Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Barriga Mendinha

Barriga Mendinha

Comporta, de porta aberta ;) Uma escapadinha que adorámos!

Este sorriso ao por do sol define o meu estado de espírito durante 4 dias de escapadinha até à Comporta ( No Alentejo, a 120 kms e Lisboa se forem por estrada ou a 50 e pouco se optarem por apanhar o barco Setúbal- Troia e seguir por aí)... Um local delicioso, que fica bem perto de Troia e Alcácer do Sal e que tem uma vida tão própria que só mesmo vivênciando.

IMG_20170722_195215_1.jpg

20229166_10156367263207786_7749609373120302078_n.j

No fundo, gosto de dizer que esta Aldeia da Comporta ( e as suas praias, gente e lifestyle) tem um luxo despojado. Ou seja: marcas, restaurantes, lojas, espaços, conceitos cheios de charme e de qualidade ( não é à toa que a Madonna andou pelo mesmom circuito que eu, um ou dois dias antes de mim eehehe) mas, ao mesmo tempo com uma descontração cheia de bom gosto, onde parece que o tempo passa mais devagar e se consegue saborear tudo de uma forma plena.

IMG_20170722_095337.jpg

20228677_1359987504070943_9127910489183812107_n.jp

20228794_1359439257459101_3825564449172592329_n.jp

Pernoitámos dentro da Herdade da Comporta, na casa "anexo" à Casa Mãe e a 10 passos ( literalmente 10 passos, vejam na primeira foto), da Igrejinha centenária onde aos domingos, os crentes da aldeia assistem à missa. Uma casinha tipicamente alentejana, com jardim, onde os miúdos brincáram, onde eu e o Hugo conversámos à noite e onde tomámos banhos de mangueira...

IMG_20170722_120047_1.jpg

A nossa viagem, surgiu a convite da Casa da Cultura da Comporta, para que conhecessemos o "Comporta Summer Market", que fica exatamente num espaço central e incontornável da aldeia e que não passa despercebido aos visitantes de um target muito específico que passam férias nesta zona. Marcas nacionais, decoração discreta mas tão bonita. Tão bem conseguida ao captar o ambiente de férias e praia Hippy Chic mas despido de pretenções... Será que me estou a fazer entender? ( Quem conhece a Comporta, acho que perceber esta descrição).

20246264_10214232789799337_6490135500193780895_n.j

Entre praias, petiscadas, Centro Cultural e descanso ( o  pouco mas bom que os miúdos permitiram lol) até pintámos um quadro com o artista Rui Miguel Germano da AR Studio, mesmo "aos portões" da nossa casinha de férias ;)

20229397_10214232791679384_8297530217973679357_n.j

20293129_1362125020523858_2322652977646740890_n.jp

 IMG_20170722_201346_1.jpgIMG_20170722_200346.jpg

 A Casa da Cultura / Summer Market está localizado na Rua do Secador na aldeia da Comporta e é dividida em 2 espaços interligados entre si: a Sala Cinema, onde se apresentam expressões culturais com uma agenda dinâmica, plural e multifacetada, respeitando e valorizando a identidade local.  E a Sala 7 Aldeias, onde se recriou o Cais Palafítico da Carrasqueira (Projecto do STUDIO ASTOLFI), é o espaço destinado a ser habitado e dinamizado por diversas marcas/stands nacionais, ou seja, o Summer Market... o local das compras maravilha!IMG_20170722_201658.jpg

Das marcas que por lá vi e tanto gostei:  Shoe Colours, a Palm 3 Sunglasses, Açaí com Granola, Trendy Pillows, Our Sins, Mary G, Lua de Champagne, Cush Cush Comporta Spirit, Caravana Bazaar, Valentim Calçado Artesanal, Latitid, entre outros.

20246287_1359429464126747_1645561651516106549_n.jp

20273112_10156366740147786_132288263_o.jpg

Acho mesmo que as fotos falam por si.. mas se não... peguem mas é no vosso carro e nas vossa famílias e dêem um pulo até lá. Não se vão arrepender. Nós não só  não nos arrependemos como ainda nos falta mais.... ficou o gostinho e isso... é mesmo bom sinal!20289836_10156366740257786_928739233_n.jpg

IMG_20170722_201021.jpgIMG_20170722_200818.jpg

 IMG_20170722_201001 (1).jpg

IMG_20170722_200732.jpg

IMG_20170722_200602.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

30 quilos a menos, desvendam um verdadeira princesa ;)

Se isto de ter algum protagonismo interessa... é para "coisas como esta": ter a oportunidade de ajudar a mudar para melhor a vida de alguém.

 

Conheci a Ana Figueira, no dia da primeira foto ( nunca lhe tinha sequer passado a vista em cima ou sabia da sua existência), no dia em que o "cheque" da PronoKal lhe foi entregue e explicado o processo e ajuda que iria ter. Ela foi uma das centenas de candidatas a um passatempo, que, com o patrocínio desta marca/método de emagrecimento médica e ciêntificamente acompanhada, acabou por ter acesso a um tratamento muito intenso nos primeiros meses e "mais à larga" agora... mas que a mudou totalmente! Fisicamente, está à vista! Está linda, linda! Mas mais que isso... está mais confiante, mais saudável, mais resistente... mais feliz!

3.png

O mais incrível nesta história ( contado pela minha versão, a dela terá, com certeza, outras partes sublinhadas), é que, foi mesmo um feliz acaso tê-la conhecido. Encaixou na "perfeição" na temática e linha do meu blog, por ser uma mãe especialíssima de um miúdo giraço de 3 anos e por ser forte, decidida, inteligente, divertida e super comunicativa. Como eu lhe disse, das vezes que estivémos juntas: "saiu-me melhor que a encomenda esta miúda!..", cheia de alegria, positividade, bom gosto, genuídade... O mais incrível é ter menos... 14 anos que eu, ( é verdade, ela tem 26 e eu 40) e eu lheconseguir encontrar uma maturidade rara e sentir-me tão bem na sua companhia.

1.png

Passemos agora a fatos concretos:

 

A Ana chegou "a nós" com 90 quilos e ... Em 7 meses,  perdeu os 30 quilos (!!!) a que se tinha proposto ( ela e todos os profissionais que a acompanharam nesta caminhada) . No fundo atingiu o objectivo principal, SER SAUDÁVEL !

 

Não entremos aqui em facilitismos, vocês já me conhecem, não gosto de transmitir a mensagem errada "só por gosto" da marca e do conceito ( e gosto mesmo, não sei se se sembram mas eu mesma perdi 10 quilos com ele), não aconteceu magia aqui, não se carregou num botão e "plim!.. menos 30 quilos", a Ana não deixou de ter desejos, vontades, ninguém disse que foi fácil e não existiram momentos críticos. e que não foi necessário muito foco, esforço e preserverança. Claro que sim ( podem ler aqui na página da Ana alguns textos elucidativos sobre todo este seu percurso), mas a verdade é que é esta conjugação que é vencedora: a força de vontade da/o paciente e o acompanhento super próximo do médico de clínica geral (no seu caso a médica Katia Kuchler)da nutricionista, do Personal Trainer, das meninas do call center, da formadora dos workshops de alimentação saudável e também de algumas outras e outros pacientes que acabam por se conhecer, dando força uns aos outros. Tudo isto, no Universo Pronokal...

2.png

Quando, agora, para fazer este post, pedi à Ana, um último depoimentos sobre todo este processo, foi isto que me disse:  

 

"Podia dizer muita coisa  acerca de como me sinto hoje, mas vou resumir tudo numa frase: hoje sou a melhor versão de mim própria! Ao longo dos anos sempre tentei ultrapassar os meus limites, lutar por aquilo que acreditava, vencer a minhas próprias metas e superar cada desafio que a vida me dava. Quanto ao meu peso e aspecto físico, bem isso já era outra história. Tentei muitas vezes emagrecer, mostrar o que me ia na alma no meu exterior, mas nunca conseguia, perdia a força tornava—me uma pessoa diferente quando se tratava de comida. Porquê? Não sei ao certo mas calculo que de alguma forma eu tinha na comida um amigo (traiçoeiro, bastante traiçoeiro), que me dava força (achava eu) e de certa maneira me preenchia. Com a Pronokal eu aprendi que a comida não é nada do que eu achava que era e que EU é que estou no controlo, como aquilo que tenho de comer, à hora que tenho de comer, apenas e só para me dar a força que preciso para o dia a dia. Num abrir e fechar de olhos a comida deixou de ser o centro da minha vida e passou a ser minha aliada, rapidamente eu comecei a ser o reflexo das minhas escolhas e finalmente no espelho estava a pessoa que eu sempre quiz ser!"
5.png

 A verdade é que se compararmos as fotos deste post, quase não a reconhecemos ( a não ser pelo sorriso rasgado). 30 quilos as separam , é um fato ( na foto em que tem debaixo do braço o balão dourado, já tinha perdido 9 quilos...) mas... neste caso não só... neste caso, decidimos premiar a Anita, pelo seu grande desafio superado com um makeover total e uma sessão fotográfica de alto nível.

 

E assim foi, tirámos ambas o dia e começámo-lo bem cedo a fazer a maravilhosa mudança de corte e cor de cabelo no meu espaço de eleição, o Manubela Cabeleireiros, pela mãos da Anabela Pereira, depois passámos na loja Marshmellow para escolher um par de outfits maravilhosos e seguimos para o estúdio da super  fotógrafa Joana Luís, onde nos divertimos e fotográfamos estas fotos que aqui vos trago.

 

O trabalho ficou maravilhoso, não acham? Ela, está maravilhosa ( e eu, completamente babada.)

4.png

 E pronto... por aqui, Missão Cumprida e muito bem cumprida, não acham?

Ganhei uma amiga e sinto-me muito feliz! Parabéns Ana Figueira, por teres mudado a tua vida, parabéns PronoKal por ajudares a mudar tantas outras... 

 

o que os meus miúdos vão ou já fizeram nas férias de Verão

Ora bem... férias de Verão! 2 meses e meio de "arranjar coisas para eles fazerem"... No meu caso, que tenho uma cida completamente "sui generis", acabor ter dois ou 3 ATLS definidos, outras semanadas distribuo-os entre pais e avós ( nas semanas que sei que ando em "tournée" a tocar aí pelos 4 cantos do país) e depois, claro.... usufruo deles sempre que posso em todos "os buraquinhos de agenda" que vou encontrando...

 

Ora bem, nos tais "buraquinhos", tenho sempre a fantástica e familiar opção de me meter com eles e as tralhas no carro ( umas vezes sozinha, outras com o Hugo) e rumamos à zona de Peniche, onde o meu pai mora. Não preciso avisar antecipamente, é só ligar a dizer: "papá, daqui a uma hora estamos aí" e fico 2 dias ou 15, conforme possa ( se bem que os 15.. lol.. é mesmo para rir, acho que o maximo que alguma vez, consegui na vida, fora 7 ou 8 e, e....). Apesar de lhes tentar proporcionar muitas e diferentes experiências, que sei serem maravilhosas para eles, acho, também extremamente simpático e importante que exista um sítio de referência onde toda a família sabe ser " o poiso" e que sorte a nossa o meu pai, que sempre viveu em Lisboa, depois de se refornar ter escolhido este "paraíso do Oeste" para seu lar... e no fundo, o refúgio da família Mendinha :) Além de muita praia e vida "molenga", o meu pai adora História e por isso fartamo-nos de visitar monumentos, museus, pontos de interesse. É o máximo esta vivência com o "nosso" Avô Mário ;)

19958921_1347186678684359_2758194750551483039_n.jp

18033860_1267170056686022_5216981735953975306_n.jp

Para além dessa nossa"base-maravilha", onde não pagamos renda nem temos horário de entrada ou saída, vamos, este ano, saltitar entre uns dias na Costa ( é aliás, onde estou agora, porque o Pai do Afonso vive deste lado e como o Afonso te estado por cá com uma semana de "praia da escola" e eu e a Matilde, temos andado a acompanhar a "comitiva"), a casa da avó Clara, em Carcavelos, que tem piscina no condomínio e onde eles adoram estar com a priminha Helena ( que tem a idade da Matita), um 3 dias na Comporta ( para onde vamos daqui a uns dias) a convite do Comporta Summer Market e sobre o qual vos contarei tudo, mais tarde, aqui no blog e... semanas, se ATL, Ateliers e algumas atividades que essa sim, irei agorinha mesmo contar-vos onde, no meio de tantas a minha escolha recaiu.

Captura de Tela 2017-07-19 às 18.58.23.png

Nos dias que correm são mesmo muitas, as opções que existem e que misturam divertimento ( não nos esqueçamos que as Férias são essencialemente para isso,  e que os miúdos precisam tanto dessa parte lúdica, não se esqueçam disso, ok pais e mães? ) e aprendizagem! E acreditem que não é facil escolher. Os valores são dispares e os temas muito diferentes. Tentar encontrar um ATL que fique relativamente no meu roteiro diário, que não me leve os olhos da cara e que agrade aos dois miúdos, sendo eles muito diferentes... foi dose, mas lá escolhi:

 

Uma semana de ATL de Verão do Zoo em que cada um deles estará enquadrado num grupinha da sua idade.

banner_atl.jpg

O programa desenvolve-se, através de um fio condutor, entre encontros com tratadores, treinadores e outros técnicos do Zoo, oportunidades de maior proximidade com algumas espécies que vão permitir conhecer mais de perto os animais e também alguns bastidores.

Para aqueles que gostam da vida selvagem, é uma excelente oportunidade para aprenderem e contribuírem para transformar o nosso Planeta num sítio melhor para viver. ( Ai, como eu gosto disto!!...)

workshop-educacao-ambiental-zoo.jpg

 

São realizados percursos temáticos para conhecer e aprofundar conhecimentos sobre os vários grupos de animais. A aprendizagem é feita de forma divertida e entre um período interpretativo e de exploração e um período de expressão e tratamento informativo, pelo que muitas destas ações são "vestidas" de atividades de animação, jogos de pista e de exploração, caças ao tesouro e peddy-papers.

Os conhecimentos são aprofundados e consolidados através de múltiplas atividades: expressão plástica, desenho, construção, pintura, debates, concursos do género "Quiz" e recorrendo ao uso de tecnologia educativa. Cada semana custa à volta de 190 euros por criança...

19264393_1570880242954411_4101988963887719757_o.jp 

Mais para a frente, lá para o final das férias, optei por deixá-los num semana de "Férias Desportivas" no "Supera Areeiro", um ginásio relativamente recente que fica no meu bairro de coração. Como sabem, vivo nas Colinas do Cruzeiro, há 2 anos, mas antes morámos na Av. João XXI e antes de ter filhos, durante anos, com a minha mãe e irmã na avenida de Roma ( e a minha avó ainda vive por lá), onde fica este espaço. 

 

 Achei fantastico o programa, muito mais indoor ( natação, ginástica, dança, cultura geral, inglês, leitura e escrita, história, debate...) mas também onde se incluem piqueniques no jardim do bairro, um peddy papper, o "dia do gelado"... muito, muito giro ( e ainda por cima com filhotes de amigos do bairro vão ser coleguinhas deles) e... a um prço muitíssimo simpático: 69 euros por semana!

19731881_1595371360505299_2629630487966389144_n.jp

Et voilá! Para já saõ estes os planos, mas como se sabe, de repente a minha vida profissinal dá uma volta... e lá tenho eu que me ( e os ) adaptar... provavelmente surgirão mais atividades e saídas com a família, mas prometo, ir-vos mantendo a par. Combinado?

 

Beijinho nosso e... boas férias pessoal!!

 

 

A par com a "estreia oficial" do guia parental elaborado pelo governo, "Tenho uma criança"

 banner_horizontal.jpg

Ser um cidadão ou cidadã atento/a é tanto criticar, como aplaudir. Sabemos que tantas coisas podiam ser melhores, na nossa sociedade, e no apoio à infância e maternidade e paternidade ainda vai havendo muito a fazer. Por isso, é que pequenos grandes progressos como estes que hoje vos apresento, são motivo de felicidade. Porque nem todos nascem ensinados, porque as "primeiras viagens" são sempre motivo de inseguranças, porque a parte burocrática às vezes nos falha, por falta de informação ou até contra-informação....

 

Tenho uma criança é uma das medidas do programa Simplex+2016 que reúne, num só guia, toda a informação relevante sobre a paternidade e maternidade nos primeiros anos da criança, seja na área da saúde, prestações sociais, direitos laborais ou declarações de rendimentos.

banner250x250.jpg

 A partir de HOJE, os futuros e recém pais e mães já podem aceder a www.portaldocidadao.pt/tenho-uma-crianca e encontrar informação sobre os direitos das grávidas trabalhadoras, licenças parentais, ou podem saber quais os passos que devem dar para registar o nascimento da criança. O portal informa ainda sobre os apoios financeiros disponíveis e os benefícios fiscais, ajuda a encontrar um plano sobre vacinação, bem como esclarece sobre educação pré-escolar, entre outras informações relevantes que até aqui estavam dispersas pelos vários serviços públicos.

 

Tenho uma criança foi uma medida desenvolvida pelas áreas governativas Modernização Administrativa, Finanças, Justiça, Ministro Adjunto; Educação, Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e Saúde. Que nós, aqui no Barriga Mendinha, aplaudimos de pé ;) Parabéns pela iniciativa!

 

Passatempo "João e o Pé de feijão"

A minha paixão pelas peças infantis da companhia de teatro Byfurcação continua e por isso, vou fazer questão de ir com os meus pimpolhos, ver mais esta... Até porque, nos é uma história super familiar, que tantas vezes ouvimos no carro ( temos um cd com a história ). Um dos poderes da criatividade é sem dúvida, poder descontruir o que está instituido e este "pessoal" fá-lo como ninguém, usando estas histórias infantis tradicionais, como base.

 

João e o Pé de Feijão, vai estrear este sábado na  jardineta  do Museu Nacional de História Natural e da Ciência no Principe Real e, apesar de eu não estar cá este fim de semana, não quero deixar de ter o meu "Barriga Mendinha" representado e para isso: toma lá passatempo!!
 
 

19512227_10155676406524928_1482835371_n.jpg

Ora então... tenho a gosto:

 

1 bilhete famíla para a estreia , sabado, dia 1, às 16h

2 duplos para domingo, dia  2, às 11 h

2 duplos para domingo, dia 2 , às 16

 

Para se habilitarem têm que participar até dia  30 de Junho, esta próxima 6a feira, até as 15h, pois as sessão de oferta são já este fim de semana.

 

E como podem fazer para participar? 

 

-Gostar das Páginas da ByFurcação Teatro
 
-Gostar, claroooo, da Página do meu blog Barriga Mendinha
 
- Partilhar este passatempo no vosso Facebook pessoal ou página
 
- E ainda.... deixar a vossa prova de participação aqui nos comentários deste post dizendo que participam e porquê e deixando o vosso mail ( nada de anónimos, senão depois não vos encontramos  para vos informar que gostaram...). 
 
Participem! Ir ao Teatro com as nossas crianças e oferecer-lhes um mundo encantado tão importante para o seu desenvolvimento sensitivo ;)

Banner Facebook Feijao.jpg

Sinopse: João e o Pé de Feijão é um conto de origem inglesa, amoral e controverso. Nele se retrata a aventura de um rapaz que vivia com a sua Mãe e que por não terem o que comer, têm de vender a vaca Malhadinha, único sustento da familia. No caminho para a feira encontra um feiticeiro que lhe oferece 5 feijões mágicos, em troca da vaca. Daí para a frente as aventuras de João sucedem-se, até que acaba por roubar um gigante de uma forma impune. Desde uma galinha que põe ovos de ouro, até uma harpa falante, todos os elementos são envolventes para o público mais pequeno. No final da estória, João e a sua Mãe arrependem-se, da ganância, da avidez, prometendo não voltar a usar meios pouco convencionais para obter riqueza. Assim como na época, o tema e a moral foram contestadas, também este espectáculo para a infância pretende abrir o conto a novas leituras e interpretações. O jogo teatral é lúdico e apelativo, sobretudo para os mais pequeninos, que são transportados para o mundo de João onde se apela à imaginação e participação.
 
FICHA TÉCNICA Adaptação do Texto: Sérgio Moura Afonso | Encenação: Sérgio Moura Afonso | Interpretação: Maria Curado Ribeiro; Rafael Serra e Ricardo Karitsis | Música Original: Nuno Cintrão | Figurinos e Cenografia: Flávio Tomé | Desenho de luz: Byfurcação Teatro | Ilustração: José Frutuoso| Operação de som : Byfurcação Teatro| Produção: Byfurcação Teatro JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO |Museu Nacional de História Natural e da Ciência| De 1 Julho a 30 Setembro | Sábados às 16:00 e Domingos às 11H30 e às 16:00 Local: Jardineta do Museu Nacional de História Natural e da Ciência
 
Classificação: M/3 Duração: cerca 50 min Bilhetes: 8€ Crianças com 2 anos pagam 3€ A partir dos 3 anos inclusive pagam 8€ 5€ - grupos superiores a 20 pessoas – na mesma sessão Capacidade: 120Lug

 

Tantos sapatos (giros...) e uma vida só para os usar ;)...

O  meu namoro com eles começou por acaso, através de um amigo em comum... e mal me foram apresentados a empatia foi imediata. Para já, por causa do nome, Clara & Morena... ou seja: uma das formas carinhosas que chamamos à minha mãe. Ela é Clara de nome mas morenaça de pele e por isso, tantas vezes este nome me soa ao mimo e risadas da mamã. Depois por causa da história de "vida" dos ditos: desenhados por um designer italiano, estruturados em Portugal e elaborados na Índia, por famílias tradionalmente ligadas à manufatura.

 

Há uns tempos desafiei-me a fotografar diáriamente os que mais gostava. A Minha coleção #claraemorenashoes, que propõe não só mostrar  aos que me seguem como também eu mesma ser cobaia dessa experiência, que a marca de sapatos em questão é adquada a tantas ocasiões, situações, dias (e noites) como as que uma pessoa como eu, vai vivendo e experiênciando.

 

Por isso, agora, decidi publicar parte do meu desafio # 30days30shoes, agora que já tenho um conjunto de fotos giras com vários looks e diversas circunstâncias e porque assim é mais fácil apreciar estas pequenas obras de arte "Clara e Morena", que tanto me orgulho de representar.

IMG_20170522_120758_920.jpgIMG_20170522_113934_098.jpg

 IMG_20170519_174346_317.jpg

received_10156111701262786.jpeg

received_10156111701077786.jpeg

IMG_20170514_150303_509.jpg

 IMG_20170514_164041_209.jpg

IMG_20170607_102222.jpg

IMG_20170516_105148_876.jpg

IMG_20170515_144228_333.jpg

IMG_20170515_151709_319.jpg 

IMG_20170523_155442_926.jpg

IMG_20170528_134109_666.jpg 

IMG_20170530_095256_943.jpg

IMG_20170527_135859_812.jpg

IMG_20170513_113222_356.jpgIMG_20170525_090312_660.jpg

18556245_1524000647619434_2838404107964900363_n.jp

IMG_20170524_114856_926.jpg

IMG_20170531_092744_182.jpg

 

 

 

 

Aquela cena de ser (eu) criança...

 

20196220_tAvuV.jpeg

 

"Aquela cena de ser criança", de não deixar morrer a nossa criança interior, de relembrar  que "nós adultos" não podemos esquecer que nos temos que divertir, curtir as pequenas coisas, ver o mundo com um olhar inocente etc.... pois, essa cena que tanto aparece em posts e frases feitas nas redes sociais entre imagens de baloiros, sorrisos rasgados e meninos na pradaria e que tanto preocupa os "adultos", que não se devem esquecer disso... sou eu! Ou seja, ao contrário dos que se precisam relembrar e estimular essas premissas, sabe Deus, quantas vezes a que custo, de forma a  não se "acizentarem de mais"... eu transpiro essa "criancice" por todos os poros e dou a alma a essa forma de estar. Mas olhem que o reverso da medalha e existe e magoa, ai se magoa... porque quantas vezes, para me fazer valer à frente dos "crescidões da sociedade", tenho mesmo é que abafá-la, ir contra a minha natureza. E nem imaginam o que me custa ter de fazer do que não sou... 

 

E sabem porquê? Porque a sociedade é hipócrita, sim senhora. Apesar destes "apelos" à nossa memória infantil, a verdade é que quando alguém com mais de 20 e poucos anos mostra abertamente essa sede de viver essa "palerma" vontade de existir, essa tosca maneira de ir acreditando na essência humana, essa forma  genuína de relativizar problemas, essa cabeça no ar que se vai perdendo das "coisas sérias" porque a natureza a distrai, porque uma conversa a cativa, porque uma pessoa a encanta.... sim, quando isso acontece, todas as frases feitas dos livrinhos de frases bonitas do bem....passam para o Universo do idilico do "mindfullness" mas que nao se encaixa, de todo na treta da "realidade da vida".

 IMG_20170114_143316_660.jpg

E pronto assim se vai vivendo, entre o orgulho real que tenho nesta minha forma de Existir (e tenho mesmo, por mais críticas que possam pairar por aí à "boca pequena") ,e as desilusões que apanho com as pessoas, que por isso mesmo me passam a perna em três tempos, como se estivessem a enganar literalmente uma "miúda". Entre o oferecer o respeito infantil e verdadeiro e receber em troca, o desrespeito de "velhos do Restelo".Entre o estar tão de bem com a vida que mesmo nos "ventavais" ( ahhaha, era assim que eu dizia vendaval, quando tinha a idade dos meus filhos....) consigo encontrar beleza, e o medo que tenho que esta sociedade me esmague por não fazer as coisas como ela dita, institui, formata e obriga...

 

Bem, hoje, no também instituído Dia da Criança ( já sabem o que penso destes "Dias de...." não sabem?!...), apeteceu-me, então, fazer uma homenagem diferente, não a politicamente correta, às "crianças em cronologia" que sim, tanto merecem ser homenageadas, mimadas e respeitas TODOS os dias, mas aos "Crescidos- Criança" como eu. Acredito que alguns e algumas desta minha "tribo" andem, como eu,  pela vida, num misto de encantamento sincero ao amar a nossa  pura essência e muita  e constante dor de estômago por sermos obrigádos a "viver à séria", segundo as regras, as chatices, as contas, as reuniões, os compromissos, os hábitos e  sobrevicer aos  tantos"maus adultos" que por aí se pavoneiam...

 

A nós, aqueles que esperamos ainda ser criança aos 80 ( tenho uma avó assim, é uma maravilha ;)), àqueles que se sentem tantas vezes melhor entre os miúdos do que os graúdos, àqueles que não se deixam amarrar aos estériotipos das idades, das rotinas, das profissões... a esses... a minha vénia neste dia. Estou convosco e não... não vergarei. Isso queriam vocês!! Ahaahahha!! Feliz dia da criança a nós ( e já agora, também às nossas, que são tantas vezes o acender da chama desta coisa maravilhosa que é o Amor que que os meninos e meninas ainda não "formatados" vivem tão  sem preconceitos, plena e docemente..)

 

A celebração da moda ecológica, ao som da dj Rita Mendes! Ayéeee!!...

Falo pouco, aqui no blog, dos meus trabalhos enquanto Dj. Durante muito tempo, achei que talvez "vocês", achassem a minha principal atividade profissional "muito fora" mas, sabem que mais? Não é! E não é, principalmente quando sinto, que cada vez mais, o público que me pede atuações em sítios, eventos e conceitos tão diferentes, desde a música de manhã para crianças, até à noitada pura e dura, passando por aberturas de lojas e conceitos, exposições, vernissages, desfiles... Ser Dj é ser entertainer e, no meu caso ( atenção que nem todos o fazem, pois querem ser fiéis a uma linha músical, seja ela qual for) ser adaptáveis e vestir personagens. Ai, como eu adoro vestir personagens: Ora sou a sexy, ora a bonequinha infantil, ora sou a undergroud, ora a chique de vestido de noite. E o comportamento, claro, a acompanhar toda a cena. Faz parte de mim, tal como tudo o resto na minha vida.

 

Ora bem, no seguimento desta converseta e que no fundo, abre as hostes a que eu aqui, comece a falar-vos mais desta parte "esconsdida" da minha vida no Barriga Mendinhha... vou-vos falar e mostrar este evento em que toquei o passado fim de semana. E Porquê? Porque... M.e.r.e.c.e!! E merece pelo local fantástico onde aconteceu, as oficinas da EMEF (entre linhas, maquinaria e carruagens de comboio), pelas fantásticas e queridas intervenientes e pelo conceito, ligado à Ecologia e Sustentabidade. Top, top!ecofashion modelos e dj.jpg

Programa_Amarsul_Eco_Fashion_2017_1_750_2500.jpg

O Amarsul Eco Fashion é um evento que promove e alia reciclagem à moda, e já é uma referência a nível nacional, tendo em 2016 obtido uma Menção Honrosa nos Prémios de Comunicação - Meios & Publicidade, na categoria Ambiente & Energia. Clap clap clap, mesmo!!


Para desenhar as coleções foi escolhida Alexandra Moura e 6 novos designers: Cristina Neves (Assistente de Valentim Quaresma), Mafalda Maçaroco (Assistente de Olga Noronha), Marta Lee (Designer na Levi’s Portugal), Madalena Silva, Mónica Gonçalves (Designer Grigi/Pelcor) e Teresa Samissone (Samissone), apresentaram as suas propostas desenvolvidas, a partir de materiais reciclados. No desfile das coleções estarão muitas figuras conhecidas do grande público. O evento teve uma série de outros apontamentos artísticos, com destaque para a minha atução ( wwweeeee!!!) e o Grupo de Hip Hop “Dance Coolture”, do Barreiro, que dança "nas horas".

 

A este evento associaram-se várias figuras públicas, das quais se destacaram a Olivia Ortiz, a Iva Lamarão, a Vanessa Martins,  a Lenka e  a Helena Coelho. O evento foi apresentado por Diana Taveira, a querida menina da MTV. Tudo gente linda e "do bem"...

 

Deixo-vos algumas imagens. As mais significativas para mim, até porque como foi um evento perto de Lisboa e a "horas aceitáveis" levei "os meus" que andaram por lá encantados nos bastidores ( especialmente a Matita que é louca por maquilhagem e roupas)... Vejam, também as imagens dos defiles e percebam  que a consciencialização ecológica ( a reutilização e  reciclagem) também podem ser feitas através da moda, da música, da dança...

 

Adorei tudo e apaluso de pé toda a produção exímia. Só tenho pena que "só" tenha sido no Barreiro. Devia acontecer um , todos os meses, em cada concelho do país. Fica a ideia ehehehe.... ( só a cena de eu ter que subir de empilhadora para o meu spot de trabalho... é que podia ser revista sim? ahahah!!... brincadeirinha... até isso foi muito giro. Entrei em palco de uma forma super impactante ;))...

 matita makeup ecofashion.jpg

18814387_10155509589542847_6655010385917215704_n.j IMG_20170529_143659_692.jpgIMG_20170529_143609_848.jpg

IMG_20170529_143858_548.jpg 

rita marsh ecofashion 1.jpg18739231_1324548290974659_2169033418201798936_o.jp18699531_1324547930974695_1276732719131105832_o.jp18700656_1324550367641118_1039834895915973410_o.jp ecofashion dj 2.jpg

rita marsh ecofashion 2.jpg18738621_1324546967641458_7738543504455656804_o.jp

18673313_1324546867641468_4389609934970752628_o.jprita marsh ecofashion 3.jpg

18738997_1324553317640823_2940872310725076639_o.jp

18768416_1324552484307573_1520775799781314434_o.jp

18739242_1324558747640280_229050061719369725_o.jpg

ecofashion dj 3.jpg 

Fotografias: minhas e de Nelson Favas

Cabelos: Lupa Biológica

Maquilhagem: Fashion Studio by Rita Rasquinho

Meu vestido: El Armário de Lulu by " Marshmallow et café Lisboa"

O primeiro "trabalho" do meu mini-comunicador ;) e logo... a ensinar uma receita saudavel...Proud!!

Feliz , feliz , feliz! Porque este vídeo que agora vos mostro é um " 3 em um", e todos me fazem tão orgulhosa:

 

1- Este projeto "Funny Cook", um canal de youtube, onde a atriz Mafalda Teixeira, "pega" em vários miúdos e com eles cria receitas saudáveis e deliciosas e com ele está a contribuir para uma maior consciencialização tanto dos filhos, como do pais no âmbito de uma alimentação mais cuidada. 

 

2- Nos ultimos tempos, sei que tenho influenciado positivivamente o meu Afonso com esta conversa dos "alimentos bons" e dos "alimentos maus" e ele é mesmo muito preocupado e atento a isso ( muito mais do que a maioria das crianças) e por isso, fazer parte de um vídeo destes que se "ensinam os meninos" a comer o que "lhes faz bem ao corpo" e é amigo do ambiente ( sutentável, portanto ;))... é uma fonte de orgulho para ele.

 

3- E por fim, porque apesar do Afonso Luz ser todo dado às coisas da comunicação, nunca tinha estado assim "oficialmente" num estúdio, a fazer um "vídeo profissional" como este. Estava ansioso, com muita vontade mas ao mesmo tempo cheio de nervoseira. E no fim... tanta borboleta no estômago do meu menino ( e também no da mamã, claro) e acabou por correr tão bem e ele tão mas tão fixe e desenvolto frente à câmara...

 

E pronto, fica o vídeo e a sugestão de que sigam o canal, porque todas as semanas existem sugestões e vídeos novos. Receitas simples de elaborar, divertidas para fazer lado a lado com os miúdos e principalmente... saudáveis e gostosas. You go girl! Precisamos de projetos assim, Mafaldinha! Como Mãe preocupada com as minhas crias, agradeco-te esta feliz iniciativa.

 

SIGAM O CANAL AQUI.  ( e sim.... derretam-se com o meu Afonso Luz, que, modéstia de mamã à parte... acho que está tão de comer como os muffins de cenoura, que fazem eheheh)

 

 

 

Bora "japonesar"... a Mafra?..

 O convite foi feito e como adoro ambos: comida japonesa e a zona Oeste, lá parti eu para Mafra, para, junto com outras blogguers, youtubers e jornalistas de paparoca e lifestyle.... conhecer o Himitsu.

 

Fica junto ao Palácio Nacional de Mafra e, depois que perceber que a Patrícia, dona do espaço também é arquiteta... entendi o porquê do ambiente e decoração serem  tão especiais.

 

A comida? Cozinha tradicional japonesa e de fusão, que eu adoro! A ementa foi elaborada por um chefe reconhecidíssimo na área do sushi e afins, o Chef Mário Ribeiro ( que passou por espaços como o Sushichic em Almada e na Beloura e o Nomáda em Lisboa) e é... de chorar por mais. Mistura de ingredientes usados na cozinha japonesa mas também na portuguesa e até na mexicana. Que maravilha ;)

 

O almoço foi elaborado em conjunto com as cervejas artesanais Mean Sardine ( experimentámos 8 diferentes e todas "estranhamente" especiais) e digo-vos... que experiência! ( passem pela página que vos deixo aqui e viagem por lá, vão-se surpreender...).

 

Querem espreitar o nosso evento e ficar com água na boca? É que além da fantástica refeição, o almoço ( na minha mesa juntou-se uma bela e divertida grupeta de "miúdas")  com A Inês Ribeiro, a Paula Veiga Claro e a Fabiana Lopes foi muito muito gira ;)

 

Ah.. os preços são bem simpáticos para a qualidade apresentada. Menús a volta de 15 euros ou se comerem à carta, uma média de 30 por pessoa... mas "em bom" heiim!!?..

 

IMG_20170522_153410_582.jpg

IMG_20170522_131220_976.jpg

IMG_20170522_151418_760.jpg

IMG_20170525_095408_725.jpg

IMG_20170525_095437_764.jpg

IMG_20170525_095328_464.jpg

FB_IMG_1495702359109.jpg

IMG_20170525_094958_001.jpg

IMG_20170523_090231_486.jpg 

IMG_20170525_095509_414.jpg