Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

A história e as tradições do Coelho e dos ovos da Páscoa







A ressurreição de Cristo dá o mote e a celebração da quadra.

Então que raio têm os ovos e os coelhos a ver com isto?

Bem , então é assim:

A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. 

Nunca ouviram dizer :"-- #$!d#%&#"em que nem  coelhos? LOL... Pois bem, parece-me ser mesmo essa a razão da sua utilização pagã. Porque ele se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. 

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII e aí começou O Mito ... as decorações, as brincadeiras, as prendas alusivas...






No antigo Egito, por exemplo,  o coelho simbolizava o nascimento e a nova vida. Alguns povo da antiguidade consideravam o coelho como o símbolo da lua, portanto, é possível que ele tenha se tornado símbolo pascal devido ao fato de a Lua determinar a data da Páscoa.

E a fertilidade é sinónimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, percebem? E assim lhe nasceu a fama e se tornou mundialmente conhecido e adorado.

E assim, as crianças, começaram a adorá-lo, e os adultos a adoptá-lo na época da Páscoa.





Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

Existe também outra versão.. uma que me agrada mais pelo simbolismo da coisa, mas cada qual tirará a sua elação. A lenda de que uma mulher pobre coloriu alguns ovos de galinha e os escondeu, para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa. Quando as crianças descobriram os ovos, um coelho passou correndo. Espalhou-se, então, a história de que o coelho é que havia trazido os ovos. Desde então as crianças sempre acreditaram no coelhinho da páscoa,a história que seus pais contavam para elas.

Por aí, existem comemorações, brincadeiras, decorações diferentes ou tradições mais seguidas à risca?






Beijinho a tutti e... BOA PÁSCOA a todos da família Mendinha ;)

Sozinha!?... Raro nos dias que correm...






Que estranha sensação!!

Estou sozinha em casa.. Sozinha!!

Amanhã vou trabalhar muitooo cedo para o Porto ( as 7 e meia tenho que estar de pé na estrada) e por isso a minha mãe apanhou o Afonso no " Rei Bébé" e a minha Sogra vai ficar com a Matilde ( a primeira noite completa dela fora de casa... aiiiii! .... ).

O Hugo foi lá jantar e levar a Estrelinha e os seus sacos e cadeirinhas e tal e tal. E eu, em vez de ir à janta, convenci-o a ficar em casa. Sozinha!! Volto a dizer e a sublinhar ... ai meu Deus!... Sozinha!!

É realmente uma sensação ambígua. E acredito que as Mães desse lado me hão de perceber. Umas 3 horinhas Sozinha!!!! .... nos dias que correm é uma prenda, um docinho, um momento a ser aproveitado até ao último segundo...

E pensar, que em tempos idos, antes de ter filhos, nas minhas compridas noites de solteira, quantas vezes não senti uma solidão incrível e pensava "ai.. nunca vou ter uma família... ai vou ser a mulher mais solitária do mundo..". Como mudam as circunstâncias, não é? Irónico até, comparar esses tempos com os de agora.

A verdade é que, apesar de saber que os meus filhos não podiam estar melhor e ser uma sortuda por ter estas avós presentes e activas na sua educação, sinto já saudades deles e apesar de me " queixar" das poucas horas de sono e dores de cabeça que me dão... estar longe deles põe-me o coração pequenino. 

"Ter" que ir trabalhar e não estar mais tempo junto a eles também me faz sentit triste... Mas acho que essa é uma sensação quase Universal, é o que toca as Mães quando têm que retomar a sua vida, quando têm que lutar pelo dinheiro ao fim do mês, quando se têm que ausentar, devido a compromissos profissionais.

Mas no fundo, no fundo... Neste preciso momento, no Agora... ( e é algo que tenho tentado exercitar a minha vida), me sinto... Yupii!!! Sozinha!! Há quanto tempo....

Tive tempo para tomar um banho durante mais tempo, para por os meus cremes e afins.

Não tive que cozinhar e jantei só um batido de baunilha e banana, deliciando-me com ele à frente da televisão com uma mantinha nas pernas.

Consegui fazer algo que, antes era meu hábito, mas que com a maternidade, o tempo sempre fugidio e as milhares de tarefas prioritárias... fui deixado para segundo plano. A que me refiro? Escolher a roupa do dia seguinte e po-la em cima do sofá ( acessórios e tudo), prontinha a usar de manhã e evitando ataques de raiva por achar que não tenho nada para vestir ou que nada me fica bem.

E mais... escrever com letra bonitinha na minha agenda, sem ter o Afonso a querer fazer desenhos ou a Matilde a bolsar para cima da mesma.. ;)

Agora, o Hugo deve estar a chegar. Já me ligou a pedir... isto e mais isto e para fazer aquilo e não me esquecer de tal e coiso.. Não nos podemos esquecer que não podemos viver sem os Homens, mas que eles também dão um trabalhão lá isso dão! Por isso, vou aproveitar estes meus últimos minutinhos e relaxar ok?

Beijos e até amanhã. Vai ser um dia cansativo. Mas desta vez não por estar com os meus bebécas... Porque vou fazer muitos quilómetros e trabalhar muito. Ai.. porque é que não somos Omnipresentes?... Mãe-profissional passa a vida com estes sentimentos ambíguos.

Agora.... vou aproveitar o meu " Time alone" se faz favor. Até o computador vai ser fechado. 

Beijo e até amanhã...

Sim.... Sozinha!!! ehehhe....Sozinha!!!



Comer biológico...





Abracei um novo projeto profissional e tenho andado de reunião em reunião a descobrir o produto, as pessoas, os métodos de venda e a avaliar as expectativas.

Tenho, também, conhecido pessoas novas e travado conhecimentos bem interessantes. Numa destas reuniões, a semana passada, quando falávamos do produto em questão, que é um poderoso anti-oxidante, uma das pessoas que nos estava a " receber" (éramos um grupo de 9 ou 10) começou a contar que uma das razões que a fez avançar para o negócio, foi porque trabalhava numa grande empresa, dona de muitos e conhecidos supermercados e que, uma das suas funções consistia em visitar e encomendar fruta e legumes aos fornecedores. E que há muito tempo se tinha compenetrado que o que comemos nos faz muito mal  e que temos que nos precaver de todas as formas possíveis e com outros suplemententos que não a própria da comidinha tradicional...

Contou-nos que " não imaginamos mesmo o que comemos", não no que diz respeito a qalquer porcaria, sujidade ou falta de condições.. nada disso... até porque é tudo super vigiado e higiénicamente controlado . A grande questão é que o nível de nutrientes dos alimentos é quase nulo, o " cultivo" (se é que assim se pode chamar) é ridícula e exageradamente "regado" a estranhos adubos e muitos dos legumes nem vão à terra, crescem dentro de pequenos recipientes e completamente afogados em químicos.

Disse ainda, que muita da fruta que antes era sazonal, existe agora o ano inteiro, porque agora é apanhada na época em que ainda está verde, e mantem-se meses, se preciso for, em câmaras sem oxigénio (para não envelhecerem, oxigenarem), até que um dos grandes grupos dê a ordem de que vi buscar não sei quantas toneladas ao dito produtor. Aí, as portas que estavam seladas, são abertas e, finalmente, o amadurecimento natural das ditas começa... mas 6 meses depois.... What!?? Incrível. No fundo, estarmos a comer uma pera ou uma maçã tem tantos nutrientes como um copo de água com o     fundo sujo de fruta...e depois ainda acreditamos que andamos "a comer bem", a fazer bem ao nosso organismo, que se vai habituando às lacunas alimentares... até ao dia...



Lá está, não se fez luz nem nada disso, não era nada que eu já não suspeitasse, mas não sabia assim com tanto pormenor e acreditem que fiquei  efetivamente chocada. Abri  mais os olhos para a "coisa". 

Há momentos assim e temos que nos deixar levar por eles, quando a questão é a melhoria  da qualidade de vida... Acho que, mais ainda, pelo facto ter dois bebés em casa e porque agora a minha saúde passa também pela deles. Principalmente pela deles.

Cheguei a conclusão que quero, quase que tenho obcessivamente que  passar a comprar legumes e frutas biológicos, ou seja: produzidos da forma mais tradicional possível. A Matilde vai começar esta semana a comer as primeiras sopas e eu quero que ela se alimente bem. Trim trim: "Mumy protector mode" em acção!! Só queremos o melhor para eles... e as grandes superfícies, anúncios e marcas enganam-nos tanto quanto ao melhor.

Numa altura em que, tanta gente precisa comer e a subnutrição é uma  infeliz realidade.... é quase surreal perceber que agricultores " à antiga" quase não existem. Que são poucas as pessoas que cultivam em sua casa ou nos seus terrenos... e mais surreal ainda, é, para além de nos termos que preocupar com " arranjar" comida para as crias... tê-lo que fazer com  preocupação constante de que os alimentos podem estar (quase) envenenados!!!

Postei há pouco no Facebook da Barriga Mendinha a minha preocupação numa ou duas curtas frases e recebi muitas sugestões de sites, lojas e mercearias onde ir comprar alimentos de maior qualidade . Alguma on-line e que enviam até casa cabazes cheios de bom aspecto e muito fresquinhos.  Opções existe sim... no entanto.. de preço mais elevado  também...

Analisando a questão e percebendo que, basicamente o que eu quero é a hortaliça " da terra", do quintal dos avós, custa-me pensar que a inflação e a subversão da realidade me vá fazer ter que pagar mais por aquilo que devia ser o normal. O mais puro. O mais saudável. O mais usual.. mas que, nos dias de hoje não o é. Enfim...

Mas o que é afinal o biológico? Bem, basicamente é um alimento mais saborosa, livre de agrotóxicos e mais amigável ao meio ambiente.. Só isso? Sim, " só" e total e super isso! E é isso exactamente que quero para as sopinhas da Matilde e já agora... também para o resto da família!! 

Estão comigo? 







Misturar obrigação com ajuda...







Já muitas  vezes aqui assumi que este meu Blog começou por mera brincadeira. Para partilhar as MINHAS histórias que, aparentemente poderiam interessar  e suscitar os comentários e a envolvência  dos meus próximos. Mas os próximos alargaram até aos “afastados”  e, em alguns meses de projecto, percebo que começo a chegar a milhares de pessoas diariamente. E é tão engraçado, como, gradualmente, os “afastados” se vão tornando também quase da família.  Alguns/as, já conheço pelo nome, outros/as vão servindo, para com as suas opiniões ir traçando o perfil dos meus/minhas leitores/as.

Já chego, não só a Portugal Continental e Ilhas, mas também ao Brasil, à Suíça, à Africa do Sul, a França, a Moçambique e Angola... onde existem mamãs e papás com vontade de aprender, partilhar, tirar dúvidas, expor questões e ajudar e ser ajudado.

E é AQUI a este ponto, a que chego. Se acredito que a comunidade BARRIGA MENDINHA é uma comunidade “do e para o BEM”... acho que posso e devo exercer esta minha “ influência” e “tempo de antena” para causas nobres, para alertar, para ajudar.

Mas às vezes, por mais que o nosso coração nos seja sensível, a verdade é que a vida do dia-a-dia, não nos dá a oportunidade financeira ou o tempo para despender, e vamos “deixando passar” a ajuda aos meninos pobres da nossa zona, ao canil do bairro, aos idosos da comunidade, às crianças que sabemos que passam fome...




Não por escolha, mas sim por inércia estúpida, às vezes até envergonhada num pensamento que nos consola com um: ”depois, depois  faço”...

E depois pensei numa forma simples de “dar o primeiro passo”. Às vezes há ideias que nos facilitam a vida. E a consciência. Há ideias que por juntarem muitas gotas, formam um oceano... E nós podemos ajudar a construí-lo.

Como, perguntam-me? E eu respondo-vos com a seguinte explicação:

A lei portuguesa prevê que todos os contribuintes possam doar 0,5% do seu IRS, já liquidado, a uma ONG da sua escolha. Ao fazê-lo, o contribuinte não tem quaisquer custos adicionais com este donativo. Ou seja, não vai ter quaisquer implicações nos pagamentos ou nos reembolsos.

Na prática, o contribuinte opta por beneficiar uma ONG da sua escolha em vez de ceder esses impostos ao Estado. Entendem como podemos ajudar de forma tão simples?

À semelhança de anos anteriores, a UNICEF lançou agora no início de Março uma campanha informativa, pelo fato de muitas pessoas desconhecerem esta possibilidade de doar uma percentagem do seu IRS, e apela aos portugueses a fazerem o seu donativo a esta causa.

Percebem agora, como ao dar um primeiro passo tão pequenino para nós, podemos ajudar um enorme número de crianças que estão subnutridas, que passam frio, que não têm água nem acesso a serviços de saúde ou educação?



O ano passado, por exemplo, 2,4 milhões de crianças beneficiaram de serviços de protecção por parte
da Unicef. 12,4 milhões de pessoas passaram a ter acesso a água em condições para beber, cozinhar e
se lavarem. E NÓS, aqui deste nosso “cantinho à beira-mar plantado”, podemos ajudar a aumentar estes
números. Ou mais e mais. Porque, infelizmente, ainda há tantos meninos a viver em condições desesperadas e desesperantes. Nunca nenhum cêntimo será demais...

Como podem fazer esta contribuição (eu vou, sem dúvida..)?

Muito facilmente… Para tal, ao ao fazer a sua declaração de IRS, basta preencher: Anexo H → Quadro 9 →Campo 901 → Com o NIPC da UNICEF: 500 883 823

E automaticamente, estamos a contribuir para a causa da UNIFEF.

Sabe bem não sabe?



O queijo é " Cool"





Eu sou fanática por queijos ! Dos "suaves" aos "mal cheirosos", marcha tudo. Nhummmiii ...

Ofereçam-me, por exemplo uma refeição com queijinhos, tostas e vinho tinto... e sou uma mulher feliz!

Ora imaginem só a minha felicidade, quando a BARRIGA MENDINHA, fez uma parceria com a marca QUEIJO SALOIO e ofereceu uma degustação da uma recém criada "linha" COOL da QUEIJO SALOIO a todas as participantes do jantar BARRIGAS IN THE CITY, que aconteceu no passado Dia Internacional da Mulher...

E depois imaginem o meu duplo sorriso quando trouxe para casa o que restou das entradas oferecidas no restaurante...ehehee!

Estas embalagens maravilha são queijo creme fresco ( dois deles com o sabor de alho e ervas e outro de tomate) e foram a sensação no jantar.. e agora cá em casa.

O Afonso, por exemplo que não " Gôta de quêso" ( é normal, para um miudo de de dois anos e meio, os sabores fortes ainda se tornam muito estranhos...) experimentou a caixinha com o sabor tradicional juntamente com os " pauzinhos " ( grissinos) que costumo ter em casa.. e não quer outra cois ;)

... E é bom mesmo que cá em casa todos gostemos... porque tenho 7 ou 8 caixas de cada!

Uiiii, muita jantarada com amigos gulosos vou fazer por cá nestas próximas semanas!!

E procurar receitas na net que incluam queijo creme, sim, porque também é uma boa opção para usar estas delicias ( se tiverem por aí receitas, podem enviar  que vos muito minhas queridas )...

Bem... e agora como é hora de almoço e toda esta conversa me abriu o apetite... vou ali e já volto.. Petiscar um bocadinho de COOL QUEIJO FRESCO. ;)

Se ficaram com a pulga atrás da orelha, querem experimentar estes ou outros queijos maravilha, cliquem na página on line e viagem na pagina deliciando-se.. e... comprando sem mais trabalhos e " com um simples clique"...

Queijo Saloio Loja Gourmet on line


Arranjar o coração






Ontem o Afonso Luz pegou nas suas ferramentas de cartão, enfiou-as dentro da minha camisola e começou a fazer " movimentos de trabalho"...

Perguntei eu:

" Filhote, o que estás a fazer?"

Ele :

" Estou a  alanjáre o coiação da Mãe..."

Fiquei derretida, mas logo a seguir o derretido deu lugar a melaço.... porque ele esperou uns segundos e depois de sentir que tinha terminado a tarefa, perguntou-me ainda:

" Agoia estás Fuíz? "...

Como poderia não estar ??....




Leite de Colónia





Sou viciada em Batons de cieiro, hidratantes, balsamos de lábios... não posso viver sem eles. Se sei que sai de casa sem um no bolso... até fico mal disposta, inquieta... Juro!

E isso... e elásticos de cabelo LOL

Pareço uma maluquinha se ando sem ambas as coisas, são parte do conforto da minha rotina..
As marcas vão mudando e agora que descobri este pequeno pote ando sempre com ele.

Além de ser muito hidratante adoro o ar retro que a marca decidiu manter.

Faz me imaginar uma pin up  de Copacabana dos anos 40 eheheh.

Até o nome " Leite de Colónia", o digo em brasileiro e ao som imaginário de uma suave Bossa Nova ;)

Vejam mais da marca AQUI

MICRO Pedi para pézinhos maravilhosos


Então o que é isto do Micro Pedi que me chegou cá a casa para eu experimentar??

E logo eu que nunca gostei de fazer pedicure e tinha um medo que me pelava das laminas das ditas máquinas e pedicures...

E a falta de paciência!?...

Tudo isto junto e uma maquineta nas mãos para experimentar no pouco tempo que tenho para tratar de mim...

Usei... rápida e eficazmente, sem problemas nem confusões...e basicamente achei esta máquina um must e facílima de usar.

 Façam como eu : utilizem uma toalhinha por baixo para que as células mortas ( que saem numa espécie de pó branco ) nao vos sujem a casa toda. 

Rápida, segura e não " cria" mais peles, não faz cócegas, não magoa...

Óptimo para levar sempre com vocês para todo o lugar ;)


E por isso... decidi que alguém desse lado também merece uma!!!! boa???





Cá está o link para o nosso passatempo: 

Ganha uma Micro Pedi






Quero mesmo partilhar esta minha recente descoberta com vocês. 


Participar é fácil, basta acederem à App no Facebook e seguir os 4 passos que lá estão:


-Inscrever-se (ou estar inscrito) na newsletter da Barriga Mendinha (http://benear.pt/barrigamendinha)
-Fazer LIKE na página da Barriga Mendinha (https://www.facebook.com/BarrigaMendinha)
-Fazer LIKE na página Life2good (https://www.facebook.com/Lifes2good.Portugal)
- Partilhar do passatempo no vosso mural


O  vencedor vai ser sorteado aleatoriamente através do software do passatempo.

Têm até ao dia 2 de Abril para participar.

Boa sorte!!!

Pág. 1/3