Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Oferece-se... MÚSICA!

                                         
                  Christmas dj 's. Oh Yeah ;) - Rita Mendes e Sofia Gião


Que a Música é Amor acredito que todos os que tenham os sentidos no sítio o saibam.

Que a Música é algo que se oferece já é um pouco mais estranho e difícil de entender, tendo em conta que ela é de todos, não tem dono nem local de permanência.

No entanto, foi o que fiz hoje. Ofereci-a da forma como um dj pode fazê-lo, porque ele é, atualmente um indiscutível veículo para ela chegar ao seu público. E o meu público hoje foi tão especial...

Os meninos da Santa Casa da Misericórdia foram pela primeira vez na vida a uma discoteca (uma matiné, atenção...) e eu tive a honra de lhes dar “a primeira dança” num local fora das portas da sua instituição. 

Coisa tão simples mas tão saborosa, basicamente por ter conseguido ver neles um encanto e alegria que já pouco se vê noutras crianças “mais sortudas“ e a quem tudo é uma espécie de dado adquirido.

As djs de serviço fui eu e a dj Sofia Gião. O local foi o BBC e o set, bem, o set, foi algo nunca ouvido... MESMO!  Desde o Avô Cantigas e a Xana Toc Toc até ao Gangnam Style e ao David Guetta... Enfim, aquilo que nunca passaria num gig normal, mas que eles adoraram . E só podia ser assim.



As mãozinhas da esperança... O quadro feito por eles ;)


No fim, fui homenageada com um quadro que os meninos mais pequeninos fizeram. Um quadro lindo coberto com os prints das suas mãozinhas. Mãozinhas cheias de esperança numa vida melhor, numa sorte qualquer que os bafeje num destes dias com a chegada de uma nova família, de um futuro, de uma profissão, de uma vida que valha a pena.

Ao meu filho Afonso, que foi comigo, não consegui ainda explicar, por ser muito pequeno, que a sorte nem sempre nasce com todos,que as injustiças existem, que meninos abandonados também têm coração e que às vezes esse coração é maior que o mundo (que os engole). Mas acredito, no entanto, que sentiu a energia. Que me sentiu a mim feliz por esta simples tarefa mas que tanto me gratificou. Que sentiu que meninos são iguais em todo o lado e todos são, no fundo “irmãos“.

Agradeço à minha amiga do coração Bebiana, cujo sonho era presentear estas crianças com um dia feliz, por se ter lembrado também ela de mim para esta tarefa. Venham mais ações destas, querida amiga, abraçadas pelo teu profissionalismo e paixão. Só tu, pela tua história de vida, sabes como ninguém o que esta Matiné foi para este grupo de miúdos...




A " minha" Bebiana Azevedo, que organizou tudo isto com a cabeça no sítio e o coração na boca...


Ajudar os outros a sorrirem, também nos ajuda a nós... a sorrir.

E agora... que a Música continue a tocar na vida deles, mesmo depois de nós nos termos ido embora ;) Talvez, quem sabe, o dia de hoje tenha sido um começo...

2 comentários

Comentar post