Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Ideias fáceis de concretizar para o Carnaval dos nossos miúdos


Ora não é então que ainda ando eu em completa e alucinante fase “ maminha-biberon-cólica-cueiros e que tais “ da minha recém nascida.. quando.. me lembro... tchan tchan tchan tcthan... que vem aí o Carnaval. 

E mais ainda... que vem aí o Carnaval.. apesar de euzinha... não achar a mínima piada ao evento.

Acho a maioria das máscaras escolhidas pelos portugas  para se vestir a si e aos seus filhos nesta época festiva, uma pobreza de espírito, malprontas, nada originais, sempre " mais do mesmo" ... e, cada vez mais, de material dúbio e incandescente  ;) ...

Bem, no entanto e apesar disso tudo .. este ano é efetivamente o 1º ano em que o meu Afonso -agora com 2 anos e 4 meses- vai estar MESMO alucinantemente entusiasmado com  toda esta palermice e por isso, sim, CLARO... vou  ter compactuar com a coisa.

Epá, perdoem-me os amantes do dito, mas eu ( que tantas vezes ao ano me “ mascaro” para eventos e afins), acho que,  vivemos o Carnaval muito de uma forma muito “ matrafona”, deselegante...

 Nem o chique de Veneza, nem o sensual do Brasil. Juro-vos que é rara a fantasia ou festa que eu tenha frequentado e que me tenha enchido as medidas. E falo tanto no que diz respeito aos adultos como às crianças... 

É sempre tudo muito “super herói”, tudo muito “princesa pirosa cheia de brilhante”... e cada vez mais tudo muito “ loja do chinês”...porque mesmo que não o seja efetivamente, muitas das vestimentas não deixam de ter esse tal “ ar de poliester” que odeio.

Enfim, vai daí , que - pelo meu filho e sublinho de novo, que foi mesmo só por ele - decidi fazer desta quadra algo mais criativo, original e para que fizesse sentido na minha cabeça dedicar algum tempo mais maduro das minhas poucas horas diárias a tentar pesquisar ideias diferentes e que possamos concretizar ( eu e ele em conjunto ), decidi por-me a procurar opções alternativas e simples.

Já lhe mostrei algumas fotos e já nos rimos em conjunto do “ Tato “ ( gato de papelão), do “ Panda” ( o seu preferido, infelizmente.... lol ), dos “ Monstos “ ( monstros), do “ Dissáro “ (Dinossuaro).

Agora.. vamos decidir qual gostamos e nos faz rir mais, executar tudo no fim de semana que vem e  seguidamente escolher a roupa condizente com a Máscara - também aí a ideia é ir aos baús de vestes que para aí tenho escondidas- 

Talvez assim, o Carnaval me passe a  fazer mais sentido a partir de agora. Tanto estética ( vão encontrar aqui ideias mesmo bonitas e giras, umas mais difíceis de fazer que outras ), como simbólicamente. 

Porque ao sermos nós, cá em casa, a fazer a dita Máscara,  sentir-me-ei muito mais pró-ativa e próxima do significado do “ disfarce “ ( somo nós que o fazemos ) do que ir ali e já vir com uma embalagem, de 50 euros,  com uma fatiota igual à de tantos outros meninos da escola.

Quem está  comigo?

Curtam estas ideias fantásticas.. e mãos à obra pessoal. Não são nada difíceis de executar e.. os nosso filhotes merecem a dedicação...

O que acham ?




























































4 comentários

Comentar post