

 

Eu explico: Não me importo que peguem na terra, de não esterilizar os biberons (só o fiz mesmo nos primeiros meses), de que a Matilde use e reuse a chucha que vai caindo por aí... sim, sou daquelas que dizem que essas coisas até fazem ajudar a criar anti-corpos nas crianças.  No entanto, há outros "pequenos grandes pornenores" que me apoquentam e muito...A poluição, os químicos, os trangénicos, isso sim... isso sim é mais a minha "praia", as questões que me enchem de medo. O que eles ingerem, consomem, o que respiram, o que lhe entra no organismo e que consequências essas portas abertas podem acabar por ter.

 

 

Eu, sempre lavei tudo o que era dos pirralhos à mão (e verdade seja dito, também a maioria das nossas coisas), nos primeiros tempos, com um detergente especial de uma marca de Biberons, depois com o detergente normal mais ecológico.. enfim... mas eis que algo me convenceu. O tempo tem sido cada vez menos (muito trabalho e as exigências deles cada vez maiores) e decidi reavaliar o uso da máquina de lavar loiça. Ela esteve durante quase um ano aqui a ladinho do lava loiças, basicamente... a enfeitar a cozinha ;)

 

E foi assim que descobri a FINISH POWER & PURE.

 

Vi vídeos, ouvi especialistas e sim... fiquei certa que era um produto fidedigno. Por isso falo nele, acreditem. Estou a experimentá-lo há um mês e meio e estou rendida.

 

Não só pelo fato de  responder a tudo aquilo  a que esperamos de um detergente: ser altamente eficaz e ter menos químicos... mas também porque o abrilhantador é mesmo Mágico! e as pastilhas lavam mesmoooo! Acreditem, fiquei parva. Parece que tenho uma série de copos, pratos e faianças novas... Só falta ouvir um "plim"...

 

 

Esta nova linha Finish Power & Pure com oxigénio activo, com uma fórmula mais inovadora com menos corantes e alergénicos é mesmo a nova amiga cá de casa e foi ela que fez algo que o Hugo, há tanto tempo ansiava: que eu me encantasse com a chamada "prática corrente da Máquina da loiça".

 

Pronto, deixei de ser a "velha do Restelo" de entre amigas e já sinto que os miúdos estão protegidos. Porquê? Porque a quantidade de químicos e aditivos foi reduzida substancialmente, o que faz com que a loiça das crianças possa ir à máquina sem qualquer risco.

 

  

Bem, a verdade verdadinha é que esta linha contém um catalisador que gera milhões de moléculas de oxigénio e com elas a maior a sujidade desaparece.. e isso sim, foi outra uma das formas de me convencer!

 

Incrível, como certas coisas entram na nossa vida tarde... estando mesmo ali ao lado há muito tempo.

 

Mas ao menos.. ao entrar, que entre em bom!

 

Obrigado FINISH por me terem apresentado a marca e o conceito POWER&PURE :) e por fazerem da máquina de lavar loiça mais do que uma peça gira do cantinho da minha cozinha...

 

Just the way I like it! Puro e a descomplicar. E tal e qual, toda a Mãe-trabalhadora que se preze, anseia que seja o mundo à sua volta. Verdade?

 

2 comentários

Comentar post