Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

O Carnaval que temos vem de onde, afinal?

 A palavra carnaval é originária do latim, carnis levale, cujo significado é retirar a carne ( ou seja: eu ando em Carnaval o ano inteiro lol) . O significado, tem a ver com atradição que está relacionado com o jejum que deveria ser realizado durante a quaresma e também com o controle dos prazeres mundanos. Isso demonstra uma tentativa da Igreja Católica de enquadrar uma festa pagã.

carnaval-moyen-age.jpg

 

 No entanto, muitas são as teorias e opiniões sobre a origem do Carnaval ( mesmo ainda sem esse nome) Mas numa ideia todas elas convergem: a transgressão, o corpo, o prazer, a carne, a festa, a dança, a música, a arte, a celebração, a inversão de papéis, as cores e a alegria, fazem parte da matriz genética de uma das manifestações populares mais belas do Mundo.

 

Provavelmente terá tido origem no Antigo Egipto, ou mesmo muito antes. Existem registos de festas primitivas, realizadas em honra do ressurgimento da Primavera, sendo que com seu o sentido actual de "foliões" colectivos e inversão das posições sociais, já existirá há mais de três mil anos. Fantástico!

carnaval egipcio.jpg

Para outros autores o Carnaval originário tem início nos cultos agrários da Grécia. Com o surgimento da agricultura ( lá para 600 a.c) as pessoas passaram a comemorar a fertilidade e produtividade do solo, estando esta festança associado a cultos ao Deus Dionísio ( O Deus das vindimas, um Deus de figura humana, só que de chifres, barbas e pés de bode, com um olhar invariavelmente embriagado.. faz sentido no Carnaval, não ? ;))...

carnaval-grecia-antiga.jpg

 

 E por fim, outra das hipóteses difundidas entre  os pesquisadores é que as comemorações, que incluíam bacanais e que realizadas em Roma entre os meses de Novembro e Dezembro e que eram chamados os carrum navalis, para muitos a origem da expressão «Carnevale» . Na ocasião, ainda segundo os relatos e pesquisas, havia uma aparente quebra de hierarquia social, quando todos se misturavam na praça pública. A separação da sociedade em classes fazia com que houvesse a necessidade de válvulas de escape, através de sexo e bebida.Os festejos eram de tal importância que tribunais e escolas fechavam as portas durante o evento, escravos eram alforriados e as pessoas saíam às ruas para dançar. Corridas de cavalo, desfiles de carros alegóricos, brigas de papelinhos, corridas de corcundas, lançamentos de ovos e outros divertimentos generalizavam a euforia. Na abertura dessas festas ao deus Saturno, carros com aparência de navios surgiam na "avenida", com homens e mulheres nus. 

o-jovem-baco-1884-William-Adolphe_Bouguereau.jpg

 

 Do ponto de vista antropológico, o carnaval é um ritual de reversão, no qual os papéis sociais são invertidos e as normas sobre comportamento desejado são suspensas. Estranho , mas bão dixa de ser lógico se olharmos às "fantasias". Nos tempos antigos, considerava-se o Inverno como um reino de espíritos e estes precisavam ser expulsos para que o verão voltasse. E era assim: dançando, gritando, usando máscaras! O Carnaval pode assim ser considerado como um rito de passagem da escuridão para a luz, do Inverno ao Verão: uma celebração de fertilidade, a primeira festa de primavera do ano novo.

 

(Quase) Tal como o conhecemos, foi na Idade Média que surgiram os primeiros bailes de máscaras, que se tornaram populares em muitos países da Europa e se espalharam pelas terras descobertas pelos europeus. A maior popularidade do Carnaval foi alcançada na época do Renascimento,principalmente na Itália e mais especificamente em Veneza, que ainda mantém um baile de máscaras à luz do dia, varando pelas noites, na Praça de São Marcos, no centro da cidade, que ainda atrai turistas do mundo inteiro.

assassins-creed-2-pc-14.jpg

 O turismo tornou o Carnaval mais um espetáculo do que uma festa popular, principalmente nas grandes cidades ( as do Brasil são ícónicas) que fazem festas e corsos memoravéis, fazem esquecer pobreza, problemas, corrupção, tristeza... eu sei lá. Estimulam noitadas e jantaradas, a pouca roupa e a música non-stop e... envolvem toda a população ( mesmo aqueles que não adoram a época, tal como eu... acabam por ser embuídos no espírito, tal é a "loucura" da época).

 

O nosso? O  Carnaval português? Cá se faz... pelo meio de gotas de chuva e alguma crítica política e social, com cabeçudos, miúdas descascadas e a tremer de frio, muita matrafona, muita bombo, muita "bezunta" pela rua... Cá se faz, muito incutido nos miúdos, o que acaba por "arrastar" os pais e os obrigar a "entrar" na coisa, cá se faz para... animar a malta. Cada vez mais pagão e com pouco significado efetivo, mas servindo para trazer cor aos dias cinzentos ( tanto por ser Inverno, como pela sociedade subvertida em que vivemos). Et volilá!!  

 

Se Carnaval rima com Portugal? Nisso não se pode duvidar, mas a atentar pela "cara feliz " do palhaço "tuga" que encontrei por aí.. é uma rima.. muita mal enjorcada, Não acham?...

dsc_2375.jpg

 

 

 

 

 

Passatempo Snazaroo que oferece entradas para a Kidzânia

FACHADAZSNAZAROO.jpg

 

O Carnaval está aí. Os miúdos começam a estar em pulgas... e os pais... começam a preocupação: o que vestir, o que comprar, onde ir desfilar as ditas máscaras, que pinturas utilizar. E pronto, nós, aqui neste item: as pinturas faciais, vamos dar uma ajudinha. Tanto com as tintas, como com o local onde celebrar... Snazaroo e Kidzânia, parece-vos uma boa conjugação?

WHITE AND RED PIRATE.PNG

A Snazaroo é uma marca com as pinturas faciais,  e  são consideradas as mais seguras do mercado... Tcharan! E portanto lá estou eu e o Barriga Mendinha, envolvidos na coisa. Se não sabiam, fiquem, por favor a tomar atenção que a mioria de que por aí anda à venda tem Parabenos  e que  ao seu contacto com a pele podem estar associado a casos de cancro, alergias cutâneas e envelhecimento precoce da pele. Podem ser tóxicos mesmo em baixa quantidade e causar alterações celulares. As pessoas expostas aos parabenos podem, com o passar do tempo, acumulá-los no organismo ( não nos esquecamos que estão presentes em muitos cosméticos também...). Se houver alternativas, é sempre prudente não correr riscos ao consumir compostos químicos que possam causar, mesmo que eventualmente, problemas à saúde.

 

Todas as tintas da Snazaroo são hipoalergénicas, não tóxicas e fáceis de remover, razão porque os artigos da Snazaroo são considerados os favoritos em todo o mundo para pinturas faciais e "body painting". Et voilá!!

JESTER.PNG

 A Snazaroo é reconhecida na indústria por fabricar os produtos mais adaptados e convenientes para a pele das crianças, indo mais longe do que as exigências normativas requerem, já que todos os seus produtos:

 

1- Respeitam a pele – As pinturas Snazaroo são fabricadas com matérias-primas e pigmentos exclusivamente autorizados para o uso cosmético, estão especialmente formuladas para suportar as exigências de peles mais delicadas e não têm aroma.

 

2- Não são tóxicos – Todas as pinturas Snazaroo são fabricadas unicamente com ingredientes autorizados pelas regulações sobre brinquedos e cosméticos da EU e da FDA, e não são tóxicas.

 

3- São laváveis – As pinturas Snazaroo são todas com água, por isso são tão fáceis de aplicar (dissolvendo em água) como de retirar (com água, sabão, toalhitas ou creme).

BLUE PIRATE.PNG

 Como a cor e a imaginação estão sempre presentes nestes dias Carnavalescos e as crianças podem ser  transportadas para um mundo imaginário, unicamente através de uma maquilhagem perfeita... cá estamois nós para ajudar. 

 

E eis que o passatempo que vos trago não oferece "só" as tintas!  Temos 5 Packs Família Kidzania para oferecer (cada um composto por 2 bilhetes adulto + 2 bilhetes criança), válidos de 26 de fevereiro a 1 de março.

 

E como podem fazer para participar? 

 

No passatempo, que vou agora lançar, e que termina dia 25 de Fevereiro (são só 3 dias de passatempo, pois se quiserem aproveitar o domingo de Carnaval, dia 25, já é um programa garantido) devem  deixar AQUI no Blog, um comentário onde constem as palavras: Snazaroo, Kidzania e pinturas faciais.

 

-Gostar das Páginas da Snazaroo Portugal e da Kidzânia Lisboa
  
-Gostar, claroooo, da Página do meu blog Barriga Mendinha
 
- Partilhar este passatempo no vosso Facebook pessoal ou página

 

(... e não se esqueçam de deixar o vosso nome e o vosso mail para vos contactar-mos imediatamente, se ganharem). Depois, as que considerermos as 5 mais originais... vão à Kidzânia. Que tal?

SNAZAROOZ02.jpg

 Não é um passatempo fabuloso? Vá, toca a ir buscar inspiração, pedir ajuda aos filhos, ao marido, aos amigos... e façam a mais gira das frases para nos inspirar aqui desse lado a excolher-vos!

 

Boa sorte! E muito bom Carnaval a todos!! Divirtam-se muito... que a vida são 3 dias... e dois deles são Carnaval ;)

Quando um dente de um filho cai... um coração de mãe descai ... lol

No meu coração de mãe, este primeiro dente caído caí-me também a mim no colo... assim como, sei lá...  como se de uma entrada na faculdade, uma primeira namorada,  o dia em que tirar a carta... se tratasse. Ou seja: é mesmo um marco na sua ( e na minha) evolução e... (pré) emancipação!  Ahhh... o meu filho está a crescer à seria! E agora, já não pára... Os dentes de leite a irem à vida... e eu aperceber que o bebé, deu lugar ao menino e o menino está a dar lugar ao rapaz. 

 

E tudo isto por causa de um dente? Ora pois. O "dente-símbolo", o "dente-crescimento", o "dente-independência," o "dente-daqui-a-uns -anos-já-só-quero- é-ramboia-e-chega-de-miminho"!...  

IMG_20170221_180429_113.jpg

 Acham mesmo que ele acredita na "fada dos dentes", ou é, mas é, um grande chico-esperto que quer receber mais uns "fungus-amungus" para ir completando a coleção e usa este pretexto, mais ele, para me "enganar" a mim com toda esta mimalhice que me derrete, como mãe, do que ... eu a ele, com esta fofa, porém, parva ( é o que os miúdos de 6 anos acham) tradição? 

 

Bem, vamos lá parar de "panicar" e , em vez disso, ver o lado positivo, ok? Hummm?? Qual é mesmo, a parte positiva?... Beber pela palhinha por entre os dentes? Gastar menos um milimetro de pasta de dentes? Poder "cuspir fininho" como um puto do bairro?

 

Pois... não há lá muito que celebrar. A não ser... efetivamente o mais extraordinário. O que, sem tretas e piadas clichet de progenitora, é mesmo  o mais importante e eu, como Mãe, devo ser  muito grata e feliz por poder assistir e poder participar:  o seu desenvolvimento como Ser Humano, o seu caminho rumo a Homem e um passo a mais no seu engrandecimento ( pelo menos eu assim o espero ;)) como Pessoa. 

IMG_20170221_180608_975.jpg

E pronto. Este foi o primeiro dente. Uma parte da nossa  simples história como família. Todos nos lembramos, de algum momento ou outro, de alguma história relacionada com os dentes de leite. Eu, por exemplo, tenho na memória, pedir ao meu pai para me atar o meu dente "abanante" com um cordel à macaneta de uma porta e fechá-la de rompante, tal como tinha visto nuns desenhos animados! Ahahah! Doeu para caraças... mas o dente saíu... e lá está, ficou na "história da minha história".

 

A do Afonso terá q ver com a professora Leonor, que foi quem ajudou nesta heróica tarefa, hoje durante o dia. Terá a ver com o "Dentolas", o boneco em forma de dente, feito  à mão pela tia Joana e que tem um pequeno bolsinho para guardar o dente. Terá a ver com a história da Fada dos Dentes que a mãe lhe leu há uns dias, antes de ir para a cama, quando o dente começou a querer "ir desta para melhor". Terá a ver com o fato de ter sido um dos últimos meninos da sua sala a quem caíu um dente ( aaaiii que nervos, com que ele andava!...). E terá a ver com o Carnaval em que se mascarará de.. Ninja... desdentado !

16830645_1207545769315118_5216952885249692956_n.jp

 Et Voilá! Parabéns "Puto Luz"... agora começa mais uma viagem. Quando um dente cai... continua a haver um mundo lá fora para ti! Boa sorte em mais uma fase de vida, meu amor ( comigo sempre ao teu lado, claro...)... E olha... já cá está a surpresaaaaaaaa!! 

 IMG_20170221_180649_844.jpg

 

--------------------------------------------------------------------------

 

PS: Escrevi este texto hoje à tarde e acabei agora de saber, quando o apanhámos na escola... que perdeu o dente, coitadinho!...Perder, sim... perder mesmo de perder, desaparecer, evaporar-se por ali pelo chão da sala de aula ou do recreio... E está num pranto, o pobre gaiato. O dente caiu de dentro da bolsinha do "Dentolas" e depois, o mais provavel é a empregada ter varrido ;( Já o tentámos animar mas não está fácil. Hoje vai mesmo ser dia de mimos. ( Afinal... não está ainda assim tão grande, o meu pimpolho. Desdentado ou não, com 6 ou 16... vai ser sempre o meu bebézolas...)

Dizer adeus a 9 quilos em... apenas 1 mês!!

Ora, pois, é isso mesmo que leram. Lembram-se da "minha menina", a Ana Santos Figueira, que venceu o passatempo que o BARRIGA MENDINHA e a PronoKal (relembrem o post onde a apresentei )? Tem-se portando tão bem, tão bem, que não resisti a mostrar-vos como se tem saído tão bem, neste seu desfio.

 

Para celebrar este quase um terço do peso que ela deseja perder, decidimos fazer uma sessão fotográfica as duas e sim... eu literalmente ( em nome da PronoKal) a ajudei a despedir-se desta primeira leva de quilos  de que ela há tanto tempo ansiava ver-se livre. Mal lhes meti a mão, fugi a sete pés (ou antes... A 9, neste caso Lol ) e ela... ela agradeceu, claro!

7.jpg

2.jpg

Conversámos um pouco, rimos muito, partilhámos a cumplicidade de quem já passou e está a passar por esta dieta ( simmm... que não é uma dieta, é um método. Vejam AQUI a explicação) e pedi-lhe que, na primeira pessoa me contasse como está a ser esta viagem que tão decidida, começou a fazer há já duas semanas e tal...

6.jpg

Ana Figueira - " Eu sei que vai parecer super Cliché, mas desde que comecei a fazer a dieta Pronokal a minha vida mudou, passo a explicar: as regras que nos são "exigidas" como contrapartida para obter os resultados, regraram não só a minha alimentação mas também o meu dia-a-dia, tudo gira em torno de boas escolhas, sejam elas quais forem, na opção entre umas escadas e um elevador, ganham as escadas, na opção de uma tarde no sofá a ver filmes e um passeio ao ar livre, vence o passeio ao ar livre, entre tantas outras coisas. Comecei a valorizar, mais, tudo aquilo que me faz bem e a tentar ao máximo pôr de parte aquilo que me faz mal. Os resultados físicos que tenho obtido são a maior das motivações sem sombra de dúvidas, mesmo em dias que me apetece desistir, quando passo perto de uma padaria que acabou de tirar o pão do forno, ou por uma pizzaria que faz questão de propagar o cheiro da sua cozinha pela rua inteira!!
 

8.jpg

Nesta dieta, que está a mudar a minha vida por completo, todas as dificuldades que possa sentir são colmatadas com a vasta gama de snacks que nos sabem pela vida, pelas consultas de 15 em quinze dias (que para mim são como se fossem as minhas pequenas metas ao longo do caminho), os PT's super dedicados  e por fim o resultado de tudo isto  a perda de peso mais que visível. Sem dúvida que esta está a ser uma grande aventura e estou mais que pronta para continuar esta luta, sempre com o foco no prémio final !! " 

4.jpg

1.jpg

 E assim... com estas imagens e palavras felizes, me vou. E vou feliz eu também, por poder, juntamente com a PronoKal, ajudar esta "miúda" que já é tão boa vibe... a encontrar ainda mais a autoestima e satisfação, a saúde e a realização.

 

Beijinhos nossos. Voltaremos em breve, com mais fotos "uau"... sim.. porque isto não fica por aqui!!!....

Afinal. o que foi o curso que eu andei a fazer? E o que raio é a Macrobiótica?

IMG_20170215_002650_745.jpg

Vamos lá então... vou explicar-vos, aos olhos da minha experiência, através do meu coração e da minha real versão o que é a Macrobiótica e o que raio tenho eu andado a fazer e a aprender estes últimos meses ( tirei dois módulos super intensos de um curso internacional de Macrobiótica no Instituto Macrobiótico de Portugal).

 

Digo-vos que vos explicarei "aos meus olhos", porque as explicações mais "académicas", essas, estão todas por aí em sites, bastando "gogglar" para as encontrar. Podia transcrever umas quantas, mas a verdade verdadinha, é que agora... depois de quase académicamente expert na coisa ( epá!! como dizer isso me deixa vaidosa ;)), com estas formações num ( senão o...) dos melhores institutos de Macrobiótica do mundo, mesmo assim... o que vos vou passar é a minha vivência e a minha descoberta desta "Grande- Vida", o significado mais literal desta filosofia e forma de estar na vida.

 

Diz o "meu" mestre Francisco Varatojo que "A Macrobiótica não é exclusivamente uma dieta, um regime, mas sim um estilo de vida que tem como objectivo último ajudar-nos a desenvolver o nosso potencial humano, ao seguirmos as leis da natureza dum ponto de vista biológico (através da alimentação), ecológico (fazendo escolhas diárias que contribuem para uma melhor qualidade de vida ambiental), social e espiritual (tratando os outros com amor e compaixão e assumindo a nossa responsabilidade como um pequeno elo numa vasta cadeia de seres e fenómenos)." 

 

E é isso mesmo. Quando digo às pessoas que estou a tirar Macrobiótica, só se reportam exclusivamente para a culinária, mas não é muito mais que isso. Claro que tive (e ainda me ando a aperceiçoar) aulas de culinária, até por ser essencial cozinhar de forma "gulosa" todos estes alimentos saudáveis, de forma a não achar que saudável é incompatível com saboroso. Mas... a par da culinaria ( e métodos de cozinha) estão os alimentos no centro, a sua energia e a forma como a mesma vai influênciar a nossa.

14595546_10207571416663728_7325454211232955714_n.j

 É aqui que a Macrobiótica é, por exemplo diferente do vegetarianismo ou veganismo. Costumamos dizer que os vegans, poreexemplo sabem "o que não comer", porque excluem tudo ou que é ou provém da proteína animal...mas que nós, os Macro, sabemos " o que comer", ou seja:  claro que a proteína animal quase não entra - o peixe e marisco são "pontualmente" usados, mas o essencial nesta, considerada arte, é saber conjugar alimentos ricos em energia, nutrientes, orgânicos, que se adquem às estações do ano e local onde habitamos e ainda e especialmente à condição de cada uma das pessoas.

16426017_10158092964330548_4271840425795609332_n.j

 A noção de bipolaridade, ou a teoria de “yin” e “yang” é uma parte essencial deste estilo de vida – a ideia de que todos os fenómenos, alimentos incluídos, têm qualidades energéticas, metafísicas e de que a harmonia relativa é conseguida quando “equilibramos” estes dois pólos, yin e yang, nas nossas vidas.

 

E é aqui que um "connaisseaur" ( ou pelo menos, alguém que se permite abrir  ter uma sensibilidade em que entenda que sob esta permissa vai "rolando" o mundo e tudo nele) vai trabalhar. Conjugar alimentos com diferentes energias e qualidades nutricionais de acordo com algumas doenças ( a ideia é que cada patologia pode ter uma dieta mais direcionada), ou mesmo sem doenças, de acordo com o que precisamos no momento: foco, calma, concentração, alegria, motivação etc...

16473329_10158069801730548_2407646139055717026_n.j

 E devido a toda esta estrutura, que vos confesso, não é nada fácil de aprender ( e daí também o desafio), é que esta formação é tão interessante e completa. Aprendi muita filosofia oriental ( mais japonesa, mas também chinesa), a "perceber" a energia dos meridianos ( correntes de energia que passam pelo corpo) e dos orgãos principais do organismo e como eles estão interligados ( na Macrobiótica acredita-se que os orgão "vivem aos pares", ou seja.. quando um orgão está doente em vez de o tratar logo diretamente tenta-se ir, primeiro à fonte do desiquilibrio).

 

Aprendi bases de anatomia e fisiologia, de shiatsu (uma terapia alternativa baseada na mesma tradição oriental que fez nascer a acupunctura mas onde o terapeuta, em vez de agulhas, usa a pressão com os dedos e estiramentos para estimular os meridianos e os pontos energéticos do corpo), tive aulas onde o ambientalismo, o desenvolvimento pessoal, os remédios tradicionais e caseiros, os tratamentos de emergência e externos, a sociologia ambiental fizeram parte do cardápio, pois só entendendo tudo isto de uma forma global, começa a fazer sentido este estilo de vida.

16427490_10158069802115548_3841605848590219072_n.j

 E agora vamos lá ao mais básico ( e por incrivel que possa parecer, o mais difícil de encaixar por parte da maioria das pessoas, que não desistem de detrminados comportamentos alimentares): A mudança na alimentação influecia o estado do nosso sangue. E o nosso sangue... não é senão nós mesmos, o nosso mais rico "elixir", que passa por todo o lado, que nos enriquece, fortalece.. que nos torna nós mesmos. Em 10 dias mudamos o plasma sanguínio, em 4 meses uma "limpeza total" ºe feita e o sangue é renovado. E é aí... " acontece o milagre". O sangue tem também o fantástico poder de mexer com o nosso sistema nervoso e por conseguinte... chegamos à conclusão que: ao mudar a alimentação ( os 3 nãos: Não à carne, não ao açucar e não ao produtos lácteos)... mudamos a nossa forma de pensar, de olhar o mundo e de atuar. Não é brutalmente fantástico?..

16708435_1198617436874618_6934144559716467887_n.jp

 

Se eu o vou seguir à risca? Não (não que não queira, mas porque so realista, não sou perfeita e ainda não me consigo desligar totalmente de alguns "maus hábitos" assim num só clique). No entanto,  vou tentar enveredar pelo "bom caminho", agora "sei coisas", muitas coisas que me estão a mudar a vida. E acredito que, como muitas macro-fantásticas-pessoas que conheci, eu mesma, quanto melhor sentir o meu corpo, a minha mente e o meu espírito devido a estas alterações alimentares e comportamentais... menos vezes resvalarei e me habituarei a sabores e estilos de cozinhar novos.

 

Se gostava que as pessoas entendessem mais a Macrobiótica, sem ideias pré concebidas, preconceitos e desconhecimento? Claro que sim, até porque para mim esta descoberta tem sido surpreendente, mas para isto... também espero eu ir ajudando nessa tarefa, e contribuir junto dos que me rodeiam, dos me seguem, dos que me são próximos entrem nesta tão fantástica arte que é a de viver bem e com saúde física e espiritual.

 

 

 

Bilhetes, bilhetinhos para "O Gato da botas", a peça de teatro?

Fomos ver "O Gato das Botas " ao Teatro Armando Cortez, a convite do canal de tv Nickelodeon . É um espetáculo em que o teatro se funde com a música, a representação, a dança e a literatura, bem como a composição plástica e o audiovisual. Gostámos tanto que decidimos partilhar com uma família este prazer de ir ao tratro com os filhos ;)... e temos, dois convites duplos para oferecer  a uma família (para que possam ir mãe, pai e filhos ou quem vocês queiram, que a vida é vossa ahahah). Não é fantástco?

 IMG_20170121_175432_795.jpg

A história fala sobre o filho mais novo de um moleiro que herda do pai um gato de estimação, enquanto os mais velhos herdam um moinho e um burro. O rapaz, que ficou indignado com a escolha, descobre que o gato fala. Mas o gato, que até o convence a comprar-lhe um belo chapéu e umas lindíssimas botas para o poder acompanhar numa viagem pelo reino, vai demonstrar-lhe que um amigo leal e astuto, como ele, pode valer muito mais que todas as riquezas do mundo.


A busca por riqueza, a fuga da pobreza, da extrema miséria, tornou-se um sonho recorrente em contos como este. E por isso a história  traz-nos uma importante lição: a da esperança de que mesmo o mais infeliz pode ter sucesso na vida.IMG_20170205_214507_151.jpg

Para se habilitarem têm que participar até dia 9 de Fevereiro, esta próxima 5a feira, pois a sessão de oferta é já este sábado, dia 11.

 

E como podem fazer para participar? 

 

-Gostar das Páginas do Nickelodeon Portugal e do Teatro Infantil de Lisboa
 
-Gostar, claroooo, da Página do meu blog Barriga Mendinha
 
- Partilhar este passatempo no vosso Facebook pessoal ou página
 
- E ainda.... deixar a vossa prova de participação aqui nos comentários deste post dizendo que participam e porquê e deixando o vosso mail ( nada de anónimos, senão depois não vos encontramos  para vos informar que gostaram...). 

 


IMG_20170205_214824_294.jpg
 Depois... quero que me contem como foi, se gostaram tanto como nós gostámos e como se portaram os vossos miúdos no teatro (é em pequeninos que se habitam a esta "coisa" estranhamente maravilhosa que são as artes de palco).

 

Beijinhos Mendinhos aqui do pessoal!!

 IMG_20170121_150412_247.jpg