Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

A ambiguidade de uma Mãe separada...





E... à hora de jantar do dia dos anos do meu "Caracol"... a altura da ambiguidade...

É importante que vocês, que acompanharam o meu dia e me seguem por aqui, saibam que nem tudo são rosas...
O Afonso teve um dia bonito. Uma manhã muito nossa, depois a escolinha com os amigos e a família próxima do meu lado a soprar o bolo e a fazer a festinha por lá. Seguimos para o parque, onde oferecemos prendas e sorrisos. Avós, mãe, bisavó, padrasto...
Depois... o pai vei-o buscá-lo. E ele? Super feliz!...

 

E eu? Super... super... de coração apertado... Daí a ambiguidade de Mãe separada (acredito que não seja a única por aqui..). è dificil gerir estes sentimentos. Difícil... mas essencial...
 
A verdade é que agora aqui por casa está a calma, que especialmente hoje eu não me apetecia que estivesse. Queria-o comigo, em mais mimos e abraços.
Mas é assim... não há muito mais a dizer. É justo. É correto. Sei-o bem e feliz. E isso chega....
Mesmo assim... partilho o meu "sorriso triste" convosco... Era bom ter sempre o melhor de todos os mundos... Era bom ter sempre os nossos bebés conosco... Era bom, não sofrer com a sua ausência...
Espero que a sua festinha hoje a noite seja boa... e espero ainda mais.... que a noite passe rápido para amanhã às 10h já estarmos juntos, mesmo que ele venha embirrento como tantas vezes vem LOL
Amanhã a festinha é de manhã... e pronto... esta nostalgia vai passar. Uma nostalgia de Mãe separada, inevitável, mas... acerca da qual nada se pode fazer.
Só fazer uns "Smiles tristes " ;( e aprender a viver assim...

1 comentário

Comentar post