Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Como seriam os príncipes da Disney na vida real?

 
 
 

 Olhem só a ideia maravilhosa que o finlandês Jirka Väätäinen teve. Principes e princesas   da vida real, 100%  inspirados nos famosos personagens e histórias dos filmes da Disney, que apaixonaram milhares de fãs pelo mundo

.Quem viveu a infância ao longo da década de 90 (e não só), não pode deixar de sentir uma certa nostalgia ao ver isto. Concordam? Eu fico de beicinho caíso.. adoroooo:)

Bem, O que Väätäinen fez foi transformar os príncipes da Disney em figuras mais próximas de homens e mulheres reais, permitindo perceber como eles seriam se realmente fossem de  carne e osso, como se fosse possível passar por qualquer um deles numa qualquer rua de uma cidade moderna.

 

O padrão de  beleza é exagerado, sim sem dúvida mas na verdade é que muitos dos protagonistas que se vêm aqui representadas marcaram o nosso imaginário e dele não mais sairão. 

 

Ora vejam e encantem-se (ou não) com este trabalho que tem tanto de realista... como de fantasioso:

A Bela e o Montro

Fera1

Fera2

Aladino

Aladino1

Aladino2

Cinderela

Charming1

Charming2

Hércules

Hercules1

Hercules2

Tarzan

Tarzan1

Tarzan2

A Pequena Sereia

Eric1

Eric2

Pocahontas

JohnSmith1

JohnSmith2

A Bela Adormecida

Phillip1

Phillip2

E aqui as princesas que Jirka Väätäinen fez em 2012:

Pocahontas1

Princesas2

Princesas3

Princesas4

Princesas5

Todas as imagens © Jirka Väätäinen 

 

Como fazer uma "Pool-balcony" bem cool para as crianças em 3m2 de espaço...

Como sabem mudei de casa há uns meses. Apaixonada e hiper contente com a aquisição, mas... há sempre um "mas". Toda a casa é muito porreira, boas áreas, bons acabamentos, bom gosto... mas as duas varandas que tem são bem pequenitas. Não me estou a queixar, longe de mim, mas a verdade é que é um dos "ícones" do bairro para onde me mudei: as varandas grandes em 80% das casas ( ou eu pelo menos acho, pois é só olhar para cima e reparar em casas com metros e metros de espaço exterior em grandes varandas ou terraços).

 

Bem, no meu caso... tenho duas, uma dos lado da sala, talvez com três metros por um. E outra entre o meu quarto e quarto dos miúdos ainda mais pequena e mais para o quadrado. Bem... mas eu cá não sou de me ficar, e depois de passada a fase "a galinha da vizinha é melhor que a minha",  "ai que pena que se fosse maior era tão giro para fazer coisas para os miudos"... decidi que como em tudo na vida, se nos contentarmos com o que temos podemos tirar um maior partido de tudo.

 

 E assim foi. Começaram as férias, o calor e nem todos os dias vamos à praia. A mãe decidiu-se inspirar, pegar numas quantas coisas já existentes em casa e procurar uma mini piscinita insufável para criar o nosso próprio cantinho de Verão. 

 

E cá está o resultado. E com ele o que vos quero mostrar é que com um valor muito reduzido, vontade de agradar aos babies e uma inspiração que se equadre entre os gostos deles e o nosso (o que nem sempre é assim tão fácil), se pode fazer uma mini "Pool- balcony" (que chique) de uns esquassos 3 ou 4 metros quadrados.

 

Ora querem ver?

 

A piscina custou 7 euros e comprei na Primark. Os Minímos (ou Minions) estão na moda e estou cheia de itens deles cá por casa por isso, a inspiração imediata foi essa, o resto acabou por vir por acréscimo. Eles adora e ahhhh..... importantíssimo, esta piscina é mesmo do tamanho ideal para aqui: 100x20 aproximandamente. Soprei, enchi, vi que cabia... e bora lá fazer o resto!!

IMG_20150728_131232.jpg

 

O chapéu de sol custou 8 euros no IKea e prende-se à barra da varanda, não ocupando espaço ou precisando de outro tipo de suporte.

 

No saco de pano dos Minions, que me foi oferecido pela agência que promove o filme, coloquei as toalhas e fatos de banhos deles para estarem sempre à mão. Atei a uma das pernas de metal da varanda.

 

IMG_20150728_144401.jpg

Criei um cantinho tipo mesa, forrado com um tapete de atividades que já foi usado e reusado tanto pelo Afonso como pela Matilde mas que agora como já são "crescidos" não querem cá saber dessas brincadeiras. Aqui, serve de fundo animado e colorido.

 

O tapete de riscas é do Ikea e já o tinha para ir alternando com os outros da nossa wc. A almofada, é da Zara Home, comprada nos últimos saldos, confere algum conforto ao nosso cantinho e dá para a mãe se sentar quando estiver por ali ao pé dos filhotes.

IMG_20150728_144757.jpg

 

Pertinho da piscina e ao alcance das suas mãozinhas pendurei este mocho da Primark. Para algumas brincadeiras a que achem piada ir arrumando e desarrumando ( uma das brincadeiras preferidas da Matilde Estrela lol)...

IMG_20150728_144627.jpg

 

Em cima da mesinha improvisada coloquei uma planta artificial do Ikea, um candelabro oferecido Natal e duas garrafinhas coloridas de vidro forte da Casa Home.

IMG_20150728_145218.jpg

 

Aqui, conseguem ter a noção de que o espaço é pequeno ( comparem com o terraço da vizinha de baixo grrrrrrr..... lol). Estou sentada dentro de casa e com os pézitos perto da piscina, que deixei decorada e artilhada com brincadeiras que sei que eles gostam e que são ótimas para andar por ali na água.

IMG_20150728_145619.jpg

Esta é a visão que se tem da nossa "nova divisão", estando dentro do quarto do Afonso e da Matilde. E sim, é bem fixe que eles tenham acesso a este cantinho diretamente do seu quarto. É quase como uma continuidade do espaço deles.

IMG_20150728_145947.jpg

 Mais outro pormenor. Os ramos de árvore com casinhas (da Casa Home) são para colocar colares e afins mas trouxe-os agora para aqui para servirem de "quintinha" de alguns animais de plástico que também podem entrar na água da piscina sem se estragarem.

 

Dois copos da Primark (1 euro cada) e um cantil com água fresquinha da Lego (9 euros) porque é algo que ambos me estão sempre a pedir: águinha!!...

 

IMG_20150728_145048.jpg

Ah... e nem a calhar! Acreditam que a McDonalds it self, acabou de mandar para a Barriga Mendinha três dos "amarelinhos" que estão neste momento a oferecer com os seus Happy Meals? Pois é, claro, claríssimo que dentro em pouco estão dentro de água... mas para já tenho um Afonso todo encantado ( com os bonecos e com o novo espaço) e ansioso de mostrar tudo à mana que mais um bocadinho deve estar a chegar da escola e vai ficar mais que surpreendida e feliz!IMG_20150728_150517.jpg

 

Adorei fazer este cantinho sazonal e sabem que mais? Bem querido, mesmo assim pequenino. Por isso, mamãs desse lado, se acahm que não têm espaço nem dinheiro para fazer algo do género, vá... pensem duas vezes. A "ocasião faz o ladrão", neste caso..." o espaço e o orçamento... fizeram um cantinho super especial" e.. onde vamos passar ótimos momentos, pois então! E vocês, o que acharam, digam lá?

 

E agora... vamos ao que interessa que é "entrar de molho".  Isto é ou não é felicidade??? Mesmo em espaço pequeno lolll...

IMG_20150728_161332.jpg

11800412_839220806147618_6675772951130297955_n.jpg

 

 

Férias da criançada, em casa: No panic! Ideias giras para fazer com eles

          51eae6aeaa9cca44eb453390399814d9.jpg

O meu Afonso terminou hoje oficialmente o ano letivo... Vão ser dois meses até que as rotinas voltem e como vocês sabem (ou não)..., devido ao meu trabalho de dj exigir que ande "cima abaixo" pelo país e mais ainda... ter que estar sempre em stand by, porque aparecem sempre solicitações de última hora.. no fundo não tenho férias na verdadeira acepção da palavra.

 

Não é fácil, até porque as "férias tradicionais" de praia, campo, muita família, amigos e primos são bem mais fáceis de gerir, porque eles estão sempre ocupados. Mas mesmo assim...faz-se. Tem que se fazer. E ser feliz também com isso.

 

 No fundo, estas semanas da minha vida, são geridas quase como se formassem um puzzle. O que tenho que fazer todos os anos. Encaixar os filhos, as férias do atual marido e do ex, que costuma levar o Afonso uma semana ou mais,a minha Matita (ora esteja com o irmão ou não), os locais onde ando a trabalhar,  tentando esticar mais uns dias nos hotéis ou turismos rurais em sítios giros, onde possamos (em família, a dois ou às vezes até sozinha) usufruir um pouco do descanso e das localizações.

 

Enfim... mas isso, lá mais para a frente, poque agora, já imediatamente e como ainda não temos nada assim marcado, a verdade é que andar euzinha com o Afonso para trás e para a frente e.. obviamente que tambem muitos dos dias com a Matita, porque apesar da escolinha dela nunca fechar... vocês sabem como são as mães... sentir-me-ia muito culpada se estivesse a dedicar tempo a um e não a outro. Por isso, estas atividades servem para um, dois ou até mais se vier a priminha Helena ou outro amiguinho qualquer.

 

E pronto, assumo, por um lado tenho muita vontade.. por outro... tremo de pânico. E porquê? Porque 24 horas atrás de 24 horas com  pestinhas como estes, se não houver um ou outro plano definido... podem levar-me à loucura. Vocês sabem do que estou a falar, não sabem? Casa completamente de pantanas, miúdos inquietos por estarem muito tempo no mesmo sítio, necessidade de mandar aquela energia inesgotável deles para fora...

 

Partilho, então, agora, aqui, convosco, alguns dos programas que vou fazer e ideias que tive para "matar" o tempo, de uma forma "morta matada morrida" e que seja gira tanto para eles como para mim. No fundo... tempo de qualidade, tentando que eles não se entediem e que eu não me passe dos carretos com as suas birras.

 

Ora vamos lá, cá ficam algumas das dicas/ideias a executar nestes dias de férias EM CASA (depois noutro pots, dir-vos-ei o que anda por aí de atividades lúdicas e culturais giras) :

 

 --------------------------------------------------------------------------

 

1. Aquele KARAOKE guardado no armário pode ajudar muito! Sabem aqueles que alguém vos ofereceu em tempos no Natal e por lá ficou, na volta ainda da vossa época de infancia, quem sabe!?...

Ou se não tivermos nada disso...acho que hoje em dia todos os serviços de tv por cabo, têm canais dedicados às cantorias.  É só escolher uma música que eles gostem e... deixar rolar! Podem ser momentos giros e com boas risadas e , parece-me ser  ótimo para aqueles dias em que estamos esgotadas mas temos mesmo que fazer algo com eles.

          karaoke_gradiente.jpg

          crianca_cantando_microfone.jpg

 

-------------------------------------------------------------------------------

 

2. Fazer uma HORTINHA BIOLÓGICA em casa. 

 

Nós não temos um jartim ou um quintal grande, mas parece-me uma boa ideia fazer uma na varanda da nossa casa. Esta tarefa vai ser o máximo e vai ter até várias fases, o que é ótimo para os manter ocupados. Primeiro iremos em busca de um canteiro ou vários específicos para a dica horta a algumas lojas de bricolage, decoração, onde também há, normalmente sementes, terra, ferramentas de jardinagem e afins.

 

Depois, passaremos à fase de colocar as mãos na terra e fazer nascer o que iremos comer um dia. Fantástico não acham? Eu acho que eles também vão achar.

          horta-em-casa.jpg

          horta.jpg

          como-fazer-uma-horta-organica-em-casa-3.jpg

 

------------------------------------------------------------------------------

 

3. Por falar em comer... uma TARDE PASSADA NA COZINHA pode ser um programa muito fixe para fazer com eles. Tudo de avental e a mexer nios ingredientes. Acho que lhes pedirei para colaborarem na elaboração de CUPCAKES de vários tipos.

 

É algo fácil de fazer, podemos inovar com bonecadas e cores (com pasta de açucar) e eles adoram o fato de serem eles a fazer a massa e a colocá-la em várias forminhas coloridas. Até a matilde poderá ajudar, sei que é mesmo a cara dela. Só mesmo facas e o forno,  ficarão por minha conta, claro! Há mesmo que ter atenção...

          crianc3a7as-cupcakes_fiona-jackson-downes-and-dirk                                            por_blogdacook_Pinterest.jpg

 

-------------------------------------------------------------------- 

 

4. Tenho em vista uma peça de teatro em Sintra, na Quinta da Regaleira, chama-se Peter Pan e sei que eles vão adorar, tanto pelo tema (o Afonso adora o Peter Pan e a Matita a Sininho;)), mas também pela envolvência. Este jardim é brutal e cheio de recantos maravilhosos.

 

Mas... para além disso, pensei também em fazer teatro em casa, mesmo a sério. Agarrar  numa caixa de cartão, tintas, cola e algum tecido e fazer com e para eles.. um TEATRO DE FANTOCHES!! Depois... é agarrar nas bonecadas preferidas cá de casa e fazer um espetáculo (mais ou menos trapalhão) à hora de jantar, para o pai, avós e amigos. Acho que vai ser um acontecimento...

          b4ac9cc23eed8a89040262b4d4e69701.jpg

 

Gostei muito deste vídeo DIY (do it yourself) que ensina a fazer um de forma muito simples :

https://www.youtube.com/watch?v=W72pfMfY10E (cliquem neste link)

maxresdefault.jpg

 ---------------------------------------------------------------------------

 

5. Fazer e (muito importante) organizar um PIQUENIQUE juntamente com uma "CASA-TENDA", que se pode improvisar se não se tiver nenhuma. Claro que pode ser num jardim ou parque. Isso será o mais habitual, mas também o mais trabalhoso, principalmente se estiverem sozinhas com eles (o que no meu caso... vai ser uma realidade a maioria das vezes)...

 

A verdade é que a família Mendinha já fez piqueniques indoors, umas duas vezes na casa antiga e os miúdos deliraram. No fundo... é agarrar na toalhinha aos quadradinhos ou algo do género, os pratos e talheres mais coloridos.. e fazer um das refeições do dia... no chão. A tenda, pode ser o apoio da brincadeira e claro que provavemente eles passarão horas a brincar dentro dela e quem sabe até adormecerão aí... Pode ser feito também na varanda, para aproveitar o bom tempo!

 

          jantar-ou-piquenique-no-jardim-ou-varanda-1024x678

          acampamentohjthwr.jpg

 

----------------------------------------------------------------------- 

6. FAZER PINTURAS pode parecer muito básico na escola, é uma prática comum. Mas não em casa, com um montão de tintas e materiais e a mãe a morrer de medo que eles pintem paredes e sofás. Por isso, sim... é uma atividade que requer logística.

 

Forrar o chão com um lençol velho, deixá-los usar um avental. Ter sempre perto uma esponjinha ou duas humidas para se irem limpando e.... um rolo daqueles enormes (compro no Ikea) de papel que se vai desenrolando. Podem fazer digitinta... ou até pintar com os pés? Arriscado? Sim... para as paredes e chão, mas com a nossa supervisão vai correr tudo bem ;)

 

Até pode ser giro, deixá-los pintar "ao longo" do corredor, por ser um local meio escondido e comprido. Quase como a "gruta rupestre" deles.

 

Ah... depois, outra coisa gira é  criar um "ESTENDAL ou VARAL DA ARTE", no fundo será montar um espécie de estendal dentro de casa ou no quarto das crianças para pendurar as criações, como as pinturas, o que se torna uma  forma simples de valorizar e apreciar o seu trabalho".

          papel para pintar.jpg

painting-activity.jpg

          qto-crianca1.jpg

 

-------------------------------------------------------------------------------

 

7. Uma brincadeira simples, barata e muito divertida para os pequenos é iniciá-los na COSTURA!  Não não é perigoso, nem difícel, desde, que, claro, com a suprevisão de um adulto. Basta recortar um SACO DE SERAPILHEIRA e transformá-lo numa tela de bordado. Com lã colorida e uma agulha (deve ser de plástico e de ponta arredondada para garantir a segurança do pequeno) as crianças podem brincar e fazer as formas que lhes virerem á cabeça. Ah e nada de nos preocuparmos com regras, a ideia é mesmo que eles se divertirtam com os desenhos que eles mesmo inventar.

          costura-crianca.jpg                                              

           arte_sacola_jutadesfiando.jpg

 

 

------------------------------------------------------------------------

 

E pronto, pessoal, acho, que com estas atividades a fazer em casa, alternadas com dias de praia, piscina, parques, casa de avós e visitas de e a amiguinhos e e claro... os incontornáveis bonecos na tv e um bocadinho de tablet ou jogos de computador ( estes putos são precoces mesmo, até já a Matita com dois anos e tal se desenvencilha a jogar)... as férias podem ser mesmo muito porreiras!

 

Miúdos contentes, mães descansadas e.. realizadas por os verem felizes. Concordam?

 

Então... mãos à obra e ... Boas férias minhas gente ( eu vou-vos contando as minhas experiências mais detalhadamente conforme as for ponto em ação, combinado?)

 

A rotina caótica das famílias com criançada!

Famílias perfeitas? Blahhh! Não queremos nada disso! Se a Alegria habitar na casa, então a Felicidade também reside aí.

 

Muitas vezes o que vemos na net, em blogs e páginas de face todas  pipis são imagens de pais felizes ao lado de crianças "irritantemente" bem comportadas , mas a verdade verdadinha, meus amores éessas fotos estão longe de representar a realidade. E vocês sabem disso, ou não ? ;)

 

 

A fotógrafa Danielle Guenther encontrou uma maneira diferente de retratar as famílias modernas. Mãe de uma criança de 5 anos, ela conhece bem as aventuras pelas quais os pais passam no di-a -dia e decidiu registrá-las numa série fotográfica giríssima  que representa essa fase da infância no seio familiar, repleta de muito humor. E claro.. Amor...

 

Depois de postar algumas destas imagens na própria página do Facebook, Danielle passou a receber pedidos de outros pais, interessados em registrar sua rotina caótica, o que deu início à divertida série de fotografias que você vê a seguir.

 

Eu, que vivo um pouco disto todos os dias, adorei!! E vocês?

foto1

foto2

foto3

foto4

foto5

foto6

foto7

foto8

foto9

foto10

foto11

Todas as fotos © Danielle Guenther Veja mais sobre o trabalho da fotógrafa aqui.

Quando eles "são outros" em casa e fora dela...

_MG_9767.JPG

...Ou antes, quando se portam bem em todo o sítio e com toda a gente... menos na presença dos pais...

 

Pois... e é isto que tenho vivido há uns bons meses com a minha Matilde Estrela. Daí o seu cognome: o de "Princesa Rebelde" e para bom entendedor, meia palavra basta, ou a conjugação de duas, neste caso ;) : Princesa porque é a fofinha do pedaço, por ser mimalha demais, pelo fato de ser muito vaidosa e porque não poderia deixar de o ser para nós, que tanto a amamos. Rebelde, porque quando "embica" para um lado, ninguém a demove e só faz o que quer, quando quer e como quer. Com os pais claroooo... Porque a expressão "há que a saber levar" , é por demais usada e abusada por nós, que nos desdobramos em estratagemas, técnicas e formas de "lhe dar a volta" mas na maioria dos casos é ela que nos dá a nós... E em casa é um terrorzinho, mas nos outros lados não ( bem, ao menos isso, que fora de casa não me faça passar vergonhas, sempre prefiro assim, pois então)...

_MG_9837.JPG 

Ai Matita Matita.. ainda hoje de manhã ( eu, sozinha com os dois piolhos, na tentativa infrutífera de uma manhã calma com ambos) lutou porque... não queria os sapatos que escolhi, não queria calções, nem calças, nem vestido (Só quer saia, usa a mesma que lhe fica enorme, vezes sem conta), lutou comigo porque não quer fazer totó nem pôr ganchos.. ah... e não queria levar cuecas lol...ahhh, mais... pediu bonecos ("acacos") enquanto eu arranjava o mano e eu disse lhe para ir carregar no botão da televisão para a ligar. e ela: "Não! A tu Mãe!!", "vai tu mãe?", respondo eu : " Não, a mãe está cansada, vai tu..." . E ela: " Não!! Cansada yo! Mãe vai..." . E como a mãe não foi, houve afinca pé do feio. Não fui eu, nem ela. Acreditam que não deu o braço a torcer? Acompanhei-a até ao televisor e com a mãozinha dela disse " vá, agora a Matita liga a televisão com a ajuda da Mãe..." Qual quê... preferiu não ver bonecos do que carregar no raio do botão... Tortaaaaa....

 

E assim é a nossa vida. Muitos mimos mas também muitos ciúmes " A mãe é minha! A pai é minha!".. cada vez que o mano se chega ou até entre nós, o casal. Muito "do não". Se lhe dou bolacha quer pão, se lhe dou pão quer fruta, se lhe dou fruta, quer iogurte... bem, quer dizer, iogurte não, que não gosta e cospe cada vez que lhe dou. Mas.. só em casa, que pelos vistos, na escola como sempre ao lanchinho com os outros meninos.

 

Sim... na escola, fiquei parva depois de contar alguns destes comportamentos na reunião anual com a educadora que me disse, com um ar espantado : " nãoooo mamã... o que me conta... não é a mesma Matide, não é mesmo. Aqui ela colabora em tudo, deixa-nos vesti-la, arruma os brinquedos, faz-nos favores.. não mamã.. parece que estamos a falar de outra criança..". Mas não estavamos.. e eu até me senti envergonhada, nem imaginam ;(

_MG_9892.JPG

 Mas atenção, não é só na escola que esta diabreta se torna anjinho... na casa da minha Mãe, com a Madrinha, com os vizinho, enquanto brinca com os miúdos deles.. enfim... já nem sei o que fazer. Ou dizer... Quer dizer,  no fundo acho que até sei. Tenho que encaixar que é normal e ir vivendo com isso. Sei que eles sabem que com os pais podem esticar a corda. Sei que tenho que a tentar "dobrar" mas também sei que tenho os meus limites enquanto mãe e não quero viver em constantes lutas. Sei, principalmente que tenho que fazer ouvidos moucos a esses reprovadores " Oh meu Deus, não entendo.. tu chegas e ela que se portou tão bem o fim de semana, começa a fazer birras e asneiras. Não entendo... o que se passa?..". Sei que não me posso sentir culpada com esses comentários, muitas vezes sem intenção, mas que beliscam efetivamente (e não é pouco) o nosso ego de mãe. Sei que tenho que lidar com isso da forma mais natural possível e... ir dando a volta o melhor que puder.

 

Se é irritante? Ui, se é. Se é cansativo? Nem imaginam... um fim de semana com os dois (sim, que o Afonso também tem das suas e quando um começa em birra, o outro inevitávelmente começa em chamadas repetitivas de atenção, caretas, gritos, parvoíces)... acaba, inevitávelmente comigo, a parecer que levei uma tareia. Noites mal dormidas (ela também costuma querer vir muitas vezes para a nossa cama, ou atá para a sala com os estores semi abertos.. ou até me manda a mim fora da própria cama, empurrando e chorando e dizendo: "Sai mãe, sai! Matita à calô!.." e lá me ponho eu também ao fresco e vou para o escritório ou para a sala, só para evitar gritos noturnos e que a pirralhinha acorde o imão e o pai e o prédio todo com o berreiro...). Muita disputa (mas mimo também) entre irmãos. Muita exigência. Muito "Nã quéiooooo!!"... Fogo e chego à segunda feira como se tivesse de direta de duas noitadas de loucura. De rastos, portanto... Lol...

_MG_9810.JPGQuando eles "são outros" em casa e fora dela.. o que há a fazer? Será que alguem desse lado, partilha esta realidade comigo?... Se há, olhem, o conselho possível... rezar a todos os santinhos para que passe rápido ! Lol... Não acredito que haja muito mais a fazer. Estas idades ( 2, 3 anos) são as idades do "puxar até ao limite" e a verdade, é que mesmo assim, caganitos como eles são... já percebem que com os pais, o podem fazer... porque o nosso Amor é incondicional. E pronto,não há muito mais a fazer. Podem criticar à vontade o "ser brando", o "não ter mão"... mas a verdade é que quando nos sentimos conscientes da educação que damos... nada nos pode demover. Nem muitas birras e caprichos...

 

Desabafo feito... é quase hora de os ir buscar à escola e... preparar-me para as birras dos banhos e dos jantares... aiiiiiii!!! E pronto vá lá...preparar-me também para os ataques de beijinhos e brincadeiras com os dois. Valham-me esses momentos! Valha-me o sentimento que só Mãe percebe... o de que, apesar de saber que ela (e ele também às vezes) pode vir embirrenta (é tipo roleta russa:)), já estar em ânsias para os apanhar, cheiinha de saudades <3

 

 

Ter um blog... não é tão fácil como parece...

f74c121b202440601f76d82be58e98e7.jpg

Isto às vezes não é fácil. Faz-se mas não é fácil.

 

Isto de ter a obrigação de escrever SEMPRE a toda a hora no blog. Não que desdenhe essa obrigação, longe de mim... fui eu que a crei e agradeço todos os dias o fato de ter seguidoras/es atentas/os e a quem consigo tocar com o que vou partilhando. E é também por isso que não é fácil. Por "vos" falhar. sei lá se não vieram cá ontem de propósito e a porta estava "fechada". Nada de novo há 9 dias Oh God!!...

 

Porque a vida vai andando e uns dias com mais cansaço (e não apetece) e outros dias mais em baixo (e não apetece) e outros dias com tantos temas na cabeça que nem se sabe como e por onde começar (e não apetece). Mas o nó no estômago está cá. Porque sei... que não escrevi. E sei que alguém ( sejam 2 ou 3 pessoas, 2 ou 3 milhões) está à espera.

 

E parece que os dias correm ainda mais depressa, porque no fundo achas que vais ter sempre tempo "hoje" e quando dás por ti, já estás na cama e refilar contra a falta e tempo... e quando notas... estás sem escrever há uma semana e 2 dias! Porque.. porque... sim. E porque a minha cabeça tem andado meio maluca e sem inspiração, acho eu. (sim que isso também existe, ninguém é uma máquina criativa non stop...)

 

Não, não fui de férias (que no fundo nunca tenho efetivamente, dadas as minhas atividades, vou é tendo momentos...), não não estou doente (apesar de ter tido o Afonso malzinho e depois o Hugo a vomitar e eu mesma ter ido uma noite às urgências do Hospital com dores nos ovários..), não não parti o computador (apesar do meu carregador ter ficado 3 dias retido nos CTT, porque me esqueci dele em Peniche, na casa do meu pai e ele mo teve de enviar e entretanto a maquineta ficou sem vida), não.. não nada! Para mim , que sou tão exigente comigo mesma... não há desculpas. Só... um pedido de desculpas. A vocês.

 

Já me aconteceram umas 3 ou 4 vezes desde que tenho o blog, há mais ou menos 3 anos e sempre com uma boa dose de  culpa, acreditem. Por isso, vos digo.. Isto às vezes não é fácil. Faz-se mas não é fácil.

 

Estou aqui. Vocês, leitores "salvam-me" também a  mim mesma. Libertando-me das minhas questões, dos meus fantasmas, sendo os/as ouvintes (leitores/as) que preciso para contar os meus precauços e sentimentos referentes à vida e à minha família. São o barómetro que me faz pensar em todas as opções que faço enquanto mãe. Estou aqui para ficar. E sei que se me alhear um pouco, vocês... pode ser que não. Porque a net e volátil, porque todos vivem de forma muito rápida, porque "como eu há mais" à espera das tais centenas de visualizações que fazem com que te destaques no mercado do digital. Por isso... as coisas fazem-se, mas.. não são fáceis. Existe esta pressão, que eu não quero viver mas que existe, não há volta a dar. Uma semana sem textos... impensável para quem quer ficar por cá como referência.

 

Não apareço aqui há largos dias, mas continuo nas redes sociais, no Instagram, no facebook.. naquilo que considero o rascunho de um blog. Acompanhem-me por lá, não me deixem sozinhas nestas páginas virtuais. Porque estas aqui, as que vejo em branco, dia após dia, aqui no meu amado blog... são para serem cheias da verdade que eu mesma sou. E a verdade, principalmente para aqueles que acham que ter um blog de sucesso, que "funcione" se faz com uma perna às costas...é a de que, quando este espaço se torna rotina e obrigação (mesmo que se goste muito e eu gosto tanto e tanto e tanto...).. Faz-se... mas não é fácil.

 

E é isto. Estar aqui vale a pena, mesmo que me tenha desfocado por uns momentos. Mea culpa, mea culpa! E... quem confessa não merece castigo, pois não? (não se preocupem que eu já me autoflagelo suficientemente lol)

 

Beijo e até já. Im Back. E com tanto para contar e tantas novidades que vou por aí descobrindo dentro deste nosso universo maravilhoso de mães e mulheres atentas à sociedade e aos afetos. Não perdem (nem eu..) por esperar ;) Love you Followers ....

 

Mais dicas do Holmes Place, para ficar em forma

Aproveitando a minha parceria com a melhor cadeia de ginásios do mundo e arredores ( ahahha! Isto dos ginásios é mesmo uma questão de coração, todos acham o seu o top master!! ).. cá ficam mais dicas de uma profissional competente, para todas/os vocês que pretendem encontrar a forma desejada:

Dieta: como ficar em forma até ao verão

O verão já chegou Descubra a dieta a seguir para ficar em forma até lá.

Com a chegada da primavera e do verão saem do armário as roupas mais reduzidas. É nesta altura que a maioria de nós ganha a verdadeira consciência da forma física em que se encontra e decide que é urgente perder os quilos que surgiram, grande parte das vezes, durante o inverno.

Ainda vai a tempo de perder alguns dos quilos a mais até à chegada do verão sem que para isso ponha em risco a sua saúde. Para tal necessita de uma boa dose de exercicio físico, uma dieta alimentar equilibrada e descanso adequado. Conheça mais ao pormenor as dicas que o podem ajudar a chegar ao verão em forma:

  • Defina um objetivo: a primeira decisão a ser tomada é definir um objetivo e estabelecer pequenas metas de peso, que possam ser alcançadas em pouco tempo. Desta forma é mais fácil manter o focus e alcançar uma meta superior a longo prazo. É também importante ganhar consciência que o peso saudável deve ser atingido a longo prazo pois a perda de peso muito rápida pode ter consequências negativas para a sua saúde.
  • Faça 5 a 6 refeições por dia: é importante que não esteja longos períodos de tempo sem comer. Para além de diminuir o metabolismo, saltar refeições leva-o a fazer escolhas alimentares erradas e a comer mais depressa devido à fome que é normal sentir quando fizer uma refeição.

dieta em forma até ao verão

  • Mexa-se mais e trabalhe os músculos: fazer atividade física pelo menos 3 vezes por semana é fundamental para a perda de peso. O aumento da massa muscular promove o aumento do metabolismo, o que faz com que o seu corpo queime mais calorias. Para tal tem de incluir exercícios demusculação na sua rotina de treino.
  • Beba água: é frequente uma pessoa desidratada confundir o estímulo da sede com a sensação de fome, o que leva a que petisque alimentos desmasiado calóricos entre refeições. Para manter o corpo hidratado diariamente é recomendada uma ingestão de 1,5 a 2 litros de água por
  • Aposte em alimentos que controlam a fome: os cereais integrais, os legumes, as sementes e a fruta são alimentos que promovem a saciedade por serem ricos em fibras. Desde que beba a quantidade de água necessária, as fibras são excelentes para reduzir a fome e para diminuir a absorção de gorduras e açúcares pelo organismo. Evite bolachas e barras de cereais, optando por fruta ou cereais como a aveia.

dieta ficar em forma até ao verão

  • Durma mais: descanse pelo menos 7 horas por noite. Uma boa noite de sono é fundamental para equilibrar algumas hormonas que controlam o nosso metabolismo e apetite.

Todas estas dicas são fundamentais para atingir um peso saudável mas é importante ter a noção que devem ser aplicadas durante todo o ano, e não apenas no período que antecipa o verão. Para que consiga manter uma composição corporal saudável e constante ao longo do ano é importante que, para além de ser fisicamente ativo, aprenda a comer de forma adequada e de acordo com as suas necessidades. Se conseguir aplicar estas duas ideias certamente chegará ao verão em boa forma e sem receio de tirar as roupas mais reduzidas do armário.

Margarida Firmo
Nutricionista Holmes Place Alvalade