Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Gosto deles como sendo dois. Mas gosto dos dois como se fossem um.

 

 

 

Hoje apetece-me falar dos dois. Há muito que não o faço. E desta vez dos dois mas de forma diferente. Apesar de serem mesmo tão díspares e singulares, hoje quero falar dos dois... em um. Dos irmãos como uma "entidade"una, como um núcleo duro, um grupo de dois que podia ser de 3 ou 4... porque quanto mais observo estes e outros irmãos de famílias mais numerosas é assim que me entram na percepção. Principalmente quando são pequenos.

  

Ser irmão é algo que não se explica. Sente-se, vive-se, ganha-se (mesmo sem se querer ganhar nada..)

 

Mas ganha-se mesmo. Porque, principalmente, com idades tão próximas como os meus têm, numa altura das suas vidas em que ainda não conjeturam ou teorizam nada, a sua inocência e genuídade é o que vai ditar as regras. E elas vão mudando. Vão se adaptando, vão sendo primeiro "dele" (do irmão mais velho, que se sente o "superior"), depois as do mais pequenote, porque exige muita e extrema atenção de toda a rede familiar e mais tarde... quando o bebé já não é novidade e tudo já está instalado.. vão passar a existir as "nossas regras", as de ambos ( ou "trambos" se fossem três e aí por diante).

 

Dou por mim, a apreciar babada a interação dos meus dois anjinhos-diabretes. Sim... uma hora às festinhas e a soltar frases como "Ó Mãe... a mana é tão fofinhaaa", como logo a seguir um acotovelar de queixas sentidas porque a mana "destuíu" a torre de Lego ou.. "tá a comer a banana do Afonso"... ihhh.. e haviam de ver, o ar decidido de legítima satisfação quando a pirralha consegue roubar-lhe algo e meter na boca antes dele...

 

É algo que me comove deveras, assumo. Tanto vê-los aos beijinhos... como à pancada loll... sim, é isso mesmo, porque não serve este texto para analizar birras, ciúmes ou estratégias de como agir de forma justa e na diferença de cada um, isso é tema para outra crónica e sim.. um dia destes também o abordarei, mas aqui... hoje, é hora de falar da coexistência mágica destes dois seres que criei dentro de mim... e da forma como me enternece saber que sempre se terão um ao outro.

 

Acho que a melhor prenda que uma Mãe pode dar a um filho.. é um irmão. É uma oferta tão grandiosa, que passa pelo apagar de uma solidão que felizmente não conhecerão (pelo menos na infância, depois na vida adulta, já é outra história... porque aí quantas e quantas vezes a estupidez nata dos adultos interfere nessas relações que deviam ser inquebráveis...).

 

Talvez eu dê uma maior importância a este tema, porque eu mesma, apesar de ter tido uma infância feliz à minha maneira, esbarrei muitas vezes de cara com essa solidão do filho único e o meu maior desejo, sempre foi ter tido um ou uma companheira de casa, quando era pequenina. Mais tarde, nasceu a minha irmã, que é hoje uma grande amiga, mas a verdade é que eu tinha 15 anos, quando ela veio ao mundo por isso... até uma amiga imaginária inventei em criança. Chamava-se "Nanita" e andava sempre nos meus pensamentos. 

 

Cá por casa, a Matilde Estrela, do alto dos seus 17 meses... e o Afonso Luz com toda a maturidade dos 3 anos e 5 meses...lol... já começam a "encaixar" na vida, a ter uma cumplicidade própria nas rotinas e até nas brincadeiras um do outro. Sinto já que o mano tem por ela, um sentimento de proteção muito giro e ela... bem... e ela... tem reações de Amor, à maneira dela... Sinto-a triste, quando acorda de manhã e a primeira coisa que faz é olhar para a cama do mano.. e não o vê lá (algumas vezes está em "fins de semana de pai" ou numa das avós, devido aos meus afazeres profissionais) e percebo o quanto se diverte (aliás os dois) naqueles momentos em que o irmão já a deixa "brincar" ( mesmo que isso seja desarrumar tudo o que ele fez) nos seus espaços e momentos.

 

Gosto deles. Gosto deles por serem tão diferentes. E, ui, se são. Mas gosto também deles pelo que os une. Por serem só um. No meu Amor por eles. Pelo seu conjunto... que depois, se desdobra na singularidade de cada qual... 

 

E pronto, é desta confusão, nada confusa (sim, porque para nós faz todo o sentido do mundo, mesmo que alguns fiquem sem perceber muito bem).. que respira diáriamente o Coração de uma Mãe. Certo?...

 

E era isto... ;)

 

 

A ambiguidade trabalho-ausência dos nossos filhos.

E, ando aqui eu a matutar... como exorcizar o tempo que não temos com os nossos filhos...? A quem gritar esta dor, que nos dizem "não ter razão de ser"... mas que nos persegue sem dó nem piedade?

 

Ando a massacrar-me com isso, cada vez mais. Por mais que me digam: "Mas tu tens que trabalhar.. eles irão entender mais tarde...".. sim, pois, mas e Agora? Agora, não é depois.  E eles não percebem nada de nada.. só que eu não estou presente, tanto como eu queria e eles, especialmente.

 

A vida é matreira. Dá-nos. E tira-nos. Oferece-nos a vida primeiro. A deles. Dos nossos bebés Amores. Uma, duas ou mais vidas encaixadas nas nossas. Traz-nos o sentido perdido ou nunca antes  encontrado. Tudo parece, finalmente encaixar. E depois, tira-nos o tempo para estar com eles, com as nossas sementes. Obriga-nos a lutar (ainda mais) pela vida. E isso significa.. sair de casa. Trabalhar. Dedicar energia a coisas e loisas. Querer ser melhor e mais forte que antes... Deixá-los na escola, nas avós, nas amas... E é essa a injustiça primeira, por que qualquer Mãe tem que passar, não acham? O afastamento do que nos foi umblilicalmente apegado...

 

 

Cada história é uma história, cada rotina uma rotina, cada razão uma razão. Não quero, por isso, fazer da minha especial, antes pelo contrário, quero abraçar, com este sentimento, todas as Mães que passam por esta mesma ambiguidade de sentimentos e por este sentir que os dias importantes nos estão a fugir pelos dedos. Os dias dos nossos filhos.

 

Existe um sentimento de culpa constante na maioria das Mães, quando recomeçam a fazer a "sua vida". Porque no fundo, acho que o nosso coração, a partir do momento que passamos pela experiência da Maternidade, começa a bater por mais do que só a "Nossa Vida".. A "nossa vida", deixa mesmo de ser Una e só passa a fazer sentido em conjunto. Com a deles. A "nossa vida" passa a ser, já mais do que nós mesmas. A nossa existência anterior, muitas vezes, até parece deixar de fazer sentido, por isso mesmo.

 

"Era tudo tão diferente", "Sou outra pessoa".. Pois, mas as contas continuam a ser as mesmas (ou mais, normalmente mais mesmo, que as crianças "saem caras"), a carreira não pára. A luta por ela, se existe, ou por um trabalho novo, se se tem que procurar por ele e sim... a própria realização, se não nos debruçarmos  só nas coisas práticas... a realização da Mulher. Porque no fundo, por muito Amor que tenhamos à Maternidade, também o temos que ter a nós mesmas.

 

E assim surge a tal ambiguidade. Estou a passar por ela, a todos os níveis. Mil projetos que estou a agarrar, alguns que ambicionava há tanto tempo, outros... surpresas que têem atropelado a minha vida assim, cheias de garra, força... e que me gritam ao ouvido: "É agora ou nunca, Rita!!"... Sinto-me feliz. Acho... Porque por outro lado, o cansaço toma conta de mim a cada esquina do dia e uma parte do meu corpo só quer dormir, parar, quando não estou a trabalhar. (e até às vezes quando estou lol.. disfarço é muito bem).. Outra parte,  parece que toma energéticos instantâneos cada vez que se aproxima a hora de ir buscar os diabretes à escola, à Avó ou ao Papai...É o Amor incondicional que nos dá a força escondida no meio da exaustão.

 

E assim se vai vivendo. Mas os dias passam. E os miúdos crescem. Menos perto de mim do que sonhei, quando os carregava na barriga e depois nos braços, com a certeza de que  nunca me iria separar deles. E isso entristece-me.

 

É a dicotomia da escolha. Terrível.. A separação física é inevitável, nos dias normais de uma "vida moderna",é um desapego que tem que ser feito. Um "trabalho" difícil para uma Mãe apaixonada fazer. Talvez das tarefas mais difíceis a levar a cabo, durante toda uma vida (alguns afastamentos são permanentes, outros felizmente não e é aí que me centro, para não me sentir assim tão tristinha..sim, porque eles continuam"ali").

 

Não me quero auto-recriminar. Sei que faço o melhor que posso. Tal como milhares de Mães lutadoras, que encontram a força sobre-humana, a cada passo da caminhada em direção a uma vida melhor.. mas... ai meu Deus.. custa tanto... ter que delegar o que não era suposto ser delegado. Sim.. para além de Mulher Moderna, também sou Mulher Selvagem... aquele bicho que precisa das crias por perto.

 

Fecho os olhos, por uns minutos e penso... " Espero mesmo que ao menos que eles se venham a sentir orgulhosos de mim, e que saibam que a prioridade foram sempre eles". E são. E isso o mais importante de tudo. E um objetivo a longo prazo.

 

Quando estou muito cansada (devido às poucas horas de sono que as tenras e próximas idades dos meus filhotes me dão e às horas e horas de trabalho que vai surgindo, ou eu própria faço surgir..) ...dou por mim a teorizar meia "zonzon", que talvez tivesse sido melhor  eu ter nascido numa época mais facilitista e tradicional para as Mulheres. Menos exigente. Mais natural e menos pesada. Qual emancipação qual quê!? Dj? Andar na estrada a "papar" kms? Reuniões constantes para "agarrar" aquele projeto? Pretensões artistas? Programas de televisão? Escrever, criar, e tal e tal? aiii tanta coisa, que canseira...... Tratar dos filhos, deixar os homens "sustentar" a casa e deixar o resto fluir... isso sim , é que era.. um real descanso. E eles, os filhos... na bainha das minhas saias ;)

 

E pronto, depois acordo dessa espécie de transe e...bem... quer dizer... pensando melhor... eu não seria pessoa para isso, pois não??

 

Ainda bem que ando mesmo a aprender artes circences no programa da RTP Desafio Total... acho que afinal, me podem dar um jeitaço (na parte logistica... o pior é que o coração não é virado para equilibrismos....)

 

 

 

 

 

Estreia Hoje um dos grandes desafios da minha carreira;)

E hoje é o Grande Dia!!

 

E porquê?

 

Porque esta vossa amiga, armou-se em artista maluca... e aceitou... um dos desafios mais giros da sua carreira. Chama-se DESAFIO TOTAL  ;)

 

 

Entrar num programa, onde 8 celebridades são postas à prova e desafiadas a aprender, numa semana ou menos uma arte, atividade ou prática, com a qual nunca tenham tido contato. Um programa de talentos, portanto.

 

Os apresentadores serão o Marco Horácio e a Sílvia Alberto.

 

Os participantes, para além de mim:

 

Marta Fernandes, Dora, Nuno Janeiro, Miguel Dias, Carlos Areia, Liliana Santos e Cadete.

 

Et Voilá...

 

 

Preciso de todo o vosso apoio e já agora, telefonemas, se acharem que mereço ganhar algumas das provas.

 

Se estou nervosa?? Claro que sim.

 

Ansiosa também. Mas muito confiante e feliz. Estou a viver cada etapa com muito Amor e dedicação e estou grata por voltar à Tv, num formato completamente familiar ( os filhotes podem e devem ver! Vão adorar;)) e... onde vou poder mostrar que sou e faço muito mais do que se pensa por aí... Um progrma de talentos, assenta bem não acham?

Ok, então, agora, tenho que ir... começa cedo o ensaio corrido geral, os cabelos, a maquilhagem, as marcações... e ainda tenho que orientar a "questão miúdos". 

 

Beijinhos e muito obrigada por estarem aí!

 

Preciso da vossa boa energia. Vocês são as/os que me apoiam sempre!!! Obrigada ;)

E o que vão fazer no fim de semana??

Ainda há tempo para organizar o fim de semana com os mais pequeninos... aceitem as nossas sugestões:

 

SÁBADO | 22 MARÇO ’14

  1. O CICLO DO PÃO 22 Março ‘14 ● Sábado ● 11h00 ●  @Quinta Pedagógica dos Olivais | Padaria ● M/3 ● 60’ ● GRATUTO ●

Fazendo pão, os participantes aprendem todo o ciclo por que passam os cereais: desde a ceifa até à moagem, que os transforma em farinha, e, depois, todo o processo até sair do forno a lenha. No final, todos podem saborear o pão acabado de fazer.

Os participantes levam o pão que confeccionaram durante a actividade.

 

INSCRIÇÕES ● 218550930 ● quinta.pedagogica@cm-lisboa.pt ● http://quintapedagogica.cm-lisboa.pt

 

  1. ATELIER | UMA HISTÓRIA NUMA HORA 22 Março ‘14 ● Sábado ● 16h00 ●  @Museu da electricidade | Espaço exposição Ilustrarte ● M/3 ● 60’ ● GRATUTO ●

Era uma vez… Vem ouvir as histórias que também constroem esta exposição. Nesta oficina de leitura, estará em destaque, entre outras, a obra do escritor convidado da Ilustrarte, José Jorge Letria.

Sem marcação prévia ● Comparência 10 min antes

 

     CINEMA “FILMINHOS INFANTIS”

 

     ● 22 Março ‘14 | Sábado | 11h00 | @Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro – Telheiras

 

      ● M/4 até 10anos ● 2€/criança 4€/adulto ● Zero em Comportamento

 

PROGRAMA

A GRANDE MIGRAÇÃO  (La grande migration ) | M/4
Iouri Tcherenkov ● Animação ● Suíça ● 2007 ● 6' ●
As divertidas aventuras de um pássaro migrador que se perde dos companheiros, no meio do nevoeiro.

EX- ET | M/6
Benoît Bargeton, Rémy Froment, Nicolas Gracia, Yannick Lasfas ● Animação ● França ● 2008 ● 8’ ●
Num planeta longínquo, onde tudo está extremamente regrado e ordenado, uma criança vem semear o caos

AS AVENTURAS DE MIRIAM: A BATEDEIRA ELÉCTRICA| M/4

Andrés Tenusaar ●Animação ● Estónia ● 2012 ● 5’ ●

Miriam está na cozinha a preparar um batido na sua batedeira eléctrica. A Galinha, sua fiel companheira, parece querer também manusear o aparelho. Carrega em todos os botões e deixa-o cair no chão. Sem demora tenta consertá-lo, mas parece que algo não correu bem... Onde está a Galinha?

OS PORCOS-ESPINHOS E A CIDADE| M/6
Evalds Lacis ● Animação ● Letónia ● 2013 ● 10’ ●
Um grupo de animais percebe que a sua floresta foi transformada numa cidade. A sua astucia e organização, permitir-lhes-á encontrar uma solução para poderem sobreviver neste novo habitat.

 

LENGALENGA DA PANQUECA| M/4

Kai Pannen ● Animação ● Alemanha ● 2009 ● 6' ● Legendado em português ●
Não há muito tempo, quando Mr. Bumble decidiu que queria comer uma panqueca, aconteceu algo muito estranho: quando ele a voltava com um pequeno sacão, a panqueca voou pela janela aberta. Mr. Bumble foi à caça da panqueca...

MÚSICA PARA UM APARTAMENTO E SEIS BATERISTAS | M/12
Johannes Stjarne Nilsson e Ola Simonssen ● Ficção ● Suécia ● 2001 ● 10’ ●

Seis bateristas participam num plano musical de ataque nos subúrbios. Um velho casal deixa o seu apartamento e imediatamente a seguir os bateristas tomam-no de assalto.

 

RUMORES | M/4
Frits Standaert ● Animação ● Bélgica ● França ● 2011 ●  7’ ●

Desfrutando de uma bela tarde de Verão, três lebres dormem a sua sesta. Subitamente, ouve-se um barulho por trás dos arbustos. Em pânico, os roedores começam a fugir, levando consigo os outros animais da selva. Que papel terá o Leão no meio disto tudo?

  

DOMINGO | 23 MARÇO ’14

 

  1. FARMÁCIA RURAL 23 Março ‘14 ● Domingo ● 15h00 ●  @Quinta Pedagógica dos Olivais | Cozinhas e espaços exteriores ● M/6 ● 120’ ● GRATUTO ●

As plantas são uma fonte tradicional de medicamentos e outros produtos relacionados com a saúde e bem-estar. Partindo de conhecimentos antigos que passam de geração em geração, observarmos as plantas da quinta, e podemos fazer xaropes, pomadas e outras mezinhas.

INSCRIÇÕES ● 218550930 ● quinta.pedagogica@cm-lisboa.pt ● http://quintapedagogica.cm-lisboa.pt/

 

 

  

 

DOMINGOS EM FAMILIA | Castelo de S. Jorge 23 Março'14 ● 11h00  M/5   3,5 €  Serviço Educativo Castelo de S. Jorge

Costuma dizer-se que "em casa de ferreiros, espeto de pau": já participou nas atividades de Domingo, no Castelo possuidor de uma das melhores vistas da cidade de Lisboa? Sabia que pessoas de outras cidades de Portugal se deslocam de propósito para o fazer?

O Castelo de S. Jorge, enquanto monumento emblemático da identidade de Lisboa articulando em plenitude o riquíssimo passado histórico e o presente como cidade multicultural, cosmopolita e internacional, prossegue a missão de salvaguarda, investigação, valorização e divulgação dos seus bens culturais, promovendo o acesso, a fruição e dinamização do seu património, e contribuindo decisivamente para a promoção local e global do legado cultural desta importante capital europeia.

No próximo Domingo, aproveite o bom tempo e faça um programa diferente com a família: visite o Castelo de S. Jorge: inscreva-se nesta visita de exploração do castelejo e do sítio arqueológico, de descoberta dos espaços, dos personagens e das histórias.

Este percurso é destinado a toda a família, e visa estimular e aprofundar a sensibilidade e o respeito pelo património histórico enquanto valor cultural, através do conhecimento e compreensão dos vestígios do passado.

Inscrição Prévia ● 218 800 620 ● info@castelodesaojorge.pt●

 

 

 

 

     MONSTRA PAIS E FILHOS

  1. SÁBADO 22

CINEMA S.JORGE
11h00 Sala Manoel de Oliveira | Pais e Filhos: Competição Internacional Longas 06 (VO/ leg pt,en)

AUNT HILDA! / TIA HILDA! 2013 Jacques-Rémy Girerd, Benoît Chieux França 89’

 

14h30 Sala 3 | Pais e Filhos: Competição Internacional Longas 07 (VO/leg pt,en)

RODENCIA Y EL DIENTE DE LA PRINCESA / RODENCIA E O DENTE DA PRINCESA 2013 David Bisbano Argentina/Peru 87’

 

16h30 Sala 3 | Pais e Filhos: 25 Anos Wallace and Gromit (VO, leg pt) 88’

W & G – GRAND DAY OUT / DIA DE FOLGA 1989 Nick Park Reino Unido 28’
W & G – THE WRONG TROUSERS / AS CALÇAS ERRADAS
1993 Nick Park Reino Unido 30’
W & G – A CLOSE SHAVE / A TOSQUIADELA
1995 Nick Park Reino Unido 30’

CINEMA CITY ALVALADE
11h00 Sala 1 | Pais e Filhos: Curtas (PT) 65’

O BONECO DE NEVE E O CÃO DE NEVE 2012 Hilary Audus Reino Unido 25’
AUGUSTA
1980 Csaba Varga Hungria 5’

SR. HUBLOT 2013 Laurent Witz Luxemburgo 12’

CUPIDO 2012 S. Bau, C. Choplain, M. Ecarlat, B. Huguet, J. Soulage França 7’
O FLOCO DE NEVE  
2012 N. Chernishova Rússia 6’

KALI, O PEQUENO VAMPIRO 2012 Regina Pessoa Portugal 9’

 

14h00 Sala 1 | Pais e Filhos: Aniversário Disney (PT) 76’

HOME ON THE RANGE / O PARAÍSO DA BARAFUNDA 2004 Will Finn, John Sanford E.U.A


18h00 Sala 1 | Pais e Filhos: Longa

THE SECRET OF KELLS / O SEGREDO DE KELLS 2008 Tomm Moore, Nora Twomey França

Bélgica, Irlanda 75’

…………………………………………………………………………………………………………………………………………

 

DOMINGO 23


CINEMA SÃO JORGE

14h30 Sala 3 | Pais e Filhos: Aniversário Disney (PT) 76’

HOME ON THE RANGE / O PARAÍSO DA BARAFUNDA 2004 Will Finn, John Sanford E.U.A

 

 

CINEMA CITY ALVALADE

11h00 Sala 1 | Pais e Filhos: Longa (pt)

MOON MAN / JOÃO DA LUA  2012 Stephen Schesch  França/Alemanha/Irlanda 95’

 

14h00 Sala 1 | Pais e Filhos: Longa 94’

THE DAY OF THE CROWS / O DIA DOS CORVOS  2012 JEAN-CRISTOPHE DESSAINT FRANÇA

 

18h00 Sala 1 | Pais e Filhos: Pais e Filhos: Curtas Húngaras para Pais e Filhos 53’

 

DOMINGO 23

 

 

    ● até 30 Março ’14 ● @Teatro A Barraca, Largo de Santos, Lisboa ● 15€

  1. IMPROVÁVEIS KIDS ● Domingos ● 15h30 ●  M/4 ● 
    Para as famílias com filhos mais crescidos,
    IMPROVÁVEIS ● Sextas e Sábados ●  22h00 ●  M/16 ●  

 

“OS IMPROVÁVEIS – A FÁBRICA”. Novo cenário, novos figurinos, novos jogos de improviso, muitos convidados especiais em palco e outras surpresas, num espectáculo SEMPRE 100% improvisado. Cada dia é SEMPRE DIFERENTE e deliciosamente divertido.

O conteúdo é totalmente original, criado em tempo real pelo elenco de actores profissionais especializados em Teatro de Improviso: Marta Borges, Telmo Ramalho e Pedro Borges. Este trio, juntamente com os convidados especiais, equipa técnica, músicos e público, são os motores da grande máquina da criação teatral, criando em conjunto momentos divertidos, sem guiões pré-definidos.
Tudo é improvisado no momento, em função das sugestões da plateia.

 

Aos Domingos às 15h30, os jogos de improviso são pensados para toda a família, onde se dá especial atenção à participação do público infanto-juvenil.

O público miúdo e graúdo SUGERE, eles FABRICAM!

 

FICHA TÉCNICA
ELENCO: Marta BorgesTelmo Ramalho e Pedro Borges
ACTORES CONVIDADOS desta temporada (só às 6ªf e Sábados)André Nunes, Joana Santos, Diogo Valsassina, Mad Stunts, António Machado, Gabriela Barros, etc.
MÚSICOS (a improvisar ao piano)Ruben Alves, Cândido Fernandes ou Miguel Tapadas.

 

BILHETES ● http://osimprovaveis.bilheteiraonline.pt/ ● FNAC, WORTEN ● CTT ● reservas@osimprovaveis.com ●  939 166 030 ● (Comprando por telefone, a Up To Lisbon oferece em parceria com Os Improváveis 5€ de desconto. Para usufruir desse desconto deverá informar que é seguidor da Up To Lisbon Kids)

 

 

 

 

VAMOS PÔR A MÃO NA PIZZA  

 

     VAMOS PÔR A MÃO NA PIZZA COM O PAPÁ23 Março'14 ● 10h30  M/2   14,5€/família (4 elementos)  @ Espaço Just4Teens Sorrisos e Descobertas

Este é o mês de todos os pais, por isso que tal trazer o pai para fazer de pizzeiro e fazermos a nossa própria pizza com os filhotes?

Com a ajuda do rolo da massa, ingredientes coloridos e muita diversão
vamos criar pizzas fantásticas e saborosas!

Vamos brincar com a farinha, amassar com energia, provar os
ingredientes e fazer uma fantástica, colorida e personalizada pizza que depois vamos colocar a cozer para ficar bem saborosa e pronta a ser comida!

 

 

Necessária Inscrição prévia  sorrisos.descobertas@hotmail.com

 

 

Conteúdos:

UP TO LISBON KIDS

 

 

 

 

O look de um dia importante...

 Hoje, decidi-me por um look doce a lembrar os anos 40.

 

E foi assim que fui à conferência de imprensa do novo programa da RTP, em que vou participar (Desafio Total).

 

O vestido estruturado e a mala azul turquesa, condizeram com o dia e com a disposição e são da White Loft Outlet, que fica em Campo de Ourique e onde me perco nos seus 850 m2 (simmmmm!!) de loja, cada vez que vou.

 

Senti-me romântica e ao mesmo tempo confiante ;) Muito eu...

 

 

 

 

 

Quanto ao projeto e à apresentação do mesmo... epá... acabei de chegar a casa, tão exausta, tão exausta (ainda tive os primeiros ensaios e depois estive a tocar num sunset até às dez e meia...).. que acredito que entendam que amanhã talvez tenha um pouco mais de disposição para escrever.

 

Por agora... beijinhos e.. sonhos... azuis. da cor do vestido ;)

Passtempo Lisbon Kids Market

 

 Olá Mamãs vaidosas! Este fim de semana (dias 22 e 23 de Março) vai acontecer mais uma edição do LISBON KIDS MARKET. Nós, cá por casa, somos assíduos visitantes (até já desfilámos e tudo ;))e, desta vez, decidimos fazer um passatempo-maravilha em conjunto com a organização do evento.

 

 

 

O que têm que fazer? Simples, simples...

 

Só terão que colocar um like e fazer uma partilha da página de FB do LISBON KIDS MARKET (se forem aqui das zonas da capital), ou se optarem pelos Nortes.. do OPORTO KIDS MARKET.

 

Depois, o usual: uma frase sobre o nosso blog e o evento KIDS MARKET, aqui em baixo, nos comentários deste post.

 

O que ganham?

 

UM vale no valor de 50 euros para fazer compras nas banquinhas maravilha do espaço das cavalariças do Hotel Pestana Palace.

 

Parece-vos bem? Então, apressem-se, que só têm até 5a feira às 22 horas para o fazer. Depois, divulgarei (depois de deitar os meus babies e recomeçar o trabalho ;), lá para as dez e meia, onze...), a vencedora.

 

 Para quem, não ganhar o Voucher mas decidir passar uma boa tarde de sábado ou de domingo, aqui fica o programa de atividades. Sim, porque para além das compras, há muitas outras coisas a fazer por lá:

 

· Workshops para pais 
· Grupo Figo Maduro que irá actuar antes e depois dos desfiles 
· Área grávidas com sessão fotográficas durante todo o dia. Todas as mamãs poderão inscrever-se através do email:geral@mamasebebes.pt ou através do numero: 935726691
· Actividades diversas com empresa de babysitting e animação, A Terra do Nunca: http://www.aterradonunca.com/
· Actividades Meo kids e Sapo Kids  com: maquina do vento, workshop grafites, concurso de desenhos, muita diversão para todas as crianças;
· Área Olá - A Olá acaba de lançar as “Festas de Aniversário do Max”, http://www.clubeola.com/ , festas personalizadas e interativas com a presença, ao vivo, do leão Max.

 

E pronto. vão ficar de fora??

 

 

 

 

Dia louco.. a anteceder... mais dias loucos...

O meu dia foi... foi... o começo da azáfama desafiante dos próximos 3 ou mais meses..

 

Ora segue o "apetizer" ;)

Depois do Afonsinho ter acordado 3 vezes com xis-xis e sonhos maus e a Matilde Estrela ter dado a alvorada cedo cedinho, lá para as 7 da matina...lá abri a pestana, toda podre de cansaço, mas confiante. Só assim podia ser, hoje. Bebi o meu café matinal no Chiado, numa bonita manhã de sol, que me encheu com um pouco da energia perdida com a falta de sono.... e segui para casa do meu cabeleireiro e amigão Renato Luís... É a sorte de ser amiga do cabeleireiro e ele receber-nos na sua cozinha para nos por mais loiraças, no dia de folga... Sorte.. e galhofa, durante toda a manhã, nem imaginam.

 Depois... começaram as gravações sempre a abrir. Do quê? Juro que amanhã já poderei desvendar mas para já conto-vos que fui filmada e fotografada em várias versões de mim mesma. Como Blogger (não tenho a foto, porque estava sem bateria nessa altura...), de Mamã "desesperada", a simular uma muda de fraldas muito cómica e atribulada e ... como dj, num mini clube, claro!!!! 

Ai que saudades que tinha! Nem consigo explicar-vos o quão me sinto tão peixe dentro de água..

 A minha agente e amiga Sofia Mendonça, andou comigo  dia todo e levou com o meu entusiasmo num minuto, a minha embirrice e stress noutro, a minha felicidade e a minha ansiedade, a minha pressa e o meu atraso Lol... Grande companheira! Até me arranjou um brigadeiro de chocolate a meio do dia lolll...

Ah!! Como acabei o dia?? A fazer ballet! What!? Si, sim, está certo.. ballet, algo que pratiquei dos 4 anos aos 18 e tentei relembrar com algum primor hoje.

Pois.. aqui as coisas começam a confundir-se e ninguém percebe nada de nada. Não é??

Amanhã... já vão encontrar sentido.. eu própria demorei a encaixar ahahah!!

 

Bem.. hoje despeço-me, então, na exaustão do entusiasmo desta nova fase que vai irromper pela minha vida dentro. Vai ser um desafio tremendo e que me cai na perfeição.

Espero que me acompanhem, como ate aqui têm feito, gosto me "me" partilhar por aqui neste meu cantinho...

 

E.. aiiii.. espero que os dias estiquem ainda mais.. porque os meus bebés Matilde, Afonso e... Barriga Mendinha... terão que continuar a ser prioridade, no meio des todas estas mudanças e andanças... 

 

Bem, com Amor, entusiasmo, vontade e a ajuda de quem nos gosta.. tudo se consegue? Até dançar ballet, não é? ;)

 

 

 

Como explicar a quem não entende?..

 

Enfim... há tantas e tantas vezes que me sinto assim...

 

Mas, como explicar a alguém que, não sabe do que falamos, que quando nos "queixamos" é só para ter uma palmadinha nas costas, ou uma ajuda extra nas horas difíceis e de privação de sono e da própria identidade? ... 

 

Sim, porque, quem sabe do que eu falo, sabe também que não mudava uma vírgula deste meu estado de cansaço... porque se assim o fosse, estaria a abdicar de tempo com os meus filhos e de acompanhar a existência, o crescimento e as Pessoas que estou ajudar a serem criadas para oferecer ao Mundo.

 

Sei que descanso menos, mas não quero deixar os miúdos nas avós nos fins de semana (a não ser que trabalhe, o que já são algumas vezes ,mas aí.. também não os deixo para relaxar, antes pelo contrário), não quero amas que tratem deles como se não fossem meus, nem quero sequer que eles vivam as birras deles com outros. Porque são meus...

 

Entendido, queridas pessoas? E por favor, deixem-me queixar, vá lá... Às vezes pode ser tão eficaz como um café a meio do dia ;)

 

Agora... se me virem por aí descabelada e com olheiras até ao chão, já sabem... são a minha opção de uma vida. Porque quero tê-los por perto o máximo de tempo que puder. E nada me vai fazer mudar esta prespetiva. Get it?

Pág. 1/2