Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

A minha agenda Carnavalesca...

 Pronto... só para vos dizer que vai começar a loucura.

 

E eu... que vos confesso, que nem adoro assim tanto o Carnaval. Porquê? Porque a energia e diversão que imprimo às coisas é exatamente a mesma nesta época e nestes espétáculos.. como noutos. Como diz o outro: "Féta é Féta"... por isso...

 

Enfim... mas a verdade é que é uma boa altura para trabalhar e fazer os filiões e os "foli-inhos" curtir os seus três dias e/ou noites de emoção e então por isso mesmo... Rita Mendes Mendinha, vai andar de pé na estrada, mãos nos discos e no ar ( uma em cada lado ahaha) e ouvidos nos phones.

 

Vejam por onde vou andar e o que irei fazer.

 

Vou a todas...Duas festas de pequeninos em Lisboa e uma festança de "grandes" em Faro.

 

Os meus pirralhos vão me ver às Dj Mendinha sessions e no sábado à noite, lá vou eu de comboio para poder dormir nas viagens de ida e volta... e.. valam-me as ricas avós ;)

 

E assim se faz o meu Carnaval! And.... I Love it !!!

 

E vocês...irão conseguir ver-me a alguma destas parties?

 

Beijinhos musicais e divirtam-se malandras/os!!!!

 

(Adoro os flyers! Todos eles  diferentes e super festa!!!! Não acham??)

 

 Parte 1 - Sábado à tarde no Museu da Carris, Festa da Meo Kids

 

 

 

Parte 2- Festa de Carnaval do Bar Património em Faro

 

 

 

Parte 3- Terça Feira de Carnaval, à tarde na To Be Kid, em Telheiras, Lisboa...

De pequenino... se acha que as mulheres são lamechas!...

 

 

 

Eu, para o Afonso Luz, na hora de ir para a cama e com a mana já a dormir no berço ao lado:

- Queres que te faça como faço à mana?, enquanto o pegava ao colinho como um bebé e cantava baixinho..

Ele pareceu uns 30 segundos encantado e confortável. Depois disse:

_ Ó Mãe, porque tás a fazer esse barulho estranho? Porque é que não me pões na cama?..

-Ok oK, amor.. lol. 

Enfim... granda nega do filho à Mãe... (é o que dá tentar ser fixe com os gajos. lol... São todos iguais ;))

 

 

5 truques para aumentar o prazer feminino (infalível!) ;)

 

 

Este texto tem corrido a net... e mudado mentalidades;)

 

Eu, a Mendinha versão marota, não podia deixar de o partilhar. O porquê?

 

Porque é... certeiro e genial :)

 

Leiam com atenção e digam-me lá qual destes 5, é vosso ponto "mais erógeno" lol

 

Ora cá vai:

 

 Truque 1- Mãos molhadas

 

O homem deve sentar a mulher numa cadeira confortável, estrategicamente posicionada de maneira a poder ter um largo campo de visão. De seguida, com movimentos suaves e sensuais,  pegue num prato sujo e, ao mesmo tempo que o mergulha em água quente, vá abanando ligeiramente o rabo.

Depois, deve agarrar numa esponja molhada com água quente e espuma, e começar a fingir que a percorre pela pele do peito e pescoço. Posto isto, volte a segurar num prato para o esfregar com pequenos movimentos circulares, segurando firmemente a esponja. Poucos segundos depois passe o prato por água limpa e ponha-o a secar.

 

O processo deve prosseguir de igual modo até já não haver qualquer loiça suja. Assim que termine este primeiro truque a sua mulher já vai estar a caminhar para um primeiro pico de prazer, podem até surgir alguns gemidos mas não pare por aqui.

 

 

TRUQUE 2 - vibrar sem parar

 

Com o seu look de “El Matador” caminhe lentamente para a dispensa e mantendo as costas direitas, agache-se. Pegue no aspirador como se o conhecesse desde sempre e não esqueça nunca de manter um ar confiante e dominador. Carregue no botão certo, à primeira tentativa, e comece a controlar o bicho vibrante ao ritmo do seu próprio som. Mude de lugar sempre que achar necessário pois é imperativo que não perca o rumo. Siga o seu instinto e mova o instrumento para a frente e para trás, para a frente e para trás até desaparecer o pó, atingindo assim o tão esperado primeiro clímax.

 

TRUQUE 3 - Bastam duas pilhas

 

Este jogo de sedução é dos mais poderosos. Se o protagonizar bem a sua mulher não vai resistir e certamente partilhará esta proeza, orgulhosamente, com todas as amigas dela. Para garantir a melhor performance deve usar pelo menos duas pilhas. Uma pilha de roupa branca e outra de roupa de cor.

Encha a máquina de lavar primeiro com a roupa branca, regule o botão da temperatura e se quiser deixar a sua mulher num verdadeiro êxtase, polvilhe lentamente a porção certa de detergente recomendada pelo fabricante. Espere pacientemente pelo ponto exacto em que deve voltar a abrir a porta e retire a roupa molhada e estenda-a na corda. Logo a seguir faça o mesmo com a roupa de cor.

 

 

TRUQUE 4 -Rapidinhas surpresa

 

Este truque é fulminante e pode ser utilizado por si várias vezes ao dia. Quando menos esperar a sua mulher será presenteada com pequenos momentos de prazer em  tom de surpresa. Não há mulher que fique insensível a este truque por isso, tome nota: Sempre que for à casa de banho usar a retrete, levante o tampo e no final volte a baixá-lo. Levantar e baixar, levantar e baixar. É um truque flash, rápido, simples e eficaz.

 

 

TRUQUE 5 – Múltiplo Prazer

 

Atenção! Este exercício é irreversível e não é para todos. Se o conseguir desempenhar bem, a sua mulher poderá até desmaiar de tamanho prazer. É preciso a sua dedicação total e não poderá falhar a meio do processo. Para melhor performance aconselho que treine algumas vezes sozinho durante a semana sem que ninguém dê por isso.  A performance exigirá muito treino e concentração mas o resultado terá um efeito de longa duração.

 

Prepare um banho com espuma e alguns sais relaxantes. Convença a sua mulher a entrar na banheira, depois de a surpreender com inúmeras velas acesas e uma musica calma a dar ambiente à casa de banho. (Nota importante: é proibido, nesta fase, “saltar em cima” da sua mulher com o objectivo de fazer amor. concentre-se! Siga este plano.)

 

 

 

Deixe a sua mulher sossegada durante 1 hora seguida, enquanto cozinha a receita preferida da sua apaixonada, com o melhor dos temperos. Depois, convide-a para um jantar romântico e espere pacientemente que acabe de se arranjar. Sirva tudo no vosso melhor serviço (Nota importante 2: se por acaso se lembrou de ligar a televisão, desligue-a imediatamente) e acompanhe com uma bebida afrodisíaca. Lembre-se que para o prazer ser múltiplo e infalível, deve respeitar rigorosamente esta sequência.

 

Terminado o jantar, levante a mesa e dê inicio ao truque nº 1.

 

Ah... e agora acrescento eu outro ponto extra.... é que também gosto deste:

 

 

 

 

Grandes pequenos nadas...

 

E quando a vida se torna pesada e os dilemas se apoderam da nossa cabeça...

 

...um simples fim de tarde com a companhia certa, pode fazer-nos voltar a acreditar que tudo é por uma razão e que a Perfeição está nos pequenos pormenores...

 

...que no coração é que está a certeza de todas as coisas.

 

Obrigada meninos.

 

 

Ainda a Dora e o nosso "meio artístico" da treta...

 

 

Ainda sobre a história da Dora... 

 

Que muito já foi falada, mas sobre a qual tenho pensado tanto e não podia deixar passar em branco.

 

É que nesta sua jornada há tanto de mim. Porque sou Mãe. Porque sou artista. Porque vivo em Portugal. Porque se percebe que foi o último recurso da cantora, da Mãe.. E como isso me revolta...

 

E porque estas premissas todas juntas fizeram com que esta artista tivesse que aceitar um trabalho humilde e mal pago. Mais ainda... no MacDonalds. E é isso que me mete confusão. Porquê no MacDonalds? Todos sabemos que os turnos são compridos e que os seus empregados são muito mal pagos, até um bocadinho abaixo do que o normal do que noutras lojas, cafés, restaurantes... Porquê aí e não noutro sítio?.. Parece quase castigo, porra!

 

Enfim, a verdade é que este país está completamente subvertido em valores, nomeadamente os culturais. Um país em que se descartam as pessoas que há anos fazem trabalhos artísticos e na comunicação por meninos que mal sabem falar português, que cantam como canas rachas, que dizem ser djs usando softwares que fazem o trabalho por eles, que apregoam que o sonho da vida deles é "ser atores". De quê?? De novela claro!! Julgam que é facil, que se ganha muito e que os fará viver eras de protagonismo.

 

Este é o país que me tem envergonhado a mim e a tantos artistas que nele vivem. Esta é a realidade, que até a mim, que felizmente não passei e espero nunca passar essas necessidades, me tem obrigado a reinventar sistemáticamente e a "criar emprego" para mim mesma. Talvez sinta, que tenha alguma visão, que seja dotada de algum pioneirismo, talvez seja persistente e não me deixe ir abaixo, quando quantas vezes, ao olhar o panorama triste que o meio artístico se tem tornado, é o que me apetece. Desistir. E quantas vezes sou criticada. E quantas vezes me questiono, se vale realmente a pena!? 

 

O problema da desistência? Principamente para pessoas que vivem efetivamente do trabalho, sem "padrinhos", sem famílias ricas? A falta de dinheiro para cobrir as necessidades básicas. Uma tristeza. Uma angústia. Dores de estômago constantes, a par das cartas dos bancos, das finanças, das contas dos supermercados, das necessidades dos filhos... 

 

Quantas vezes "nos" apontam os dedos.. a qualquer coisa. Se fazes é mau. Se não fazes és preguiçoso ou mal agradecido. A qualquer atitude menos perfeita, a alguma resposta torta, a alguma cara menos simpática, a algum comentário pouco oportuno. Quantas vezes, a imprensa vasculha a tua vida, te pinta de negro... quando... me pergunto: Quem não tem telhados de vidro? Quem não viveu histórias difíceis ou tem familiares que  erraram aqui ou ali? Quem não tem? Vocês? Os jornalistas? O público? Não acredito.

 

Por isso e pela procura incessante de trabalho (acordar todo o santo dia e pensar: o que vou fazer para o mês que vem? Tenho que ir batalhar, procurar, criar...), ser Artista e/ou empreendedor não é facil mesmo. E por isso, ainda é mais feio que "se fale do que nao se sabe..". Continuar "Aqui" também é uma luta, garanto-vos.

 

 

Onde quero chegar com isto? Que nem toda a gente consegue, infelizmente dar a volta e que rezo para que nunca me veja numa aflição destas. Que o meio artístico, está cheio "de modas descartáveis" e que isso faz com que essses "insta-famosos" não cheguem sequer a lado nenhum com os seus 15 minutos de fama mas, no fundo como aparecem em vagas e como o país é mínimo, tirem tantas e tantas vezes o trabalho ( e os cachets justos a quem os merece, por estar "aqui" a provar o seu talento e força, há anos). Que acredito, que haja artistas como a Dora, que se cansem de fazer "figura de palhaça triste"no seu proprio país. Sim, porque é assim que muitas vezes nos sentimos efetivamente, depois de um espetáculo ou evento, quando as luzes se apagam e nos vemos de novo sozinhos na nossa realidade... e começamos a fazer contas à  vida.

 

Acredito que mês, atrás de mês, sem espetáculos... ou espetáculos pagos a preço da chuva ( porque respostas como " olhe lá.. por esse valor trago 3 presenças da "Casa dos Segredos" são a ordem do dia, até para mim...) a tenham feito entrar em desespero. Com 3 filhos e contas para pagar, a sua opção foi uma opção válida e de tirar o chapéu. Até porque, acreditem que depois de tomada a decisão, nem sempre se pode apresentar fácil. Muitos não te oferecem trabalho, exatamente pela simples razão de que és "conhecida"...

 

Conto-vos em confidência que há uns anos atrás, quando deixei o "Curto Circuito" da Sic, cheia de certezas de que era boa no que fazia e de que "sem dúvida" a vida me correria bem, dei por mim, sem propostas de trabalho e passado uns meses comecei a ficar aflita. A solução acabou por ser algo que definiu depois a minha vida ( tornei-me RP de uma casa famosa na noite Lisboeta, a antiga Kapital e assim entrei no meio que depois, passo a passo me levou a optar por ser DJ- aliás a "moda dos RPs famosos" acho que nasceu aí, rolava o ano de 2002 ou 3 acho...) e assim começaram a entrar uns trocos. No entanto, antes ainda me desdobrei em contactos para trabalhar na minha área ( tenho o curso de jornalismo da ESCS e tinha formação na área de eventos), pedindo oportunidades a "amigos" que não me atendiam o telefone ou respondiam às mensagens ( alguns deles com quem hoje tenho que me dar cordialmente ainda por questões de trabalho e que provavelmente nem se lembram disso, mas que ficaram marcados na prateleira dos ingratos e interesseiros...).

 

Lembro-me, por exemplo de ter abordado um diretor de uma revista (porque já tinha escrito crónicas para essa publicação) para, quiça, integrar a redação como jornalista. Com um ordenado justo, "normal", com as tarefas e deveres iguais aos colegas de "carteira". Sabem o que me responderam? "Ó Rita, como é que queres que te ponha a trabalhar par a par com quem já te fez montes de entrevistas como celebridade? Achas que eles se iam sentir bem? Quando fosses fazer uma reportagem até ia parecer os Apanhados...."... E com esta enfiei, a viola no saco e mais uma vez percebi que ser "famoso" em Portugal sucks... Existe também perconceito também contra quem tem visibilidade pública, acreditem. 

 

Costumo dizer entre amigos, que se "Eu fosse Eu" noutro país do Mundo estava milionária. E o mesmo estaria a Dora e tantos outros. Sim, porque uma única canção de sucesso num país como os Estados Unidos ou no Brasil, por exemplo, se a pessoa tiver "cabecinha" pode oferecer-lhe um bom ordenado para o resto da vida. A sério, não estou a brincar!! Aqui? Os agentes roubam a torto e a direito, os promotores ficam-nos a dever dinheiros, os discos são mal promovidos e... quase não se vendem, as editoras ficam com metade dos (curtos) lucros. E voltamos ao mesmo... a cada dia que passa, os espetáculos dos artistas "à séria" estão a ser substituidos por "aparições" de emergentes. E o triste é que é disso que o povinho gosta.

 

Voltemos à Dora e aos trabalhos considerados "menores"... lembro-me de dizer, que se um dia tivesse que trabalhar numa loja, fá-lo-ia mas de cabeleira preta de franjinha. Dizia-o com uma certa ironia, mas, no fundo não estava a brincar assim tanto. "Trabalhar não é vergonha, antes pelo contrário"! Agora todos o dizem à boca cheia, parece que fica bem... mas olhem lá... não foi capa de revista? Não foi motivo de conversinha? Não sabem todos o que ganha? E como acham que a Dora se sente? Orgulhosa? Não meus amigos e amigas, quase que vos garanto que não. Orgulhosa estaria se a sua carreira estivesse sido relançada depois do programa " A tua cara não me é estranha"... orgulhosa estaria se estivesse a obter dividendos por fazer o que ama. Aqui? No seu trabalho "das 8 às 8"... está a desenrascar-se pessoal. Pura e simplesmente isso!

 

E como acham que ela se sente com esta mediatização da "desgraça"? Mal. Ninguém gosta que esmiúcem a sua vida. Vocês gostavam?

 

 

 

No entanto e aqui, reside a  minha admiração, talvez fosse este o passo que faltava para que se comecem a mudar mentalidades neste Portugal dos Pequeninos. Porque talvez esta "provação" que esta artista está a passar, faça abrir os olhos do povo e especialmente da imprensa cor de rosa (que é quem manipula e formata os pensamentos do público) para algo que é normalíssimo noutros países, recheados de artistas talentosos... Sim, quando não há trabalho, na área artística, os atores, cantores e afins... servem à mesa, trabalham em lojas de roupa... basta ir a Nova Iorque. 

 

Podem dizer-me. " ah mas não alguém com um protagonismo grande como figura pública". E eu volto a dizer-vos: " Sim... nesses países esses tornam-se milionários, neste acabamos todos por ser desenrascados"..

 

Grande Dora. E grandes todos os outros que procuram ou procuraram alternativas. Gosto de pessoas fortes e ela é-o, sem dúvida. Aqui se vê de que fibra é feita a "miúda". Melhor essa "saída" do que algumas menos honrosas, se é que me percebem.. (e olhem que há umas quantas no meio que optaram por essa via..)

 

Pequenos são também os que ficam presos à sua Pseudo fama e se escondem em casa deles ou de outros a quem se "colam" com histórias tristes e a viver de ajudas alheias, porque " não se podem expor", "porque é uma vergonha", gente que se "decide" a viver depressões e a tentar (ou fingir) pôr termo à vida. Não me levem a mal mas é a minha opinião. Sei do que falo, por experiência própria. Não falo de cor. E olhem que dos "segredos" dos famosos sei eu o que quero e o que não quero...

 

E por aqui me fico, enviando um grande xi-coração cheio de boa energia a esta Mãe, Mulher e Artista (sim, porque não o deixa de ser), esperando que mesmo que tenha que continuar a trabalhar fora da área dela, pelo menos consiga arranjar algo menos mal pago e fora da conotação pejurativa que tem o Mac. ( nada contra, mas vocês sabem do que estou a falar..). Se não.... bola prá frente minha linda! Continua a tua luta como a considerares justa e legítima e boa sorte para o futuro. Mereces.

 

E apesar de tudo, acredito que um dia destes te reencontre aí nas "cantorias" a mostrares o que vales! Força!!

 

PS: E aqui.. não há foto do Mac Donalds. Cum caraças! A mulher é cantora, é linda, tem um brilho muito especial. Prefiro mostrá-la assim do que de farda cor acastanhada. Não concordam?

 

O ponto de partida

Começou ontem uma nova etapa para mim e para o meu projeto Barriga Mendinha.

 

Sim, porque foi dado o primeiro passo, ou seja fiz a primeira reunião oficial, para por o "tal" projeto/evento anual da Barriga Mendinha em ação.

 

Vai dar aquela trabalheira mas ... vai ser "aquela cena!!" Sei que vocês vão adorar, mas ainda não vos posso  dizer exatamente o que é...

 

O segredo é a alma do negócio dizem, mas eu acho que a alma também faz parte do segredo desse sucesso... Acompanham?? Principalmente quando esta ideia, vai ser uma coisa tão diferente do habitual. Em Portugal, aliás, vai ser pioneira.

 

 

Se quiserem jogar ao adivinha, podem! Até pode ser uma espécie de brain-storming porreiro.. mas duvi-dê-ó-dó lol...

 

Enfim... isto é tudo do entusiasmo. Sim, porque pouco a pouco tenho a certeza que irei desvendando esta minha iniciativa e vocês vão ser, de certeza, o meu feed back imediado que tudo o que se for desenrolando. E o meu motor de ignição. ;)

 

Bem... o que vos posso dizer então, no meio de todo este segredo é: OK!! O dia 21 de Setembro "é meu"! Não marquem nada para esse domingo, porque tenho a certeza que vão querer participar!!

 

 

 

 

E pronto, e com esta... vou ali trabalhar mais um bocadinho, que... com tudo o resto que tenho em mãos... 6 meses de preparação vão parecer muito pouco. É sempre assim não é??...

 

Beijossssss

Que gadget porquinho-fenomenal!

 Desenhado pelo Art Lebedev Studio este porco-tomada(s) é a minha mais recente obsessão!!

 

É que é um dos grandes problemas da minha vida... grrr....

 

Onde colocar tanta ficha de tanto Ipad, Ipod, Iphone e I "o caraças" cá de casa... e o medo que os putos fiquem esticados ao meter os dedos traquinas nos buraquinhos.

 

Pronto!! E agora??

 

Onde se compra? Pois esse passou a ser o drama. Não consegui descobrir ;(

 

Quero e não sei onde buscar. Acho que vou sonhar durante dias com estes 17 (sim 17!!!) "pug-ins" para eletricidade .... sniff...

 

Oferecem-se alvíssaras (eu logo decido quais...) a quem me disser.. ou melhor... oferecer um "Piggy power-strip" ;)

 

 

 

Ainda não têm planos para festejar na 3a feira de Carnaval? Então 'bora!!!

Mamãs e Papás (que os pequenotes ainda não leêm blogs, só por isso...), o Carnaval da Dj Mendinha- sets e live acts para mini pessoas ...vai ser muito divertido e num sítio único e que adoro, A To be kid, em Telheiras.

 

Conhecem este meu projecto? O alter Ego da Dj Rita Mendes "de grandes"?

 

É o primeiro projeto de dj para pirralhinhos que é feito em Portugal e muito prazer me dá fazer estas festinhas.


O sítio onde vamos festejar a Folia é pequenino mas lindoooooo (dá para 50 pessoas) por isso se quiserem estar presentes, apressem-se.

O dia e a hora? às 4 da tarde de 3a feira Feira de Carnaval, dia 4 de Março... já falta pouco!!

Bilhete Família ( 2 adultos e 2 crianças )- 20 euros
Bilhete 1 Adulto e 1 criança-15
Criança Extra- 5 euros

( desconto se forem amigos da Barriga Mendinha e se inscreverem por lá♥)

Estou em pulgasssss!!!!

 

Antes e depois...

 

 

...E e tão bom ser Mulher!!

 

Durante o dia enquanto nos sentimos giras (hoje fui ao programa da Manhã da TVI, Você na Tv... e ainda ao lançamento do Blog da Tânia Ribas de Oliveira)....

 

...Mas muito melhor ainda quando chegamos a casa... e a primeira coisa a fazer é:

 

Pôr as pantufas e o robe!!

 

Ahhhhhh... que maravilha!!! 

 

E depois é que o mundo familiar começaaaaaaaa........ venham eles! Lol...

 

 

 

 

Saia e camisa Zara                                                     Robe dos "Chineses" lol

Botas Gardénia                                                           Pantúfas Primark

 

 

A minha "estreia" na pediatria do IPO

 

 Muito cansada física e psicológicamente, que estes dias têm sido a "abrir" e cheios de emoções... mas ainda quero e consigo descrever o que me vai na alma, ao analizar a importância do dia de ontem.


Passar três horas, em "esteia absoluta" na pediatria do IPO a convite da Fundação PT, foi para mim uma honra. Sim honra, porque testemunhar de perto a força destas mães (e alguns pais e até avós) e meninos e tentar levar-lhe um bocadinho de alento, brincadeiras e sorrisos é sem dúvida enobrecedor.

Em cada uma daquelas bravas crianças, imaginava os meus filhos, porque cada vez mais sei que a vida é uma "roleta russa" e que "os outros" podemos ser nós, um dia.

Pouco ou nada entendo das injustiças do nosso Mundo e do seu Deus, mas uma coisa Sei agora. Sei que sou forte o suficiente para este "trabalho". Sei que mais do que tristeza ou angústia (que tanto me acautelaram que ia sentir) senti uma benção. Sei que dar é melhor que receber. 

Porque o que o Universo, nos oferece depois em troca é um misto sentimentos que mistura muito orgulho com a certeza de conseguir mais que nunca relativizar os nossos problemas.
 

 

 

Levámos bolinhos em forma de coração. estrelas e flores, no fundo como simbolo de alegria, amor, esperança...

 

 

 

 

Aqui, a linda Benedita, filha de mais uma mamã linda e forte, a Susana, com quem tive o privilégio de conversar um pouco, encantou-nos com a sua vivacidade, e.. felicidade, mesmo dorida com picas e catéteres ;(. Sim, felicidade. Que essa é feita de Momentos..

 

 

 

Obrigada a ti, Miguel Marques Castilho, que me convidaste a participar nesta ação, aos profissionais simpáticos e valentes do IPO, à PT e ao Kabir, à Helena da Fundação, à Ana da N' Cakes, à Marta Veiga Cake Design e à Ana da Mimos da Quinta que fizeram os bolinhos, o bolão e os cupcakes.

 

 

 

Obrigada especialmente à Energia que senti hoje.

E sim... tenho fé na melhora de Todos!! Que mais?...

 

 

Ah... e até cantámos os parabéns!! 

A quem? A Todos os meninos internados ou em tratamentos no IPO.. sim, porque acreditamos, rezamos e... cantamos em voz alta "Muitos anos de vida" com significado ainda mais cheio de verdade e esperança....

 

 

 

Pág. 1/2