Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Os meus pingos de gente e a sua relação com o computador (e afins)




O Afonso já trata o computador por Tu há algum tempo, mas ver a Matilde a sentir uma brutal atração e... mais ainda... a teclar alegremente no dito com um ar bastante entendido e dotada de uma quase coerente "baby-logic", hoje quando lhe pus o UKI para a entreter enquanto gatinhávamos as duas pelo chão... realmente, fez-me perceber como esta geração é completamente "tecnologic-maniac"... E assustou-me um bocado, assumo...






E aqui surge a questão... Será mesmo este o inevitável caminho da normalidade ( todos usamos, estimula algumas capacidades da criança, é benéfico e facilita a aprendizagem)...ou, antes pelo contrário, será o caminho das crianças absortas, desatentas a tudo o que não seja um ecrã, um "mau caminho" para realidades que não nos são controláveis, a nós pais, um veículo que criará, em paralelo com outros, comportamentos viciantes e incontroláveis? (tenho pânico de vir a ter um daqueles filhos que leva o I pad, a Playstation ou não larga o I Phone ou o Andróide dos pais, durante um jantar de amigos ou numa suposta tarde de convívio).

Ah e além disso... será que afinal a utilização frequente de dispositivos eletrónicos pode afetar os nossos Pingo de gente mais queridos? (li por exemplo AQUI sobre perturbações de sono nas crianças).





A verdade, é que enquanto formos nós a controlar o que vêm, ao que acedem, quando e quanto tempo, acho que estarei minimamente descansada (até porque tenho descoberto verdadeiros aliados na net e projetos muito giros e educativos que acho que são brutais para eles)... o pior vai ser depois. Ai, o depois... a ver vamos, a ver vamos...