Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Rita vai ao yoga... Ou como apanhar uma camada de nervos :)

 

 

 

Este ano, decidi fazer uma festa de aniversário diferente! Arrisquei convidar os "meus" e os sua prole para uma aula de Yoga em Família, ali para os lados de Sintra, num espaço multidisciplinar fantástico, o "8Oitenta, Sintra Family Center".

 

A experiência foi, sem dúvida, o máximo para alguns e... a risada total para outros... e ainda bem, só assim com esta liberdade fez sentido esta vivência... ;))


O que valeu mesmo, foi ter um tarde bem passada com amigos do coração, a minha família mais próxima e transmitir~lhes assim em "modo brincadeira" alguns dos princípios e fillosofias pelas quais mais me vou regindo cada vez mais: A paz de espírito, a união contigo mesmo e consecutivamente com os outros, o encontro entre corpo e alma e o amor próprio e pelo mundo que te rodeia... são mesmo o mais importante para ter um existência com sentido!


Espero que gostem do vídeo que fizémos, e que vos motive a terem uma experiência parecida. Foi tão bommmmm! Beijo no coração

Os presentes que "fizeram o meu dia"...

IMG_20171023_154905_597.jpg

Cada vez mais, não é de todo de prendas que se faz o meu aniversário. Sinceramente, nem me lembro que é suposto receber algumas, pois as minhas atenções em Outubro, mês em que quase toda a prol Mendinha faz anos, estão na organização das 3 (!!!) festas, na junção certa dos amigos e família ( sempre com o pânico de me esquecer alguém importante) e basicamente os presentes existem na minha cabeça, mas os que vou dar aos meus filhotes e não, obviamente nos meus.

 

Mas, é sempre bom ser surpreendida e... mais uma vez ( acho que já o disse um dos anos anteriores), o mais brutal é ser surpreendida pela ideia do que "os outros" acham de nós ou do que precisamos, ou do que é "a nossa cara". A leitura que os nossos fazem das nossas necessidades e vontades é o melhor no que diz respeito à receção destes miminhos bons.

 

Este ano recebi:

 

Um kit de tratamento cosmétoco da CASMARA  e uma máscara regeneradora da mesma marca ( conheci a Casamara há coisa de uma ano e fiquei vidrada...)

 

Uma Pulseira étnica, de prata, vinda da Argentina, onde a minha mãe esteve nos últimos 15 dias a passar umas "grandas férias" ;)

 

O livro " A força da Coragem", um livro que fala da resiliência e da força de nos levantarmos depois de cairmos várias vezes, sobre a vulnerabilidade e o amor, sobre o sucesso e o fracasso ( tão bem que esta amiga me conhece e me "lê", até fiquei "tremeliques de emoção"..)

 

 Um"fashion-dog-dj" da Primark Casa, oferecida por uma "mana de coração" que o achou ter muito a ver com a minha "condição" de Dj vaidosona ;)

 

Uma carteira da Zara,  dada pelo Hugo, que tão bem me conhece e sabe que precisava de uma "básica pretinha" mas que tivesse bastante espaço para as tralhas e para levar o computador comigo.

 

Uma raspadinha ( também dada por ele ) e que ... me rendeu 4a euros! ahahah... nada mau, há dias piores...

 

Uma caixinha para joias da Loja do Gato Preto oferecida por uma amiga... e nem de propósito para a "rechear" e oferecidos por outras duas amigalaças... ( Oh Meu Deus, devo andar mesmo com ar de quem precisa muita reza na minha vidinha...):...

 

....dois terços: Um com uma oração muito bonita e outro, trazido de Fátima aquando da visita do Papa Francisco.

 

Ah, ainda uma bolsinha  tradicional  vinda dos confins do mundo, da Patagónia ( também oferecedida pelo meu padrasto e pela minha mãe).

 

E... o cheirinho maravilhoso  "Jasmine Chic" deste ambientador em spray para a casa  da Zara Home ( adoroooo velinhas, incensos, sprais cheirosos e ela sabeeee....) por outra amiga de sempre.

 

E pronto.. podia ser um post fútil, mas não é. É um post de mimo, onde agradeço o mimo, de todos estes mimos que mostram o mimo que este meu núcleo dura tem por mim... e eu, por eles. Grata, muito grata, por mais uma nao passado convosco e por me conhecerem tão bem.

 

 

 

 

 

 

Agora é que é à séria: ( Estou a fazer) 40... + 1 !

quicksquare_20171017225816182.jpg

 

Sim... porque ter 41... não é ter 40! Se os "enta" são O marco, o "+1" vem gritar-nos ao ouvido que "já está!! que " já não há volta a dar". Estás agora instalada naquela que é aquela idade estranha, dos "cotas", que sempre olhaste de lado, porque "não tinham onda", porque "não entendiam nada de nada", porque " lá para os 40... quando estiveres acabado para a vida".... era um discurso recorrente quando pensavas em algo muito Lá à frente, muito distante, muito impensável.. sim... porque Tu teres 40 e tal anos... -Ui!!... Nem daria para imaginal tal cena, como se fosse inimaginável e quase escandaloso amadurecer, mudar de estilo, ser mais paciente, querer dormir mais em vez de andar na borga, ter filhos, acordar e deitar cedo, ter responsabilidades sérias laborais.. ter rugas e uns quilitos a mais. -Ui... volto, eu à minha interjeição. Sim, porque a verdade verdadinha... é que já cá cheguei e já tenho até mais um e acaminho dos demais. I.N.C.R.Í.V.E.L, essa é que é essa...

 

Cheguei e sabem que mais? Não doi nada.. ( ainda ehehhe). Sinto me bem, muito bem. Embalada pela estranha ambiguidade do que vos descrevi em cima, mas bem. Aceito- me melhor, relativizo mais... Já não me importo tanto se dizem mal de mim não me conhecendo de lado nenhum ( e mesmo quando me conhecem, cada vez mais acredito que nada acontece por acaso que se os caminhos se afastaram é porque nada mais tinhamos a oferecer um ou uma ao outro/a), se tenho uns quilos a mais e me apontam o dedo por isso na revista... se entro num realitty show e sou ( Graças a Deus! ;)) expulsa na semana seguinte. Bem... não vou fazer demagogia, é claro que continuo com os sentimentos à flor da pele, que isso é do feitio mesmo e não da idade, mas pelo menos já sei viver sem sofrer, ansiosa, algumas situações que por si só não valem a pena "ser sofridas" se é que me entendem.

 

Ter 40... e 1 é aceitar o nosso passado e saber que o presente e o futuro têem que acentar na aprendizagem que temos vindo a fazer com os erros do dito. Rir das asneiradas que fizémos com orgulho, principalmente porque já nos safámos delas e ficámos com altas histórias para contar ( ou relembrar, se forem assim mesmo para o secretas.. e se eu as tenho, as desse capitulo ..).  É saber atenuar os nossos defeitos e exaltar as nossas qualidades. É "perder a vergonha" ( demorei mesmo muito tempo a chegar aqui, nem imaginam...). É saber que as amizades e os amores são muito importantes, mas mais importantes para sermos felizes somos nós mesmas e no meu caso, e acredito que  todas as mulheres com filhos pensem assim, também a vivência com a nossa descendência. ( mas atenção.. que mesmo assim... cada vez mais sei distinguir que não pode ser  só "através " deles que serei mais realizada ( Fazem parte do "bolo" mas no fundo, são só a cobertura, porque se o interior é ou não fofinho e gostoso, já só a nós mesmas o devemos...).

 

Se sinto diferenças para o negativo? Epá... não posso só florear as coisas... umas dores nas costas a mais do que tinha há uns aninhos, outras  no joelho quando me estico em horas de cansaço, um sono tremendo e falta de energia se não durmo bem ( esta coisa de ser DJ "das nights" e alterar rotinas de sono começa a pesar-me mais à séria), a pele um poco mais baça quando não descanso, menos flexibilidade e resistência. Epá... sou fixe, mas não sou a Super Mulher ;) Mas, a verdade é que há duas formas de lidar com isso: ou nos queixamos e deixamos deprimir com as mudanças ou nos tentamos tratar melhor e pensar mais positivamente a cada dia que passa. E é isso que eu tenho escolhido. Como melhor, deito me mais cedo, pratico desporto, cortei o cabelo e mudei de visual para um mais leve.... bem.... será que virei mesmo "cota", esta do "mais leve" é mesmo expressão à "cota" não é?? ahhahah!!! My God!! Olhem,  sabem que mais? Que seja... desde que seja uma "cota" fixe... Bring it on! O tempo não pára pois não? Por isso... mais vale assim... do que assado! 

 

"Tou certo(a) ou estou errado(a)?!... " ( e esta expressão do "sinhozinho Malta" quem se lembra? Só o pessoal dos 40,s certo??... ahahah. Mais uma cena engraçada, esta dos ícones geracionais. Olhem, podia ser pior ..;))

 

 

Fez 7 anos e... cortou o cabelo! vejam o antes.... e o depois do carismático Afonso Luz!

E pronto! A pedido do próprio, por achar que já estava muito comprido, com a "cunha" da professora que afirmava que tanta caracolada ( mais o teréré) eram foco de distração nas aulas, porque estava sempre a enrolálos e a mover a cabeça de um lado para o outro e pelas mãos da nossa cabeleireira Anabela Pereira da Manubela Cabeleireiro.... 

 

Engraçado como os 7 anos estão mesmo a ser um marco na vida do Afonso. Foi pela pimeira vez, sozinho com os amigos ao cinema no dia de anos ( connosco no café ao lado e a entrar de 20 em 20 minutos, claro!!!!) , cortou o cabelo `às crescido"  não se sente tão "bébézã" ( pela suas palavras) e... já pode andar  oficialmente de mota com o Gú, algo por que ele ansiava há um bom tempo.

 

Bem, mas sem mais demoras, quero muito mostrar-vos o resultado final, desde que é um corte simbólico, também para mim, que como mãe, percebi, assim de repente que o meu puto Luz... já é um rapazote, com um ar mais crescido e arranjadinho. aaaahhhh!! Mas lindo.. na mesma, não acham? ( estes últimos tempos foram só mudanças de visual.. muito em breve, mostro-vos também, ao pormenor a minha... querem?)

22494520_10156638352377786_1274089328_o.jpg

 

22447574_10156638351172786_1497957740_n.jpg

22447582_10156638350882786_424770714_n.jpg

22472604_10156638350747786_1124660585_n.jpg

 22537957_10156638350102786_1080810465_n.jpg

 

22447298_10156638349927786_1441126661_n.jpg22446902_10156638350147786_187954825_n.jpg 

De volta! Mais forte e mais focada ;)

E... passada uma semana.... ahahaha!! Fui de carrinho ;) Ou seja: fui "despedida", ou "expulsa" se assim o quiserem., do programa "Biggest Deal" . Um choque ( porque na prática e de acordo com a minha prestação nada o indicava e existiam até concorrentes bem mais apontados para abandonar pontencialmente o programa e a casa) mas também muito aliviada e sim.. até feliz!

1024.jpeg

E perguntam-me vocês como é que isso é possível? E respondo-vos eu... que "aquilo" não era para mim. A verdade é que me diverti muito , porque tive a sorte de calhar numa equipa muito a minha onda, a verdade é que fiz amigos e criei sintonias, a verdade é que é uma experiência indescritível de tão intensa, mas... o meu psicológico não estava a gostar de algumas coisas e mais cedo ou mais tarde iria ceder: as discussões acesas que começavam a existir incomodavam-me deveras e quando estalavam eu afastava-me, evitava intervir, ia tomar um café... acho até que essa postura de que tanto me orgulho a nível pessoal, acaba por ser "desinteressante" para um programa que precisa ter um "guião" e que eu não estava de todo a fornecer, quando outros o começavam a fazer tão bem.... 

 

A falta dos meus... não só os "meus" amigos e família ( isso é o mais obvio).. mas os "meus momentos", os " meus cantinhos", os "meus pedaços de sono" ( é terrível quase não dormir e essa era uma das permissas que estava a acontecer e o cansaço extremo e privação do sono, são extremamente difíceis de tolerar). A Falta do silêncio!! Ahhh, o silêncio.. e poder ficar sem abrir a boca ou sorrir, sem acharem que estás amuada, ou mal, ou triste.. e todos ( com boa intenção, sublinhe-se), virem perguntar o que tens, aconselhar-te a ter outra postura... enfim...mico-da-camara-pereira-teresa-guilherme-e-rita-men

A semana em que fiz parte do projeto, ninguém ma tira. Será mais uma história  brutal (curtinha mas intensa) num dos meus capítulos de vida. Mas chegou. Mesmo. Agradeço a oportunidade de ter entrado no projeto mas... agradeço também e muito ( a Deus, ao destino e sim, no fundo a quem votou ;)) ter saído agora. Se a intenção com que entrei foi cumprida ( a de me mostrar aos portugueses como uma nova profissional e mulher que merece lugar na comunicação portuguesa)? Hum... não sei se houve tempo para isso, mas a verdade é que numa situação de "clausura" e num "case study" como este, nem sei bem se muitas vezes o que se mostra nos favorece... seria um risco ficar mais tempo, no meio de choros e quezílias, tentando manter uma postura que não é de todo a que se procura em reality shows. 

 

Volto, de braços abertos, à minha vida, à minha querida família ( ainda ontem celebrei o aniversário do meu filho de uma forma tão sentida e para a semana o meu e depois o da Matita) e amigos verdadeiros, aos meus seguidores ( podem não ser milhões mas são tão queridos que valem ouro),  à minha luta e sorrisos diários, à minha procura do lugar ao sol ( respeitando e respeitando-me). Continuo a acompanhar as histórias dos colegas que por lá se mantêm e a torcer para que vão angariando o máximo que puderem pelas causas solidárias que a TVI vai escolhendo de 2 em 2 semanas. Isso sim, é algo inovador e de muito valor, algo que também me movia e incentivava.

id_artigo7201_rita mendes2_resized.jpg

 Continuo com a certeza de que o caminho se faz caminhando e que nada acontece por acaso ( nem o meu corte de cabelo ahahah). E se tive que sair na primeira semana do programa... era porque assim o tinha que ser. Volto mais forte e mais focada. Volto com a certeza de que afinal este formato não era para mim, mas que nem por isso me arrependo da experiência. Há erros que se nos fazem conhecer-nos melhor e amar-nos ainda mais. Foi o que acontecer. Orgulhei-me de quem fui, de quem sou e da postura que tive. Mesmo que a muitas das minhas "coisas" não tivessem sido alvo de destaque nos programas e que essa calma e aparente força, tivessem ditado a minha saída.

 

Bem pessoal, a vida continua e.. continua " em bom". Cada dia, adoro mais a vida e os desafios que me vai proposto. Se a entrada num reallity show o foi... agora a saída também o é. Bora lá, que o tempo não pára e ainda há tanta coisa a fazer.. 

 

Beijos no coração a todos os que me apoiaram e beijinho no ombro ( ehehheh) aos que não me entenderam nem um bocadinho criticando a participação. Ambos me fazem conhecer as duas faces da moeda e crescer como pessoa. E é assim mesmo que gosto de evoluir como ser humano.

 

Até já!!! Im back in town! ( e no blog, e na vida familiar, e aos amigos, e como dj, e... num granda e fixe evento que vos contarei qual é, daqui uns tempos....) Lets go!!

Hoje é o dia em que eu entro no "Biggest Deal"... ansiosa, de coração apertado mas determinada e focada

Biggest-Deal-Concorrentes-678x381.jpg

E assim... muito rapidamente ( porque estes dias têm sido loucos e os minutos escoam..) vos venho confirmar os "sururús" que se ecoavam por aí: Sim, Hoje à noite, dia 1 de Outubro, vou entrar na.... "casa mais famosa do país" ahahah.... no novo programa da TVI "Biggest Deal". O desafio foi-me colocado há pouco mais de uma semana e depois de oensar em todos os prós e contras... lá vou eu, decidi arriscar uns tempos completamente alheada "da vida real", integrada num jogo que nos vigia 24 sobre 24 horas por dia, mas tem contornos muito interessantes mesmo.

 

Eu e mais 15 concorrentes ( que vão sendo "despedidos" ao longo de 3 meses) vamos ter a cargo 4 modelos de negócio que teremos que potenciar ao máximo ao longp da nossa estadia. Todos os lucros dos ditos, revertem para associações solidárias... e a ideia é que consigamos "sair da caixa", ser eficientes e criativos e façamos do "nosso negócio" o mais lucrativo e bem sucedido possível. Ah e vamos trabalhar para vocês, sim!! Através da aplicação do programa ( procurem no telemóvel aqui ou aqui ) todos se poderão inscrever e ser nossos verdadeiros cliente... Giro, não é?

 

Estes dias que antecedem esta entrada têm sido muito ambiguos: por um lado, a felicidade e entusiasmo de voltar à televisão e saber que aqui terei canal para mostrar aos portugueses que me "perderam" um pouco, quando deixei de fazer programas de tv, que ainda aqui estou para as curvas e sou merecedora de um espaço na comunicação. Por outro, uma semana muito ansiosa, em que quase não tenho dormido, não só pelo nervoso miúdinho mas também porque vou entrar completamnete esgotada, porque tive a tocar duas noites seguidas ( ontem no Estoril, hoje na Covilhã, de onde vos escrevo agora depois de só 3 horas de sono) e principalmente pela angústia das saudades e preocupação com os meus Mendinhos, os meus filhotes lindos e claro, a minha família mais próxima.

 

Para quem olha "de fora" deve ser difícil entender, que um afastamento assim é quase como um arrancar de uma parte de mim, mas que sinto que "este é o momemto" e não o possp desperdiçar. Falei com os meus pirralhos, que entenderam o "entendível". O Afonso melhor, claro. Diz que vai votar em mim ... mas para que saia na primeira semana... Eu rio-me, contorno com brincadeira, digo que ele e a mana se vão divertir imenso a ver a mamã lavar carros, fazer pizzas, cortar cabelos ou fazer camas ( os negócios são estes: Car Wash, Pizzaria, Cabeleireiro e Bed and Breakfast) mas... mas.... confesso-vos que eu mesma, por mais determinada a dar o meu nelhor e seguir com o desafio, não sei até que ponto as saudades me farão vergar... a ver vamos. É que as saudades da vida em família já existem.. e ainda nem sequer entrei.

 

A Matita, não ligou nenhuma à conversa que tive, ou não percebeu, talvez mais isso, mas ontem, ao despedir-me  e ficar com a avó ( ontem vim de viagem e hoje sigo para casa só para apanhar a mala e sigo para os estúdios)...chorou agarrada a mim a pedir-me para não ir embora.. Deu meu! Só eu sei que força tive que ter para não me desfazer em lágrimas eu também e não desistir de tudo na hora...

 

Com quem ficam eles? Com o pai Hugo, que se mantém a fazer as rotinas com ambos ( mudar de habitos agora ainda seria mais estranho e custoso) e também com uma presença muito maior do pai do Afonso. Ah.. e com as avós e amigos e amigas todos a quererem ajudar, colaborar e mimar... aqui entre nós... os três é que vão ter sorte, que vão ser cuidados e mimados até à última casa, enquanto a mãe dá no duro ( ah pois... que aquilo é mesmo à séria) no "Biggest Deal".

 

Bem, não tenho muito mais tempo para vos escrever, ainda tenho viagem , tentar descansar no carro ( esse é o meu maior receio, entrar no jogo tão mas tão cansada por estar com tantas horas de sono atrasadas.. bem, mas vamos esperar que não me dê o "tilt"..), colocar tudo nas duas malonas que me permitem levar ( não!! ainda nem para isso tive tempo. Já tenho a escolha feita, mas não empacotado... não cabia tudo lol) e claro... despedir-me do Hugo e da Estrela e da Luz da minha vida, aqueles pelos quais eu sigo em frente, enfrento tudo, desafio os meus medos e tento conquistar o mumdo: os meus filhos que tanto mas tanto amo...

 

Durante o tempo que decorrer o programa, estarei completamente incontactável, apesar de esperar pelo menos nos nossos aniversários poder falar com os meus, será muito duro se isso não acontecer....  ( Imaginem: Afonso a 11 de Outubro, eu a 18 de Outubro, Matilde a 29 de Outubro, Hugo a 23 de Novembro... surreal, não?)... Mas.... consegui que me permitissem fazer e lançar para o blog, um post por semana, contando toda a minha experiência dentro deste formato televisivo. Por isso já sabem: se quiserem acompanhar tudo através dos meus olhos, do meu coração e da minha escrita, vão passando por aqui ( ainda não sei o dia certo da publicação, mas depois o meu agente, que ficará a tomar conta de todas as minhas redes sociais, dar-vos-á informações por lá).

 

Agradeço a todos o carinho, peço que se coloquem na minha situação, desejo que entendam as minhas razões, espero que acompanhem tudo atenção e sensatez. Vou entrar num formato criativo e que apela aos meus skills comerciais, instinto de negócio, sensibilidade de trabalho de liderança e de grupo... e mais do que isso... uma espécie de "case study" de como um grupo de pessoas tão diferentes e com motivações tão díspares se interligam e vivem juntos.

 

O maior desafio? As saudades e a clausura.. vamos ver como me aguento à "coisa". Vamos ver como me desafio a mim mesma e controlo os meus medos, ansiedades, agústia de estar longe de quem amo. Vamos ver se me consigo divertir com isto e fazer "daqui" algo grande e importante para o futuro da minha vida e dos meus.

 

Até já! Voltarei em breve minha gente.

 

Beijo, o programa e a  gala da nossa entrada começa hoje à noite. Estejam lá, no canal 4. Preciso muito da vossa boa energia!

 

Vejam a casa aqui: http://www.vip.pt/biggest-deal-conheca-casa-mais-vigiada-do-pais